CLIMAS E BIOMAS BRASILEIROS
PROF. CADU
CLIMATOLOGIA NO BRASIL
Predominância de climas quentes e úmidos
(posição geográfica...
CLIMAS E BIOMAS DO BRASIL
HOTSPOTS BRASILEIROS
Equatorial (úmido e semi-úmido) - quente e úmido, com
temperaturas variando...
• Tropical- com duas estações bem
definidas, a chuvosa (verão) e a seca
(inverno). A temperatura média anual
é de 22°C, co...
Tropical úmido - com
temperaturas médias anuais em
tomo de 25°C e pluviosidade
média anual entre 1.250 mm e
2.000 mm. As c...
CAATINGA
Ocorre no sertão nordestino (clima semi-árido), caracteriza-se por uma vegetação
de arbustos de porte médio, seco...
CAMPOS SULINOS
Este bioma abrange uma área de 210 mil km2, que se estende pelo Rio Grande do
Sul e ultrapassa as fronteira...
BIOMAS LITORÂNEOS
Com um litoral muito extenso, o Brasil possui
diversos tipos de biomas nessa região. Além
dos já destaca...
FALÉSIAS
Falésia é uma forma geográfica do litoral, caracterizada por um abrupto
encontro da terra com o mar. Formam-se es...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 9 - Climas Biomas_Brasil_SUPER_SUPER_MED

690 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
690
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
62
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 9 - Climas Biomas_Brasil_SUPER_SUPER_MED

  1. 1. CLIMAS E BIOMAS BRASILEIROS PROF. CADU CLIMATOLOGIA NO BRASIL Predominância de climas quentes e úmidos (posição geográfica tropical); A latitude interfere bastante nos climas do Brasil, (grande extensão no sentido norte-sul); O relevo exerce influência, apesar do país não possuir grandes elevações. CLIMAS E BIOMAS BRASILEIROS HOTSPOT O conceito foi criado em 1988 pelo ecólogo inglês Norman Myers. Ele identificou quais as regiões com os mais altos níveis de biodiversidade onde ações de conservação são mais urgentes. CONCEITO: É toda área de alta biodiversidade ameaçada, com média de 1.500 espécies endêmicas de plantas e que tenha perdido mais de 3/4 de sua vegetação original.
  2. 2. CLIMAS E BIOMAS DO BRASIL HOTSPOTS BRASILEIROS Equatorial (úmido e semi-úmido) - quente e úmido, com temperaturas variando muito pouco durante o ano, ficando a média térmica entre 24°C e 26°C. Registra altos índices pluviométricos anuais, acima de 2.000 mm, não havendo estação seca definida. Esse é o clima predominante na Região Amazônica. AMAZÔNIA Apresenta grande biodiversidade (quase 30 milhões de plantas diferentes - apenas 30 mil estão identificadas - 10% das plantas do mundo). A Floresta está distribuída em diversos ecossistemas, a mata de terra firme, a mata de várzeas (ribeirinhas) e os igapós, além de campos. O solo é do tipo lixiviado, pobre em sais minerais e rico em humus. LATIFOLIADA; PERENIFÓLIA. PRESENÇA DE HIGRÓFILAS E HIDRÓFILAS LATIFOLIADA: FOLHAS LARGAS PERENIFÓLIA: FOLHAS QUE NÃO CAEM HIGRÓFILAS: VIVEM EM AMBIENTES DE GRANDE UMIDADE HIDRÓFILAS: VIVE NA ÁGUA DURANTE PARTE DO ANO – Ex.: VITÓRIA-RÉGIA
  3. 3. • Tropical- com duas estações bem definidas, a chuvosa (verão) e a seca (inverno). A temperatura média anual é de 22°C, com índices pluviométricos médios por volta de 1.500 mm. A maior parte do Brasil está sob o domínio desse clima. CERRADO Este bioma é encontrado nos estados do MT, MS, GO e TO. Apresenta rica biodiversidade, com presença de gramíneas, arbustos e árvores retorcidas. As plantas possuem longas raízes para retirar água e nutrientes em profundidades maiores. Os solos são intemperizados (LATOSSOLO), devido à alta lixiviação e possuem baixa fertilidade natural. TROPÓFILA; MEGATÉRMICA; ARBUSTIVA; LENHOSA VEGETAÇÃO TROPÓFILA: ADAPTADA A VARIAÇÃO DE UMIDADE – CHEGAM A SER CADUCIFÓLIAS. MEGATÉRMICA: SE ADAPTAM AO CALOR ARBUSTIVA: FORMAÇÃO DE ARBUSTOS E ÁRVORES DE BAIXO PORTE • Tropical de altitude - o relevo é o fator preponderante para explicar as temperaturas amenas, com médias térmicas entre 17°C e 22°C e índices pluviométricos por volta de 1.500 mm anuais (chuvas torrenciais). Predomina em regiões mais altas do Sudeste.
  4. 4. Tropical úmido - com temperaturas médias anuais em tomo de 25°C e pluviosidade média anual entre 1.250 mm e 2.000 mm. As chuvas concentram- se no outono-inverno no litoral nordestino e na primavera-verão no litoral do Sudeste. MATA ATLÂNTICA Neste bioma existem diversos ecossistemas, com rica biodiversidade. Ocupa cerca de 7% da área original. A vegetação está dividida em formações florestais, Manguezais, Restingas, Campos de Altitude e Brejos. A diversidade de plantas da Mata Atlântica, considerando apenas as angiospermas, é cerca de 55.000 a 60.000 espécies. O solo é de origem vulcânica antiga. LATIFOLIADA; PERENIFÓLIA LATIFOLIADA: FOLHAS LARGAS PERENIFÓLIA: FOLHAS QUE NÃO CAEM Semi-árido - típico do interior nordestino, das áreas sertanejas. Quente e seco, as temperaturas variam pouco durante o ano, apresentando médias térmicas entre 26°C e 28°C. As chuvas são irregulares e mal distribuídas, com pluviosidade média inferior a 750 mm, havendo uma concentração das chuvas de fevereiro a junho.
  5. 5. CAATINGA Ocorre no sertão nordestino (clima semi-árido), caracteriza-se por uma vegetação de arbustos de porte médio, secos e com galhos retorcidos. Há também a presença de ervas e cactos. solo da caatinga é raso, pedregoso e alcalino e não armazena a chuva que cai.As altas temperaturas causam uma evaporação intensa e a salinização do solo. VEGETAÇÃO XERÓFILA XERÓFILA: ADAPTADA A FALTA DE ÁGUA Subtropical - típico da Região Sul do país, apresenta chuvas que se distribuem pelo ano todo, embora haja uma maior concentração no verão (chuvas bem distribuídas). Apresenta índices pluviométricos superiores a 1.250 mm anuais e as maiores amplitudes térmicas do país. A temperatura média anual fica em torno de 18°C. MATA DOS PINHAIS Esse Bioma também é conhecido como Mata de Araucárias, devido a grande presença da Araucária angustifolia. Ocorre no sul do Brasil, caracteriza-se pela presença de pinheiros, em grande quantidade (floresta fechada). O solo é bastante variado de boa qualidade, muito fértil no norte do Paraná. ACICULIFOLIADA; HOMOGÊNEA ACICULIFOLIADA: FOLHAS PONTIAGUDAS HOMOGÊNEA: VEGETAÇÃO DE APARÊNCIA UNIFORME (MONÔTONA)
  6. 6. CAMPOS SULINOS Este bioma abrange uma área de 210 mil km2, que se estende pelo Rio Grande do Sul e ultrapassa as fronteiras com o Uruguai e Argentina. Também é conhecido pelo de nome de pampas. GRAMÍNEAS - HERBÁCEAS GRAMÍNEAS: VEGETAÇÃO RASTEIRA HERBÁCEAS: ERVAS OUTROS BIOMAS BRASILEIROS PANTANAL; BIOMAS COSTEIROS; MATA DOS COCAIS (Transição). PANTANAL Bioma presente nos estados de MT e MS. No pantanal ocorrem gramíneas, arbustos e palmeiras. Nas regiões que sofrem inundação, há presença de árvores do tipo floresta tropical. Os solos, em sua maioria, são arenosos e pobres, com pequenas manchas argilosas e calcárias, mais ricas. PRESENÇA DE HIGRÓFILAS HIGRÓFILAS: AMBIENTES MUITO ÚMIDOS
  7. 7. BIOMAS LITORÂNEOS Com um litoral muito extenso, o Brasil possui diversos tipos de biomas nessa região. Além dos já destacados (Mata Atlântica e Matas de Várzea): - Restingas; - Falésias; - Mangues. MANGUEZAIS Nestas áreas, a água do mar avança no solo, formando regiões alagadiças. A formação vegetal do mangue (plantas e arbustos) possui raízes externas (aéreas). Como o solo do mangue é pobre em oxigênio, este é obtido pelas plantas fora do solo. Em função da diversidade da região, podemos dividir os mangues em: mangue-branco e mangue-vermelho. VEGETAÇÃO HALÓFILA VEGETAÇÃO HALÓFILA: SE DESENVOLVE EM SOLOS SALINOS RESTINGAS Restinga é um termo empregado para designar as planícies litorâneas cobertas por deposição marinha, resultante do recuo dos níveis de oceanos há cerca de 5 mil anos, durante o Quaternário. Essas planícies situam-se sob clima tropical úmido, sem estação seca.
  8. 8. FALÉSIAS Falésia é uma forma geográfica do litoral, caracterizada por um abrupto encontro da terra com o mar. Formam-se escarpas na vertical que terminam ao nível do mar e encontram-se permanentemente sob a ação erosiva do mar.

×