MODELOS DE                       ORGANIZAÇÕES PARA                       COMERCIALIZAÇÃO DE                       CARNES N...
HISTÓRICO DA ORGANIZAÇÃO DOS PRODUTORES PARANAENSES DE CARNES1993 - Programa Estadual Novilho Precoce      •    ICM deferi...
1996 - Pecuária de Curta Duração (P.C.D) -       Novilho Superprecoce / Precoce                     •  Modernização Pecuár...
1997 - Dificuldades de Venda dos       Precoces / Superprecoces       •    Preço diferenciado para menos       •    Não va...
1999 - Agosto surge a 1ª Organização para a  Comercialização Diferenciada de Carnes•  Aliança Mercadológica Novilho Precoc...
2001 - Surge a 2ª Aliança Mercadológica  . Q.I. Carnes de Paranavaí  .2004 - Surgem maisParaná)    Cooper. Q.I. (1ª no 4 A...
EVOLUÇÃO    DASORGANIZAÇÕES
Padrão beef
Nº de Produtores Participantes = 312Nº de cabeças abatidas / ano =   95.000Ton. Carnes vendidas / ano   =   22.800
VANTAGENS PARA OS PRODUTORES Macho com Valor diferencial a mais: 5 à 10% do Valor de @ Fêmea a preço de Macho Maior ren...
1º Selo   de  CarneQualidade   no Paraná
PADRÃO DO NOVILHO PRECOCE PARANAENSERESOLUÇÃO DA SEAB Nº 070/2006   DE 12 DE JULHO DE 2006
IDADE -                COBER- PESO MÍNIMO                                     RASTREA -           DE CARCAÇA   TIPO       ...
Fone: (41) 3250-2138brondani@emater.pr.gov.br  www.emater.pr.gov.br
120925 08-wbeef-associacoes-luiz-brondani
120925 08-wbeef-associacoes-luiz-brondani
120925 08-wbeef-associacoes-luiz-brondani
120925 08-wbeef-associacoes-luiz-brondani
120925 08-wbeef-associacoes-luiz-brondani
120925 08-wbeef-associacoes-luiz-brondani
120925 08-wbeef-associacoes-luiz-brondani
120925 08-wbeef-associacoes-luiz-brondani
120925 08-wbeef-associacoes-luiz-brondani
120925 08-wbeef-associacoes-luiz-brondani
120925 08-wbeef-associacoes-luiz-brondani
120925 08-wbeef-associacoes-luiz-brondani
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

120925 08-wbeef-associacoes-luiz-brondani

290 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
290
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
20
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

120925 08-wbeef-associacoes-luiz-brondani

  1. 1. MODELOS DE ORGANIZAÇÕES PARA COMERCIALIZAÇÃO DE CARNES NO PARANÁ Luiz Fernando Brondani Zootecnistawww.emater.pr.gov.br
  2. 2. HISTÓRICO DA ORGANIZAÇÃO DOS PRODUTORES PARANAENSES DE CARNES1993 - Programa Estadual Novilho Precoce •  ICM deferido •  + 300 Produtores no Estado •  Pecuária Evoluiu em Tecnologia •  Durou pouco (< Ano)
  3. 3. 1996 - Pecuária de Curta Duração (P.C.D) - Novilho Superprecoce / Precoce •  Modernização Pecuária Paranaense. •  Produtor Investindo, Profissionalizando. •  Bons Resultados zootécnicos
  4. 4. 1997 - Dificuldades de Venda dos Precoces / Superprecoces •  Preço diferenciado para menos •  Não valorização para Qualidade •  Produtor Penalizado •  Quantidade valendo mais que Qualidade
  5. 5. 1999 - Agosto surge a 1ª Organização para a Comercialização Diferenciada de Carnes•  Aliança Mercadológica Novilho Precoce- Guarapuava•  Quebra de Paradigmas•  Serve de Escola para demais•  Exemplo para todo o País
  6. 6. 2001 - Surge a 2ª Aliança Mercadológica . Q.I. Carnes de Paranavaí .2004 - Surgem maisParaná) Cooper. Q.I. (1ª no 4 Alianças Mercadológicas no Estado♦  onno de União da Vitória B♦  lue Beef de Maringá B♦  ovicarnes de Pato Branco N . Coop.Novicarnes♦  adrão Beef de Cascavel P . Coop. Padrão Beef 2005 - Surge a 7ª e 8ª AliançaMercadológica♦ Caiuá Carnes Umuarama 2007 - Surge 2º Coop. . Coop. Caiuá carnes Nobres Umuarama . Copcarnes♦  uality Carnes Apucarana Q 2008 - Surge Coop. Londrina
  7. 7. EVOLUÇÃO DASORGANIZAÇÕES
  8. 8. Padrão beef
  9. 9. Nº de Produtores Participantes = 312Nº de cabeças abatidas / ano = 95.000Ton. Carnes vendidas / ano = 22.800
  10. 10. VANTAGENS PARA OS PRODUTORES Macho com Valor diferencial a mais: 5 à 10% do Valor de @ Fêmea a preço de Macho Maior rendimento de carcaças: Machos: 56 - 58% Fêmeas: 51 - 53% Couro fica para os Produtores  egurança na Negociação: S - Contrato formal entre Produtores, Indústria e Varejista.
  11. 11. 1º Selo de CarneQualidade no Paraná
  12. 12. PADRÃO DO NOVILHO PRECOCE PARANAENSERESOLUÇÃO DA SEAB Nº 070/2006 DE 12 DE JULHO DE 2006
  13. 13. IDADE - COBER- PESO MÍNIMO RASTREA - DE CARCAÇA TIPO TURA DE SEXO DENTIÇÃO PÓS ABATE BILIDADE GORDURA MACHOS FÊMEAS NORMAS MACHOS 24 MESES VIGENTES, 3 a 10 mmPRECOCE CASTRADOSOU ATÉ 2 INTRUÇÃO (UNIFORME) 225 Kg 180 Kg OU NÃO, E DENTES NORMATIVA Nº FÊMEAS - 17 MAPA ATÉ 18 NORMAS MESES VIGENTES 3 a 10 mm SUPER- 210 Kg 165 Kg MACHOS E COM INSTRUÇÃO (UNIFORME)PRECOCE FÊMEAS DENTE DE NORMATIVA LEITE Nº 17 - MAPA ATÉ 12 NORMAS HIPER- MACHOS E MESES 105 - 105 -PRECOCE VIGENTES 1 a 3 mm 150 150 FÊMEAS COM INSTRUÇÃO (ESCASSA) Kg Kg DENTE DE NORMATIVA LEITE Nº 17 - MAPA Artigo 2º - esta resolução entra em vigor na data de sua Publicação, revogando-se as disposições em contrário
  14. 14. Fone: (41) 3250-2138brondani@emater.pr.gov.br www.emater.pr.gov.br

×