O Império Colonial Português no Séc. XVIII

37.661 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Negócios, Turismo
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
37.661
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
49
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
385
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Império Colonial Português no Séc. XVIII

  1. 1. O IMPÉRIO COLONIAL NO SÉC. XVIII<br />Trabalho Realizado por:<br />Beatriz Moscatel Nº5<br />Bianca Vieira Nº6<br />Daniela Alves Nº 10<br /> 6ºF<br />
  2. 2. Por onde se estendiam os territórios Portugueses?<br /><ul><li>No século XVIII Portugal dominava um vasto Império, que se estendia pela América, África e Ásia.
  3. 3. Durante os 60 anos que Portugal viveu sob o domínio espanhol, os países inimigos da Espanha ( tais como a Inglaterra, a Holanda e a França ) ocuparam muitos dos territórios do Império Português.
  4. 4. A região mais afectada foi o Oriente. Os lucros obtidos com o comércio das especiarias e dos produtos de luxo diminuíram muito. Isto fez com que os Portugueses virassem os seus interesses comerciais para outros espaços. Passaram então a interessar-se mais pela exploração do Brasil. </li></li></ul><li>
  5. 5. Qual era a Importância do Brasil no século XVIII?<br /><ul><li> Durante o século XVIII o Brasil foi a maior fonte de riquezas do Reino. Deste território chegavam produtos como açúcar,ouro,diamantes e tabaco.
  6. 6. Um dos principais produtos explorados foi o açúcar. Este era produzido em grandes quantidades nos engenhos de açúcar. Nas plantações de cana-de-açúcar e nos engenhos trabalhavam muitos escravos que vinham de África.
  7. 7. A produção de açúcar e, mais tarde, a exploração de ouro e de pedras preciosas fizeram com que o Brasil tivessem muita importância na economia portuguesa no século XVIII,substituindo mesmo o comércio das especiarias orientais.</li></li></ul><li>
  8. 8. O Engenho do Açúcar<br /><ul><li>Era uma grande propriedade onde se encontravam as plantações de cana, a oficina de fabrico de açúcar, a casa do senhor e a sanzala onde viviam os escravos. O fabrico do açúcar passava por diversas fases: a cana era esmagada num moinho e dela saía uma calda espessa que era cozida em grandes panelas de cobre e depois colocada em formas, onde cristalizava. </li></li></ul><li>
  9. 9. O Ouro Brasileiro<br /><ul><li> A exploração do interior do Brasil foram organizadas expedições que abriram caminhos em busca de riquezas. Estas expedições ficaram conhecidas como bandeiras e os seus participantes eram os bandeirantes.
  10. 10. Os bandeirantes alargaram as fronteiras do Brasil para o interior e descobriram muitas minas de ouro, de diamantes e de outras pedras preciosas.
  11. 11. O ouro começou a chegar a Portugal em grandes quantidades. A Coroa portuguesa ficava com 1/5 de todo ouro que se explorava no Brasil. Assim, o ouro do Brasil fez com que D. João V se tornasse um dos reis mais ricos da Europa.</li></li></ul><li>
  12. 12. O Tráfico de Escravos<br /><ul><li>Para trabalhar nos engenhos de açúcar e nas minas de ouro e de pedras preciosas, no Brasil, era necessário muita mão de obra. Os Europeus começaram por escravizar índios brasileiros, mas, como seu rendimento no trabalho era muito baixo, optaram por trazer escravos de África.
  13. 13. Os comerciantes de escravos transportavam, homens, mulheres e crianças de África para a América. Muitos morriam durante a viagem, devido ás más condições em que eram transportados.</li></li></ul><li>
  14. 14. Fim!!!<br />

×