Resumo 01/10/2009

2.012 visualizações

Publicada em

Aula de redacao de resumos apresentada por Rosana Paschoalino em 01/10/2009 aos alunos da pos-graduação em Engenharia Mecânica (SEM-5892) e Engenharia de Estruturas (SET-5913) no dia 01/10/2009

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.012
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resumo 01/10/2009

  1. 3. Resumo NBR 6028/2003 Rosana Alvarez Paschoalino [email_address]
  2. 4. Apresentação concisa dos pontos relevantes de um documento Conceito
  3. 5. <ul><li>Resumos devem ser menores que os textos originais </li></ul>Teses 150-500 Tamanho artigos de periódicos 100-250
  4. 6. FAPESP <ul><li>O projeto de pesquisa deve ser apresentado de maneira clara e resumida, ocupando no máximo 20 páginas datilografadas em espaço duplo. Para propostas encaminhadas através do Sistema de Apoio a Gestão (SAGe), deve anexar documento tipo DOC ou PDF de até 5Mb. Deve compreender: </li></ul><ul><li>Resumo (máximo 20 linhas); </li></ul><ul><li>Introdução e justificativa, com síntese da bibliografia fundamental; </li></ul><ul><li>Objetivos; </li></ul><ul><li>Plano de trabalho e cronograma de sua execução; </li></ul><ul><li>Material e métodos; </li></ul><ul><li>Forma de análise dos resultados. </li></ul><ul><li>A responsabilidade pelo projeto é do orientador, mas o candidato deve estar preparado para discutí-lo e analisar os resultados. </li></ul>
  5. 7. &quot;Summary&quot;, &quot;abstract&quot; ou “resumo” aparece como parte de textos científicos desde o fim do século XIX e início do século XX Formato, extensão e conteúdo sem padrão Introduzido na forma atual nos anos 60 pelo &quot;Journal of American Medical Association&quot; e pelo &quot;Canadian Medical Association Journal” Origem
  6. 8. Área médica <ul><li>Segunda guerra </li></ul><ul><ul><li>Aumento de artigos científicos </li></ul></ul><ul><ul><li>Dificuldade na atualização para casos clínicos </li></ul></ul><ul><li>Publicação dos primeiros índices (1947) pela British Medical Association </li></ul><ul><ul><li>Abstracts of World Medicine </li></ul></ul><ul><ul><li>Abstracts of World Surgery, Obstetrics, and Ginecology </li></ul></ul>Finalidade : fornecer através de uma leitura rápida uma visão global dos avanços da medicina
  7. 9. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz <ul><li>Resumo no final </li></ul><ul><li>Resumo ou introdução </li></ul><ul><li>Resumo </li></ul>
  8. 11. <ul><li>conclusão apresentado sua crítica pessoal </li></ul><ul><li>avaliação das idéias do autor </li></ul><ul><li>avaliação da qualidade do texto (coerência, validade, originalidade, profundidade, alcance, etc) </li></ul>Crítico Tipos de resumo Indicativo Informativo <ul><li>Não detalha exemplos, dados qualitativos ou quantitativos </li></ul><ul><li>Apropriado para catálogos de livros e sinópse de filmes </li></ul>
  9. 12. informa ao leitor finalidades, metodologia, resultados e conclusões do documento. Dispensa a consulta ao original. Resumo informativo
  10. 13. Objetivos <ul><li>transmitir o conteúdo e a mensagem do artigo em poucas palavras </li></ul><ul><li>transmitir informações para uma audiência maior do que a dos leitores dos jornais especializados </li></ul><ul><li>Seleção para leitura </li></ul><ul><li>Indexação </li></ul><ul><li>Fator decisivo para a publicação do artigo em Congressos e Journals </li></ul><ul><li>Esclarecer o conteúdo em idiomas desconhecidos pelo leitor </li></ul>
  11. 14. Um estudo sobre a utilização do &quot;MEDLINE&quot; mostrou que freqüentemente as decisões clínicas são influenciadas pela leitura apenas dos resumos, mesmo quando o texto completo está disponível
  12. 16. <ul><li>Artigos </li></ul><ul><li>Eventos </li></ul><ul><li>Dissertações e teses EESC </li></ul>Localização
  13. 17. Dissertações e teses EESC <ul><li>Parágrafo único </li></ul><ul><li>Fonte 12 </li></ul><ul><li>Referência antes do resumo </li></ul><ul><li>Palavras-chave </li></ul><ul><ul><li>Representativa </li></ul></ul><ul><ul><li>Vocabulário controlado </li></ul></ul><ul><ul><li>Apresentação </li></ul></ul>PIERSON, M.M.; PIERSON, B.L. Begins and endings: keys to better engineering technical writing. IEEE transactions on professional communication , v. 40, n.4, Dec. 1997. p. 299-304 Palavras-chave: Redação. Resumos. Metodologia científica. Resumo Este trabalho realiza um estudo no setor de Fiação de uma indústria têxtil, com a finalidade de avaliar o controle da qualidade e a capabilidade do processo de Fiação, por meio da aplicação de métodos estatísticos, no que se refere a um parâmetro crítico do processo, o título do fio de algodão. Além disso, analisa o impacto da variabilidade desse parâmetro nos processos subsequentes (Tinturaria, Preparação, Tecelagem), por meio de avaliação/quantificação do custo da não qualidade gerada pelas variações no processo. O estudo conclui que o esforço de inspeção empreendido pela empresa não sejustifica devido à alta variabilidade incontrolável do processo, decorrente do atraso tecnológico do processo de Fiação e das inúmeras variáveis independentes do processo. Destaca-se a importância de uma revisão das atividades e procedimentos deinspeção do título do fio de algodão empreendidos pela empresa, devido a evidência de ineficácia. Quanto ao custo da não qualidade da Fiação nos processos subsequentes, especialmente na Tecelagem, o valor encontrado pode não justificar grandesinvestimentos necessários na padronização do parque de máquinas do setor de Fiação.
  14. 18. Ainda não tenho resultados <ul><li>Seu trabalho está “em andamento”, destaque esse fato </li></ul><ul><li>Apresente resultados preliminares ou parciais </li></ul><ul><li>Descreva as etapas já cumpridas </li></ul><ul><li>Avalie o trabalho e sinalize seus rumos </li></ul>
  15. 19. Filme <ul><li>Tema principal </li></ul><ul><li>Forma como o tema foi tratado </li></ul><ul><li>Objetivos, justificativa </li></ul><ul><li>Conclusões </li></ul>
  16. 20. <ul><li>3ª pessoa </li></ul><ul><ul><li>Recomendamos uma abordagem modular </li></ul></ul><ul><ul><li>Recomenda uma abordagem modular </li></ul></ul><ul><ul><li>Temos o resumo </li></ul></ul><ul><ul><li>Apresenta o resumo </li></ul></ul><ul><li>Voz ativa </li></ul><ul><ul><li>Deve-se salientar = salienta </li></ul></ul><ul><ul><li>deve-se ressaltar = ressalta </li></ul></ul>Verbos
  17. 22. Verbos bem vindos <ul><li>Analisa </li></ul><ul><li>Aponta </li></ul><ul><li>Apresenta </li></ul><ul><li>Avalia </li></ul><ul><li>Cita </li></ul><ul><li>Comprova </li></ul><ul><li>Conclui </li></ul><ul><li>Demonstra </li></ul><ul><li>Destaca </li></ul><ul><li>Determina </li></ul><ul><li>Enfatiza </li></ul><ul><li>Enumera </li></ul><ul><li>Estabelece </li></ul><ul><li>Examina </li></ul><ul><li>Indica </li></ul><ul><li>Questiona </li></ul><ul><li>Relaciona </li></ul><ul><li>Sugere </li></ul>
  18. 23. <ul><li>Objetivo de diminuir a dificuldade </li></ul><ul><ul><li>Objetivo de facilitar </li></ul></ul><ul><li>Garantir o sucesso ou não do trabalho </li></ul><ul><ul><li>Garantir o sucesso do trabalho </li></ul></ul><ul><li>Deverá ter uma resposta (positiva ou negativa) </li></ul><ul><ul><li>Deverá dar uma resposta </li></ul></ul><ul><li>A introdução é o que vai ou não incentivar o leitor a continuar lendo </li></ul><ul><ul><li>A introdução é o que vai incentivar o leitor a continuar lendo </li></ul></ul><ul><li>Definem o fracasso ou sucesso do texto </li></ul><ul><ul><li>Definem o sucesso do texto </li></ul></ul>Frases negativas
  19. 24. <ul><li>A área de processamento de línguas tem como desafio a criação de ferramentas computacionais para o uso na elaboração de revisão de textos. A maioria das ferramentas existentes se baseia no pós-processamento de textos, na correção e na melhora de aspectos de interpretação. O Scipo atua de forma diferente [...]. </li></ul>
  20. 25. Coerência <ul><li>Em artigos científicos os autores devem ser o mais quantitativos possíveis e evitar duplicidade de comentários do que já foi escrito anteriormente em outra parte do texto </li></ul><ul><li>Menzel, Jones e Boyd [9] advertem os escritores [...] na escrita de resumos não incluam referências; os resumos devem ser autônomos </li></ul>
  21. 26. Repetir com palavras diferentes <ul><li>Acabamento final </li></ul><ul><li>Em duas metades iguais </li></ul><ul><li>Sintomas indicativos </li></ul><ul><li>Planejar antecipadamente </li></ul><ul><li>Pode possivelmente ocorrer </li></ul><ul><li>Países do mundo </li></ul><ul><li>Perspectivas para o futuro </li></ul><ul><li>Há anos atrás </li></ul><ul><li>Empréstimo temporário </li></ul>
  22. 27. Frases/locuções em vez de palavras <ul><li>Grupos de idêntica natureza </li></ul><ul><li>Apesar do fato de </li></ul><ul><li>Durante o tempo em que </li></ul><ul><li>No âmbito da graduação </li></ul><ul><li>Durante o mês de outubro </li></ul><ul><li>Efetuar a contagem </li></ul>
  23. 28. Palavras desnecessárias <ul><li>Absolutamente necessário </li></ul><ul><li>Completamente concluído </li></ul><ul><li>De natureza metálica </li></ul><ul><li>De formato cúbico </li></ul><ul><li>Muito necessário </li></ul><ul><li>Extremamente importante </li></ul><ul><li>De fundamental relevância </li></ul>
  24. 29. <ul><li>Aspecto importante </li></ul><ul><ul><li>O planejamento da pesquisa é outro aspecto importante destacado no texto </li></ul></ul><ul><ul><li>Destaca também o planejamento da pesquisa </li></ul></ul><ul><li>É muito importante </li></ul><ul><ul><li>A definição do método empregado é muito importante , pois disciplina o trabalho </li></ul></ul><ul><ul><li>A definição do método disciplina o trabalho </li></ul></ul>
  25. 30. <ul><li>Ou seja </li></ul><ul><ul><li>Segundo este princípio, os artigos devem ser imparciais, ou seja , devem ser escritos numa forma com a qual todos os lados possam concordar com ele </li></ul></ul><ul><li>Já </li></ul><ul><ul><li>Já o capítulo quatro identifica e explica... </li></ul></ul><ul><ul><li>O capítulo quatro identifica e explica... </li></ul></ul><ul><li>Não só/apenas... Mas também </li></ul><ul><ul><li>Os engenheiros são responsáveis não só por praticar a Engenharia mas também por documentar... </li></ul></ul><ul><ul><li>Os engenheiros são responsáveis por praticar a Engenharia e por documentar... </li></ul></ul>
  26. 31. <ul><li>Mas </li></ul><ul><ul><li>De forma que o autor possa fazê-lo não necessariamente seguindo um raciocínio linear, mas compondo-o da forma que lhe pareça mais fácil. </li></ul></ul><ul><ul><li>De forma que o autor possa da forma que lhe pareça mais fácil. </li></ul></ul><ul><ul><li>O título não é importante apenas pelo conteúdo, mas também pela sua visibilidade. </li></ul></ul><ul><ul><li>O título é importante pelo seu conteúdo e também pela sua visibilidade. </li></ul></ul>
  27. 32. <ul><li>Determinada </li></ul><ul><ul><li>Ressalta que ao escrever para uma determinada revista é importante saber qual o modelo de escrita. </li></ul></ul><ul><ul><li>Ressalta que ao escrever para uma revista é importante saber qual o modelo de escrita. </li></ul></ul><ul><li>Certa </li></ul><ul><ul><li>Aponta certa dificuldade na elaboração... </li></ul></ul><ul><ul><li>Aponta dificuldade na elaboração... </li></ul></ul><ul><li>Apenas </li></ul><ul><ul><li>Por último elabora-se o resumo que deve conter elementos de todas as seções, porém deve apresentar apenas os fatos relevantes de maneira objetiva </li></ul></ul><ul><ul><li>Por último elabora-se o resumo que deve apresentar os fatos relevantes de maneira objetiva </li></ul></ul>
  28. 33. <ul><li>Porém </li></ul><ul><ul><li>Por último elabora-se o resumo que deve conter elementos de todas as seções, porém deve apresentar apenas os fatos relevantes de maneira objetiva </li></ul></ul><ul><ul><li>Por último elabora-se o resumo que deve conter os fatos relevantes, de maneira objetiva </li></ul></ul><ul><ul><li>A escrita de uma pesquisa de forma modular não é uma norma, porém pode ter algumas vantagens... </li></ul></ul><ul><ul><li>A escrita de uma pesquisa de forma modular é uma opção que apresenta vantagens... </li></ul></ul><ul><ul><li>Porém , os autores do artigo propõem que ele deva ser escrito a partir... </li></ul></ul><ul><ul><li>Os autores do artigo propõem que ele deva ser escrito a partir... </li></ul></ul>
  29. 34. Quantidade <ul><li>Usar números ou porcentagens </li></ul><ul><ul><li>Parte significante do seu tempo </li></ul></ul><ul><ul><li>Porção significante do seu tempo </li></ul></ul><ul><ul><li>2 horas / dia </li></ul></ul><ul><li>Várias (muitas) </li></ul><ul><ul><li>Sugere várias maneiras para facilitar a escrita </li></ul></ul><ul><ul><li>Sugere maneiras para facilitar a escrita </li></ul></ul><ul><ul><li>Sugere oito maneiras para facilitar a escrita </li></ul></ul><ul><ul><li>Existem várias formas de se classificar as pesquisas </li></ul></ul><ul><ul><li>= Classifica as pesquisas em... </li></ul></ul>
  30. 35. Prolixo  Lacônico <ul><li>Laconismo </li></ul><ul><li>Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre </li></ul><ul><li>Laconismo  é um modo breve ou conciso de falar ou de escrever. Foi uma das principais características da sociedade espartana, na região da Lacônia, de onde deriva o termo. </li></ul>
  31. 36. <ul><li>A educação militar e prática que recebiam os condicionava a receberem ordens. Não falavam muito e também não desenvolviam o espírito crítico </li></ul><ul><li>Mensagem de Felipe II da Macedônia aos espartanos: “Vocês devem se render sem demora, pois se eu trouxer meu exército às suas terras, destruirei suas fazendas, escravizarei seu povo e dizimarei sua cidade” </li></ul><ul><li>A resposta dos espartanos: “Se” </li></ul>
  32. 37. SIMPLICIDADE O mais importante
  33. 38. Anatomia do resumo Introdução, objetivos, justificativa, etc... métodos, técnicas, metodologia, materiais e métodos etc... Conclusões Referencia bibliográfica Palavras-chave: palavra 1. Palavra 2. Palavra 3. Rosana Alvarez Paschoalino Atendimento ao Usuário Serviço de Biblioteca – EESC - USP 1ª frase (tema)
  34. 39. Estilo (NBR 6028/2003) <ul><ul><li>Ressaltar objetivo , método , resultados e conclusões do documento </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>A ordem e extensão dos itens dependem do tratamento que recebe no documento original </li></ul></ul></ul>Artigo de 10 páginas Metodologia Conclusão Introdução Resumo de 100 palavras Metodologia Conclusão Introdução
  35. 40. Trabalho não experimental <ul><li>Devem constar objetivos, método de trabalho, resultados e conclusões </li></ul>Tipo de documento Campos no resumo
  36. 41. Jogo dos erros
  37. 42. <ul><ul><li>Estilo </li></ul></ul><ul><ul><li>Parágrafo único </li></ul></ul><ul><ul><li>Frases completas, concisas, afirmativas (claro, metódico, ordenado) </li></ul></ul><ul><ul><li>terceira pessoa do singular </li></ul></ul><ul><ul><li>Verbos na voz ativa </li></ul></ul><ul><ul><li>Auto suficiente </li></ul></ul><ul><ul><li>Fiel ao documento original </li></ul></ul><ul><ul><li>Evitar </li></ul></ul><ul><ul><li>Repetir com palavras diferentes </li></ul></ul><ul><ul><li>Palavras desnecessárias </li></ul></ul><ul><ul><li>Não (frases negativas) </li></ul></ul><ul><ul><li>Figuras de linguagem </li></ul></ul><ul><ul><li>Frases interrogativas </li></ul></ul><ul><ul><li>Reticências </li></ul></ul>
  38. 43. Resumo de tese Introdução, objetivos, justificativa, etc... métodos, técnicas, metodologia, materiais e métodos etc... Conclusões Referencia bibliográfica Palavras-chave: palavra 1. Palavra 2. Palavra 3. 1ª frase (tema) MARTINS, R.A. (1993). Flexibilidade e integração no novo paradigma produtivo mundial . 137p. Dissertação (Mestrado) - Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos. 1993. Palavras-chave: indústria textil. Controle da qualidade. Competitidade. Avaliação do controle da qualidade e da capabilidade do processo de fiação em uma indústria têxtil tem como objetivo melhorar os processos produtivos e aumentar as vantagens competitivas em custo, prazos de entrega e qualidade. Avalia o controle da qualidade e da capabilidade do processo de Fiação em uma indústria têxtil por meio da aplicação de métodos estatísticos no que ser refere a um parâmetro crítico do processo, o título do fio de algodão. Destaca a importância da revisão das atividades e procedimentos de inspeção do título do fio de algodão empreendidos pela empresa e analisa o impacto causado pela variabilidade desse parâmetro nos processos subseqüentes (tinturaria, preparação, tecelagem). Conclui que a alta variabilidade do processo, decorrente do atraso tecnológico da fiação e das inúmeras variáveis independentes, inviabilizam o esforço de inspeção empreendido pela empresa.
  39. 44. Crítico Tipos de resumo Indicativo Informativo Estruturado
  40. 46. Resumo estruturado <ul><li>diretrizes para a elaboração de resumos informativos </li></ul><ul><li>formato IMRAD (Introdução, Métodos, Resultados e Discussão) </li></ul><ul><li>Facilidade para o leitor comum e outra, uma melhor divulgação dos autores </li></ul>
  41. 47. Críticas <ul><li>Limita a criatividade dos autores </li></ul><ul><li>Formato rígido </li></ul><ul><li>Espaço </li></ul><ul><li>Maior número de palavras </li></ul><ul><li>Mais tempo leitura </li></ul>
  42. 48. MIYAKE, Mara Harumi, DICCINI, Solange and BETTENCOURT, Ana Rita de Cássia. Interferência da coloração de esmaltes de unha e do tempo na oximetria de pulso em voluntários sadios . J. Pneumologia , Nov./Dec. 2003, vol.29, no.6, p.386-390. ISSN 0102-3586. Introdução: A oximetria de pulso é um método não invasivo de mensuração da saturação periférica da oxiemoglobina (SpO2). É freqüentemente utilizado em unidades de emergência, de terapia intensiva e em centro cirúrgico. A leitura da oximetria de pulso tem acurácia limitada na presença de metaemoglobina, carboxiemoglobina, anemia, vasoconstrição periférica, esmalte de unha, luz fluorescente e movimentação. Objetivo: Avaliar a interferência da coloração de esmalte de unha e do tempo sobre a SpO2 em indivíduos sadios. Método: Participaram do estudo 61 voluntárias sadias, com idades entre 18 e 32 anos. Foi avaliada SpO2 nas seguintes colorações de esmaltes: base (dedo mínimo), rosa claro (dedo anular), rosa claro com cintilante (dedo médio) e vermelha (polegar). O indicador não recebeu esmalte. Foi analisado o tempo para cada coloração de esmalte, a cada minuto até completar cinco minutos. Resultados: Quando comparadas as medidas da SpO2 com o controle, as colorações base (p = 0,56), rosa claro (p = 0,56) e rosa claro com cintilante (p = 0,37) não apresentaram diferença estatisticamente significante. A SpO2 apresentou variação significante na cor vermelha (p < 0,001), porém manteve-se dentro dos parâmetros de normalidade. Não houve variação significativa da SpO2 ao longo do tempo. Conclusão: Apesar da diferença encontrada com o uso de esmalte vermelho, todas as medidas da SpO2 obtidas encontraram-se dentro do intervalo de normalidade, para indivíduos normais. A análise de cada cor de esmalte de unha em relação ao tempo mostrou que não houve variação na leitura da SpO2 . Descritores – Esmalte de unha. Saturação de oxigênio. Oximetria de pulso.
  43. 49. YOSHIDA, Winston Bonetti, EL DIB, Regina Paolucci, YOSHIDA, Ricardo de Alvarenga et al . X imelagatran versus warfarin for prophylaxis of venous thromboembolism in major orthopedic surgery: systematic review of randomized controlled trials . Sao Paulo Med. J. , Nov. 2006, vol.124, no.6, p.355-361. ISSN 1516-3180.
  44. 50. Alardhi, M., Labib, A.W. (2007), Preventive maintenance scheduling for multi-cogeneration plants with production constraints. Journal of Quality in Maintenance Engineering Vol. 13 No. 3, 2007 pp. 276-292 . Purpose – This paper describes a method developed to schedule the preventive maintenance tasks in separate and linked cogeneration plants while satisfying the maintenance and production constraints. Design/methodology/approach – The proposed methodology is based on a mixed integer programming model which finds the maximum number of available power and desalting units in separate and linked cogeneration plants. To verify that the model can be implemented for a real system, a case study of scheduling the preventive maintenance tasks of a cogeneration plant in Kuwait is illustrated. Findings – An efficient solution can be achieved for scheduling the preventive maintenance tasks and production in cogeneration plants. Practical implications – The paper offers a practical model that can be used to schedule preventive maintenance for expensive equipment in cogeneration plans. Originality/value – The model presented is an effective decision tool that optimises the solution of the maintenance scheduling problem for cogeneration plants under maintenance and production constraints. Keywords : Preventive maintenance, Desalination, Kuwait Paper type : Research paper
  45. 53. <ul><li>A sabedoria chinesa afirma que num período de uma hora antes e outra após o equinócio os ovos ficam de pé como em nenhuma outra época do ano. Apesar da possibilidade desse evento acontecer em qualquer dia do ano, no período entre uma semana antes e uma semana após os equinócios, equilibrar ovos é extremamente mais fácil. </li></ul>A tradição chinesa
  46. 54. “ Revisão da literatura” <ul><li>Em 1945 uma edição da revista &quot;LIFE&quot; publicou que toda a população da cidade chinesa de Chunking estava aliviando as tensões da guerra tentando equilibrar ovos no primeiro dia da primavera </li></ul><ul><li>O cético jornalista Walter Rundle, da United Press, acabou escrevendo a reportagem após tentar por si mesmo e descobrir que era capaz de por em pé vários ovos </li></ul>
  47. 55. Nos Estados Unidos... <ul><li>Em 1893 Donna Henes, picareta nova-iorquina que se intitulava “artista e ritualista”, dedicou-se a propalar que no equinócio da primavera seria possível botar um ovo em pé. Reuniu mais de cem pessoas em um evento e conseguiu que ele fosse divulgado pela respeitável revista New Yorker. Como alguns participantes lograram seu intento, desde então originou-se nos EUA a crença que a coisa é possível e todo ano, no ponto vernal, milhares de pessoas dedicam-se a equilibrar ovos </li></ul>
  48. 56. Exercício
  49. 57. Instruções <ul><li>1.   Obtenha um OVO </li></ul><ul><li>2.  Verifique se não há nenhuma saliência na parte bojuda do OVO </li></ul><ul><li>3.  Escolha o local para realizar a experiência. Deve ser uma superfície lisa, plana, limpa, não sujeita a choques ou interferências externas </li></ul><ul><li>4.  Segure o ovo na parte mais fina e apóie a base na mesa </li></ul><ul><li>5.  A média de tempo para equilibrar-se um OVO, em pessoas com habilidade manual normal, é de dois minutos </li></ul>
  50. 58. Rafael – maio /2009
  51. 59. Conclusão <ul><li>Surgimento dos resumos </li></ul><ul><li>Estilo – NBR 6028 </li></ul><ul><li>Contra exemplos </li></ul><ul><li>Resumos estruturados </li></ul><ul><li>Ovo </li></ul><ul><li>http://www.slideshare.net/BIBLIOTECAEESC </li></ul>

×