A unidade da Igreja

1.519 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.519
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
53
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A unidade da Igreja

  1. 1. Sl 133.1-3
  2. 2. A Unidade da Igreja  é preciso que haja união entre os irmãos, a mesma união que o Pai sempre teve com o Filho, porque para termos a vida eterna é preciso que conheçamos ao Senhor e a Cristo que por Ele foi enviado. (Jo 17.3)  pois quando não temos união com nosso irmão, como podemos dizer que a temos com Cristo. Por isso que o salmista diz que é muito bom quando os irmãos estão em união, isto é agradável aos olhos do Senhor. E a vida eterna é esta: que conheçam a ti só por único Deus verdadeiro e a Jesus Cristo, a quem enviaste. (Jo 17.3) ARC
  3. 3. A comunidade em Antioquia conseguiu enxergar nos discípulos a união que havia entre eles. (At 11.26)  A igreja precisa estar em unidade pois ela é o corpo de Cristo, o apóstolo Paulo faz uma analogia do corpo humano dizendo que tem muitos membros, de igual sorte é também o corpo de Cristo, pois Ele a cabeça desse corpo. (1 Co 12.12)  E este corpo muito embora sejam muitos, a unidade em Cristo nos faz ser um só corpo, mesmo sendo cada um tão diferente um do outro. (Rm 12.5) E sucedeu que todo um ano se reuniram naquela igreja e ensinaram muita gente. Em Antioquia, foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos. (At 11.26)ARC Porque, assim como o corpo é um e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também. (1 Co 12.12) ARC assim nós, que somos muitos, somos um só corpo em Cristo, mas individualmente somos membros uns dos outros. (Rm 12.5)ARC Dc. Antonio
  4. 4. A Igreja : Um só Fundamento  Nos dias hodiernos por qualquer motivo fútil o irmão fica com raiva do outro e aquela comunhão que antes era intensa já não existe mais.  E é preciso que amemos sempre, não apenas no início, mas sempre até a volta de Jesus, e Ele próprio nos mostra que está sempre disposto a continuar nos amando. (Jo 13.1)  Tem que haver uma interação, uma união, ninguém trabalha sozinho, sempre vai ter alguém que está disposto a lhe ajudar, a dar as mãos, ser seu amigo; estar em união faz uma igreja forte. Ora, antes da festa da Páscoa, sabendo Jesus que já era chegada a sua hora de passar deste mundo para o Pai, como havia amado os seus que estavam no mundo, amou-os até ao fim. (Jo 13.1) ARC Dc. Antonio
  5. 5.  Quando Barnabé enviado pela igreja que estava em Jerusalém chega em Antioquia que vê a graça de Deus naquele lugar, que por sinal aonde tem unidade, O Senhor opera, Barnabé entende que precisava de um companheiro naquela obra. (At 11.25)  A Igreja pra ser vencedora tem que estar em sintonia, falando uma só linguagem, sem desacordos, sem intrigas; precisa estar em unidade como a Santa Trindade. (Mc 1.9-11)  Temos que fazer de tudo para conservar essa união, que através da paz nos une pelo Santo Espírito de Deus. (Ef 4.3) Façam tudo para conservar, por meio da paz que une vocês, a união que o Espírito dá. (Ef 4.3) NTLH E partiu Barnabé para Tarso, a buscar Saulo; e, achando-o, o conduziu para Antioquia. (At 11.25) ARC Dc. Antonio
  6. 6. A Esperança da Salvação  Fomos gerados de novo na pessoa bendita de Cristo para vivermos em unidade, paz e harmonia com Deus e com os homens.  Para anunciar a Cristo, louvar e engrandecer o seu nome. (Hb 2.12)  Para ter alegria, sermos bons conselheiros, falar de paz, pois só fala quem a tem (Pv 12.20)  E para morar no Céu, através da fé em Cristo Senhor de nossas vidas. (1 Pe 1.4,5) Ele diz: "Proclamarei o teu nome a meus irmãos; na assembléia te louvarei". (Hb 2.12)NVI Engano há no coração dos que maquinam mal, mas alegria têm os que aconselham a paz. (Pv 12.20) ARC para uma herança incorruptível, incontaminável e que se não pode murchar, guardada nos céus para vós; que, mediante a fé, estais guardados na virtude de Deus, para a salvação já prestes para se revelar no último tempo. (1 Pe 1.4,5) ARC
  7. 7. A Falta de Unidade da Igreja  Infelizmente há irmãos que por falta de buscar mais a presença de Deus em sua vida, fazem tudo aquilo que é contrário a unidade da Igreja. (Os 6.3)  E ainda há aqueles que ao invés de darem as mãos, não perdem uma oportunidade em prejudicar a seu irmão. (Mt 26.14-16)  Fazem de tudo para atrasar a obra de Deus, e não se importam com o seu próprio crescimento espiritual, não gostam de culto de ensino, de escola dominical, e são aqueles que mais querem ser profetas. Conheçamos o Senhor; esforcemo-nos por conhecê- lo. Tão certo como nasce o sol, ele aparecerá; virá para nós como as chuvas de inverno, como as chuvas de primavera que regam a terra. (Os 6.3) NVI Dc. Antonio
  8. 8. Desânimo na obra de Deus  Tem crentes que por falta de visão espiritual, não conseguem enxergar pela fé o que Deus tem para lhes entregar.  Vão ao culto, até vem para o evangelismo, mas lhes faltam fé, acreditar mais naquilo que O Senhor pode fazer.  Se conseguirmos verdadeiramente agradar ao Senhor como disse Calebe, certamente nos dará a vitória. (Nm 14.8) ARC Se o Senhor se agradar de nós, ele nos fará entrar nessa terra, onde manam leite e mel, e a dará a nós. (Nm 14.8) ARC Dc. Antonio
  9. 9. Inveja atrapalha a comunhão  Há irmãos que por um sentimento de inveja nutrido pelo inimigo de nossas almas, não podem ver seu irmão receber uma benção.  Ficam aborrecidos ao ponto de não querer mais lhes dirigir a palavra e quando a fazem, é com um sentimento de inimizade. (Gn 37.4)  Há ainda aqueles que nem fazem a obra de Deus e querem atrapalhar os que estão fazendo. (Ne 6.2,3) Vendo, pois, seus irmãos que seu pai o amava mais do que a todos os seus irmãos, aborreceram-no e não podiam falar com ele pacificamente. (Gn 37.4) ARC Dc. Antonio
  10. 10. Conclusão  Que possamos sempre estar em comunhão com Deus e com nossos irmãos, fazendo a obra de Deus com um sentimento de Gratidão.  Que o desânimo, a inveja e falta de unidade não façam parte do nosso currículo espiritual, para podermos sempre alegrar ao Senhor. (Ne 8.10c)  Deus em Cristo Jesus continue nos abençoando. porque a alegria do SENHOR é a vossa força. (Ne 8.10c) ARC Dc. Antonio

×