IATF: 
como 
obter 
resultados 
acima 
da 
média. 
(Dados 
Grupo 
GERAR) 
BeefPoint 
– 
28/ago/2014 
Mauro 
MenegheK 
Linh...
Agenda 
1. 
Resultados 
IATF 
grupo 
GERAR 
2. Resultados 
acima 
da 
média: 
como 
alcançar! 
3. Ferramentas 
que 
podem ...
1. 
Resultados 
Grupo 
GERAR 
2006 
– 
2014 
(55 
técnicos 
Brasil)
1. Taxa de Prenhez a IATF (GERAR 2007 a 2014) 
36148 
69102 
101140 
179641 
162642 
251230 
315847 
353414 
48.2% 48.4% 4...
1. Distribuição dos técnicos por Taxa de Prenhez (GERAR 2014) 
Distribuição 
29% 
(n= 16/55) 
≤ 49 % 50 - 59 % ≥ 60 % 64% ...
1. Distribuição das fazendas por taxa de Prenhez (n= 237) 
Distribuição Taxa de Prenhez 
30% 
51% 
19% 
70% 
60% 
50% 
40%...
2. 
Resultados 
acima 
da 
média: 
Como 
alcançar? 
• Principais 
fatores 
que 
pode 
impactar 
posiMvamente 
o 
resultado...
2.1. Taxa de Prenhez por Raça (GERAR 2014) 
53% 
57% 
50% 
70% 
60% 
IATF) 
50% 
(Prenhez 40% 
30% 
de Taxa 20% 
10% 
0% 
...
2.2. Taxa de Prenhez por ECC (Primíparas) 
703 953 
6162 
12297 
13608 
3136 2985 
525 732 
41% 
44% 
42% 
44% 
50% 
53% 
...
2.2. Taxa de Prenhez por ECC (Multíparas) 
3405 3180 
19599 
46492 
55422 
17324 
19314 
5146 
6874 
50% 
53% 
50% 50% 
53...
2.3. Fertilidade do Touro: Distribuição por Taxa de Prenhez 
17% 
48% 
28% 
7% 
4% 
31% 
51% 
14% 
3% 
26% 
50% 
22% 
7% 
...
2.3. Ranking de Touros GERAR 
Ø 
Critério 
da 
análise: 
touros 
que 
Mveram 
mais 
de 
100 
inseminações, 
apenas 
em 
v...
2.4. Adequações no Protocolo: Vacas Paridas 
Recomendações 
q Protocolo com duração de 9 dias 
q 4 manejos em vacas Cicl...
2.4. Adequações no Protocolo: Vacas Paridas 
Dados GERAR 2014 Total IATF Adoção Média 
Adoção Fazendas Tx. 
Prenhez média ...
2.4. Adequações nos Protocolos: Novilhas e Vacas Solteiras 
Recomendações 
q Protocolo com duração de 9 dias 
q 4 manejo...
2.4. Antecipação do Lutalyse® (Novilhas e Solteiras) 
68166 
2847 
6870 
49% 
42% 42% 
70% 
60% 
50% 
40% 
30% 
20% 
10% 
...
2.4. Adequações no Protocolo: Vacas Paridas 
Dados GERAR 2014 Total IATF Adoção Média 
Adoção Fazendas Tx. 
Prenhez média ...
3. 
Ferramentas 
que 
podem 
maximizar 
os 
resultados 
na 
IATF 
3.1. 
Prevenção 
contras 
as 
doenças 
reproduMvas 
3.2....
3.1 Histórico de ocorrência de IBR, BVD e 
Leptospirose no Brasil (1996-2008) 
Fonte: Probov 
Número de 
Amostras 
% Anima...
EXP 
1 
Avaliar 
perdas 
gestacionais 
em 
gado 
de 
corte.
Perda 
de 
Gestação 
entre 
30 
e 
120 
dias 
5620 
Vacas 
Nelore/MS 
7,4% 
4,1% 
5,7% 5,9% 
5,4% 
4,7% 
1,3% 
8,7,% 
5,4%...
EXP 
2 
Avaliar 
a 
eficiência 
reproduMva 
de 
vacas 
de 
corte 
vacinadas 
ou 
não 
com 
Cafle 
Master 
4+L5® 
que 
não ...
57,4% 53,2% 53,5% 
48,3% 
80% 
70% 
60% 
50% 
40% 
30% 
20% 
10% 
0% 
PRENHEZ 
30 
DIAS PRENHEZ 
120 
DIAS 
Porcentagem(%)...
EXP 
3 
Avaliar 
antecipação 
de 
vacinação 
na 
eficiência 
reproduMva 
de 
vacas 
de 
corte.
59,7% 57,7% 
52,9% 50,0% 
80% 
70% 
60% 
50% 
40% 
30% 
20% 
10% 
0% 
PRENHEZ 
30 
DIAS PRENHEZ 
120 
DIAS 
Porcentagem(%)...
3.1. Uso de CattleMaster ® (GERAR 2013 e 2014) 
48.3% 
n= 32.468 
55.0% 
50.4% n= 15.963 
n= 241.064 
55.0% 
n= 12.308 
70...
3.2. 
Uso 
de 
MGA 
Premix 
após 
a 
IATF
Progestágeno oral com ação similar à 
progesterona. 
ü 
Composição 
• 
Acetato 
de 
Melengestrol 
(22mg 
/ 
100g) 
ü 
Do...
Resultados 2009 
9.000 IATF 
54% 
Com MGA Sem MGA 
2,28g MGA® PREMIX/cab/dia 
misturado em 100g de sal mineral. 
14 15 16 ...
MGA Pós-IATF 
Dados de campo 
LOCAL 
N. Animais 
(vacas paridas) 
Concepção 
IATF 
Prenhez 
IATF + IA retorno 
Primavera d...
Uso do Acetato de Melengestrol (MGA) 
após protocolos de IATF 
Wedson M. Costa Júnior
DELINEAMENTO EXPERIMENTAL 
CIDR 
D-­‐11 
D-­‐4 
D-­‐2 
D0 
D30 
D120 
+CIDR 
12,5mg 
-­‐CIDR 
IA 
US 
US 
2mg 
BE 
MGA 6 
...
ANIMAIS 
• 2149 vacas 
• Nelore 
• Paridas 
• ECC médio 2,47
RESULTADO GERAL 
Tratamento DG 30 DG 140 PERDA 
Controle 53,8% 
(403/751) 
48,5% 
(364/751) 
9,7% 
(39/403) 
MGA6 57,9% 
(...
Sumário 
• A 
evolução 
do 
uso 
da 
IATF 
é 
intenso 
e 
os 
resultados 
podem 
ser 
cada 
vez 
melhores. 
• Diversos 
cu...
Muito 
Obrigado!!! 
mauro.meneghet@zoeMs.com
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

[Palestra] Mauro Meneghetti: IATF: como obter resultados acima da média (Dados Grupo GERAR) - 2º BeefPoint Live Day

3.302 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.302
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.225
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

[Palestra] Mauro Meneghetti: IATF: como obter resultados acima da média (Dados Grupo GERAR) - 2º BeefPoint Live Day

  1. 1. IATF: como obter resultados acima da média. (Dados Grupo GERAR) BeefPoint – 28/ago/2014 Mauro MenegheK Linha ReproduMva -­‐ ZoeMs
  2. 2. Agenda 1. Resultados IATF grupo GERAR 2. Resultados acima da média: como alcançar! 3. Ferramentas que podem maximizar o resultado na IATF
  3. 3. 1. Resultados Grupo GERAR 2006 – 2014 (55 técnicos Brasil)
  4. 4. 1. Taxa de Prenhez a IATF (GERAR 2007 a 2014) 36148 69102 101140 179641 162642 251230 315847 353414 48.2% 48.4% 48.7% 48.9% 49.7% 48.8% 51.4% 51.2% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 400000 350000 300000 250000 200000 150000 100000 50000 0 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 Taxa de Prenhez Total GERAR (ano) Total Taxa de prenhez
  5. 5. 1. Distribuição dos técnicos por Taxa de Prenhez (GERAR 2014) Distribuição 29% (n= 16/55) ≤ 49 % 50 - 59 % ≥ 60 % 64% (n= 35/55) 7% (n= 4/55) 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% Taxa de Prenhez
  6. 6. 1. Distribuição das fazendas por taxa de Prenhez (n= 237) Distribuição Taxa de Prenhez 30% 51% 19% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% ≤ 49 % (n= 70) 50 - 59 % (n= 121) ≥ 60 % (n= 46) *Obs.: Foram consideradas apenas fazendas com mais de 200 IATFs em multíparas
  7. 7. 2. Resultados acima da média: Como alcançar? • Principais fatores que pode impactar posiMvamente o resultado na IATF: 2.1. Grupo genéMco da matriz 2.2. Condição corporal x categoria animal 2.3. FerMlidade do Touro 2.4. Adequação dos protocolos de IATF
  8. 8. 2.1. Taxa de Prenhez por Raça (GERAR 2014) 53% 57% 50% 70% 60% IATF) 50% (Prenhez 40% 30% de Taxa 20% 10% 0% Cruzada (n= 47.979) Taurina (n= 14.540) Zebuína (n= 264.300) Raça
  9. 9. 2.2. Taxa de Prenhez por ECC (Primíparas) 703 953 6162 12297 13608 3136 2985 525 732 41% 44% 42% 44% 50% 53% 55% 53% 58% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 16000 14000 12000 10000 8000 6000 4000 2000 0 ≤ 2.00 2.25 2.50 2.75 3.00 3.25 3.50 3.75 ≥ 4.00 Taxa de Prenhez Total ECC - d0 Total Taxa de prenhez
  10. 10. 2.2. Taxa de Prenhez por ECC (Multíparas) 3405 3180 19599 46492 55422 17324 19314 5146 6874 50% 53% 50% 50% 53% 56% 56% 55% 56% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 60000 50000 40000 30000 20000 10000 0 ≤ 2.00 2.25 2.50 2.75 3.00 3.25 3.50 3.75 ≥ 4.00 Taxa de Prenhez Total ECC - d0 Total Taxa de prenhez
  11. 11. 2.3. Fertilidade do Touro: Distribuição por Taxa de Prenhez 17% 48% 28% 7% 4% 31% 51% 14% 3% 26% 50% 22% 7% 20% 50% 22% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% ≤ 39% 40-49% 50-59% ≥ 60% Distribuição Taxa de Prenhez* 2011 (n= 135) 2012 (n= 161) 2013 (n= 196) 2014 (n= 181)
  12. 12. 2.3. Ranking de Touros GERAR Ø Critério da análise: touros que Mveram mais de 100 inseminações, apenas em vacas mul[paras com ECC entre 2,75 e 3,50 (escala 1 à 5). N. Touros N. Inseminações Total 357 353.414 Touros Avaliados* 181 130.297 Touros com Taxa de Prenhez > 50% 131 93.421 Touros com Taxa de Prenhez > 60% 40 14.769
  13. 13. 2.4. Adequações no Protocolo: Vacas Paridas Recomendações q Protocolo com duração de 9 dias q 4 manejos em vacas Ciclando q 3 manejos em vacas em Anestro q Uso de remoção de bezerros ou 300 UI de eCG
  14. 14. 2.4. Adequações no Protocolo: Vacas Paridas Dados GERAR 2014 Total IATF Adoção Média Adoção Fazendas Tx. Prenhez média > 60% Primíparas e Multíparas 235.716 - Protocolo 9 dias 224.775 85% > 95% Protocolo 4 manejos (Lutalyse no D7) 163.716 69% > 85% 300 UI eCG ou RB 231.001 98% 100%
  15. 15. 2.4. Adequações nos Protocolos: Novilhas e Vacas Solteiras Recomendações q Protocolo com duração de 9 dias q 4 manejos (Lutalyse no Dia 7) q 200 UI de eCG apenas CIDR de 1º e 2º uso q Não usar eCG no CIDR de 3º e 4 o uso.
  16. 16. 2.4. Antecipação do Lutalyse® (Novilhas e Solteiras) 68166 2847 6870 49% 42% 42% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 80000 70000 60000 50000 40000 30000 20000 10000 0 dia 7 dia 8 dia 9 Taxa de Prenhez Total Dia do Lutalyse® Total Taxa de prenhez
  17. 17. 2.4. Adequações no Protocolo: Vacas Paridas Dados GERAR 2014 Total IATF Adoção Média Adoção Fazendas Tx. Prenhez média > 60% Novilhas e Vacas Solteiras 77.883 - - Protocolo 9 dias 75.036 97% > 98% Protocolo 4 manejos (Lutalyse no D7) 68166 88% > 95%
  18. 18. 3. Ferramentas que podem maximizar os resultados na IATF 3.1. Prevenção contras as doenças reproduMvas 3.2. uso do MGA pós IATF
  19. 19. 3.1 Histórico de ocorrência de IBR, BVD e Leptospirose no Brasil (1996-2008) Fonte: Probov Número de Amostras % Animais Positivos % Rebanhos Positivos IBR 92.477 66% 92% BVD 16.275 68% 92% Leptospirose 91.184 52% 82%
  20. 20. EXP 1 Avaliar perdas gestacionais em gado de corte.
  21. 21. Perda de Gestação entre 30 e 120 dias 5620 Vacas Nelore/MS 7,4% 4,1% 5,7% 5,9% 5,4% 4,7% 1,3% 8,7,% 5,4% 6,1% 6,1% 2,8% 3,9% 5,1% 1,4% 10% 9% 8% 7% 6% 5% 4% 3% 2% 1% 0% Faz. 1 Faz. 2 Faz. 3 Faz. 4 Faz. 5 Faz. 6 Faz. 7 Faz. 8 Faz. 9 Média Faz. 1 a 13 Faz. 14 (vacina) Faz. 10 Faz. 11 Faz. 12 Faz. 13
  22. 22. EXP 2 Avaliar a eficiência reproduMva de vacas de corte vacinadas ou não com Cafle Master 4+L5® que não Mnham vacinação previa.
  23. 23. 57,4% 53,2% 53,5% 48,3% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% PRENHEZ 30 DIAS PRENHEZ 120 DIAS Porcentagem(%) TAXA DE PRENHEZ -­‐ TRATAMENTO CATTLE MASTER 4 + L5 CONTROLE N = 2384 (P<0,01)
  24. 24. EXP 3 Avaliar antecipação de vacinação na eficiência reproduMva de vacas de corte.
  25. 25. 59,7% 57,7% 52,9% 50,0% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% PRENHEZ 30 DIAS PRENHEZ 120 DIAS Porcentagem(%) TAXA DE PRENHEZ PRÉ-­‐CATTLE MASTER 4 + L5 CONTROLE N = 299 (P<0,10)
  26. 26. 3.1. Uso de CattleMaster ® (GERAR 2013 e 2014) 48.3% n= 32.468 55.0% 50.4% n= 15.963 n= 241.064 55.0% n= 12.308 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% Sem Com Taxa de Prenhez Taxa de Prenhez 2013 2014
  27. 27. 3.2. Uso de MGA Premix após a IATF
  28. 28. Progestágeno oral com ação similar à progesterona. ü Composição • Acetato de Melengestrol (22mg / 100g) ü Dose • 2,28g / animal / dia ü Apresentação • Sacos de 3,5 Kg
  29. 29. Resultados 2009 9.000 IATF 54% Com MGA Sem MGA 2,28g MGA® PREMIX/cab/dia misturado em 100g de sal mineral. 14 15 16 17 18 IATF D= 0 D= 13 Prenha Vazia 57% (n = 7930) (n = 1006)
  30. 30. MGA Pós-IATF Dados de campo LOCAL N. Animais (vacas paridas) Concepção IATF Prenhez IATF + IA retorno Primavera do Leste - MT 720 + 9,0% + 16,0% Cáceres - MT 130 + 1,5% + 7% Nova Xavantina - MT 881 + 4,4% - Jussara - GO 774 + 9,1% - Iaciara - GO 601 + 8,0 % - Vale do Araguaia - MT 394 + 12,3% + 19,3% Sudeste do Pará - PA 639 + 11,9% -
  31. 31. Uso do Acetato de Melengestrol (MGA) após protocolos de IATF Wedson M. Costa Júnior
  32. 32. DELINEAMENTO EXPERIMENTAL CIDR D-­‐11 D-­‐4 D-­‐2 D0 D30 D120 +CIDR 12,5mg -­‐CIDR IA US US 2mg BE MGA 6 MGA 14 CONTROLE 0,5 mg/dia 0,5 mg/dia PGF2α 0,5mg ECP Tail Chalk US + ECC 300 UI eCG ou RB
  33. 33. ANIMAIS • 2149 vacas • Nelore • Paridas • ECC médio 2,47
  34. 34. RESULTADO GERAL Tratamento DG 30 DG 140 PERDA Controle 53,8% (403/751) 48,5% (364/751) 9,7% (39/403) MGA6 57,9% (395/682) 52,2% (356/682) 9,9% (39/395) MGA14 57,5% (412/716) 53,4% (382/716) 7,3% (30/412) VACAS PARIDAS
  35. 35. Sumário • A evolução do uso da IATF é intenso e os resultados podem ser cada vez melhores. • Diversos cuidados no processo/planejamento podem melhorar os resultados . • Ajustes nos protocolos resultam em melhores taxas de prenhez. • O uso de MGA pós IATF e a vacinação com CafleMaster melhoram os índices reproduMvos em programas de IATF.
  36. 36. Muito Obrigado!!! mauro.meneghet@zoeMs.com

×