12 como fazer referencias bibliograficas

3.541 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.541
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
549
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

12 como fazer referencias bibliograficas

  1. 1. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICASTÍTULO: Como apresentar Referências BibliográficasA bibliografia é uma lista de documentos consultados na elaboração de um trabalho, organizadade acordo com determinadas regras, no final do trabalho, e que identifica, de formapormenorizada, cada um dos documentos. O modo de se elaborar esta lista está pré-estabelecido por regras (normas) específicas, devendo-se ter particular atenção à pontuação.A lista deve ser ordenada por ordem alfabética.No que respeita a normalização bibliográfica, existe em Portugal uma norma, a NP 405 –Informação e Documentação: Referências Bibliográficas, que cobre diversos tipos dedocumentos: • impressos (NP405-1) • materiais não livro (NP405-2) • documentos não publicados (NP405-3) • electrónicos (NP405-4).Baseados nesta Norma, apresentamos aqui os elementos que devem sempre constar de umareferência, bem como alguns exemplos.Normas gerais a considerar • O nome do autor (pessoa) deve ser dado como aparece no documento, mas de forma invertida, referindo em primeiro lugar o último apelido ou o penúltimo no caso de apelidos compostos, ou com relações familiares. • Se o nome do autor não aparece no documento, o título será o primeiro elemento da referência bibliográfica. • Quando o documento tem vários autores, até três, todos deverão ser mencionados pela ordem que aparecem. Se algum aparecer de forma destacada, deverá ser mencionado em primeiro lugar. • Os títulos reproduzem-se como aparecem no documento, respeitando-se as regras de uso de abreviaturas, maiúsculas ou outras. O complemento de título poderá ser referido desde que se considere de interesse para melhor compreensão ou identificação. • Se o título ou complementos do título forem longos, podem ser abreviados desde que não se perca a informação essencial. BIBLIOTECA/CRE - Escola Secundária de Amares • Se o local de publicação não for referido no documento deve usar-se a expressão latina "sine loco" (sem local) abreviada e entre parênteses rectos [S. l.]. • Se no documento forem referidos vários locais de publicação mas com o mesmo editor, basta referir o primeiro seguido de [etc.]. • O ano de edição do documento é transcrito em algarismos árabes. • As datas de certos tipos de documentos como jornais, patentes, documentos legislativos, etc. são indicadas de forma completa, ou em números (ano-mês-dia) ou com o mês por extenso ou abreviado (dia-mês-ano). • Caso não fique no documento, devem indicar-se o ano de impressão, de copyright, de depósito legal ou a presumível. • Se o editor não for mencionado no documento usa-se a expressão " sine nomine " (sem nome) de forma abreviada e entre parênteses rectos [s. n.].
  2. 2. 1. Livros/monografiasAPELIDO, Nome – Título da obra: complemento de título (sublinhado). Nº de edição. Localde Publicação: Editor, Ano de publicação. (Colecção). ISBN CARDOSO, Miguel Esteves – A causa das coisas. 17ª ed. Lisboa: Assírio e Alvim, 2002. ISBN 972-37-0274-6 • Quando são dois ou três autores Mantém-se a regra anterior e entre os nomes usa-se ponto e vírgula. • Quando são mais de três autores Neste caso só deve aparecer o primeiro ou aquele que a obra indica como responsável, mas este nome deve ser seguido da expressão [et al.], que é uma abreviatura da expressão latina (et alii) que significa “e outros”.2. Capítulo de livroAPELIDO, Nome (Autor do capítulo) – Título do capítulo. In APELIDO, Nome (Autores dolivro) – Título do livro. Local de Publicação: Editor, Ano de publicação. ISBN. Páginas. PEREIRA, Maria Helena da Rocha - O Jardim das Hespérides. In CENTENO, Yvette Kace, coord.; FREITAS, Lima de, coord. - A simbólica do espaço. 1ª ed. Lisboa: Editorial Estampa, 1991. ISBN 972-33-0781-2. p. 17-28.3. Artigo de um Dicionário ou EnciclopédiaAPELIDO, Nome (Autor do artigo) – Título do artigo. In APELIDO, Nome dosCoordenadores/Organizadores da obra – Título da obra. Nº de edição. Local dePublicação: Editor, Ano de publicação. Volume, capítulo, Páginas. FRANÇA, José Augusto – Surrealismo. In BARRETO, António; MÓNICA, Maria Filomena, coord. – Dicionário de História de Portugal. 1ª ed. Porto: Livraria Figueirinhas, 2000. Vol. IX, p. 482.4. Artigo de um periódico (revista)APELIDO, Nome (Autor do artigo) – Título do artigo. Título do periódico. ISNN. Volume, Nº(ano), páginas. ROCHA, Clara – Sophia de Mello Breyner Andresen: poesia e magia. Colóquio/Letras. ISNN 0010-1451. Nº 132/133 (Abril-Setembro 1994), p. 165-182. MOLINA, Esperanza Garcia – A maldição do lixo nuclear. Super interessante. Nº 140 (Dezembro 2009), p. 28-32.
  3. 3. 5. Artigo de um periódico (jornal)APELIDO, Nome (Autores do artigo) – Título do artigo. Título do periódico. ISNN. Volume,Nº (ano), páginas. CAMPOS, Alexandra – Médicos e doentes fogem dos medicamentos para dores intensas. Público. Nº 7181 (30 Nov. 2009), 6.6. Legislação (Decretos-Lei, Portarias, etc.) DECRETO-LEI n° 114/92. “D. R. Série A”. Nº 129 (92-06-04), p. 2711.Documentos electrónicos7. Livros electrónicosAPELIDO, Nome – Título [em linha]. Edição. Local: editor, data, data de actualização ourevisão. [Data de Consulta]. Notas. Disponível em WWW: <URL: http://...>. ISBN. CARVALHO, Rómulo de – A Astronomia em Portugal no Século XVIII [em linha]. 1ª ed. Lisboa: Instituto da Cultura e Língua Portuguesa – Ministério da Educação, 1985. [Consult. 7 Dezembro 2009]. Disponível em http://cvc.instituto- camoes.pt/conhecer/biblioteca-digital-camoes/cat_view/61-pensamento-e-ciencia.html8. Contribuições em documentos – artigosAPELIDO, Nome – Título da contribuição. In APELIDO, Nome - Título do documentooriginal [em linha]. Publicação, Local: editor, data, data de actualização ou de revisão.[Data de consulta]. Localização no documento original. Disponível na Internet:<URL:http:// etc>. BABO, Maria Ausenda – Que farei com este texto? : a leitura na aula de Língua Estrangeira : percursos iniciais. In GREENFIEL, John T., ed. lit. – Ensino das línguas estrangeiras : estratégias políticas e educativas [em linha]. Porto: Faculdade de Letras da Universidade, 2004, actual. 21 Maio 2007. [Consult. 7 Dezembro 2009]. Disponível em WWW:<URL:<http://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/artigo8261.pdf>. ISBN 972- 9350-75-2.9. Bases de dados PORTUGAL. Biblioteca Nacional – Porbase [Em linha]. Lisboa: BN, 1988 - . [Consult. 7 Dezembro 2009]. Actualização diária. Disponível em WWW:<URL:http//www.bn.pt>.

×