10 como fazer uma pesquisa

1.569 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.569
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
555
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

10 como fazer uma pesquisa

  1. 1. COMO FAZER UMA PESQUISAA definição do Tema de pesquisaNo início de uma pesquisa há que escolher o tema a pesquisar e muitas vezes escolhem-se“grandes temas” por se pensar que são mais fáceis... Mas alguns temas são MUITO grandes... EXEMPLOS Aquecimento global, Distúrbios alimentares, Violência,...Problemas com temas muito abrangentes: • Não consegue cobrir adequadamente um tema muito extenso num pequeno trabalho • Vai localizar demasiada informação • Não consegue pesquisar ou escrever sobre um tema se não o definir com clarezaSolução: Perguntar O quê? Quem? Onde? Quando? Como?Para limitar o seu tema centre-se: • num único assunto • num grupo específico • num período de tempo • numa causa ou num efeito • num argumento ou ponto de vistaClaro que também há temas que são muito pequenos, dificultando a localização da informaçãodada a especificidade da mesma. EXEMPLO: A alimentação dos peixes cegos nas grutas de Mira d’Aire ou A influência cromática durante a gravidez, ...Problemas com temas muito específicos: • O tema é muito limitado • Vai ter dificuldade em localizar informaçãoSolução: Se o seu tema é muito pequeno tente alargá-lo um pouco, tornando-o mais generalista. No entanto, tenha atenção de modo a não torná-lo demasiado generalista e abrangente. A definição de um tema de trabalho/ investigação também implica a escolha de palavras- chave, por vezes a parte mais difícil do processo de pesquisa.Quando faz uma pesquisa online, pesquisa sempre em bases de dados/editores.Essas bases de dados/editores têm a informação organizada de modo a ser pesquisada. Assim,cada artigo tem a si associado um registo. Cada registo tem campos com informação distinta:assunto, autor, título, ...As bases de dados online geralmente disponibilizam dois tipos de pesquisa: • Pesquisa simples - permite pesquisar apenas num campo. • Pesquisa avançada – permite pesquisar em vários campos bem como utilizar auxiliares de pesquisaDICA:Seleccione o campo onde deseja pesquisar. Em vez de pesquisar na opção “todos os campos”,pesquise num campo específico, como título ou assunto.
  2. 2. TÉCNICAS DE PESQUISAAUXILIARES DE PESQUISA1. Operadores booleanosAs palavras de ligação como E (ou AND), OU (ou OR) e NÃO (ou NOT) são fundamentaisquando temos de combinar vários termos. São chamados de Operadores booleanos.E/ ANDQuando pretender encontrar artigos que reúnam duas ou mais ideiasdeverá ligar os termos de pesquisa com a palavra E (ou AND). Istosignifica que ambos os termos deverão surgir algures no registo. OE/AND é utilizado para limitar a pesquisa. EXEMPLOS Televisão E Violência Internet E SegurançaOU / ORO termo OU (ou OR) pode também ser utilizado para combinar palavras.Neste caso a pesquisa recupera artigos que contenham uma ou outrapalavra-chave. Este tipo de pesquisa resulta melhor quando se pretendeencontrar os sinónimos de um determinado conceito. Como resultado, apesquisa fica mais alargada. EXEMPLOS: Ambiente OU Ecologia Prisão OU CadeiaNÃO / NOTO termo NÃO (ou NOT) pode também ser utilizado para combinarpalavras. Com este auxiliar recupera resultados nos quais conste apenaso primeiro termo, excluindo todos aqueles que contenham o segundotermo. O NÃO expande a pesquisa. EXEMPLOS: Java NÃO Café México NÃO Novo México
  3. 3. TÉCNICAS DE PESQUISAAUXILIARES DE PESQUISA2. TruncaturaJá se sabe que o computador pesquisa a palavra que se escrevegoo. Mas e se a palavra temvárias formas? Se escrever apenas uma, irá perder resultados que possam conter outras.A truncatura é um auxiliar de pesquisa que permite recuperar todas as palavras com amesma raiz ou o singular/plural da mesma palavra. Algumas bases de dados permitem apesquisa de todas as palavras com a mesma raiz - por exemplo, child, children, childhood -através do uso de símbolos próprios.DICA:Para um ou mais caracteres partindo da raiz da palavra use o símbolo da truncatura * que écolocado após a raiz da palavra recuperando assim todas as palavras com a mesma raiz, ouseja, com a mesma origem. EXEMPLO: Se a sua palavra-chave é: Teen Vai perder: Teens Teenaged Teenagers Se usar a truncatura: teen* Vai buscar: Teens Teenaged TeenagersDICA:Para recuperar o singular/plural da mesma palavra use o símbolo da truncatura ? ou $ que écolocado em substituição da letra em qualquer parte da palavra EXEMPLO: Se a sua palavra-chave é: woman Vai perder: women Se usar a truncatura: wom?n ou wom$n Vai recuperar: Women Woman Recuperando resultados com o singular e o pluralDICAS A NÂO PERDER: • Antes de começar elabore uma lista de palavras-chave • Seleccione o campo a pesquisar: título, autor, assunto,... • Utilize os operadores booleanos: AND, OR e NOT • Pesquise frases completas com o auxílio das aspas (“ ”) • Recorra à truncatura: pesquisa de várias palavras com a mesma raiz (*) e singular e plural em simultâneo (? ou $)
  4. 4. TÉCNICAS DE PESQUISAAUXILIARES DE PESQUISA3. Motores de Pesquisa Um motor de pesquisa (search engine) é um instrumento que permite encontrar páginas naWeb que contenham os termos da nossa pesquisa. Os motores de pesquisa dispõem de umprograma que percorre automática e periodicamente todas as páginas da Web, que são capazesde detectar e, que satisfazem os critérios previamente definidos. As páginas assim identificadassão então indexadas automaticamente, no seu todo ou em parte. Quando, subsequentemente, o utilizador formula uma interrogação do motor, esta base dedados é consultada e um outro componente automático cria uma página de respostas quecontém a lista das ligações (links) a todas as páginas que o motor conhece que contêm ostermos constantes da interrogação.Essa página de respostas é então enviada ao navegador(browser) da pessoa que formula a pergunta, que pode clicar em tais ligações para abrir aspáginas que satisfazem os critérios de interrogação. Os motores de pesquisa procuram a informação que lhes é solicitada dentro das páginasexistentes na Internet por eles indexadas, embora de forma muito primária. Procuram a formados termos, ou seja, as sequências de caracteres que os compõem, e não o conceito que lhesestá subjacente, que ignoram totalmente. Só agregando uma série de termos que não possamter qualquer outra interpretação quando indicados em conjunto conseguiremos definir umconceito que eles sejam capazes de "compreender" de forma indirecta. Apesar de toda a sua sofisticação tecnológica, os motores de pesquisa são incapazes deperceber o significado das palavras que pesquisam. As suas respostas podem, por isso, sermuito pouco pertinentes. São, porém, extremamente rápidos na pesquisa de palavras e expressões, qualquer queseja o sentido que tenham.Não esquecer que os motores de pesquisa: • Não estão organizados por assuntos • De grandes dimensões e recuperam muita informação • As pesquisas incidem em todos os campos das páginas a que se ligam • Não são avaliados – o utilizador terá que avaliar tudo o que encontra • Os resultados da pesquisa são apresentados por ranking de consulta e não por critérios de qualidade baseados em citações de pares • O acesso ao texto integral de um artigo através de um motor de pesquisa, depende da sua disponibilidade em repositórios de acesso livre na Web ou subscrição por parte das instituições académicas • Não há informação sobre as fontes de informação incluídas

×