FORMAÇÃO DOSESTADOS NACIONAIS
 Estados – Conjunto de instituições que detém o monopólio do usolegitimo da força dentro de um determinado território, se...
FATORES QUE CONTRIBUÍRAM  PARA A FORMAÇÃO DOS   ESTADOS NACIONAIS
 Impulso dado ao comércio, a partir da BaixaIdade Média;               Momento em que a burguesia se                     ...
 As lutas constantes entre senhores feudais e aspermanentes tentativas dos reis para consolidarem seupoder;
   Desenvolvimento das línguas nacionais, somado àexpansão da cultura;  Elemento fundamental            Novos costumes sã...
 A idéia de que os reis, catalisadores das aspiraçõesnacionais, eram figuras sagradas imbuídas de umaautoridade concedida...
   Organização de um corpo burocrático-administrativo,subordinado à autoridade real.           O Rei, a fim de acelerar a...
Questão 01 – (FUVEST – 1999) -               A peste, a fome e a guerraconstituíram os elementos mais visíveis e terríveis...
SOLUÇÃOd) O processo de reforma religiosa só é iniciado no século XVI.e) Ocorre a transição do trabalho servil para o trab...
VEJAMOS ALGUNS CASOS DEMANEIRA MAIS ESPECÍFICA:
ESPANHA O processo de formação do Estado Nacional naPenínsula Ibérica está diretamente ligado à Reconquista    Este proce...
   A unificação dos reinos de Navarra e Barcelona sob acoroa de Aragão, iniciada no século XI, permitiu o ataquesistemáti...
PORTUGAL Também sob o contexto da Reconquista Afonso VI, rei de Leão eCastela, convocou dois primos franceses para auxili...
 Medidas tomadas pela dinastia de Borgonha:       • Libertação dos servos;       • Cartas de franquia;       • Regulariza...
FRANÇA Centralização monárquica iniciou-se com a dinastia dos capetíngios(séculos X a XIV). Localização estratégica dos ...
   Guerra dos Cem Anos: Guerra travada contra aInglaterra desencadeada por disputas dinásticas. Com amorte de Carlos IV u...
INGLATERRA A criação de ovelhas desenvolveu economicamente esta região. Talatividade gerou a formação de uma classe de pr...
 Guerra das duas rosas: A derrota na Guerra dos Cem anoscoincidiu com o fim da dinastia reinante na Inglaterra e com oaum...
Questão 02 - (FUVEST) -        No processo de formação dos EstadosNacionais da França e da Inglaterra, podem ser identific...
a) A nobreza sai enfraquecida do processo de formação dos  Estados nacionais.b) Os senhores feudais e a igreja que se torn...
CONSIDERAÇÕES FINAIS Aliança   rei/burguesia; O poder do Papa como entidade universal foi abalado. A nobreza sai enfraq...
Questão 03 – (UERJ) - A partir do século XI, na EuropaOcidental os poderes monárquicos foram lentamente sereconstituindo, ...
SOLUÇÃO  O motor destas mudanças políticas foi o renascimentocomercial,   estimulado   pela   nova   classe   social,   ab...
www.AulasDeHistoriaApoio.com  - História -  A formação dos estados nacionais
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - A formação dos estados nacionais

9.518 visualizações

Publicada em

História - VideoAulas Sobre A formação dos estados nacionais – Faça o Download desse material em nosso site. Acesse www.AulasDeHistoriaApoio.com

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.518
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - A formação dos estados nacionais

  1. 1. FORMAÇÃO DOSESTADOS NACIONAIS
  2. 2.  Estados – Conjunto de instituições que detém o monopólio do usolegitimo da força dentro de um determinado território, segundo MaxWeber. Nação – Do latim natio, de natus (nascido), é a reunião de pessoas,geralmente do mesmo grupo étnico, falando o mesmo idioma e tendo osmesmos costumes, formando, assim, um povo, cujos elementoscomponentes trazem consigo as mesmas características étnicas e semantêm unidos pelos hábitos, tradições, religião, língua e consciêncianacional. (Wikipédia)
  3. 3. FATORES QUE CONTRIBUÍRAM PARA A FORMAÇÃO DOS ESTADOS NACIONAIS
  4. 4.  Impulso dado ao comércio, a partir da BaixaIdade Média; Momento em que a burguesia se desenvolve.
  5. 5.  As lutas constantes entre senhores feudais e aspermanentes tentativas dos reis para consolidarem seupoder;
  6. 6.  Desenvolvimento das línguas nacionais, somado àexpansão da cultura; Elemento fundamental Novos costumes sãopara construir uma nação. desenvolvidos devido à intensificação do comércio e à expansão da imprensa.
  7. 7.  A idéia de que os reis, catalisadores das aspiraçõesnacionais, eram figuras sagradas imbuídas de umaautoridade concedida por Deus; O rei se impôs como mediador entre a Igreja e seu reino, limitando o poder antes universal do Papa.
  8. 8.  Organização de um corpo burocrático-administrativo,subordinado à autoridade real. O Rei, a fim de acelerar a formação do Estado Nacional, passou a distribuir favores como cargos e pensões para estabelecer o controle sobre a nobreza.
  9. 9. Questão 01 – (FUVEST – 1999) - A peste, a fome e a guerraconstituíram os elementos mais visíveis e terríveis do que se conhececomo a crise do século XIV. Como conseqüência dessa crise, ocorridana Baixa Idade Média,a) O movimento de reforma do cristianismo foi interrompido por mais de umséculo, antes de reaparecer com Lutero e iniciar a modernidade;b) O campesinato, que estava em vias de conquistar a liberdade, voltounovamente a cair, por mais de um século, na servidão feudal;c) O processo de centralização e concentração do poder político intensificou-se até se tornar absoluto, no início da modernidade;d) O feudalismo entrou em colapso no campo, mas manteve sua dominaçãosobre a economia urbana até o fim do Antigo Regime;e) Entre as classes sociais, a nobreza foi a menos prejudicada pela crise,ao contrário do que ocorreu com a burguesia.
  10. 10. SOLUÇÃOd) O processo de reforma religiosa só é iniciado no século XVI.e) Ocorre a transição do trabalho servil para o trabalho assalariado.f) Correto. A crise intensificou o processo de centralização constatando a necessidade de um estado mais forte.g) A cidade apesar de ter sido mantida sob o controle feudal pode ser considerada um símbolo da libertação do controle feudal.h) A nobreza perde sua importância política e a burguesia sai fortalecida.
  11. 11. VEJAMOS ALGUNS CASOS DEMANEIRA MAIS ESPECÍFICA:
  12. 12. ESPANHA O processo de formação do Estado Nacional naPenínsula Ibérica está diretamente ligado à Reconquista Este processo tinha como objetivo recuperar osterritórios ocupados pelos muçulmanos, conhecidos comoMouros, pelos cristãos. Foi um longo processo iniciado noséculo X e concluído no século XV.
  13. 13.  A unificação dos reinos de Navarra e Barcelona sob acoroa de Aragão, iniciada no século XI, permitiu o ataquesistemático aos mouros. Medidas dos Reis católicos para equilibrar as diferençasentre o leste e o oeste espanhol - língua e costumes. Um metódico programa de reorganização administrativafoi implementado por Fernando de Aragão e Isabel deCastela que se casaram em 1469 para consolidar aunificação espanhola.
  14. 14. PORTUGAL Também sob o contexto da Reconquista Afonso VI, rei de Leão eCastela, convocou dois primos franceses para auxiliá-lo na expulsãodos mouros. Como recompensa estes cavalheiros, Raimundo eHenrique de Borgonha, receberiam a mão das filhas do rei e osterritórios da Galícia e do Condado de Portucale, respectivamente. O condado Portucalense, vassalo de Castela torna-se independenteem 1139, sob o comando de Afonso Henrique, filho de Henrique deBorgonha. Estava instaurada a primeira dinastia de Portugal, a dinastiade Borgonha.
  15. 15.  Medidas tomadas pela dinastia de Borgonha: • Libertação dos servos; • Cartas de franquia; • Regularização das feiras; • Cobrança de impostos diretos que financiavam o exército nacional. Revolução de Avis: Luta entre dois grupos distintos: • Dinastia de Borgonha, apoiada pela nobreza, defendia a união com Castela. • Burguesia mercantil, ligada a Dom João, mestre de Avis e irmão legítimo do Rei Dom Fernando I que era contrária à união dos dois reinos.  A luta foi financiada pelos burgueses ricos de Lisboa. Estes armaram as tropas de Dom João e em 1385 derrotaram os castelhanos e seus seguidores. Consolidando a aliança entre o Rei e a burguesia
  16. 16. FRANÇA Centralização monárquica iniciou-se com a dinastia dos capetíngios(séculos X a XIV). Localização estratégica dos domínios desta dinastia. Alianças vantajosas com a burguesia urbana. Com isso o rei garantiaempréstimos em dinheiro para agilizar serviços burocráticos e formarexércitos para enfrentar o particularismo feudal. Unificaram a moeda e os impostos e diminuíram o poder da justiçafeudal formando tribunais reais.
  17. 17.  Guerra dos Cem Anos: Guerra travada contra aInglaterra desencadeada por disputas dinásticas. Com amorte de Carlos IV um de seus possíveis sucessores eraEduardo III, Rei inglês. A França, no entanto, resiste a estapossível união. Vence a Guerra e consolida a formação deseu Estado Nação.
  18. 18. INGLATERRA A criação de ovelhas desenvolveu economicamente esta região. Talatividade gerou a formação de uma classe de proprietários rurais e umaburguesia comercial urbana. O governo de João sem-terra foi tumultuado por conflitos internos e externos,levando a Inglaterra a perder a maior parte de seus territórios na França. As perdas militares e territoriais indispuseram o clero e a nobreza contra orei. A burguesia urbana, sobrecarregada com impostos para cobrir os gastoscom a guerra contra os franceses também se mostra insatisfeita. Esta onda de descontentamento resultou na organização de um parlamentonacional, a quem o rei deveria consultar caso pretendesse aumentar osimpostos.
  19. 19.  Guerra das duas rosas: A derrota na Guerra dos Cem anoscoincidiu com o fim da dinastia reinante na Inglaterra e com oaumento de rivalidades entre os nobres (ramificações da família deEduardo III). A autoridade real não era capaz de manter essacamada unida. Dois anos depois eclodiu a Guerra das duas rosas,entre as duas famílias proprietárias de terras – os York e osLancaster. Após trinta anos de conflitos ascendeu ao trono os Tudor,ramos colateral dos York, responsáveis pela consolidação dacentralização política da Inglaterra. Rosa Rosa Rosa dos Tudor vermelha dos branca criada com o fim Lancaster dos York da guerra civil
  20. 20. Questão 02 - (FUVEST) - No processo de formação dos EstadosNacionais da França e da Inglaterra, podem ser identificados osseguintes aspectos:a) Fortalecimento do poder da nobreza e retardamento da formação doEstado Moderno.b) Ampliação da dependência do rei em relação aos senhores feudais eà Igreja.c) Desagregação do feudalismo e centralização política.d) Diminuição do poder real e crise do capitalismo comercial.e) Enfraquecimento da burguesia e equilíbrio entre Estado e Igreja.
  21. 21. a) A nobreza sai enfraquecida do processo de formação dos Estados nacionais.b) Os senhores feudais e a igreja que se tornam dependentes do Rei.c) Resposta certa.d) Aumento do poder real e fomento do capitalismo comercial.e) Fortalecimento da burguesia e desequilíbrio entre Estado e Igreja.
  22. 22. CONSIDERAÇÕES FINAIS Aliança rei/burguesia; O poder do Papa como entidade universal foi abalado. A nobreza sai enfraquecida politicamente do processo decentralização do poder. No século XV já é possível identificar o povo português,o povo espanhol, o povo inglês e o povo francês.
  23. 23. Questão 03 – (UERJ) - A partir do século XI, na EuropaOcidental os poderes monárquicos foram lentamente sereconstituindo, e em torno deles surgiram os diversosEstados nacionais. Explique as razões desse processo decentralização política.
  24. 24. SOLUÇÃO O motor destas mudanças políticas foi o renascimentocomercial, estimulado pela nova classe social, aburguesia. O renascimento provocou a decadência dofeudalismo e dos poderes locais e universais.

×