White Fang Jack London

864 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
864
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

White Fang Jack London

  1. 1. White Fang- Jack London
  2. 2. White Fang- Jack London Contexto Histórico O Centro-oeste dos Estados Unidos começou aser explorado por caçadores e armadilheiros,buscando peles valiosas. Os trappers ecowboys passaram a figurar nos livros deficção.Muitas obras inspiraram-se na marchapara o Oeste, nas caravanas de carroças emque , famílias inteiras, carregando seus benscaseiros, se punham a caminho, à busca de umpouso que lhes pertenceria. Eram os chamados“pioneers”.
  3. 3. White Fang- Jack London Wild West A invasão do extremo oeste, no momento emque a descoberta das riquezas minerais e apropaganda de suas possibilidades começou aempolgar a imaginação, encheu deaventureiros os vastos territórios douniversalmente denominado Wild West. Durante muito tempo, não existiu ali nenhumaforma de lei. Essa última fase de ocupaçãobaseou-se em tumultuosas expedições commeta no ouro da Califórnia.
  4. 4. White Fang- Jack London Foi uma época conduzida por gente maisinteressada em levar embora as riquezas daterra do que em se estabelecer para trabalhar.Eram homens que chegavam dispostos a tudo,ávidos de lucro, honesto ou desonesto. Levasde espertalhões e vigaristas acompanharam ainvasão. Ali se encontrava tudo que fazia aAmérica parecer admirável a uns e execrável aoutros. Estamos falando da segunda metadedo século XIX.
  5. 5. White Fang- Jack London Bret Harte foi o primeiro a esboçar o quadroque seria tão abundantemente explorado naliteratura e no cinema. Ele foi um contistapitoresco e romântico, sem realismo efrequentemente sem realidade. JackLondon(1876-1916) alcançou o Far West nafase em que os caçadores de ouro iam alémdas planícies dos vaqueiros e além das minascalifornianas, buscando, nas regiões geladas,onde ninguém havia ainda pisado, a riquezados minérios que constava haver ali também.
  6. 6. White Fang- Jack London Retratou exploradores solitários, confiantes narobustez da vontade e dos músculos. Foidesses homens, que nas regiões do Klondikee do rio Yukon enfrentavam neves e ventos,viajando em trenós puxados por cães, até àsvezes virem a morrer em acampamentosperdidos, repetindo em terra os feitos dosVikings. Nesse meio, acha-se o melhor deJack London, os escritos que permitiram aseus patrícios acompanhar os pioneiros até ofim do território americano.
  7. 7. White Fang- Jack London A história de Jack London Flora Wellman enfrentou grandes dificuldades paraparir o parrudo John. Primeiro, foi abandonada pelopai da criança, William Chaney, astrólogo, jornalista,andarilho e hippie fora do tempo corria o ano de 1876.Depois, com a deserção de seu amante, teve deresistir às várias sugestões que recebeu para queabortasse o rebento. Doente e debilitada, Flora casou,sete meses depois do parto, com um veterano deguerra chamado John London. Daí o sobrenome comque o jovem John Griffith entrou para a história daliteratura.
  8. 8. White Fang- Jack London John, ou melhor, Jack, viveu uma infânciadura e infeliz em Oakland, uma região pobrede San Francisco. Na adolescência, trabalhoucomo e onde podia. Percorreu os EstadosUnidos como marujo, a exemplo de milharesde outros desempregados no começo doséculo. Essa peregrinação acabouconduzindo-o à militância política. Aos 19anos, Jack era conhecido como o GarotoSocialista de Oakland. Candidatou-se váriasvezes a prefeito da cidade, sem êxito.
  9. 9. White Fang- Jack London Em seguida, Jack trocou a política pelaliteratura. Em 1897, passou o inverno na regiãodo Yukon, no Canadá, e a junção da infânciasofrida, da militância política e da dureza dascondições de vida no Alaska acabou criandoum estilo de literatura e de vida: Jack setransformava num romancista da natureza edos homens rudes, ao mesmo tempo em quecriava para si mesmo a figura de um homemaguerrido, sempre disposto a enfrentarpolêmicas.
  10. 10. White Fang- Jack London Seu livro Chamado Selvagem, publicado em1903, quando tinha apenas 29 anos, o levou àcondição de autor mais lido nos EUA nasprimeiras décadas do século. Caninos Brancosé um clássico de aventuras e O Tacão de Ferroé considerado uma premonição o primeiro textoque prevê a ascensão do nazismo na Europa.Jack escreveu mais de 50 livros em cerca de 15anos. Entrementes, decidiu fixar-se em Londres.Investiu suas economias numa casa quechamou de Wolf House.
  11. 11. White Fang- Jack London Em agosto de 1913, dias antes de ser habitada,a casa foi consumida por um incêndio. Nada restou e reconstruir a Wolf House foi umafixação que o acompanhou pela vida, junto coma depressão decorrente do fracasso.Contraditório, autodidata, Jack defendia aomesmo tempo as idéias ascendentes dosocialismo do começo do século. Lênin o citavacomo exemplo de escritor e as do maisextremado individualismo. Seus personagenstraziam sempre um estigma de dor e sofrimento.
  12. 12. White Fang- Jack London Depois de cruzar o Pacífico Sul por 27 mesesnum veleiro, já corroído pelas doenças (entre asquais a uremia) e pelo cansaço, Jack seacomoda em Sonoma Valley, região daCalifórnia onde constrói seu rancho. Estavacansado de cidades e pessoas. Em 22 denovembro de 1916, veio a morte, causada poringestão exagerada de barbitúricos. Foi suaúltima polêmica, dividindo seus biógrafos entreos que acreditam na morte acidental e os quedefendem a tese de morte induzida. Mesmo namorte, Jack não deixou certezas nem quietudes.
  13. 13. White Fang- Jack London Nada melhor que seu texto preferido paradefinir a si mesmo: “Prefiro ser cinzas do que pó. Prefiro serum soberbo meteoro, todo átomo emmagnífica explosão, do que um planetaeternamente adormecido. A verdadeirafunção do homem é viver, e não apenasexistir. Não gastarei meu tempo tentandoprolongar esse tempo, usarei esse tempo,todo o tempo, para viver.”

×