10 de setemro de 2012    Sistema	de	cria	e	recria	intensiva	e	     terminação	de	animais	jovens	em	             confinamen...
Grãos                       Madeira       CarneOrganização:
Pró‐flora	Agroflorestal               •       Município:	Corinto	– MG       Agronegócio             Área              Prod...
Organização:
Organização:
Fazenda	Cristal       • Proprietário:	Sr.	Antônio	Pontes	Fonseca       • Município:	Corinto	– MG       • Rebanho	atual	=	5...
Fazenda	Cristal    • Proprietário:	Sr.	Antônio	Pontes	Fonseca    • Município:	Corinto	– MG    • Estação	de	monta	– jan	a	m...
Fazenda	Cristal         • Proprietário:	Sr.	Antônio	Pontes	Fonseca         • Município:	Corinto	– MG         •     Idade	a...
DISTRIBUIÇÃO	PLUVIOMÉTRICA	– FAZENDA	CRISTAL                  2005    2006    2007   2008   2009   2010   2011   2012   Mé...
Fazenda	Cristal	– lotação      Ano	2012	/	Janeiro                           Hectares	              Fazendas      Pasto    ...
Ferramentas	Gerenciais	                Gestão	por	Macroprocessos                   Ambiente	Integrado	de	Produção   Macrop...
Gestão	Estratégica	‐ forças • Visão	estratégica	do	negócio • Gerenciamento	da	atividade:    – Gestão	financeira	e	dos	cust...
Organização:
Forças          Oportunidades                                    Mercado               Grãos             Bezerros	‐ leilão...
Ferramentas	Gerenciais           Modelo	de	gestãoOrganização:
Decisão	Estratégica                       Ambiente	                Objetivos                        Externo               ...
Complexidade	da	bovinocultura	de	corte                      Rebanho           Insumos          Mercado                    ...
Diagnóstico	e	PlanejamentoColeta de dados (Fazenda):‐ fichas, planilhas, softwares, etc.                                  ...
Monitorar	a	Informação                  PDCA  Implantação	e	                Coleta	         Técnico	   execução	das	      ...
CONTROLE	DE	MORTES	– FAZENDA	CRISTAL       Período:        jul/11   jun/12                                                ...
DESMAMA	– 2011	                                  Peso	médio	aos	205          Grupo	Genético                dias	kg        ...
Organização:
Custo	do	ganho	das	bezerras	cruzadas	em	pastagem	                           irrigada,	2011.        Custos R$              ...
INDICADORES TÉCNICOS E ECONÔMICOS              SUPER-PRECOCE - CONFINAMENTO                     2009      2010       2011 ...
Avaliação econômica e centro de custo dos sistemas de ciclo        completo e confinamento em Minas Gerais no ano de 2010 ...
Gestão	Estratégica • Vantagens    – Envolvimento	e	motivação    – Informação	       • Tomada	de	decisão    – Análise	de	po...
Gestão	Estratégica • Desvantagens   – Treinamento	de	RH   – Monitoramento	constante   – Dedicação		e	tempo	   – Necessidad...
Seleção	e	Cruzamento                    Seleção                  Tabapuã PO                Nelore ComercialOrganização:
Nelore x	Tabapuã   Aberdeen	Angus               Nelore Comercial              F1          Angus	x	ZebuOrganização:
F1                       Angus	x	Zebu        Macho		‐ confinamento – 12	a	13	meses (abate)Organização:
Bezerras 13‐15	meses        Brangus      Angus	x	Zebu Fêmea – reprodução      Macho	‐ confinamentoOrganização:
Matriz multípara     Charolês                             Macho		e	fêmea                             Confinamento         ...
Indicadores	de	produtividade     – Taxa	de	desfrute	=	33,6%     – Taxa	de	lotação	=		0,67	UA/ha     – Produção	– 7	@/ha/an...
Médias anuais dos indicadores técnicos e econômicos de sistema de                  ciclo completo de bovinos, em Corinto‐M...
Organização:
Organização:
Planejamento		‐ 2016• 5.000	matrizes	em	estação	de	monta;• Abate	anual	de	9.500	cabeças;• Taxa	de	desfrute	=	51%• Investim...
Planejamento		‐ 2016• Despesa	adicional	– R$	4.646.748,00• Resultado	Caixa	adicional	– R$	1.753.907,00;• Lucro/ha/ano	– R$...
Pontos Fortes • Qualidade	dos	recursos	humanos • Ganho	em	escala	     – receita	marginal     – ciclo	completo	com	tecnolog...
Desafios • Preço	de	insumos	(grãos	e	farelos)	– curto	prazo • Crises	econômicas	– médio	prazo • Mão	de	obra     – concorrê...
Considerações	Finais • As	ferramentas	de	gestão	auxiliam	na	tomada	de	decisão; • Análises	financeiras	e	gerenciais	devem	s...
Considerações	Finais • A	intensificação	do	sistema	está	em	função:    – do	objetivo;    – do	capital	disponível;	    – do	...
Organização:
Obrigado!!!               Fabiano	Alvim	Barbosa                   fabianoalvim@ufmg.br	                Escola	de	Veterinár...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

[Palestra] Fabiano Alvim Barbosa: Sistema de cria e recria intensiva em confinamento

1.821 visualizações

Publicada em

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.821
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

[Palestra] Fabiano Alvim Barbosa: Sistema de cria e recria intensiva em confinamento

  1. 1. 10 de setemro de 2012 Sistema de cria e recria intensiva e terminação de animais jovens em confinamento: Um case de sucesso em Minas Gerais Fabiano Alvim Barbosa Médico Veterinário Doutor Produção Animal Professor ‐ Escola de Veterinária ‐ UFMG Outubro, 2012. Goiânia ‐ GOOrganização:
  2. 2. Grãos Madeira CarneOrganização:
  3. 3. Pró‐flora Agroflorestal • Município: Corinto – MG Agronegócio Área Produtos (hectares) Pecuária de corte 4.364 Cruzamento Industrial, Tabapuã PO, Zebuíno Comercial Agricultura Irrigada 980 Soja, milho e feijão Silvicultura 1.440 Madeira Outros 7.610 RL / APP / Pastos à formar Total 13.414Organização:
  4. 4. Organização:
  5. 5. Organização:
  6. 6. Fazenda Cristal • Proprietário: Sr. Antônio Pontes Fonseca • Município: Corinto – MG • Rebanho atual = 5.274 cabeças Tabapuã PO Super‐precoce Precoce Reprodução Abate AbateOrganização:
  7. 7. Fazenda Cristal • Proprietário: Sr. Antônio Pontes Fonseca • Município: Corinto – MG • Estação de monta – jan a mar – 2.500 matrizes – IATF + repasse touro • Pastagem irrigada e adubada • Suplementação estratégica – Creep, mineral, proteinado • Confinamento (estático de 2.000 cabeças) • Rastreabilidade SISBOVOrganização:
  8. 8. Fazenda Cristal • Proprietário: Sr. Antônio Pontes Fonseca • Município: Corinto – MG • Idade ao abate – Cruzados – 12‐13 meses de idade – Zebuínos – 24‐25 meses de idade • Vendas anuais ‐ 2012 – Cabeças – 2.159 – Kg peso vivo/hectare ‐ 179 • Taxa de lotação – Cabeças/ha – 0,85 – UA/ha ‐ 0,67Organização:
  9. 9. DISTRIBUIÇÃO PLUVIOMÉTRICA – FAZENDA CRISTAL 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 Médias jan 114 33 219 193 241 25 77 259 145,1 fev 108 159,5 139 147 53 48 24 77 94,4 mar 280 269 14 209 132 190 234 119 180,9 abr 61,5 54,5 30 35 49 53 57 33 48,7 mai 11,5 7 0 0 0 51 0 57 15,8 jun 18,5 0 0 0 8 27 6 8,5 jul 0 14,5 0 0 0 0 0 2,1 ago 0 4 0 0 44 0 0 6,9 set 47 75 0 51 50 0 0 31,9 out 20 139,5 15 30 135 150 174 94,8 nov 211,5 297 123 242 40 197 152 180,4 dez 203,5 388 213 268 163 174 285 242,1 Soma 1075,5 1441 753 1175 915 915 1009 545 1051,4Organização:
  10. 10. Fazenda Cristal – lotação Ano 2012 / Janeiro Hectares Fazendas Pasto Cabeças Cabeças/ha Total UA UA/ha Cristal 1800 1750 0,97 1.486 0,83 Boa Vista 180 255 1,42 163 0,91 Passagem 180 154 0,86 108 0,60 Piedade 780 400 0,51 359 0,46 Cabral 1200 1.015 0,85 710 0,59 Jandira 280 93 0,33 65 0,23 Guaicuí 240 306 1,28 214 0,89 Total 4660 3973 0,85 3.105 0,67 Organização:
  11. 11. Ferramentas Gerenciais Gestão por Macroprocessos Ambiente Integrado de Produção Macroprocesso I Macroprocesso III CRIA ENGORDAAcasalamento/ Períodos Recria Terminação Pasto Comercialização Cruzamento Gestação Confinamento Parto Lactação Desmame= fêmeas RECRIA COMÉRCIO= machos Macroprocesso II Macroprocesso IV Organização:
  12. 12. Gestão Estratégica ‐ forças • Visão estratégica do negócio • Gerenciamento da atividade: – Gestão financeira e dos custos: • Planejamento e monitoramento – Gestão técnica: • Tecnologias – Gestão dos Recursos Humanos: • Motivação e treinamento – Gestão do mercado: • Aliança mercadológica – leilões e confinamentoOrganização:
  13. 13. Organização:
  14. 14. Forças Oportunidades Mercado Grãos Bezerros ‐ leilão Escala e gestão de Super‐precoce ‐ compras abateOrganização:
  15. 15. Ferramentas Gerenciais Modelo de gestãoOrganização:
  16. 16. Decisão Estratégica Ambiente Objetivos Externo (definição) Missão Ambiente Estratégias  Interno Negócio Valores (elaboração e  implantação) Gerenciamento Orçamento  (avaliação e (elaboração) controle)Organização:
  17. 17. Complexidade da bovinocultura de corte Rebanho Insumos Mercado Manejo Bovinocultura RH de Corte Máquinas e Benfeitorias Terra Outros... ⤷Adaptado de Oliveira & Pereira (2009)Organização:
  18. 18. Diagnóstico e PlanejamentoColeta de dados (Fazenda):‐ fichas, planilhas, softwares, etc. 1. Caracterização técnica do sistema de  produção 1. Levantamento patrimonial 2. Índices Zootécnicos e Econômicos 2. Dados técnicos 3. Dados financeirosOrganização:
  19. 19. Monitorar a Informação PDCA Implantação e Coleta Técnico execução das de dados Econômico estratégias Monitorar Realizado PlanejadoOrganização:
  20. 20. CONTROLE DE MORTES – FAZENDA CRISTAL Período: jul/11 jun/12 TOTAL Ocorrências Vacas Novilhas Bezerros Touro Novilhos perdas Total de mortes 16 6 9 3 7 41 Taxa mortalidade % 0,9% 0,5% 1,4% 5,6% 0,9% 0,9% METAS 1,0% 1,0% 3% 1% 1% 1,0% Média Cabeças 1.696 1.212 632 54 800 4.393Organização:
  21. 21. DESMAMA – 2011 Peso médio aos 205 Grupo Genético dias kg GMD – kg/cab Fêmeas 184,8 0,760 AngusZebu 184,2 0,757 Nelore 170,5 0,690 Tabapuã 175,8 0,716 Tricross Brahman 200,7 0,838 Tricross Brangus 194,7 0,808 Tricross Charolês 188,3 0,777 Tricross Nelore 195,8 0,814 Tricross Tabapuã 195,2 0,811 Machos 208,0 0,868 AngusZebu 208,6 0,871 Nelore 188,8 0,775 Tabapuã 195,8 0,809 Tricross Brahman 221,2 0,933 Tricross Brangus 207,7 0,867 Tricross Charolês 218,1 0,918 Tricross Nelore 208,7 0,871 Tricross Simental 231,0 0,981 Tricross Tabapuã 219,2 0,923 Total geral 198,3 0,823Organização:
  22. 22. Organização:
  23. 23. Custo do ganho das bezerras cruzadas em pastagem irrigada, 2011. Custos R$ 12 meses % Custos Energia 5.945,41 3,89  Uréia 90.623,96  59,30  Outros Adubos 12.386,40  8,11  Mão de obra indireta ‐ rateio  33.176,67  21,71  Manutenção pivô 1.080,00  0,71  Depreciação  9.600,00  6,28  Subtotal 152.812,44  100,00  R$/cab/período 370,90  R$/cab/mês 30,91  Custo por arroba ‐ GMD de 0,6kg 51,51  Custo por arroba ‐ GMD de 0,5kg 56,20  Custo por arroba ‐ GMD de 0,4kg 77,27 Organização:
  24. 24. INDICADORES TÉCNICOS E ECONÔMICOS SUPER-PRECOCE - CONFINAMENTO 2009 2010 2011 Gmd ‐ kg 1,48 1,37 1,35 Peso Carcaça ‐kg 218,0 207,0 209,0 RC ‐ % 52,6 52,0 53,5 Custo R$/@ 83,00 79,93 88,00 Venda R$ /@ 87,00 110,00 105,00 Lucro – R$/cab 24,00 181,28 104,00Organização:
  25. 25. Avaliação econômica e centro de custo dos sistemas de ciclo completo e confinamento em Minas Gerais no ano de 2010 Centro de Custo Indicadores Ciclo Completo1 Confinamento2 Cabeças ‐ média 3.335 1.395 COV – R$ 1.640.138,93 1.722.593,11 COF – R$ 107.035,17 26.270,16 COT – R$ 1.747.174,10 1.748.863,27 RT – R$ 3.523.290,73 2.141.928,08 Custo Op. Médio – R$ 359,15 cab./ano 71,36/@ produzida MB – R$ 1.883.151,80 R$ 338,50/ha/ano R$  416.712,91 8.021,73/ha/ano LOp. – R$ 1.776.116,63 393.064,81 Retorno do Capital  3,10% 5,85% Investido ‐ % a.m. ⤷1Arquivo pessoal; ⤷2Lobo et al., 2011Organização:
  26. 26. Gestão Estratégica • Vantagens – Envolvimento e motivação – Informação • Tomada de decisão – Análise de pontos críticos • Financeiro e técnico • Maximização de lucro – Conhecimento do custo unitárioOrganização:
  27. 27. Gestão Estratégica • Desvantagens – Treinamento de RH – Monitoramento constante – Dedicação e tempo – Necessidade de tecnologia da informaçãoOrganização:
  28. 28. Seleção e Cruzamento Seleção Tabapuã PO Nelore ComercialOrganização:
  29. 29. Nelore x Tabapuã Aberdeen Angus Nelore Comercial F1 Angus x ZebuOrganização:
  30. 30. F1 Angus x Zebu Macho ‐ confinamento – 12 a 13 meses (abate)Organização:
  31. 31. Bezerras 13‐15 meses Brangus Angus x Zebu Fêmea – reprodução Macho ‐ confinamentoOrganização:
  32. 32. Matriz multípara Charolês Macho e fêmea Confinamento 12‐13 meses (abate)Organização:
  33. 33. Indicadores de produtividade – Taxa de desfrute = 33,6% – Taxa de lotação = 0,67 UA/ha – Produção – 7 @/ha/ano – Lucro /ha/ ano = R$ 341,00 – RCI (a.a.) = 28,4%Organização:
  34. 34. Médias anuais dos indicadores técnicos e econômicos de sistema de ciclo completo de bovinos, em Corinto‐MG, nos anos de 2005 a 2011Indicadores 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011No. Cabeças 1.460 1.699 1.682 1.901 2.956 3.335 3.972Área – ha 2.350 2.350 3.071 3.071 5.247 5.247 5.247TD % 16,5 16,9 21,6 47,2 25,5 49,3 33,6TP % 54,0 56,0 60,0 64,0 80,0 79,0 76,0TM1 % 6,5 5,7 5,2 4,2 2,6 1,4 1,3COT % 328.523 317.960 498.388 604.654 688.855 1.747.174 1.356.699RT % 340.210 322.006 581.987 1.116.601 1.990.615 3.523.291 3.145.612LOp – R$ 11.687 4.045 83.599 511.948 1.301.760 1.776.117 1.788.913LOp – R$/ha 4,97 1,72 27,22 166,70 248,10 338,50 340,94RCI% a.a. 0,79 0,19 3,05 20,91 30,15 37,19 28,40 1até a desmama; 2sem o valor da terra no patrimônio ⤷ Leão et al., 2012 Organização:
  35. 35. Organização:
  36. 36. Organização:
  37. 37. Planejamento ‐ 2016• 5.000 matrizes em estação de monta;• Abate anual de 9.500 cabeças;• Taxa de desfrute = 51%• Investimento adicional – R$ 1.094.000,00: – Ampliação confinamento / galpão / fábrica ração – Correção / adubação solo – 500 hectares (sequeiro)Organização:
  38. 38. Planejamento ‐ 2016• Despesa adicional – R$ 4.646.748,00• Resultado Caixa adicional – R$ 1.753.907,00;• Lucro/ha/ano – R$ 742,00Organização:
  39. 39. Pontos Fortes • Qualidade dos recursos humanos • Ganho em escala – receita marginal – ciclo completo com tecnologias – diversificação • Mercado – Competitividade + sustentabilidade Organização:
  40. 40. Desafios • Preço de insumos (grãos e farelos) – curto prazo • Crises econômicas – médio prazo • Mão de obra – concorrência com outras atividades urbanasOrganização:
  41. 41. Considerações Finais • As ferramentas de gestão auxiliam na tomada de decisão; • Análises financeiras e gerenciais devem ser usadas como rotina ; • A saúde do sistema não pode ser medida apenas com base em índices zootécnicos;Organização:
  42. 42. Considerações Finais • A intensificação do sistema está em função: – do objetivo; – do capital disponível; – do risco; – da taxa de retorno de cada situação. • O planejamento e o monitoramento são fundamentais para maior competitividade.Organização:
  43. 43. Organização:
  44. 44. Obrigado!!! Fabiano Alvim Barbosa fabianoalvim@ufmg.br Escola de Veterinária – UFMGOrganização:

×