Centro Espírita Joseph Gleber                                                             Boletim Eletrônico Semanal      ...
Programas Espíritas na                                          Centro Espírita Joseph GleberTV e Internet:               ...
Evangelização                                                                Centro Espírita Joseph Gleber                ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Boletim 80

501 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
501
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
103
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Boletim 80

  1. 1. Centro Espírita Joseph Gleber Boletim Eletrônico Semanal Edição 80 – Ano 1, n°44 – 28 de outubro de 2012Nesta edição História da Pedagogia Espírita Os princípios da pedagogia espírita se encontram presentes na tradição filosófico• História da Pedagogia pedagógica ocidental, desde Sócrates, com a sua prática da maiêutica, de extrair a luz Espírita espiritual de dentro do educando, convocando-o a construir por si mesmo a sua• Mensagem da Semana perfeição moral e seu conhecimento do mundo e de si. (...) Mais diretamente, porém, a pedagogia espírita remonta a três grandes precursores,• Evangelizar Jan Amos Comenius (1592-1670), Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) e Johann• O Centro Espírita Heinrich Pestalozzi (1746-1827). Rivail, depois conhecido como Kardec, era discípulo de Pestalozzi, que recebeu influências de Rousseau e Comenius. Esta descendência Joseph Gleber e você: histórica nos faz encontrar o fio condutor que desemboca no espiritismo e, portanto, na - Reuniões públicas pedagogia espírita. - Estudo Sistematizado Kardec foi o herdeiro desta tradição pedagógica, transfundindo-a para o espiritismo, da Doutrina Espírita ao dar-lhe um caráter eminentemente educativo. Segundo a filosofia espírita, a existência humana é um projeto educacional, para a eternidade, pois a nossa meta é a - Educação Espírita perfeição. Caminhamos, nesta trilha evolutiva, construindo a nós mesmos, Infantojuvenil e Família experimentando ações, em liberdade, cooperando com a obra divina em nós e fora de• Campanha Permanente nós. de Leitura das Obras Com um novo conceito de ser humano (como projeto inacabado, que deve ele mesmo aperfeiçoar) e um novo conceito de criança (como ser reencarnado, herdeiro de Básicas si e dono de potencialidades únicas), Kardec abre um novo rumo à educação do ser. Entretanto, ele mesmo não teve tempo de adentrar mais claramente por uma proposta pedagógica espírita – ele não conseguiu fazer o link entre os seus 30 anos de educador (e suas heranças pestalozzianas) e a nova filosofia que estava fundando, aAcesse: partir da ciência espírita. Apesar dos trechos, clarões, em suas obras, em que aparece o educador fazendo afirmações eminentemente pedagógicas e apesar do próprioFEB espiritismo ter um caráter completamente educativo, Kardec não chegou a formular umaUEMMG pedagogia espírita. Essa formulação caberia aos espíritas brasileiros. Podemos considerar dois marcosESTUDANDO KARDEC históricos da constituição da pedagogia espírita no Brasil. O primeiro é a fundação doESPIRITISMO BH Colégio Allan Kardec, de Eurípedes Barsanulfo, em Sacramento (MG), em 1907. A proposta de uma escola de vanguarda, com um educador afetivo, com uma educaçãoREDE AMIGO ESPÍRITA livre e ativa, participativa e ética, com desenvolvimento do espírito critico, científico e deKARDEC ONLINE uma profunda espiritualidade – tudo isso mostra claramente a pedagogia espírita no seu primeiro e no seu melhor momento até agora. Contemporânea de Eurípedes foi aRÁDIO CHICO XAVIER educadora Anália Franco, que fundou várias escolas no estado de São Paulo, apresentando alguns elementos que apareceriam na proposta pedagógica espírita.COEZMUC O segundo marco é a formulação teórica da pedagogia espírita – com a criação doINSTITUTO ANDRÉ LUIZ termo – feita por José Herculano Pires. O jornalista, filósofo e escritor paulista lança no início da década de 70, a revista Educação Espírita, onde escreve vários artigos deESPIRITUALIDADE E grande alcance teórico e prático sobre uma nova educação – a pedagogia espírita. MaisSOCIEDADE tarde, postumamente, seria publicado o seu livro Pedagogia Espírita, (1985), reunindoPORTAL SER todos os seus escritos sobre o assunto. Contemporâneos de Herculano, cada qual desenvolvendo uma experiência à mesma época da revista Educação Espírita, eram então o médico mineiro radicado em Franca (SP), Tomás Novelino, com seu Educandário Pestalozzi e o militar espírita Ney Lobo, que inaugurou a cidade-mirim no Instituto Lins de Vasconcellos (Curitiba). Entretanto, esses pioneiros da prática e da teoria da pedagogia espírita fizeram seusDúvidas ou comentários? trabalhos sem maiores repercussões em suas respectivas épocas, permanecendo como focos de luz isolados da grande massa do movimento espírita brasileiro, muito maisEnvie um e-mail para: voltado ao assistencialismo do que à educação.dcse.divulg@gmail.com A partir de 1997, porém, reiniciou-se um novo período da pedagogia espírita, com o lançamento do livro A Educação segundo o Espiritismo, de Dora Incontri, seguindo-se depois a defesa de sua tese de doutorado na Faculdade de Educação da USP: A Pedagogia Espírita, um projeto brasileiro e suas raízes histórico-filosóficas. (Depois editado pela Comenius). A partir de então, a história da pedagogia espírita se identifica com a história da Associação Brasileira de Pedagogia Espírita, com seus cursos, projetos, congressos. Extraído do sítio pedagogiaespirita.org.br
  2. 2. Programas Espíritas na Centro Espírita Joseph GleberTV e Internet: Boletim Eletrônico SemanalDespertar EspíritaLar Fabiano de Cristo CNT-rede nacional - Domingo 8h- Mensagem da Semana ..8h30 JUSTAMENTE POR ISSOwww.despertarespirita.com “Não vos escrevi porque ignorásseis a verdade, mas porque aAlvorada Espírita conheceis - (1ª Epístola a João, 2:21)24 horas de programação com O intercâmbio cada vez mais intensivo entre os chamadospalestras e programas de TV “vivos” e “mortos” constitui grande acontecimento para aswww.tvalvoradaespirita.com.br organizações evangélicas de modo geral.TV Mundo Maior Não é tão somente realização para a escola espiritista;Emissora da Fundação Espírita pertence às comunidades do Cristianismo inteiro.André Luiz Por enquanto, anotamos aqui e ali protestos do dogmatismowww.tvmundomaior.com.br organizado, entretanto, a revivescência da verdade assim o exige.Transição Toda aquisição tem seu preço e qualquer renovação encontra obstáculosA visão espírita para um novo espontâneos.tempo - Rede TV Domingo - Dia virá em que as várias subdivisões do evangelismo compreenderão a divina16h15 finalidade do novo concerto.www.programatransicaotv.br O movimento de troca espiritual entre as duas esferas é cada vez mais dilatado. OTV CEI devotamento dos desencarnados provoca a atenção dos encarnados.www.tvcei.com O Senhor permitiu mundial Pentecostes para o reajustamento da realidade eterna. Convém notar, contudo, que as vozes comovedoras e revigorantes do Além repetem, comumente, velhas fórmulas da Revelação e relembram o passado da Sabedoria terrestre, a fim de extrair conceituação mais respeitável referentemente à vida. É neste ponto que recordamos as palavras de João, interrogando sinceramente: comunicar-se-ão os “mortos” com os “vivos”, porque os homens ignoram a verdade?A oração é a mais Isso não. Se os que partem falam novamente aos que ficam é que estes conhecem o caminhoelevada forma de da redenção com Jesus, mas não se animam, nem se decidem a trilhá-lo. Livro Pão Nosso – Emmanuel por Chico Xavier - Lição 96união com Deus: Evangelizar mas as Ao término do século XX, o século chamado das luzes, estamos convocando os obrigações obreiros de boa vontade para a tarefa divina de evangelizar. Evangelho é sol nas almas, é luz no caminho dos homens, é elo abençoado para diárias bem união perfeita. Evangelizemos nossos lares, meus filhos, doando à nossa família a bênção de praticadas, por hospedarmos o Cristo de Deus em nossas casas. A oração em conjunto torna o lar um santuário de amor onde os Espíritos mais nobres mais materiais procuram auxiliar mais e mais, dobrando os talentos de luz que ali são depositados. Evangelizemos nossas crianças, espíritos forasteiros do infinito em busca de novas que sejam, experiências, à procura da evolução espiritual. Sabemos que a Terra é um formoso Educandário e o Mestre Divino, de sua cátedra constituem a de Amor, exemplifica pela assistência constante, o programa a ser tratado. Evangelizemos nossos companheiros de trabalho, pelo exemplo na conduta nobre, oração mais pelo perdão constante. Evangelizemo-nos, guardando nossas mentes e nossos corações na bênção dos sublime que se ensinos sublimes. Estamos na Terra, mas alistamo-nos nas fileiras do Cristianismo para erguermos bem possa elevar da alto a bandeira da luz do Mestre Divino: “Amai-vos uns aos outros como vos tenho terra. amado.” Evangelizemos. Os tempos são chegados, os corações aflitos pedem amparo, os desesperados Carlos Torres suplicam luz. Há um grito que ressoa pelo infinito! Pastorino Pai socorre-nos! Filhos somente através do Evangelho vivido à luz da Doutrina Espírita encontrará o homem a paz, a serenidade e o caminho do amor nobre. Conclamamos os corações de boa vontade; Evangelizem; Evangelizemos. Acendamos a luz dos ensinos divinos para que a Terra se torne um sol radioso no infinito, conduzindo uma família humana integrada nos princípios da vida em Hosana ao seu Criador. Filhos, peçamos ao Pai inspiração e prossigamos para o alto porquanto somente Cristo com o Seu saber e o Seu coração de luz poderá iluminar os nossos caminhos. Bezerra O Reformador, Maio de 1990
  3. 3. Evangelização Centro Espírita Joseph Gleber Boletim Eletrônico SemanalPrecisamos repassar O Centro Espírita Joseph Gleber e Você tudo aquilo que Reuniões públicas aprendemos. Domingo – 8h – Palestra com tema evangélico Quarta-feira – 20h – Estudo interativo de “O Livro dos Espíritos” Melhorar outros Sexta-feira – 20h – Palestra com tema evangélico caminhos, . Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita - ESDE é isso que faremos. “Para nos considerarmos espíritas procuremos seguir um dos ensinamentos de Allan Kardec quando disse: ‘Espíritas, amai-vos, Espíritas instrui-vos’, não nos esquecendo de que: ‘Fora da caridade não há salvação’”. Com humildade e O ESDE - ocorre todos os sábados das 18h às 19h30. Participe! . persistência Educação Espírita Infanto Juvenil e Família é que nós vamos Domingo – 8h – Evangelização infanto juvenil Sábado – 16h – Evangelização infantil e reunião de pais lutar; Sábado – 18h – Mocidade . faremos todos . Doe um livro espírita. Seja colaborador. enxergarem Socorra esse ou aquele irmão caído, entre as sombras da prova. Mas ofereça-lhe o livro espírita que aclara o entendimento. André Luiz que é importante evangelizar. Campanha Permanente de Leitura das Obras Básicas . O LIVRO DOS ESPÍRITOS A evangelização Como se explicam, à luz do Espiritismo, os casos de dessa vez irá ser catalepsia e letargia? A letargia e a catalepsia derivam da perda temporária da geral. sensibilidade e do movimento, por uma causa fisiológica ainda Jesus Cristo irá inexplicada. Numa, a suspensão das forças vitais é geral e dá ao corpo todas as aparências da morte; na outra, a suspensão fica conosco localizada, podendo atingir uma parte mais ou menos extensa do corpo, de sorte a permitir que a inteligência se manifeste livremente, o que a torna espantando o baixo inconfundível com a morte. A letargia é sempre natural; a catalepsia é por vezes astral. magnética. (O Livro dos Espíritos, questões 422 a 424.) Que é sonambulismo e qual a causa da clarividência sonambúlica? O sonambulismo natural é um estado de independência do Espírito, mais Se for preciso até completo do que no sonho, estado em que maior amplitude adquirem suas montanhas faculdades. Disso é que deriva a clarividência sonambúlica. A alma tem então percepções de que não dispõe no sonho e pode, portanto, ver o que ocorre a nós iremos escalar. distância. Quando se produzem os fatos do sonambulismo, é que o Espírito, preocupado com uma coisa ou outra, se aplica a uma ação qualquer, para cuja Quando se trata de prática necessita utilizar seu corpo. Serve-se então deste, como se serve de uma mesa ou de outro objeto material no fenômeno das manifestações físicas, ou Jesus, mesmo como se utiliza da mão do médium nas comunicações escritas. (Obra citada, questões 425, 426, 428 e 432.) vale a pena se Em que consiste o fenômeno chamado de segunda vista, também esforçar. conhecido como dupla vista? O que se chama dupla vista é o resultado da libertação do Espírito, sem que oEduardo Samuel Ferreira corpo esteja adormecido. A dupla vista ou segunda vista é a vista da alma. (Obra citada, questões 447, 448, 449, 450 e 450-A.) (www.oconsolador.com.br)Informativo Eletrônico do Centro Espírita Joseph Gleber - Editado pela Equipe de Comunicação do Departamento de Comunicação Social Espírita – DCSE. Caso não queira receber a publicação, enviar e-mail com a palavra “exclusão” no campo “assunto” para dcse.divulg@gmail.com

×