Multinacionais e o Trabalho

5.773 visualizações

Publicada em

Sumário

1.0 - Conceitos
1.1 O que são Multinacionais? 1.2 Histórico das Multis no Brasil e Américas Latina

2.0 Brasil
2.1 As Multis e os setores
2.2 As Multis e os investimentos
2.3 As Multis e a questão da empregabilidade
2.4 A questão do balanço de pagamentos

3.0 Trabalho
3.1 A Questão do Trabalhador: Qualificação, Faixa Etária e Presidência
3.2 As Ofertas Internas das Empresas
3.3 As Multinacionais Chinesas

4.0 Desafios e Oportunidades

Publicada em: Negócios
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.773
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
99
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Multinacionais e o Trabalho

  1. 1. Multinacionais e o Trabalho MULTINACIONAIS E O TRABALHO
  2. 2. Multinacionais e o Trabalho Sumário 1.0 - Conceitos 1.1 O que são Multinacionais? 1.2 Histórico das Multis no Brasil e Américas Latina 2.0 Brasil 2.1 As Multis e os setores 2.2 As Multis e os investimentos 2.3 As Multis e a questão da empregabilidade 2.4 A questão do balanço de pagamentos 3.0 Trabalho 3.1 A Questão do Trabalhador: Qualificação, Faixa Etária e Presidência 3.2 As Ofertas Internas das Empresas 3.3 As Multinacionais Chinesas 4.0 Desafios e Oportunidades
  3. 3. Multinacionais e o Trabalho 1.0 - Conceitos 1.1 O que são Multinacionais? Multinacionais são empresas cujas operações internacionais são relativamente extensas e abrangem a movimentação em escala mundial de bens e recursos financeiros, tecnologia e gerenciamento. Investimentos Diretos País Receptor Transferência de Conhecimento (Know-how) País Origem Possui algum fator de  Capital Geração de empregos diretos e indiretos competitividade:  custo trabalho,  Tecnologia  mercado,  Político Lucro  leis flexíveis,  Gestão  Câmbio, Concentração e Centralização Mundial  etc.
  4. 4. Multinacionais e o Trabalho 1.0 - Conceitos 1.2 Histórico das Multis no Brasil e Américas Latina  Brasil: à partir de 1920 na cidade de São Paulo (Ford, GM, Philips e Rhodia)  Cria força na década de 50 (Gov. Vargas)  Intensifica em dois períodos: Plano de Metas (J.K) e Abertura Comercial (Collor)  Começaram com à infraestrutura energética, de comunicações e transportes
  5. 5. Multinacionais e o Trabalho 2.0 Brasil  Inicia já no Governo Vargas e intensifica-se com J.K Abertura comercial;  Estabilização da economia pós-Plano Real;  Aumento dos processos de privatizações;  F&A;  Das 500 empresas globais, 420 já estão no Brasil;
  6. 6. Multinacionais e o Trabalho 2.0 Brasil Maiores receptores de investimentos em 2006 US$ biFonte: UNCTAD, World Investment Report 2007
  7. 7. Multinacionais e o Trabalho 2.0 Brasil 2.1 As Multis e os setores  Redução na participação da indústria;  Aumento do setor de serviços;Fonte: Banco Central do Brasil/CEPAL
  8. 8. Multinacionais e o Trabalho 2.0 Brasil 2.1 As Multis e os setores Origem do Capital (Empresa) das 150 Melhores Empresas Nacionais 57% 43% MultinacionaisFonte: Ranking Você S/A | Exame (Set/11)
  9. 9. Multinacionais e o Trabalho 2.0 Brasil 2.2 As Multis e os investimentos IED no Brasil (US$ bi) 35 33.1 30 28.9 28.6 1ª Fase 2ª Fase 25 22.5 20 19 16.6 15 10.8 10.1 10 5.5 5 0 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 1ª Fase: Abertura econômica, privatização e ganho cambial. 2ª Fase: Crise nos EUA (Bolha da Internet), câmbio desfavorável e desaquecimento econômico, realocação dos investimentos para China e Leste Europeu.Fonte: Banco Central do Brasil
  10. 10. Multinacionais e o Trabalho 2.0 Brasil 2.2 As Multis e os investimentos 2009: US$ 26,1 bilhões 2010: US$ 48,4 bilhões +84,6% De acordo com a UNCTAD essa evolução testemunha a retomada do interesse das companhias estrangeiras pela aquisição de empresas na América Latina após uma década de morosidade.Fonte: Banco Central do Brasil
  11. 11. Multinacionais e o Trabalho 2.0 Brasil 2.3 As Multis e a questão da empregabilidade  2000: 1,7 milhão de empregos diretos (~2% dos empregos existentes)  Melhoria na qualidade de emprego (engenharia, economista, administrador, químicos, etc.);  Aumento na massa de salário;  Aumento na geração de empregos indiretos;  Aumento na qualidade de vida dos empregados;
  12. 12. Multinacionais e o Trabalho 2.0 Brasil 2.4 A questão do balanço de pagamentos Médias trimestrais das remessas de lucros e dividendos e do índice da taxa de câmbio efetiva real Ser por um lado o IED é extremamente benéfico para o desenvolvimento e geração de emprego no país receptor, a questão da remessa de lucros foco com as diferentes variáveis econômicas.Fonte: Banco Central do Brasil
  13. 13. A Questão da Qualidade do Trabalho nas Multinacionais 3.0 Trabalho 3.1 A Questão do Trabalhador: Qualificação, Faixa Etária e Presidência  Entre 1997 e 2011, o número de empregados com nível superior praticamente dobrou nas empresas, saltando de 20% dos funcionários totais com emprego superior em 1997, para 39% desse total em 2011.  A maior parte das empresas multinacionais tem, em seu espaço de trabalho, profissionais entre 25 a 44 anos de idade.  Seus presidentes têm idade entre 40 a 55 anos. Em boa parte dessas empresas, o presidente atual levou, em média, entre 1 a 10 anos para atingir este cargo.Fonte: Revista Época - Ed. Especial - As 100 melhores empresas para trabalhar 2011-2012.
  14. 14. A Questão da Qualidade do Trabalho nas Multinacionais 3.0 Trabalho 3.2 As Ofertas Internas das Empresas Bem-Estar do Funcionário  Mais de 50% delas oferecem academia, dentro ou fora da empresa. Algumas oferecem tanto dentro quanto fora.  A maior parte delas oferece atividades coletivas, o que inclui corridas e outras modalidades.  Mais de 67% das empresas oferecem horário flexível aos seus funcionários. Entretanto, é preciso ressaltar que o número de funcionários atingidos pela política de horários flexíveis varia de empresa para empresa, de quase 0% a 100% em alguns casos.Fonte: Revista Época - Ed. Especial - As 100 melhores empresas para trabalhar 2011-2012.
  15. 15. A Questão da Qualidade do Trabalho nas Multinacionais 3.0 Trabalho 3.2 As Ofertas Internas das Empresas Aposentadoria privada  Menos que o salário - menos que 1/3 das empresas oferecem aposentadoria privada com contribuições menores que o salário. Entretanto, é preciso ressaltar que muitas delas oferecem outras opções conjuntamente, como 100% do salário ou mais também, dependendo da política da empresa.  Entre 100 a 120% do salário - mais de 40% das empresas oferecem aposentadoria privada nesta faixa de porcentagem, ressaltando a mesma condição acima.  Acima de 120% do salário - em torno de 20% das empresas oferecem nesta faixa.Fonte: Revista Época - Ed. Especial - As 100 melhores empresas para trabalhar 2011-2012.
  16. 16. A Questão da Qualidade do Trabalho nas Multinacionais 3.0 Trabalho 3.2 As Ofertas Internas das Empresas Bolsa de Estudos - Línguas Mais de 2/3 das empresas oferecem este tipo de estudo. Bolsa de Estudos - Graduação ou Pós-Graduação Mais de 75% das empresas oferecem este tipo de estudo. Bolsa de Estudos - Ensino Técnico Mais de 40% das empresas oferecem este tipo de estudo.Fonte: Revista Época - Ed. Especial - As 100 melhores empresas para trabalhar 2011-2012.
  17. 17. A Questão da Qualidade do Trabalho nas Multinacionais 3.0 Trabalho 3.3 As Multinacionais Chinesas Multinacionais Chinesas: Tentativas de Mudanças  Grandes companhias estão oferecendo quartos para seus funcionários em prédios residenciais dentro de seus parques industriais, depois de a China ser alvo de críticas pelas péssimas condições de trabalho. Entre essas empresas que tentam melhorar a qualidade de vida do trabalhador, entre elas, estão a Huawei, de telecomunicações, a BYD, de baterias, e empresas menores como a East Star, de importação e exportação.Fonte: IG Economia
  18. 18. A Questão da Qualidade do Trabalho nas Multinacionais 3.0 Trabalho 3.3 As Multinacionais Chinesas Tentativas de Mudanças: Caso HUAWEI na cidade de Shenzhen TOTAL: 30 mil funcionários  Clube com piscina, quadras e mesas de ping-pong;  Biblioteca;  Academia;  Hospital;  Banco (interno);  Transporte coletivo.Fonte: IG Economia
  19. 19. A Questão da Qualidade do Trabalho nas Multinacionais 3.0 Trabalho 3.3 As Multinacionais Chinesas Tentativas de Mudanças: Caso BYD  Quarto unitário;  Serviços de Lavaderia,;  Internet sem fio;  Dormitórios perto da sede (200 metros).Fonte: IG Economia
  20. 20. A Questão da Qualidade do Trabalho nas Multinacionais 3.0 Trabalho 3.3 As Multinacionais Chinesas Um Exemplo Negativo Foxconn: Um Exemplo Negativo no Cenário das Multinacionais Chinesas  Crise. No ano passado, a Foxconn enfrentou uma crise não por questões financeiras, mas pela série de suicídios cometidos pelos trabalhadores das suas fábricas chinesas. Entre março e maio, foram nove suicídios. Desde 2007, estima-se que 17 chineses se mataram pulando dos prédios da Foxconn - a companhia contesta esse número. 2010: 9 suicídiosFonte: IG Economia
  21. 21. A Questão da Qualidade do Trabalho nas Multinacionais 3.0 Trabalho 3.3 As Multinacionais Chinesas Um Exemplo Negativo Foxconn: Um Exemplo Negativo no Cenário das Multinacionais Chinesas Melhorias “pós-crise”:  Instalar redes de proteção nas janelas;  Dobrou o salário dos funcionários;  Programou uma festa para animar os operários;  Contratou monges budistas para espantar o azar.Fonte: O Estado de S. Paulo
  22. 22. Multinacionais e o Trabalho 4.0 Desafios e Oportunidades  Investimentos adicionais na economia;  Alimentação positiva no balanço de pagamentos (a priori);  Ampliação da capacidade produtiva;  Transferência de tecnologia;  Inovações administrativas;  Aumento de know-how do país receptor;  Geração de emprego;  Melhoria na qualidade do emprego gerado.  Remessa de lucros das filiais para matrizes;  Impacto na receita cambial e câmbio;  Investimentos de P&D concentrado na matriz;  Dependência tecnológica;  Expulsão de empresas locais.Fonte: KPMG © Tax Advisors
  23. 23. Multinacionais e o Trabalho DÚVIDAS?
  24. 24. Multinacionais e o Trabalho Obrigado. BRUNO NESPOLI DAMASCENO EVALDO BATISTA LUCAS FADINI HEBERT MURILO COSTA EDUARDO SANCHES

×