Infância-o impacto da publicidade na mente infantil

6.867 visualizações

Publicada em

Trabalho de Psicologia - Infância-o impacto da publicidade na mente infantil - 3º semestre. Universidade Católica do Salvador.

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
12 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.867
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
12
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Infância-o impacto da publicidade na mente infantil

  1. 1. Seminário de Psicologia - Grupo 1<br />Profª: Silvana Maria <br />
  2. 2. O mascote da McDonald’s, “Ronald McDonald”.<br />
  3. 3. Marketing Infantil<br />O que é o Marketing Infantil?<br />O Marketing Infantil é toda estratégia de mercado vinculada a produtos e serviços direcionados às crianças.<br />
  4. 4. Marketing Infantil<br />Mercado Brasileiro De Produtos Infantis<br />O mercado brasileiro de produtos infantis movimenta anualmente uma média mais de 5 bilhões de reais.<br />“Bichinhos dos Sonhos,” Promoção da marca de biscoitos Bauducco<br />Temos destaque mundial em vários segmentos, como o de guloseimas, brinquedos, produtos infantil de higiene e entretenimento.<br />
  5. 5. Marketing Infantil<br />Os Personagens e as Marcas Infantis<br />As mascotes são facilmente reconhecidas facilmente pelo público infantil. <br />Alguns estudos mostram que a criança pode associar corretamente um personagem ao produto correspondente já a partir dos quatro anos.<br />Mascote do refrigerante Dolly, o “Dollynho”<br />
  6. 6.
  7. 7. Socialização do Consumo<br />Desde que nascem as crianças recebem as influências dos pais e de outros agentes próximos, dando-lhes a conhecer o mundo em que vivem e as regras por que se regem.<br />A socialização é um processo pelo qual as crianças aprendem a estar e a comportar-se no grupo e na sociedade a que pertencem. <br />
  8. 8. Socialização do Consumo<br />Perspectivas Teóricas sobre o <br />Consumo das Crianças:<br />Teoria da Aprendizagem Social(Bandura, 1977);<br />Teoria do Desenvolvimento Cognitivo(Piaget & Inhelder, 1966).<br />
  9. 9. Socialização do Consumo<br />Teoria da Aprendizagem Social<br />A observação do consumo de produtos entre os pares (pessoas mais próximas as crianças) é um fator determinante do consumo desses produtos pela criança (aprendizagem por observação direta).<br />Segundo a teoria da aprendizagem social poderemos encontrar três elementos: os agentes da socialização, a estrutura social e o resultado.<br />
  10. 10. Socialização do Consumo<br />A Teoria Da Aprendizagem Social explica o consumo infantil mediante trêsconceitos: <br />Aprendizagem pela observação (modelagem);<br />O reforço social;<br />As definições/expectativas atribuídas ao comportamento. <br />
  11. 11. Socialização do Consumo<br />Teoria do Desenvolvimento Cognitivo<br />A Teoria Do Desenvolvimento Cognitivo procura explicar o comportamento das pessoas com base nas mudanças cognitivas que decorrem entre a infância e a vida adulta.<br />
  12. 12. Socialização do Consumo<br />A Teoria Do Desenvolvimento Cognitivo defende que a percepção da criança sobre o consumo dos pares encontra-se melhor correlacionada com o comportamento das crianças que o consumo dos pares.<br />
  13. 13. Socialização do Consumo<br />Segmentação do Público<br />A identificação de grupos menores com necessidades mais homogêneas (segmentos) é fundamental para a correta adequação dos produtos e da comunicação.<br />
  14. 14. Socialização do Consumo<br />Teoria dos Estágios<br />Ele propõe a existência de quatro estágios de desenvolvimento cognitivo no ser humano: <br />Piaget foi um dos primeiros a reconhecer que as crianças têm suas necessidades e habilidades definidas em grande parte por seu estágio de desenvolvimento biológico. <br />
  15. 15. Socialização do Consumo<br />Sensório-motor: <br />0 a 2 anos<br />Pré-operatório: <br />2 a 7 anos<br />
  16. 16. Socialização do Consumo<br />Operatório-concreto: <br />7 a 11 anos<br />Lógico-formal: <br />11 a 15 anos<br />
  17. 17.
  18. 18. Consumismo Infantil<br />Motivações do Consumo Infantil<br />GADE (1998) cita o caso de crianças que pedem determinados produtos aos seus pais não pelo seu próprio valor ou utilidade, mas como prova de atenção e de carinho. <br />Um estudo da McCann-Erickson do Brasil indicou que 76% dos pais cedem quase aos pedidos dos filhos no supermercado<br />
  19. 19. Consumismo Infantil<br />Comportamento da Criança no Processo de Compra das Famílias<br />Atualmente as crianças são consideradas sujeitos muito importantes na tomada de decisão de compra no ambiente familiar.<br />Por possuir mais informações, a criança participa de forma mais ativa das aquisições de bens familiares.<br />
  20. 20. Consumismo Infantil<br />Quadro comparativo dos Estágios de Compra Infantis e os Papéis que ela pode assumir:<br />
  21. 21.
  22. 22. Campanhas Publicitárias Destinadas ao Público Infantil<br />Regulamentação das Campanhas Publicitárias Infantis<br />No Brasil não existe uma legislação específica como essa. Desde 2006, o Congresso Nacional discute uma nova regulamentação para a publicidade de alimentos. <br />Mas desde época são proibidas propagandas - em todos os meios de comunicação - com apelos que façam alusão à superioridade ou inferioridade que o produto possa oferecer.<br />
  23. 23. Campanhas Publicitárias Destinadas ao Público Infantil<br />Em 2010, A ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) pôs um novo regulamento em relação às propagandas de guloseimas. <br />As empresas que produzem comidas com baixo teor nutricional deverão alertar os consumidores quanto a os riscos de ingerir esses produtos em excesso.<br />
  24. 24. Campanhas Publicitárias Destinadas ao Público Infantil<br />Organizações Contra a Publicidade Infantil<br />Instituto Alana - criado em 1994, a organização desenvolve atividades que despertam a consciência crítica da sociedade brasileira a respeito das práticas de consumo de produtos e serviços por crianças e adolescentes.<br />
  25. 25. Campanhas Publicitárias Destinadas ao Público Infantil<br />Organizações Contra a Publicidade Infantil<br />Organizações Contra a Publicidade Infantil<br />MANIFESTO “Publicidade Infantil Não!” - luta pelo fim da publicidade e da comunicação mercadológica dirigida ao público infantil.<br />
  26. 26. Grupo I<br /><ul><li>Felipe Barros
  27. 27. Janívia Costa
  28. 28. MaianaBaqueiro
  29. 29. Poliana Oliveira
  30. 30. Roberta Tereza Muniz
  31. 31. Yanna Vaz</li>

×