Concordância verbal-Os agentes principais desse processo são o sujeito, que no caso funcionacomo subordinante; e o verbo, ...
5) Em casos em que o sujeito é representado pela expressão “mais de um”, o verbopermanece no singular:Mais de um candidato...
11) Nos casos em que o sujeito estiver representado por pronomes de tratamento, overbo deverá ser empregado na terceira pe...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Concordância verbal

162 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
162
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Concordância verbal

  1. 1. Concordância verbal-Os agentes principais desse processo são o sujeito, que no caso funcionacomo subordinante; e o verbo, o qual desempenha a função de subordinado.Dessa forma, temos que a concordância verbal se caracteriza pela adaptação do verbo,tendo em vista os quesitos “número e pessoa” em relação ao sujeito. Exemplificando,temos:O aluno chegou atrasado.Temos que o verbo se apresenta na terceira pessoa do singular, pois faz referência a umsujeito, assim também expresso (ele).Como poderíamos também dizer: os alunos chegaram atrasados.- principais ocorrências voltadas para os casos de sujeito simples e para os de sujeitocomposto. Dessa forma:Casos referentes a sujeito simples1) Em caso de sujeito simples, o verbo concorda com o núcleo em número e pessoa:O aluno chegou atrasado.2) Nos casos referentes a sujeito representado por substantivo coletivo, o verbopermanece na terceira pessoa do singular:A multidão, apavorada, saiu aos gritos.Observação:- No caso de o coletivo aparecer seguido de adjunto adnominal no plural, o verbopermanecerá no singular ou poderá ir para o plural:Uma multidão de pessoas saiu aos gritos.Uma multidão de pessoas saíram aos gritos.3) Quando o sujeito é representado por expressões partitivas, representadas por “amaioria de, a maior parte de, a metade de, uma porção de, entre outras”, o verbotanto pode concordar com o núcleo dessas expressões quanto com o substantivoque a segue:A maioria dos alunos resolveu ficar.A maioria dos alunos resolveram ficar.4) No caso de o sujeito ser representado por expressões aproximativas,representadas por “cerca de, perto de”, o verbo concorda com o substantivodeterminado por elas:Cerca de vinte candidatos se inscreveram no concurso de piadas.
  2. 2. 5) Em casos em que o sujeito é representado pela expressão “mais de um”, o verbopermanece no singular:Mais de um candidato se inscreveu no concurso de piadas.Observação:* No caso da referida expressão aparecer repetida ou associada a um verbo que exprimereciprocidade, o verbo, necessariamente, deverá permanecer no plural:Mais de um aluno, mais de um professor contribuíram na campanha de doação dealimentos.Mais de um formando se abraçaram durante as solenidades de formatura.6) Quando o sujeito for composto da expressão “um dos que”, o verbopermanecerá no plural:Esse jogador foi um dos que atuaram na Copa América.7) Em casos relativos à concordância com locuções pronominais, representadas por“algum de nós, qual de vós, quais de vós, alguns de nós”, entre outras, faz-senecessário nos atermos a duas questões básicas:* No caso de o primeiro pronome estar expresso no plural, o verbo poderá com eleconcordar, como poderá também concordar com o pronome pessoal:Alguns de nós o receberemos. / Alguns de nós o receberão.* Quando o primeiro pronome da locução estiver expresso no singular, o verbopermanecerá, também, no singular:Algum de nós o receberá.8) No caso de o sujeito aparecer representado pelo pronome “quem”, o verbopermanecerá na terceira pessoa do singular ou poderá concordar com oantecedente desse pronome:Fomos nós quem contou toda a verdade para ela. / Fomos nós quem contamos toda averdade para ela.9) Em casos nos quais o sujeito aparece realçado pela palavra “que”, o verbodeverá concordar com o termo que antecede essa palavra:Nesta empresa somos nós que tomamos as decisões. / Em casa sou euque decido tudo.10) No caso de o sujeito aparecer representado por expressões que indicamporcentagens, o verbo concordará com o numeral ou com o substantivo a que serefere essa porcentagem:50% dos funcionários aprovaram a decisão da diretoria. / 50% do eleitorado apoiou adecisão.Observações:- Se o numeral vier anteposto à expressão de porcentagem, o verbo concordará com ele:Aprovaram a decisão da diretoria 50% dos funcionários.- Em casos relativos a 1%, o verbo permanecerá no singular:1% dos funcionários não aprovou a decisão da diretoria.- Em casos em que o numeral estiver acompanhado de determinantes no plural, overbo permanecerá no plural:Os 50% dos funcionários apoiaram a decisão da diretoria.
  3. 3. 11) Nos casos em que o sujeito estiver representado por pronomes de tratamento, overbo deverá ser empregado na terceira pessoa do singular ou do plural:Vossas Majestades gostaram das homenagens.Vossa Majestade agradeceu o convite.12) Casos relativos a sujeito representado por substantivo próprio no plural seencontram relacionados a alguns aspectos que os determinam:* Diante de nomes de obras no plural, seguidos do verbo ser, este permanece nosingular, contanto que o predicativo também esteja no singular:Memórias póstumas de Brás Cubas é uma criação de Machado de Assis.* Nos casos de artigo expresso no plural, o verbo também permanece no plural:Os Estados Unidos são uma potência mundial.* Casos em que o artigo figura no singular ou em que ele nem aparece, o verbopermanece no singular:Estados Unidos é uma potência mundial.Casos referentes a sujeito composto1) Nos casos relativos a sujeito composto de pessoas gramaticais diferentes, o verbodeverá ir para o plural, estando relacionado a dois pressupostos básicos:- Quando houver a 1ª pessoa, esta prevalecerá sobre as demais:Eu, tu e ele faremos um lindo passeio.- Quando houver a 2ª pessoa, o verbo poderá flexionar na 2ª ou na 3ª pessoa:Tu e ele sois primos.Tu e ele são primos.2) Nos casos em que o sujeito composto aparecer anteposto ao verbo, estepermanecerá no plural:O pai e seus dois filhos compareceram ao evento.3) No caso em que o sujeito aparecer posposto ao verbo, este poderá concordarcom o núcleo mais próximo ou permanecer no plural:Compareceram ao evento o pai e seus dois filhos.Compareceu ao evento o pai e seus dois filhos.4) Nos casos relacionados a sujeito simples, porém com mais de um núcleo, o verbodeverá permanecer no singular:Meu esposo e grande companheiro merece toda a felicidade do mundo.5) Casos relativos a sujeito composto de palavras sinônimas ou ordenado porelementos em gradação, o verbo poderá permanecer no singular ou ir para oplural:Minha vitória, minha conquista, minha premiação são frutos de meu esforço. / Minhavitória, minha conquista, minha premiação é fruto de meu esforço.

×