AULA 10 - Geologia Geral SSM

948 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
948
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
49
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

AULA 10 - Geologia Geral SSM

  1. 1. 01/06/2013 1 GEOLOGIA GERAL SUPER² MED PROF. CADU CAMADAS DA TERRA
  2. 2. 01/06/2013 2 A crosta e as rochas A crosta é formada por rochas e minerais. As rochas são agrupamentos de minerais: Minerais são elementos ou compostos naturais sólidos, que possuem uma composição química bem definida. Ex: O elemento que compõem o diamante (MINERAL) é o carbono. OS TIPOS DE ROCHAS Conceito: Resultam do resfriamento e solidificação do magma . Classificação : Intrusiva e Extrusiva Rochas Ígneas Magmáticas ou Cristalinas
  3. 3. 01/06/2013 3 Intrusivas ou Plutônicas Se formam quando o magma se resfria lentamente no interior da Terra, dando origem a cristais grandes. •Granito Amarelo Real Extrusivas ou Vulcânicas Se formam pela solidificação do magma expelido pelos vulcões (lava). O resfriamento/solidificação rápidos, não formam macro-cristais. Ex.: Basalto
  4. 4. 01/06/2013 4 Rochas Sedimentares São formadas através da litificação dos sedimentos (pós erosão e deposição). • Conceito: Litificação (ou DIAGÊNESE) processo de sedimentação e cimentação, exercida através das camadas superiores. Calcário Rochas Metamórficas Foram originalmente outras rochas que, pela ação do calor ou da pressão do interior da Terra, adquiriram outra estrutura. GnaisseMármore
  5. 5. 01/06/2013 5 Agentes do Relevo No estudo das formas de relevo da superfície terrestre temos que levar em consideração os agentes de transformações: Internos (endógenos); Externos (exógenos). PRECISAMOS LEMBRAR DOS CONCEITOS DE EROSÃO E INTEMPERISMO PARA ESTUDAR OS AGENTES EXÓGENOS
  6. 6. 01/06/2013 6 OS AGENTES INTERNOS TECTONISMO: SÃO OS MOVIMENTOS DA CROSTA TERRESTRE VULCANISMO: OCORRE ATRAVÉS DE FRATURAS OU FALHAS, QUANDO O MAGMA FUNDIDO ALCANÇA A SUPERFÍCIE. TECTONISMO Tectonismo ou diastrofismo é um termo geral relativo a todos os movimentos da crosta terrestre com origem em processos tectônicos.
  7. 7. 01/06/2013 7 Alfred Wegener - 1910 Cientista alemão Livro: A origem dos continentes e oceanos Pangea Teoria da deriva continental 1. EVIDÊNCIAS PALEONTOLÓGICAS: Fósseis
  8. 8. 01/06/2013 8 Litosfera: espessura variada compartimentada por falhas e fraturas profundas Placas Tectônicas * A) Limites convergentes-colisões 3. continental – continental (cordilheiras sem vulcões) 1. oceânica – continental (cordilheiras e vulcões) 2. oceânica – oceânica (arco de ilhas vulcânicas) diferença de densidade
  9. 9. 01/06/2013 9 Movimentos orogenéticos OROGÊNESE OCORREM NAS BORDAS DAS PLACAS E PRODUZEM DOBRAMENTOS – ORIGINANDO GRANDES CORDILHEIRAS - MOVIMENTOS HORIZONTAIS DOBRAMENTOS ROCHAS MAIS PLÁSTICAS (MENOS RÍGIDAS) SE DOBRAM DIANTE DAS ENORMES PRESSÕES PROVOCADAS PELOS AGENTES INTERNOS
  10. 10. 01/06/2013 10 Movimentos epirogenéticos EPIROGÊNESE ATUAM DE FORMA BASTANTE LENTA OCORREM NO SENTIDO VERTICAL. O CONTINENTE SOFRE SOERGUIMENTO OU REBAIXAMENTO - NO BRASIL PREDOMINAM OS MOVIMENTOS EPIROGENÉTICOS TRANSGRESSÃO OU REGRESSÃO MARINHA FALHAMENTO SURGEM EM TERRENOS MAIS RÍGIDOS, QUE SE QUEBRAM POR AÇÃO DE PRESSÕES TECTÔNICAS VERTICAIS . TÍPICAS DE TERRENOS CRISTALINOS
  11. 11. 01/06/2013 11 B) Limites divergentes Dorsais oceânicas ou “montanhas submarinas” Dorsal do Leste-Pacífico Dorsal Meso Atlântica Dorsal do Sudeste Indiano
  12. 12. 01/06/2013 12
  13. 13. 01/06/2013 13 Junção Tríplice no Oriente Médio Rift Valley C) Limites conservativos (transformantes) Deslizamento lateral-FALHAS Falha de San Andreas ``
  14. 14. 01/06/2013 14 RESUMINDO VULCANISMO PARTES DE UM VULCÃO
  15. 15. 01/06/2013 15
  16. 16. 01/06/2013 16 TERREMOTOS TSUNAMIS Um tsunami é uma onda ou uma série delas que ocorrem após perturbações abruptas que deslocam verticalmente a coluna de água, como, por exemplo, um sismo, atividade vulcânica, abrupto deslocamento de terras ou gelo ou devido ao impacto de um meteorito dentro ou perto do mar.
  17. 17. 01/06/2013 17 AGENTES EXTERNOS DO RELEVO AGENTES EXTERNOS OU EXÓGENOS DO RELEVO São os agentes que realizam um trabalho escultural ou de modelagem da paisagem terrestre e têm atuação contínua e prolongada. São divididos: - Agentes do clima: temperatura, águas (chuvas) e ventos; - Agentes erosivos: geleiras, rios, ventos e água; - Agentes antrópicos: os homens.
  18. 18. 01/06/2013 18 INTEMPERISMO (DESGASTE DAS ROCHAS) Definição: conjunto de processo que operam na superfície terrestre ocasionando a desintegração e decomposição das rochas. •Físico (ação da temperatura); •Químico (ação da água) •Físico-químico (ação conjunta temperatura e água); •Biológico (ação dos seres vivos). Ação das águas A chuva pode formar grandes erosões no solo, os rios (erosão fluvial) modifica o relevo em sua configuração em razão do desgaste das águas dos rios ao longo de milhares de anos. Existe a influência das águas marinhas no litoral, onde o mar lentamente modela o relevo da área costeira, como por exemplo, as falésias, resultado da erosão marinha.
  19. 19. 01/06/2013 19 Ação do gelo A erosão glacial ocorre quando, em épocas de temperatura muito fria, a água que no verão penetrou entre as rochas se congela, quebrando-as, devido ao aumento do volume. Também é glacial a erosão provocada pelos blocos de gelo que, desprendidos das geleiras, deslizam pelas encostas atritando-se contra elas e desgastando-as. Na Noruega esse processo formou imensos FIORDES. Ação antrópica O Homem a partir de obras de terraplanagem, construções de túneis, estradas, etc. transforma a superfíe da Terra.

×