Mobilidade

219 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
219
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mobilidade

  1. 1. MOBILIDADE • Jéssica Justina • José Orlando • Kerley Cristina 28/6/2013MOBILIDADE
  2. 2. MOBILIDADE Roteiro • MOBILIDADE • Justificativa • Conceitos • Evolução • Ferramentas de Mobilidade • Redes Wireless • Notebooks • Categorias de Notebooks • O Notebook no mundo corporativo • Retaguarda • Computação Móvel • Dispositivos Móveis • Convergência • Visão de Futuro 28/6/2013MOBILIDADE
  3. 3. MOBILIDADE • MOBILIDADE II • Introdução • Primeiros Passos • Infraestrutura • Quais as mudanças são necessárias no negócio • Produtividade e serviço ao cliente • Pequenas e médias empresas • Como funciona a questão da segurança • ROI • Conclusão 28/6/2013MOBILIDADE
  4. 4. MOBILIDADE Conceitos • É a capacidade de acessar informações a partir de qualquer lugar, e a qualquer hora; • Atua por meio de dispositivos como: notebooks, laptops, handhelds, entre outros; • São sistemas computacionais que possuem habilidade para se moverem facilmente; • Seus principais diferenciais são seus recursos e suas características; 28/6/2013MOBILIDADE
  5. 5. MOBILIDADE Evolução • Em 1901, a primeira transformação transatlântica deu início a um processo rápido e contínuo da tecnologia; • Entre 1939 e 1945: deslanche da comunicação sem fio nos Estados Unidos; • Década de 80: surgimento dos notebooks e laptops; • Década de 90: surgimento dos handheld e o PDA; • Longo do tempo: aprimoramento dos aparelhos criados, e criação de inúmeros novos modelos. 28/6/2013MOBILIDADE
  6. 6. MOBILIDADE Ferramentas de Mobilidade • Os computadores que até pouco tempo eram considerados grandes máquinas, tiveram seu tamanho reduzido com a evolução da tecnologia; • São aparelhos mais compactos; • Possuem maior capacidade de processamento e interfaces gráficas; • A principal vantagem dessa plataforma é a facilidade de uso; 28/6/2013MOBILIDADE
  7. 7. MOBILIDADE Redes Wireless • Existem três grandes grupos de redes wireless: 1. Wireless Personal Area Networks (WPANs) tem uma cobertura bastante pequena e limitada (entre 10 e 20 metros), como é o caso do Bluetooth. 2. Wireless Local Area Networks (WLANs), também conhecidas como Wi-Fi, cobertura mais abrangente e que também começam a ser utilizadas em escritórios visando eliminar o cabeamento entre computadores. 3. Wireless Wide Area Networks (WWANs), utilizadas pelas grandes operadoras de celulares, pagers e trunking. 28/6/2013MOBILIDADE
  8. 8. MOBILIDADE Notebooks • São conhecidos por serem práticos, elegantes e portáteis; • Aparentemente os notebooks são muito parecidos, mas de perto apresentam diferenças enormes; • Os notebooks passaram a ser adotados nas médias e grandes corporações como importantes ferramentas de trabalho; • Devido à sua portabilidade, o notebook facilita o trabalho em grupo na medida em que pode ser levado para reuniões e para qualquer canto da organização. 28/6/2013MOBILIDADE
  9. 9. MOBILIDADE Categorias de Notebooks • Modelos básicos, também chamados de entry-level, que apresentam configurações modestas, voltadas a economizar recursos sem comprometer a funcionalidade do equipamento. • Modelos finos, também denominados ultraportáteis e thin and light, que procuram combinar redução do peso com facilidade de uso. Esses equipamentos apresentam teclado bem espaçado e uma tela maior, sendo mais caros que os modelos básicos devido ao maior grau de miniaturização dos componentes. 28/6/2013MOBILIDADE
  10. 10. MOBILIDADE • Modelos top de linha, também conhecidos como power notebooks ou full size, que já vem equipados com todos os opcionais e inovações tecnológicas, possibilitando realizar praticamente todas as tarefas feitas em um computador de mesa. • Subnotebooks, composta por modelos mais compactos e indicados para aplicações mais específicas. Suas dimensões reduzidas o tornam pouco confortável para uso. • Tablet PC, assim chamados porque são equipamentos muito similares aos PCs em termos de recursos, mas extremamente compactos. 28/6/2013MOBILIDADE
  11. 11. MOBILIDADE O notebook no mundo corporativo • Esses equipamentos evoluíram e atingiram o atual status de ferramenta indispensável para profissionais de diferentes áreas e níveis hierárquicos; • Seu maior foco de atuação se concentra fora da empresa; • O que mais está contribuindo para incentivar as empresas a utilizar os notebooks em substituição aos PCs é o custo/benefício oferecido; • A escolha da plataforma é determinante para o sucesso dos negócios; • Também é preciso estabelecer planos adequados para manutenção e upgrade dos sistemas, de forma a assegurar os investimentos feitos e evitar gastos desnecessários. 28/6/2013MOBILIDADE
  12. 12. MOBILIDADE Retaguarda • Cada vez mais o setor corporativo mostra-se propenso a investir na portabilidade e na mobilidade; • É preciso equipar funcionários com notebooks, handhelds e demais dispositivos móveis e de última geração. • Mas também é preciso, em paralelo, montar uma infra- estrutura de retaguarda eficiente e capaz de atender aos requisitos exigidos pela computação sem fio; 28/6/2013MOBILIDADE
  13. 13. MOBILIDADE • As WLANs, ou Wi-Fi representam uma boa opção de rede local para empresas que precisam dispor de mobilidade ou onde existe dificuldade de cabeamento físico; • Apresentam dois elementos principais: 1. Um access point ou hotspot, cuja função é a de possibilitar a conexão da rede sem fio e executar as funções de uma estação base; 2. E as estações de rádio dos clientes, instaladas nos equipamentos móveis (notebooks, handhelds, PDAs, etc). 28/6/2013MOBILIDADE
  14. 14. MOBILIDADE • Já as WWANs se diferem das WLANs, ou Wi-Fi por utilizarem antenas, transmissores e receptores de rádio, ao invés de fibras óticas e modems de alta velocidade; • Seu emprego permite a usuários móveis se conectarem a redes corporativas e à Internet por meio de redes públicas de telefonia celular; 28/6/2013MOBILIDADE
  15. 15. MOBILIDADE Computação Móvel • Necessidade do desenvolvimento de sistemas aplicativos apropriados para esse novo mundo, composto por múltiplos e diversos dispositivos móveis e fixos. • Atualmente as aplicações estão divididas em duas vertentes: 1. As que rodam em desktops locais e com pouca dependência da rede para acesso a dados; 2. E as aplicações Web que são totalmente dependentes de uma conexão com a rede. 28/6/2013MOBILIDADE
  16. 16. MOBILIDADE Diapositivos Móveis • Desenvolvimento do projeto do Newton, em 1987; este possuía tela de cristal líquido (LCD) sensível a toque, reconhecimento de escrita, modem para acesso à Internet e uma porta infravermelho; • Havia demanda para esse tipo de dispositivo móvel, mas não fez muito sucesso devido ao alto preço US$ 700; • Já atualmente o grande produto do mercado é o handhelds; • Estima-se que apenas no ano 2000 foram vendidos 3,5 milhões de unidades no mundo todo, contra 1,3 milhão em 1999; • A tendência é de que esse mercado continue crescendo nos próximos anos. 28/6/2013MOBILIDADE
  17. 17. MOBILIDADE Convergência • Grande rede sem fio, capaz de conectar PDAs, handhelds, palmtops aos desktops e sistemas fixos; • Capacidade de integração entre diferentes redes, equipamentos e os mais variados dispositivos para o tráfego de dados, voz e imagens; • Significa aliar as mais avançadas técnicas de integração de sistemas computacionais distribuídos com os sistemas de telecomunicações, resultando numa integração total e com a inexistência de sistemas isolados. 28/6/2013MOBILIDADE
  18. 18. MOBILIDADE Mercado • O segmento de mobilidade tem apresentado grande potencial de crescimento; • Muitas empresas já começaram a investir nesse sentido e essa tendência deverá se acentuar nos próximos anos; • No Brasil, entre todas as tecnologias móveis disponíveis, a telefonia celular foi a que obteve maior crescimento, por se mostrar mais madura e segura; • Mas a tecnologia Wi-Fi (Wireless Fidelity), que permite acesso sem fio e em alta velocidade à Internet, também está na mira das operadoras. 28/6/2013MOBILIDADE
  19. 19. MOBILIDADE Visão do Futuro • Apesar de o avanço tecnológico ser contínuo, seu aproveitamento depende de fatores sociais, culturais, políticos e econômicos que estão muito além da nossa capacidade de antecipação; • Aparelhos que hoje fazem parte do cotidiano, como computadores de mão, telefone celular e leitores de CDs, há menos de dez anos não passavam de meras especulações; • Em contrapartida, outros equipamentos que segundo os técnicos e engenheiros de importantes centros de pesquisas teriam um sucesso garantido, como o videofone, por exemplo, ficaram no protótipo. 28/6/2013MOBILIDADE
  20. 20. MOBILIDADE II 28/6/2013MOBILIDADE
  21. 21. MOBILIDADE Introdução • A adoção de uma estratégia de mobilidade, da acesso imediato a dados para a tomada de decisão; • Ouso de notebooks ou PDAs é mais frequente, brainstormings e ideias inovadoras são capturadas e compartilhadas instantaneamente; • Hoje em dia, as organizações estão desenvolvendo grande parte de seus negócios em ambientes móveis; • Quando o trabalho é realizado em um ambiente móvel e em um clima de compartilhamento das informações, é notório o incremento do conhecimento pessoal, das aptidões e das habilidades. 28/6/2013MOBILIDADE
  22. 22. MOBILIDADE Primeiros Passos • Os computadores móveis, sem dúvida, estão modificando a natureza das relações de trabalho nas organizações; • Com esse novo modelo de trabalho, as barreiras de tempo, distância ou localidade então sendo eliminadas; • E isso dá a empresa e a seus empregados mais flexibilidade para fazer bons negócios. 28/6/2013MOBILIDADE
  23. 23. MOBILIDADE Infraestrutura • Podemos dividir essa infraestrutura em dois grandes blocos: 1. Infraestrutura cliente que inclui todo o hardware e o software que os usuários finais utilizam, o custo unitário dessa infraestrutura é baixo, mas geralmente muitas unidades são necessárias. 2. Infraestrutura oculta consideramos nesse caso toda a infraestrutura robusta que alimenta a informação que o usuário final vê. Aqui há servidores, sistemas de armazenamento, sistemas de informação e bases de dados, etc. Seu custo unitário costuma ser alto, mas não são necessárias muitas unidades. 28/6/2013MOBILIDADE
  24. 24. MOBILIDADE Quais as mudanças são necessárias no negócio • Deve ser feita uma avaliação geral da empresa, e indicados os funcionários que serão mais beneficiados com a mobilidade. • Os profissionais móveis precisam ser capazes de acessar dados relacionados à empresa via e-mail e usar aplicações específicas para administrar suas tarefas. • Os representantes de vendas também precisam trocar informações para trabalhar em conjunto. • A gerência necessita de um processo ajustado para, em tempo real, fornecer informações sobre os negócios e avaliar oportunidades ou checar os níveis de estoque e os recursos disponíveis para cumprir os prazos de implementação. 28/6/2013MOBILIDADE
  25. 25. MOBILIDADE Produtividade e Serviço ao Cliente • Para expandir a produtividade, as empresas precisam avaliar alguns pontos e executar algumas etapas: 1. Adquirir equipamentos que se encaixem às demandas de atendimento e ao funcionamento dos processos corporativos, é necessário que haja implementação de aplicações horizontais; 2. A segunda etapa se destina a estender as aquisições a outras áreas da organização e buscar implementar aplicações verticais, ou seja, as que são utilizadas em departamentos específicos (exemplos típicos são ERP ou CRM). 3. Terceira etapa do processo, que irá determinar o aumento da produtividade, então é necessário integrar aplicações móveis de comércio eletrônico. 28/6/2013MOBILIDADE
  26. 26. MOBILIDADE • Durante as três fases que determinam a evolução e o grau da produtividade, é necessário também avaliar cinco aspectos chaves: 1. Questionar como uma solução móvel tornaria mais fácil às pessoas trabalhar mais produtivamente e prestar um melhor serviço ao cliente; 2. Avaliar se a força de trabalho da companhia seria beneficiada e como, se estivesse conectada à organização o tempo todo; 3. Infraestrutura - avaliar quais mudanças, de hardware e software, precisam ser feitas; 4. Informação - a empresa precisa estar certa de que as informações que não estão dentro da empresa também não estarão em mãos que não sejam dos responsáveis; 5. A empresa deve estar convencida de que o investimento é adequado e realmente vai trazer retorno. 28/6/2013MOBILIDADE
  27. 27. MOBILIDADE Pequenas é Médias Empresas • Independentemente do porte, a mobilidade é um recurso fundamental para ampliar as oportunidades de negócios; • As pequenas e médias empresas são as que mais têm trabalhadores móveis, já que devemos considerar que boa parte dessas micro empresas é formada por uma única pessoa que está em trânsito o tempo todo; • Não importa o porte da companhia, o importante é saber identificar os tipos de funcionários que ela tem e então avaliar qual solução de mobilidade melhor se adapta; 28/6/2013MOBILIDADE
  28. 28. MOBILIDADE Como funciona a questão da segurança • Suporte da gerência para as políticas de segurança; • Cumprimento das políticas de segurança por parte dos usuários; • Qualidade da equipe de segurança; • Soluções de software; • Soluções de hardware. 28/6/2013MOBILIDADE
  29. 29. MOBILIDADE ROI • Nenhum empresário aceita fazer um investimento, sem que tenha uma ideia bem clara sobre quais são os aspectos do retorno sobre investimento que devem ser avaliados; • Os serviços pós-venda, por exemplo, são analisados pelo empresário que deseja inserir sua empresa na era da mobilidade; • Nesse quesito estão as primeiras diferenças entre as soluções que apresentam retorno positivo e as que não apresentam tal retorno para a empresa. 28/6/2013MOBILIDADE
  30. 30. MOBILIDADE Conclusão • O presente trabalho relatou sobre os aspectos que compõe a mobilidade, sobre a utilização desta tecnologia nas empresas e também sobre suas funções, características, vantagens, desvantagens e outros. Após analisar os pontos mais relevantes observou-se que assim como a tecnologia a mobilidade está em constante evolução, e que esta desde de sua criação facilitou muitos processos, tanto para pessoas como para empresas. 28/6/2013MOBILIDADE

×