Apresentação Anion - Winalite

2.422 visualizações

Publicada em

Apresentação oficial da empresa a respeito dos ânions.

Para mais informações:
MSN: winalitecuritiba@hotmail.com

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.422
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Anion - Winalite

  1. 1. ÂNION
  2. 2. O ÁTOMO OU A MOLÉCULAPRÓTONS Carga Positiva Cátions são íons carregados positivamente, se formam quando um átomo perde elétrons em uma reação. Cátions são o contrário de ânions, já que tem menos elétrons que prótons. FORMAÇÃO Os íons positivos se formam pela ação dos raios ultravioletas do sol e pelos raios cósmicos.
  3. 3. ELÉTRONSCarga Negativa Um ânion é um íon (seja átomo ou molécula) com carga elétrica negativa, quer dizer, com excesso de elétrons. São íons carregados negativamente, se formam quando um átomo ganha elétrons. Os ânions podem gerar uma capacidade extraordinária de absorção de pó, partículas, bactérias e eliminá­las. Se absorvem por meio da pele e da respiração.
  4. 4. CÁTION E ÂNION PRÓTON PRÓTON PRÓTON ELÉTRON ELÉTRON ELÉTRON ELÉTRON PRÓTON ELÉTRON PRÓTONELÉTRON PRÓTON ELÉTRON ELÉTRON ELÉTRON ELÉTRON PRÓTON ELÉTRON
  5. 5. ÍON NEGATIVO = ÂNION
  6. 6. ONDE ESTÁ O ÂNION1. No ar das montanhas e no litoral.2. Na função clorofílica das plantas.3. Na formação de pequenas gotas de água submetidas a uma forte agitação (chuva, ondas do mar, cascatas).
  7. 7. ONDE ESTÁ O ÂNION4. Logo após uma tempestade, com raios, chuva e ar fresco, limpo e revigorante, se respira de outra maneira. A tempestade varreu os íons positivos deixando uma abundância de íons negativos.5. Os íons negativos se formam pelas descargas elétricas dos raios e pela emissão da radioatividade natural da terra. (Toda a terra é um pouco radioativa).
  8. 8. COMO FUNCIONA O ÂNIONElimina as bactérias. Algumas bactérias proliferam-se por falta de oxigeno. O ânion brinda suficiente Çoxigeno para que as bactérias não possam viver e desta maneira morram.Reduz o Stress A Serotonina é um neuro-hormônio que influencia sobre aqueles lugares do cérebro que dirigem o estado de animo e o afeto, também é denominado “hormônio do humor”. A depressão, as enxaquecas, o stress e a insônia, são alterações comuns em síndromes de tensão e ansiedade. Uma das ações mais destacadas dos ÂNIONS é sua influência na liberação da enzima chamada mono-amino-oxidase (MAO) que é a via de eliminação da serotonina.Fortalece o Sistema Imunológico. Estimula o grupo de células de defesa que organiza e dirige a resistência de nosso organismo contra as doenças.Redução de alergias O ânion tem uma extraordinária capacidade para eliminar o polvo, as partículas, etc. Porque ao precipitar o pó da atmosfera ao chão, deixa o ar mais limpo de pólen, partículas poluentes, ácaros e outros alérgenos presentes no ar que respiramos.
  9. 9. BENEFÍCIOS DO ÂNION1. Melhora o metabolismo2. Alivia a fatiga3. Reduz o stress4. Elimina o mau cheiro5. Elimina as bactérias6. Alivia as inflamações7. Fortalece o Sistema Imunológico8. Equilibra o Balanço Hormonal
  10. 10. Concentração de ÂNIONS (por c.c.) em distintos lugares:• 0 - 10 Em um automóvel.• 0­250 Edifícios com escritórios fechados hermeticamente com ar condicionado e aquecimento central.• 0­250 Ambiente interior com fumaça.• 20­250 No interior de um avião.• 250­500 Ambiente urbano em uma cidade industrial• 50­750 Ambiente interior normal.• 1000­2000 Ambiente no campo.• 1000­5000 Ambiente de montanha.• 2500­10000 Ondas do Oceano.• 5000­20000 Cascatas.
  11. 11. PROTETORES DIARIOS1. Previene a Prostatite, o ânion ajuda na desiflamaçao da próstata.2. Elimina as hemorroida, que é uma infecçao e algumas vezes é inflamatoria.3. Elimina o mau cheiro : Ao ser colocada na planta dos pés, direto sobre a pele.
  12. 12. PARA O SER HUMANO• Relaxa a mente.• Melhora as doenças respiratorias.• Diminui a agressividade e a ansiedade• Facilita o relaxamento • Efeitos analgésicos. • Reduçao de alergias. • Diminuiçao de lipídeos e colesterol. • Regula a pressao arterial. • Rejuvenecimiento físico e mental. • Recuperaçao da memoria. • Melhora do aparelho digestivo.
  13. 13. PARA O SER HUMANO• Resistencia do organismo para o exercicio físico.• Incrementa a capacidade de alerta.• Melhora o paetite e estimula o comportamiento sexual.• Eleva o nivel de conciencia, produzindo um efecto calmante que beneficia a concentraçao e meditaçao.• Incrementa a velocidade de reaçao e agudeza visual.• Reduz drásticamente, ou eliminan totalmente, a dor pos operatoria e queimaduras severas, reduzindo a infecçao e propiciando que as queimaduras sequem mais rapidamente com menos cicatrizes.
  14. 14. REFERÊNCIAS• Artigo. EL EFECTO DE LOS IONES. de Maria Pinar Merino. publicado na revista DISCOVERY SALUD nº8 (Setembro de 1999).• Investigações do Dr. Albert Krueger, professor da Universidade. de Califórnia, Berkeley, USA. iniciadas nos anos 50, e corroboradas nos anos 70 pelo Dr. Felix Sulman, professor de farmacologia da Univerdidade. Hebréia, Israel.• William Radley, presidente de "Bio­Evironmental Systems", USA.• Dr. Jan Stolwijk, da Oraganizaçao Mundial da Saúde.• Dr. A. L. Tchijevski, russo, 1931; Dr. C.W. Hansell, pesquisador dos laboratórios de RCA, USA, em 1932, ambos pioneiros neste campo.• Dr. A. L. Tchijevski, 1931, russo, pioneiro neste campo.• Dr. Charles Wallach, consultor da Administração Federal de Drogas, Washington, USA.• Dr. C.W. Hansell, pesquisador, laboratórios de RCA, 1932. Dr. Ighor H. Kornblueh, cientista do Inst. Americano de Medicina Climatológica, 1996.• Dr. R. Gualaterotti, Uiversidade de Milão, Itália.• [Provas realizadas pelo Dr. Ighor H. Kornblueh, cientista do Inst. Americano de Medicina Climatológica, e seus associados nos Hospitais Notheastern y Frankford en Filadelfia, USA, 1996]• Experimentos realizados pelo Dr. Albert P. Krueger e o Dr. Richard F. Smith da Universidade da Califórnia.• Provas realizadas pelos Doutores Robert McGowan, J.R. Minehart e T.A. David do Hospital Northeastern, Filadélfia, USA.
  15. 15. OBRIGADO

×