Matemática aplicada aula01

472 visualizações

Publicada em

Reunião de alguns materiais coletados aqui, no Slideshare, para a parte de introdução à Matemática.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
472
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Matemática aplicada aula01

  1. 1. Matemática aplicada Prof.: Augusto Junior
  2. 2. Conteúdo programático • Definição e Operações com conjuntos • Regra de três (Simples e Composta) • Unidade de Medida • Porcentagem • Figuras planas, áreas e volumes dos principais sólidos • Polinômios • Estudo das funções • Função Quadrática e outras funções • Progressões • Matrizes • Probabilidade
  3. 3. Definição e Operações com Conjuntos
  4. 4. A noção de Conjunto Um conjunto é uma coleção qualquer de objetos. Exemplos: •Conjunto dos estados da região Centro-Oeste: C = {Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal} •Conjunto dos números primos: B = {2, 3, 5, 7, 11, 13,…} •Conjunto dos quadriláteros: A = {quadriláteros}
  5. 5. Igualdade de conjuntos Dois conjuntos A e B são considerados iguais quando tem a mesma quantidade de elementos e esses elementos são os mesmos. Em termos de símbolos, temos: Sendo A = B , temos que se x A x B.∈ ∈⇒
  6. 6. Universo de Referência Quando falamos de um conjunto, é necessário especificar um universo de referência (conjunto universo - U). Mesmo quando um conjunto é definido pelos elementos que ele contém, esses elementos não podem ser arbitrários.
  7. 7. Operações sobre conjuntos
  8. 8. Operações sobre conjuntos Operações sobre conjuntos nos permitem construir novos conjuntos a partir de conjuntos dados, do mesmo modo que conectivos lógicos nos permitem construir novas fórmulas a partir de fórmulas mais simples. Dados conjuntos A e B, definimos novos conjuntos por: – União (∪) – Interseção (∩) – Diferença (−) – Complemento (“—”) obtendo A ∪B, A ∩ B, A -B eA .
  9. 9. Operações entre conjuntos União ( ): Sendo A e B dois conjuntos não vazios,definimos a união de A com B da seguinte maneira: Exemplo: Considere A = { 1, 2, 3, 5 } e B = { 0, 4, 5 }, então podemos dizer que: ∪ }BxouAx/x{BA ∈∈=∪ }5,4,3,2,1,0{BA =∪
  10. 10. União A ∪ B = { x | x ∈ A ou x ∈ B } A B U A∪B
  11. 11. Intersecção ( ): Dados dois conjuntos A e B não vazios, definimos a intersecção de A com B da seguinte forma: A intersecção é formada por elementos que pertencem simultaneamente aos dois conjuntos A e B. Exemplo: Considerando os conjuntos A e B tais que A = { -1, 0 , 2, 3, 4, 5 } e B = { 1, 2, 3, 4, 6 }, podemos dizer que: ∩ }BxeAx/x{BA ∈∈=∩ }4,3,2{BA =∩
  12. 12. Interseção A ∩ B = { x | x ∈ A e x ∈ B } A B U A ∩ B
  13. 13. Diferença ( - ): São aqueles elementos que são exclusivos de um determinado conjunto. Sendo A e B dois conjuntos não vazios, definimos a diferença entre A e B da seguinte forma: Exemplo: Considerando A = { 0,1, 2, 4, 6 } e B = { 1, 3, 4, 5, 7 }, temos que: A – B = { 0, 2, 6 } e B – A = { 3, 5, 7 } { / }A B x x A e x B− = ∈ ∉
  14. 14. Diferença entre conjuntos A−B = { x | x ∈ A e x ∉ B } A B U A−B
  15. 15. Propriedades das operações: I) II) III) IV) = V) = VI) = VII) = A A A A A A A A A A A A A A φ φ φ φ φ φ φ ∪ = ∩ = ∪ = ∩ − − − VIII) qdo IX) X) A A B B A A B A B B A A B B − = − = ∪ = ∪ ∩ = ∩ Onde A e B são considerados conjuntos quaisquer e não vazios.
  16. 16. Complemento Dado um conjunto A, subconjunto de um certo conjunto Universo U, chama-se complementar de A em relação a U o conjunto formado pelos elementos de U que não pertencem a A. { / }C A UA A C x x U e x A U A= = = ∈ ∉ = −
  17. 17. Complemento A U A { / }A x x U e x A U A= ∈ ∉ = −
  18. 18. Exercícios: 1) Sendo dados os conjuntos abaixo, determine o resultado de cada uma das operações a seguir. A = { -2, -1, 0, 1, 2, 3, 4 }, B = { 0,1, 3, 6, 7 } e C = { -1, 0, 3, 4 }. =∩− =∩ =− =∪∪ =∩∩ )CB(A)e CA)d BA)c CBA)b CBA)a
  19. 19. 2) Lembrando da definição das operações entre conjuntos, determine em cada um dos desenhos abaixo, qual é a região correspondente à operação indicada: )CB(A ∪− )CB(A −∩ A B C A B C
  20. 20. 3) Sendo A = { 2, 3, 4, 5, 6, 8 } e B = { x / x é natural e x < 10 }, determine então o conjunto resultante de cada operação abaixo: ) ) ) ) ) ( ) ) a A B b B A c A B d A B e A B A f A φ − = − = ∪ = ∩ = − ∩ = − =
  21. 21. É correto afirmar que: ( ) (Lei de DeMorgan) A B A A B A B A B A B A B • − = − ∩ • ∩ = ∪ • ∪ = ∩
  22. 22. Identidades via Venn Muitas vezes é mais simples entender essas identidades por meio de Diagramas de Venn- Euler. Por exemplo, a Lei de DeMorgan: pode ser visualizada do seguinte modo: BABA ∩=∪
  23. 23. DeMorgan Visual A: B:
  24. 24. DeMorgan Visual A: B: A∪B :
  25. 25. DeMorgan Visual A: B: A∪B : :BA∪
  26. 26. DeMorgan Visual A: B:
  27. 27. DeMorgan Visual A: B: A: B:
  28. 28. DeMorgan Visual A: B: A: B: :BA∩
  29. 29. DeMorgan Visual = =∩ BA =∪ BA
  30. 30. Conjuntos Numéricos I) Conjunto do conjuntos Naturais N = {0, 1, 2, 3, 4...} N* = {1, 2, 3, 4...} II) Conjunto dos números Inteiros Z = {... -3, -2, -1, 0, 1, 2, 3...} Z* = {... -3, -2, -1, 1, 2, 3...}
  31. 31. Conjuntos Numéricos III) Conjunto dos números Racionais ou seja números que podem ser escritos em forma de fração. IV) Conjunto dos números Irracionais Número irracional é um número que NÃO pode ser representado em forma de fração. { / ; *} p x x p e q q = = ∈ ∈¤ ¢ ¢
  32. 32. Conjuntos Numéricos V) Conjunto dos números Reais
  33. 33. Importante: / Pertence Não Pertence Tal que Está Contido Não Está Contido Contém Não Contém Para Todo ∈= ∉= = ⊂= ⊄= ⊃= ⊃= ∀ =
  34. 34. Numa pesquisa feita com 1000 famílias para se verificar a audiência dos programas de televisão, os seguintes resultados foram encontrados: -510 famílias assistem ao programa A; -305 assistem ao programa B; -386 assistem ao programa C; -180 assistem aos programas A e B; -60 assistem aos programas B e C; -25 assistem aos programas A e C; -10 assistem aos três programas. Exercícios
  35. 35. a. Quantas famílias assistem A ou B ou C? b. Quantas famílias não assistem nenhum desses programas? c. Quantas famílias assistem somente ao programa A? d. Quantas famílias assistem somente ao programa B? e. Quantas famílias não assistem nem ao programa A nem ao programa B?
  36. 36. Exercício Resolvido a. Quantas famílias assistem A ou B ou C? b. Quantas famílias não assistem nenhum desses programas? c. Quantas famílias assistem somente ao programa A? d. Quantas famílias assistem somente ao programa B? e. Quantas famílias não assistem nem ao programa A nem ao programa B? 10 15 50 170315 75 311 AA BB CC 311+54=365 A=510 B=305 C=386 A e B=180 B e C= 60 A e C= 25 A, B e C= 10 Total de famíliasTotal de famílias entrevistadas= 1000entrevistadas= 1000
  37. 37. Exercícios
  38. 38. Unidades de Medida Conversões L5 38
  39. 39. Grandeza • É tudo aquilo que podemos comparar com um padrão –Comprimento, massa, peso, tempo, temperatura... L5 39
  40. 40. Sistema de medidas • Os padrões utilizados para comparação de grandezas devem ser os mesmos, em qualquer situação. • Um metro deve ter o mesmo comprimento em qualquer lugar do mundo; • Um segundo deve ter a mesma duração; • Um quilograma deve ter a mesma massa... L5 40
  41. 41. Sistema de medidas Unidades básicas do (SI) L5 41 Grandeza Unidade Símbolo Comprimento Metro m Tempo Segundo s Massa Quilograma Kg Volume Litro l ou L Temperatura Kelvin K
  42. 42. L5 42 Sistema de medidas Unidades Suplementares do (SI) Grandeza Unidade Símbolo Ângulo Radiano rad Energia Joule J Carga elétrica Coulomb C Força Newton N Frequência Hertz Hz
  43. 43. L5 43 Sistema de medidas Unidades Derivadas do (SI) Grandeza Unidade Símbolo Velocidade metros por segundo m/s Aceleração metros por segundo ao quadrado m/s² Pressão Newton por metro quadrado N/m² Impulso Newton por segundo N/s
  44. 44. Prefixodasunidades L5 44
  45. 45. Sistema Inglês de Unidades L5 45 Grandeza Unidade Símbolo Equivalência Comprimento Polegada in 0,0254m = 2,54cm Comprimento Pé ft 12in = 0,3048m = 30,48cm Comprimento Jarda jd 3ft = 0,9144m = 91,44cm Comprimento Milha mi 1,609km = 1609m Volume Galão gal 3,79L Volume Barril - 158,99L
  46. 46. Curiosidades • A velocidade da luz, no vácuo, é de 300.000 km/s • O Ano-luz (lv) não é uma unidade do SI – Distância percorrida pela luz em um ano, no vácuo, e em linha reta. – Equivale a três milhões de quilômetros!!! (1 lv = 3.000.000 km) L5 46
  47. 47. Exercício de fixação L5 47
  48. 48. Razão, Proporção, Porcentagem e Grandezas diretamente e inversamente proporcionais L5 48
  49. 49. Razão É a divisão de dois números 5 1 20 4 = 1 2 2 1 10 5 = De cada 10 alunos, 2 gostam de Matemática Um dia de sol, para cada dois de chuva De cada 20 habitantes, 5 são analfabetos RazãoComparação 3 ou 3:5 5 4,5 ou 4,5:2 2 AntecedenteAntecedente ConsequenteConsequente
  50. 50. Exemplo - Razão A Maria e o João dividiram uma pizza entre si. A Maria ficou com 4 fatias da pizza e o João ficou com 5 fatias. Qual é a razão entre o número fatias da Maria e o número de fatias do João? Resposta: A razão é de 4:5 (lê-se 4 para 5).
  51. 51. Exercícios – Razão 1. A distância entre duas cidades num mapa de escala 1:2000 é de 8,5 cm. Qual a distância real entre essas duas cidades? 2. Pedrinho resolveu 20 problemas de Matemática e acertou 18. Cláudia resolveu 30 problemas e acertou 24. Quem apresentou o melhor desempenho? 3. Uma equipe de futebol obteve, durante o ano de 2010, 26 vitórias, 15 empates e 11 derrotas. Qual é a razão do número de vitórias para o número total de partidas disputadas?
  52. 52. Proporção É a igualdade entre duas razões d c b a = ou ( a : b = c : d ) lê-se : “a está para b, assim como c está para d ”
  53. 53. Proporção d c b a = MeiosExtremo s ( a : b = c : d ) Meios Extremo s Propriedade Fundamental: O produto dos meios é igual ao produto dos
  54. 54. Exemplo - Proporção Numa escola a proporção entre o número de professores e o número de auxiliares é de 16 para 2. Sabendo que o número total de funcionários é de 108, quantos professores e quantos auxiliares existem na escola?
  55. 55. Exercícios - Proporção 1) João e Pedro resolveram trabalhar juntos para resolverem um problema hidráulico em um prédio, serviço pelo qual receberão R$ 990,00. Como João trabalhou durante 6 horas e Pedro durante 5 horas, como eles deverão dividir com justiça os R$ 990,00 que serão pagos por essa tarefa? 2) Três sócios A, B e C resolvem abrir uma pizzaria. O primeiro investiu 30 mil reais, o segundo 40 mil reais e o terceiro 50 mil reais. Após 1 ano de funcionamento, a pizzaria deu um lucro de 24 mil reais. Se esse lucro for distribuído aos sócios de forma que a quantia recebida seja diretamente proporcional ao valor investido, determine quanto cada um recebeu.
  56. 56. Porcentagem Forma Percentual Forma Unitária
  57. 57. Exercícios – Calcule: 1) 10% de 29 + 4,2% de 17 2) 5,3% de 18,45 – 3,4% de 2,7 3) 0,4% de 125 + 16% de 234,25 4) 4% de 1.439,25 + 30% de 17.432 5) 45% de 208 – 15% de 23 + 80% de 12
  58. 58. Grandezas Diretamente Proporcionais Duas grandezas variáveis são diretamentediretamente proporcionaisproporcionais quando, aumentando ou diminuindo uma delas numa determinada razão, a outra aumenta ou diminui nessa mesma razão. x y ou x y↑ ↑ ↓ ↓
  59. 59. Exemplo Grandezas Diretamente Proporcionais Num supermercado comum: 1 pacote de biscoito = R$ 2,00 2 pacotes de biscoito = R$ 4,00 3 pacotes de biscoito = R$ 6,00 4 pacotes de biscoito = R$ 8,00 5 pacotes de biscoito = R$ 10,00 Quantidade e gasto são grandezas diretamenteQuantidade e gasto são grandezas diretamente proporcionaisproporcionais Quando aumento a quantidade, aumento o gastoQuando aumento a quantidade, aumento o gasto
  60. 60. Grandezas Inversamente Proporcionais Duas grandezas são inversamenteinversamente proporcionaisproporcionais quando, aumentando (ou diminuindo) uma delas numa determinada razão, a outra diminui (ou aumenta) na mesma razão. x y ou x y↑ ↓ ↓ ↑
  61. 61. Exemplo Grandezas Inversamente Proporcionais Um automóvel para percorrer 120 km, gasta: 1 hora rodando a 120 km/h 2 horas rodando a 60 km/h 3 horas rodando a 40 km/h 4 horas rodando a 30 km/h 6 horas rodando a 20 km/h Velocidade e tempo são grandezas inversamenteVelocidade e tempo são grandezas inversamente proporcionaisproporcionais Quando aumento a velocidade, diminuo o tempoQuando aumento a velocidade, diminuo o tempo
  62. 62. Regra de Três Simples e Composta
  63. 63. Regra de três simples • Processo prático para resolver problemas que envolvam 4 valores, de duas variáveis diferentes, onde conhecemos 3 desses valores. • Determinação do valor que falta, tendo como base os 3 já conhecidos. L5 63
  64. 64. Regra de três Passos utilizados no cálculo 1. Construir uma tabela, agrupando as grandezas da mesma espécie em colunas e mantendo na mesma linha as grandezas de espécies diferentes em correspondência; 2. Identificar se as grandezas são DIRETAMENTE ou INVERSAMENTE proporcionais; 3. Montar a proporção e resolver a equação. L5 64
  65. 65. Exemplo 1 • Com uma área de absorção de raios solares de 1,2m², uma lancha com motor movido a energia solar consegue produzir 400 watts por hora de energia. Aumentando-se essa área para 1,5m², qual será a energia produzida? L5 65
  66. 66. Exemplo 1: Resolução Identificação do tipo de relação L5 66
  67. 67. Exemplo 1: Resolução • Inicialmente colocamos uma seta para baixo na coluna que contém o x (2ª coluna). • Observe que: Aumentando a área de absorção, a energia solar aumenta. L5 67
  68. 68. • Como as palavras correspondem aumentando - aumenta Podemos afirmar que as grandezas são diretamente proporcionais. • Assim sendo, colocamos uma outra seta no mesmo sentido (para baixo) na 1ª coluna. • Montando a proporção e resolvendo a equação temos: L5 68 Exemplo 1: Resolução
  69. 69. L5 69 Exemplo 1: Resolução
  70. 70. Exemplo 2 • Um trem, deslocando-se a uma velocidade média de 400Km/h, faz um determinado percurso em 3 horas. Em quanto tempo faria esse mesmo percurso, se a velocidade utilizada fosse de 480km/h? L5 70
  71. 71. Exemplo 2: Resolução L5 71
  72. 72. Exemplo 2: Resolução • Aumentando a velocidade, o tempo do percurso diminui. • Como as palavras são contrárias aumentando – diminui Podemos afirmar que as grandezas são inversamente proporcionais. • Assim sendo, colocamos uma outra seta no sentido contrário (para cima) na 1ª coluna. • Montando a proporção e resolvendo a equação temos: L5 72
  73. 73. Exemplo 2: Resolução L5 73
  74. 74. Exercícios de Fixação 1. Bianca comprou 3 camisetas e pagou R$120,00. Quanto ela pagaria se comprasse 5 camisetas do mesmo tipo e preço? 2. Uma equipe de operários, trabalhando 8 horas por dia, realizou determinada obra em 20 dias. Se o número de horas de serviço for reduzido para 5 horas, em que prazo essa equipe fará o mesmo trabalho? L5 74
  75. 75. Regra de três composta • Utilizada em problemas que envolvem mais de 2 grandezas. – Sejam elas diretamente ou inversamente proporcionais. L5 75
  76. 76. Exemplo 1 Em 8 horas, 20 caminhões descarregam 160m³ de areia. Em 5 horas, quantos caminhões serão necessários para descarregar 125m³? L5 76
  77. 77. Exemplo 1: Resolução • Colocamos uma seta para baixo na coluna que tem o “x” L5 77
  78. 78. Exemplo 1: Resolução • Observe que: – Aumentando o número de horas de trabalho, podemos diminuir o número de caminhões. Portanto a relação é inversamente proporcional (seta para cima na 1ª coluna). – Aumentando o volume de areia, devemos aumentar o número de caminhões. Portanto a relação é diretamente proporcional (seta para baixo na 3ª coluna). • Devemos igualar a razão que contém o termo x com o produto das outras razões de acordo com o sentido das setas. L5 78
  79. 79. Exemplo 1: Resolução L5 79
  80. 80. Exemplo 2 Numa fábrica de brinquedos, 8 homens montam 20 carrinhos em 5 dias. Quantos carrinhos serão montados por 4 homens em 16 dias? L5 80
  81. 81. Exemplo 2: Resolução 1. Colocaremos a seta para baixo na coluna em que estiver a grandeza que queremos saber valor (“x”); 2. Observamos que: 1. Aumentando o número de homens, a produção de carrinhos aumenta. Portanto a relação é diretamente proporcional (não precisamos inverter a razão). 2. Aumentando o número de dias, a produção de carrinhos aumenta. Portanto a relação também é diretamente proporcional (não precisamos inverter a razão). 3. Igualamos a razão que contém o termo “x” com o produto das outras razões.L5 81
  82. 82. Exemplo 2: Resolução Temos que: L5 82 Homens Carrinhos Dias 8 20 5 4 x 16
  83. 83. Exercícios de Fixação 1. Dois pedreiros levam 9 dias para construir um muro com 2m de altura. Trabalhando 3 pedreiros e aumentando a altura para 4m, qual será o tempo necessário para completar esse muro? 2. Três torneiras enchem uma piscina em 10 horas. Quantas horas levarão 10 torneiras para encher 2 piscinas? 3. Uma equipe composta de 15 homens extrai, em 30 dias, 3,6 toneladas de carvão. Se for aumentada para 20 homens, em quantos dias conseguirão extrair 5,6 toneladas de carvão? L5 83
  84. 84. 1. Vinte operários, trabalhando 8 horas por dia, gastam 18 dias para construir um muro de 300m. Quanto tempo levará uma turma de 16 operários, trabalhando 9 horas por dia, para construir um muro de 225m? 2. Um caminhoneiro entrega uma carga em um mês, viajando 8 horas por dia, a uma velocidade média de 50 km/h. Quantas horas por dia ele deveria viajar para entregar essa carga em 20 dias, a uma velocidade média de 60 km/h? 3. Com uma certa quantidade de fio, uma fábrica produz 5400m de tecido com 90cm de largura em 50 minutos. Quantos metros de tecido, com 1 metro e 20 centímetros de largura, seriam produzidos em 25L5 84 Exercícios de Fixação
  85. 85. Respostas 1. 12 dias 2. 6 horas 3. 35 dias 4. 15 dias 5. 10 horas por dia 6. 2025 metros L5 85
  86. 86. Área e Volume de Sólidos • Sólidos são conjuntos de pontos cujas posições relativas são invariáveis, com os quais construímos símbolos das mesmas formas. • Todos os sólidos geométricos são tridimensionais, ou seja, têm comprimento, altura e largura. • Exemplos: – Cubo; – Pirâmide; – Paralelepípedo; – Esfera.L5 86
  87. 87. Classificação dos Sólidos • Poliedros: – Limitados por superfícies planas. • Paralelepípedo retângulo; • Octaedro; • Não-poliedros: – Limitados por superfícies curvas ou superfícies planas e curvas, simultaneamente. • Cone; • Esfera. L5 87
  88. 88. ÁREA  ÁREA DE FIGURAS PLANAS RETÂNGULO a b Área = a . b “A área do retângulo é dada pela multiplicação do comprimento a pela altura b.” Observe: a b No exemplo abaixo temos um retângulo com 5 unidades de comprimento por 3 unidades de altura. Vamos aplicar a fórmula. Área = 5 . 3 = 15 unidades²
  89. 89. ÁREA  ÁREA DE FIGURAS PLANAS QUADRADO a a Área = a . a “A área do quadrado é dada pela multiplicação de lado vezes lado.” No exemplo abaixo temos um quadrado com medida de 3 unidades por 3 unidades. Vamos aplicar a fórmula. Observe: Área = 3 . 3 = 9 unidades² a a
  90. 90. ÁREA  ÁREA DE FIGURAS PLANAS a h TRIÂNGULO “A área do triângulo é dada pela multiplicação da medida da base a pela medida da altura h, dividido por 2”. No exemplo a seguir, temos um triângulo com base de medida 8 unidades e altura de medida 4 unidades. Vamos aplicar a fórmula.Área = a . h 2
  91. 91. ÁREA  ÁREA DE FIGURAS PLANAS Área = 8 . 4 2 Observe: a Área = 32 2 =16 Área = 16 unidades² h Área = a . h 2
  92. 92. ÁREA  ÁREA DE FIGURAS PLANAS Você sabe por que dividimos por 2 após multiplicarmos a medida da base do triângulo pela medida da sua altura, para obtermos a medida de sua área? Se dividirmos um quadrilátero pela sua diagonal, obteremos 2 (dois) triângulos, por esta causa dividimos por dois, caso contrário estaríamos calculando a área de um quadrilátero. Observe: Compreendeu o por que da divisão por 2, no cálculo da área do Triângulo?
  93. 93. ÁREA  ÁREA DE FIGURAS PLANAS PARALELOGRAMO Área = a . h a b hbb “A área do paralelogramo é obtida através da multiplicação do comprimento a, pela altura h.” No exemplo a seguir, temos um paralelogramo com comprimento a = 5 unidades e altura h = 3 unidadess. Vamos aplicar a fórmula.
  94. 94. ÁREA  ÁREA DE FIGURAS PLANAS h Observe: b a Área = 5 . 3 Área = 15 Área = 15 unidades² Área = a . h
  95. 95. ÁREA  ÁREA DE FIGURAS PLANAS (B+b) .h 2 b B c d TRAPÉZIO Área = h “A área do trapézio é obtida adicionando a base B (maior), com a base b (menor), multiplicada pela altura h e dividido por 2 (dois). No exemplo a seguir, temos um trapézio com B = 7 unidades, b = 3 unidades e altura h = 3 unidades. Vamos aplicar a fórmula.
  96. 96. ÁREA  ÁREA DE FIGURAS PLANAS (B+b) .h 2 h b B (7+3 ). 3 2 Área = (10) . 3 2 Área = 30 2 =15Área = Observe: Área = 15 unidades² Área =
  97. 97. ÁREA  ÁREA DE FIGURAS PLANAS d D a a a a D . d 2 Área = LOSANGO “A área do losango é obtida multiplicando a diagonal D (maior), pela diagonal d (menor), dividido por 2 (dois). No exemplo a seguir temos um losango com medida D = 12 e medida d = 4. Vamos aplicar a fórmula.
  98. 98. ÁREA  ÁREA DE FIGURAS PLANAS d D 12. 4 2 Área = 48 2 =24Área = Área = 24 unidades² D . d 2 Área = Observe:
  99. 99. ÁREA  ÁREA DE FIGURAS PLANAS CÍRCULO r Área = π . r² “A área do círculo é obtida multiplicando o valor do π (Pi = 3,14), pela medida do raio. No exemplo a seguir, temos uma circunferência com raio de medida r = 4. Vamos aplicar a fórmula. Área = 3,14 . 4² Área = 3,14 . 16 Área =50,24u²
  100. 100. VOLUME  UNIDADES DE VOLUME a a a CUBO Volume = a . a . a Volume = a³ “A medida do volume de um cubo é obtida multiplicando suas arestas por si mesma 3 vezes.” No exemplo a seguir, temos um cubo de arestas medindo 4 unidades. Vamos aplicar a fórmula.4 4 4 Volume = 4 . 4 . 4 Volume = 64 unidades³
  101. 101. VOLUME  UNIDADES DE VOLUME a b c PARALELEPÍPEDO Volume = a . b . c “A medida do volume de um paralelepípedo é obtida multiplicando-se a medida do comprimento a, pela medida da largura b, pela altura c.” 5 2 3 No exemplo a seguir, temos um paralelepípedo de comprimento 5 unidades, largura 2 unidades e altura 3 unidades. Vamos aplicar a fórmula. Volume = 5 . 2 . 3 Volume = 15 unidades³
  102. 102. VOLUME  UNIDADES DE VOLUME ESFERA Volume = “A medida do volume de uma esfera é igual a quatro terços do produto de π ( Pi ) = 3,14, pelo cubo da medida do raio.”r 4 3 3,14 . 2³ No exemplo a seguir, temos uma esfera de raio r = 2 unidades. Vamos aplicar a fórmula. 2 Volume = 4 3 3,14 . 8 Volume = 100,48 3 Volume = 34,5 u³ Volume = 4 3 π . r³
  103. 103. VOLUME  UNIDADES DE VOLUME CILINDRO Volume = π . r² . h “A medida do volume é dado através da multiplicação da área da base no formato circular, pela medida da altura.” π ( Pi ) = 3,14. r Área da base = π . r² h 2 4 No exemplo a seguir, temos um cilindro de altura 4 unidades e raio da base 2 unidades. Vamos aplicar a fórmula. Volume = 3,14 . 2² . 4 Volume = 3,14 . 4 . 4 Volume = 50,24 u³

×