Edição 100

486 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
486
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
261
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Edição 100

  1. 1. 17 de março de 2013 Edição 100 M AIS L UZ Ano 2, n°11Centro Espírita Joseph Gleber, Rua Coronel Ramos, 55 – Fátima – Teófilo Otoni/MG.Blog: WWW.josephgleber.com – E-mail: dcse.divulg@gmail.com – Fone: (33) 3521-2306 Nesta ediçãoO Filho do Orgulho O Filho do Orgulho Livro O Espírito da Verdade – Cairbar Schutel/Chico Xavier Mensagem da Semana Súplica de Amor Centésima Edição do Boletim Eletrônico Semanal O Centro Espírita Joseph Gleber e Você Campanha Permanente de leitura das Obras Básicas O pai relembrado pela professora das aulas de moral cristã, com respeito ao comportamento do O melindre – filho do orgulho – propele a filho, e que, por isso, se suscetibiliza, cortando ocriatura a situar-se acima do bem de todos. É a comparecimento da criança.vaidade que se contrapõe ao interesse geral. O jovem aconselhado pelo irmão Assim, quando o espírita se melindra, julga- amadurecido e que se descontenta, rebelando-sese mais importante que o Espiritismo e pretende-se contra o aviso da experiência.melhor que a própria tarefa libertadora em que se A pessoa que se sente desatendida aoconsola e esclarece. procurar o companheiro de cuja cooperação O melindre gera a prevenção negativa, necessita, nos horários em que esse mesmoagravando problemas e acentuando dificuldades, ao companheiro, por sua vez, necessita de trabalhar ainvés de aboli-los. Essa alergia moral demonstra fim de prover a própria subsistência.má-vontade e transpira incoerência, estabelecendo O amigo que não se viu satisfeito ante amoléstias obscuras nos tecidos sutis da alma. conduta do colega, na instituição, e deserta, Evitemos tal sensibilidade de porcelana, que revoltado, englobando todos os demais em francanão tem razão de ser. reprovação, incapaz de reconhecer que essa é a hora Basta ligeira observação para encontrá-la a de auxílio mais amplo.cada passo: O espírita que se nega ao concurso fraterno É o diretor que tem a sua proposição somente prejudica a si mesmo.refugada e se sente desprestigiado, não mais Devemos perdoar e esquecer se quisermoscomparecendo às assembleias. colaborar e servir. O médium advertido construtivamente pelo A rigor, sob as bênçãos da Doutrina Espírita,condutor da sessão, quanto à própria educação quem pode dizer que ajuda alguém?mediúnica, e que se ressente, fugindo às reuniões. Somos sempre auxiliados. O comentarista admoestado fraternalmente Ninguém vai a um templo doutrinário parapara abaixar o volume da voz e que se amua na dar, primeiramente.inutilidade. Todos nós aí comparecemos, antes de tudo, O colaborador do jornal que vê o artigo para receber, sejam quais forem as circunstâncias.recusado pela redação e que se supõe Fujamos à condição de sensitivas humanas,menosprezado, encerrando atividades na imprensa. convictos de que a honra reside na tranquilidade da A cooperadora da assistência social consciência, sustentada pelo dever cumprido.esquecida, na passagem de seu aniversário, e se Com a humildade não há o melindre que pioramostra ferida, caindo na indiferença. aquele que o sente, sem melhorar a ninguém. O servidor do templo que foi, certa vez, Cabe-nos ouvir a consciência e segui-la,preterido na composição da mesa orientadora da recordando que a suscetibilidade de alguém sempreação espiritual e se desgosta por sentir-se surgirá no caminho, alguém que precisa de nossasinfantilmente injuriado. preces, conquanto curtas ou aparentemente O doador de alguns donativos cujo nome foi desnecessárias.omitido nas citações de agradecimento e surge E para terminar, meu irmão, imagine se ummagoado, esquivando-se a nova cooperação. dia Jesus se melindrasse com os nossos incessantes desacertos... Visite a Livraria do Centro Espírita Joseph Gleber Livros Evangélicos e Doutrinários
  2. 2. MAIS LUZ Página 2Mensagem da Semana Livro Pão Nosso – Emmanuel por Chico Xavier – Lição 116 OUÇAM-NOS “Disse-lhe Abraão: Eles têm Moisés e os profetas, Para esses, o fenômeno e a revelação no ouçam-nos”. (Lucas, 16: 29) Espiritismo evangélico são simples conjunto de inverdades, porque nada obtiveram de parentes mortos, em A resposta de Abraão ao rico da parábola ainda é consecutivos anos de observação.ensinamento de todos os dias, no caminho comum. Isso, porém, não passa de contrassenso. Inúmeras pessoas se aproximam das fontes de Quem poderá garantir a perpetuidade dos elosrevelação espiritual, entretanto, não conseguem a libertação frágeis das ligações terrestres?dos laços egoísticos de modo que vejam e ouçam, qual lhes O impulso animal tem limites.convém aos interesses essenciais. Ninguém justifique a própria cegueira com a Há precisamente um século, estabeleceu-se insatisfação do capricho pessoal.intercâmbio mais intenso entre os dois planos, na grande O mundo está repleto de mensagens e emissários,movimentação do Cristianismo redivivo; contudo, há há milênios. O grande problema, no entanto, não está emaprendizes que contemplam o céu, angustiados tão só requisitar-se a verdade para atender ao círculo exclusivistaporque nunca receberam a mensagem direta de um pai ou de cada criatura, mas na deliberação de cada homem,de um filho na experiência humana. Alguns chegam ao quanto a caminhar com o próprio valor, na direção dasdisparate de se desviarem da senda alegando tais motivos. realidades eternas.Súplica de Amor Que brilhe, portanto, em nós, a luz que vem Bezerra dEle, apagando por completo a treva teimosa que Mensagem psicofônica recebida pelo médium Divaldo Franco permanece nas paisagens do nosso coração. Tu, que nos convidaste para o banquete da BoaNova, embora não dispuséssemos da túnica nupcial, O GALARDÃO DE QUEM SERVE É O PRAZERaceitamos a invitação, e aqui estamos. Tu, que nos convidaste para trabalhar na Tua DE SERVIR.vinha, embora não tivéssemos condições hábeis para o “Se me amais, guardai os meus mandamentos;bom serviço, e assim mesmo nos aceitaste. e eu rogarei a meu Pai e ele vos enviará outro Tu, que nos foste buscar perdidos no abismo, Consolador, a fim de que fique eternamente convosco: -depois que tresmalhamos do Teu rebanho, e a ele O Espírito de Verdade, que o mundo não pode receber,retornamos. porque o não vê e absolutamente o não conhece. Mas, Tu, sublime amigo dos desventurados, que quanto a vós, conhecê-lo-eis, porque ficará convosco enunca Te cansaste de chamar-nos ao seio da Tua estará em vós. Porém, o Consolador, que é o Santomisericórdia, em nome de Deus, e sempre acompanhas Espírito, que meu Pai enviará em meu nome, voso nosso sucesso dominado pela compaixão, novamente ensinará todas as coisas e vos fará recordar tudo o queabres os Teus braços, para que repousemos no Teu vos tenho dito. (João, 14:15 a 17 e 26)regaço. “Jesus promete outro consolador: O Espírito de Jesus! Verdade, que o mundo ainda não conhece, por não estar Temos sede de paz. maduro para o compreender, consolador que o Pai Anelamos pelo encontro com a saúde integral enviará para ensinar todas as coisas e para relembrar oque somente existe no Teu afável coração. que o Cristo há dito. Se, portanto, o Espírito de Verdade Permite que, deste conúbio em que desces até tinha de vir mais tarde ensinar todas as coisas, é que onós, e nos mimetizas com as Tuas energias santas, Cristo não dissera tudo; se ele vem relembrar o que opossamos representar-Te em qualquer lugar por onde Cristo disse, é que o que este disse foi esquecido ou maldeambulemos, dizendo a todos que somos os Teus compreendido. (...)” ESE / Capítulo VI – item 4.discípulos, fracamente fiéis, carregando o madeiro das Prezados Irmãos:próprias aflições. Objetivando servir ao Consolador Prometido, e Jesus, Tu que nos amas, ajuda-nos a aprender a consequentemente, servindo a todos que vêmamar, de tal forma que a Tua presença em nós anule a beneficiando-se com as mensagens dos Instrutoresdominação arbitrária das nossas paixões, e sejas Tu a Maiores, bem como dos colaboradores encarnados, odominar-nos interiormente, como um dia penetraste no nosso Boletim Eletrônico Semanal completa 100Teu discípulo, o cantor das gentes, por intermédio de edições.quem passaste a cantar a Tua mensagem. Seja o nosso esforço, caros leitores, não apenas Segue conosco Senhor, e ajuda-nos a conquistar o de consumir as mensagens edificantes obtendoo nosso mundo interior para que o Teu reino se conhecimento e cultura; mas, o de transformá-las emestabeleça em nós, e se prolongue por toda a Terra. lições vivas para a nossa própria mudança. Filhos da alma! Agradecemos a todos vocês pela oportunidade e Eia, agora! Não depois, nem amanhã, nem mais prazer do exercício desta tarefa, bem como aostarde. O processo de transformação íntima deve começar colaboradores nos dois planos.neste instante, sem recidivas no mal, sem retorno às Sigamos com JESUS!situações embaraçosas e perturbadoras. O Mestre conta Muita Paz.conosco na razão direta em que contamos com Ele. Nilton Maia
  3. 3. Página 3 MAIS LUZCentro Espírita Joseph Gleber e Você Acesse:Reuniões PúblicasDomingo – 8h – Palestra com tema evangélico BLOG DO JOSEPH GLEBERQuarta-feira – 20h – Estudo interativo de “O Livro dos Espíritos” COEZMUCSexta-feira – 20h – Palestra com tema evangélico ESPIRITISMO BHDepartamento de Estudo ESPIRITUALIDADE E SOCIEDADEEstudo Sistematizado da Doutrina Espírita – ESDEEstudo Aprofundado da Doutrina Espírita – EADE FEB INSTITUTO ANDRÉ LUIZ"O que toda criatura desapaixonada, equilibrada, sincera e honestadeve fazer, antes de julgar qualquer coisa, de fazer suas críticas a KARDEC ONLINErespeito, de negá-la ou aceitá-la, é, inicialmente, adquirir as PORTAL SERrespectivas informações concernentes à sua existência, aproximar-separa o devido reconhecimento da sua natureza, através da pesquisa REDE AMIGO ESPÍRITAe do estudo dos fatores relacionados à sua causa, ou dos fenômenos UEMMGproduzidos pelas forças originárias da parte fundamental, podendo,dessa forma, com conhecimento de causa, tirar suas conclusões,baseadas nos fatos, e formular seu veredicto com justeza, a respeito Programas Espíritas na TV,de tal coisa." Bruno Bertocco Rádio e Internet: O ESDE ocorre todos os sábados das 18h às 19h30. O EADE acontece às terças e quintas feiras respectivamente das Alvorada Espírita 19h30 às 20h30 e das 19h30 às 21h e aos sábados a partir das 16 24 horas de programação com palestras e programas de TV horas. www.tvalvoradaespirita.com.br Venha participar conosco. Despertar Espírita Lar Fabiano de Cristo CNT - RedeEducação Espírita Infantojuvenil e Família Nacional - Domingo 8h-8h30Domingo – 8h – Evangelização infantojuvenil www.despertarespirita.comSábado – 16h – Evangelização infantil e reunião de pais Luz nas AlmasSábado – 18h – Mocidade Rádio Imigrantes 100.9 de segunda a sexta feira 18h40 e web rádio às 19hBiblioteca Joanna de Ângelis www.cidaderadio.com.br Doe um livro espírita. Seja colaborador. Rádio Chico Xavier “Alguns livros podem mudar uma vida, outros o que vem depois www.chicoxavier.net.br dela.” Transição A visão espírita para um novo tempo - Rede TV Domingo - 16h15 Campanha Permanente de Leitura das www.programatransicaotv.br TV CEI Obras Básicas www.tvcei.com TV Mundo Maior O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO Emissora da Fundação Espírita Quais foram os principais precursores da ideia cristã e do André Luiz http://www.redemundomaior.com.br/ Espiritismo? Os filósofos Sócrates e Platão. (Introdução, item IV.) Há quantas partes na lei de Moisés? Na lei mosaica há duas partes distintas: a lei de Deus, promulgada no monte Sinai, e a lei civil ou disciplinar, decretada por Moisés. A primeira é invariável; a outra, apropriada aos costumes e ao Editado pela Equipe de Comunicação do caráter do povo, se modifica com o tempo. É de todos os tempos Departamento de Comunicação Social Espírita DCSE. e de todos os países o Decálogo; daí o seu caráter divino. As outras são leis que Moisés decretou, obrigado que se via a conter, Para receber o “Mais Luz” por e-mail, mande pelo temor, um povo turbulento e indisciplinado, no qual tinha ele uma mensagem para dcse.divulg@gmail.com de combater arraigados abusos e preconceitos, adquiridos com a palavra “inclusão” no campo “assunto”. durante a escravidão do Egito. Para imprimir autoridade às suas Para suspender o recebimento, enviar e-mail leis, houve de lhes atribuir origem divina, conforme o fizeram com a palavra “exclusão” no campo “assunto”. todos os legisladores dos povos primitivos. (Capítulo I, itens 1 e 2.) www.oconsolador.com.br

×