Storytelling - FIT

1.108 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre storytelling feita como trabalho acadêmico para a disciplina de Didática, da pós em Marketing Digital da Faculdade Impacta de Tecnologia, 7ª turma.

Publicada em: Marketing
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.108
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
329
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Storytelling - FIT

  1. 1. STORYTELLING GRUPO 4 Bruno Chagas Cintia Acioli Fernanda Fonseca Guilherme Kyoji Rodrigo Malagoli Marcelo Colombari Marília Monteiro
  2. 2. Mas o que é Storytelling?
  3. 3. Storytelling = Contar histórias
  4. 4. QUALQUER HISTÓRIA.
  5. 5. - Formular e contar histórias é a forma como nosso cérebro aprendeu a receber e a transmitir informações desde que o homem se reunia ao redor do fogo no interior das cavernas.
  6. 6. - O Storytelling foi desenvolvido como uma ferramenta fundamental para a sobrevivência humana. - Informações importantes sobre o meio ambiente, sobre o comportamento dos animais selvagens e sobre a disponibilidade de alimentos eram passadas por meio de histórias.
  7. 7. - Contar uma boa história é transformar informações e ideias em algo que consiga prender a atenção das pessoas. É dar sentido aos fatos.
  8. 8. O storyteller mais conhecido do mundo: Quem não lembra de parábolas como a do Filho Pródigo?
  9. 9. O Storytelling é uma constante em nossa cultura: há vários modos de contar uma boa história
  10. 10. Contexto molda percepções Esqueça o senso lógico: é preciso emocionar
  11. 11. O que o marketing tem a ver com isso?
  12. 12. Nunca foi tão difícil envolver o público como agora. Vivemos na era da distração.
  13. 13. http://www.youtube.com/watch?v=mfpQx6pOfVQ
  14. 14. Exclusividade: usar a narrativa para trazer valor e ressaltar os diferenciais.
  15. 15. Criado em 1929, originalmente não precisava comer espinafre, introduzido nas primeiras adaptações dos quadrinhos para o cinema. O consumo de espinafre nos EUA em 30% nos anos subsequentes, salvando esse segmento de uma crise.
  16. 16. http://www.youtube.com/watch?v=5nRKyQ11494 Share of Heart: Estabelecer uma conexão emocional
  17. 17. A “verdade humana” provoca empatia
  18. 18. Transformar histórico em história http://www.youtube.com/watch?v=tek69fP18Gk
  19. 19. Lançamento de marca com alta visibilidade
  20. 20. Uma trama bem construída tem começo, meio e fim.
  21. 21. Herói - “Onde há vontade, há um caminho” Bobo da Corte - “Se eu não puder dançar, não quero tomar parte da sua Revolução” Criador - “Se puder ser imaginado, poderá ser criado” Inocente - “Somos livres para ser você e eu” Fora-da-lei - “As regras foram feitas para serem quebradas” Cara Comum - “Todos os homens e mulheres são criados iguais” Prestativo - “Ama teu próximo como a ti mesmo” Explorador - “Não levante cercas à minha volta” Mago - “Pode acontecer!” Amante - “Só tenho olhos para você” Governante - “O poder não é tudo… é só o que importa” Sábio - “A verdade libertará você”
  22. 22. Transmídia Storytelling: uma história que desenrola-se por meio de múltiplas plataformas de mídia
  23. 23. - Na forma ideal de narrativa transmídia, cada meio (plataforma) faz o que faz de melhor. - Cada acesso à franquia deve ser autônomo, para que não seja necessário ver o filme para gostar do game, e vice-versa. - A redundância acaba com o interesse do fã.
  24. 24. “Matrix é entretenimento para a era da convergência, integrando múltiplos textos para criar uma narrativa tão ampla que não pode ser contida em uma única mídia.”
  25. 25. Em transmídia, o universo precisa ser considerado um personagem principal, já que muitas narrativas não são histórias de um personagem em específico, mas sim, de um todo.
  26. 26. - “O consumidor que jogou o game ou assistiu aos curtas terá uma experiência diferente com o filme daquele que experimentou o filme apenas no cinema. O todo vale mais do que a soma das partes”. - Essa exposição permanente à franquia em diversas plataformas leva à afetividade em relação a ela.
  27. 27. Contar a mesma história em outro tipo de mídia é adaptação, enquanto usar múltiplas plataformas de mídia, com cada novo texto, contribuindo de maneira distinta e valiosa para a história como um todo é transmediação.
  28. 28. Uma boa franquia transmídia atrai um público mais amplo lançando o conteúdo de maneira diferente em diferentes meios de comunicação.
  29. 29. E como você faria Transmídia Storytelling para uma marca?
  30. 30. - Escolham uma marca - Desenvolvam uma trama - Quais plataformas vocês usariam? - Como poderiam explorar este universo dentro do marketing de um produto ou serviço? Tempo: 10 minutos Atividade
  31. 31. FIM
  32. 32. Referências BLANCO, A. Transmídia Storytelling na propaganda: uma nova estética para um novo cenário. Revista da Graduação, Porto Alegre, 4 nov 2011. Disponível em: http://bit.ly/196iwIe. Acesso em: 26 out 2013 PALACIOS, F. A contextualização criativa de histórias como fator de sucesso no planejamento de campanhas de comunicação. São Paulo, 2007. Disponível em: http://slidesha.re/17TxlBX Acesso em: 19 out 2013 CÉSAR, J. Storytelling, guia completo de como contar as histórias certas. Disponível em: http://bit.ly/196jdRH. Acesso em: 1 nov 2013 CAMPBELL, J. O herói de mil faces. 10ª ed. São Paulo: Pensamento, 1997 PEARSON, C. S.; MARK, M. O herói e o fora-da-lei. 2ª ed. São Paulo: Cultrix, 2012

×