NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO DA
LÍNGUA PORTUGUESA
Profª Paula Arquioli Adriani
Em maio de 2008, o governo publicou no Diário
Oficial a determinação do Ministério da Educação
de que os livros didáticos,...
No Brasil, o Acordo foi aprovado pelo Decreto Legislativo,
de 18 de abril de 1995.
É apenas ortográfico; portanto, restrin...
O documento oficial do Acordo não é claro
em vários aspectos, por isso, vários
estudiosos da Língua Portuguesa têm
elabora...
O QUE O ACORDO ABRANGE
ALFABETO
TREMA
ACENTUAÇÃO
HIFENIZAÇÃO
ALFABETO
Alfabeto
Entram oficialmente os já consagrados
WK Y
As letras k, w e y, que na verdade não tinham desaparecido
da...
UNIDADES DE MEDIDAS
Na escrita de símbolos de unidades de medida:
W (Watt)
kg (quilograma)
km (quilômetro)
Trema
Cai em quase tudo.
Só permanece em palavras derivadas de nomes
estrangeiros: Bündchen
o antes e o depois do acordo
agüentar aguentar
argüir arguir
bilíngüe bilíngue
cinqüenta cinquenta
delinqüente delinquente...
lingüiça linguiça
qüinqüênio quinquênio
sagüi sagui
seqüência sequência
seqüestro sequestro
tranqüilo tranquilo
o antes e ...
Acentuação
Ditongos abertos ei, oi e eu não são
acentuados, com exceção de quando estiverem
no final da palavra:
Ex. sem a...
Utiliza-se Hífen
1- quando a palavra é formada por um prefixo
terminado em vogal + segundo elemento iniciado pela
mesma vo...
1- em palavras formadas por prefixos
terminados em vogal + segundo elemento
iniciado por outra vogal:
Ex: autoescola, cont...
2- em palavras formadas por prefixos em vogal
+ segundo elemento iniciado por R ou S, sendo
que essas devem ser dobradas:
...
ACENTO CIRCUNFLEXO
O acento circunflexo deixará de ser utilizado nos
seguintes casos:
a) Em palavras com terminação ôo.
Ex...
Mais exemplos:
– abençoo (abençoar),
– coo (coar),
– coroo (coroar),
– doo (doar),
Atenção: Os verbos ter e vir e seus der...
b) Nas terminações êem, que ocorrem nas formas
conjugadas da terceira pessoa do plural dos verbos ler,
dar, ver, crer e se...
3 - ACENTO DIFERENCIAL
Não se usa mais o acento que diferenciava os pares
• Pára (v. parar) para (preposição)
• péla(s) (v...
Como era:
Ele pára o carro.
Ele foi ao pólo Sul.
Ele gosta de jogar pólo.
Esse gato tem pêlos brancos.
Comi uma pêra.
Como...
Permanece o acento diferencial em pôde/pode para o
verbo poder:
Pôde é a forma do passado;
Pode é a forma do presente;
Exe...
Permanece o acento diferencial em pôr/por.
Pôr é verbo.
Por é preposição.
Exemplo: Vou pôr o livro na estante que foi feit...
É facultativo o uso do acento circunflexo para
diferenciar as palavras forma/fôrma. Em alguns
casos, o uso do acento deixa...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

6 novo acordo ortográfico

182 visualizações

Publicada em

Publicada em: Direito
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
182
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

6 novo acordo ortográfico

  1. 1. NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA Profª Paula Arquioli Adriani
  2. 2. Em maio de 2008, o governo publicou no Diário Oficial a determinação do Ministério da Educação de que os livros didáticos, que seriam distribuídos para os alunos em 2010, deveriam estar com todas as mudanças ortográficas previstas no novo Acordo, embora o governo já tivesse iniciado as modificações no ano letivo de 2009. A previsão é que até 2012 todos os livros didáticos brasileiros estejam adaptados às novas regras. A partir de 2013, as novas regras ortográficas serão obrigatórias no Brasil. Cronologia das reformas ortográficas na língua portuguesa
  3. 3. No Brasil, o Acordo foi aprovado pelo Decreto Legislativo, de 18 de abril de 1995. É apenas ortográfico; portanto, restringe-se à língua escrita. Não afeta a língua falada, nem os nomes próprios já registrados (sejam de pessoas ou de firmas, lugares, etc.) Ele não elimina todas as diferenças ortográficas entre os países de língua portuguesa (como idioma oficial) É um passo em direção à pretendida unificação ortográfica desses países.
  4. 4. O documento oficial do Acordo não é claro em vários aspectos, por isso, vários estudiosos da Língua Portuguesa têm elaborado roteiros e guias para explicar mais objetivamente as regras e mudanças.
  5. 5. O QUE O ACORDO ABRANGE ALFABETO TREMA ACENTUAÇÃO HIFENIZAÇÃO
  6. 6. ALFABETO Alfabeto Entram oficialmente os já consagrados WK Y As letras k, w e y, que na verdade não tinham desaparecido da maioria dos dicionários da nossa língua, são usadas em várias situações.
  7. 7. UNIDADES DE MEDIDAS Na escrita de símbolos de unidades de medida: W (Watt) kg (quilograma) km (quilômetro)
  8. 8. Trema Cai em quase tudo. Só permanece em palavras derivadas de nomes estrangeiros: Bündchen
  9. 9. o antes e o depois do acordo agüentar aguentar argüir arguir bilíngüe bilíngue cinqüenta cinquenta delinqüente delinquente eloqüente eloquente ensangüentado ensanguentado eqüestre equestre freqüente frequente lingüeta lingueta
  10. 10. lingüiça linguiça qüinqüênio quinquênio sagüi sagui seqüência sequência seqüestro sequestro tranqüilo tranquilo o antes e o depois do acordo
  11. 11. Acentuação Ditongos abertos ei, oi e eu não são acentuados, com exceção de quando estiverem no final da palavra: Ex. sem acento: assembleia, ideia, geleia, joia, jiboia, heroico, plateia, estreia. Ex. com acento: chapéu, anéis, bordéis
  12. 12. Utiliza-se Hífen 1- quando a palavra é formada por um prefixo terminado em vogal + segundo elemento iniciado pela mesma vogal: Ex: micro-ondas, anti-inflamatório, arqui-iminigo. 2- quando o segundo elemento da palavra iniciar com a letra “h”: Ex.: anti-herói, super-homem, super-herói
  13. 13. 1- em palavras formadas por prefixos terminados em vogal + segundo elemento iniciado por outra vogal: Ex: autoescola, contraindicação, extraoficial, autoafirmação, autoajuda, semiautomático, semiaberto. Não utiliza-se Hífen
  14. 14. 2- em palavras formadas por prefixos em vogal + segundo elemento iniciado por R ou S, sendo que essas devem ser dobradas: Ex: antissocial, portarretrato, antirrugas, semirreal, ultrassonografia. Não utiliza-se Hífen
  15. 15. ACENTO CIRCUNFLEXO O acento circunflexo deixará de ser utilizado nos seguintes casos: a) Em palavras com terminação ôo. Exemplo: Enjôo -> enjoo Vôo -> voo Magôo -> magoo
  16. 16. Mais exemplos: – abençoo (abençoar), – coo (coar), – coroo (coroar), – doo (doar), Atenção: Os verbos ter e vir e seus derivados continuam sendo acentuados na terceira pessoa do plural. ACENTO CIRCUNFLEXO
  17. 17. b) Nas terminações êem, que ocorrem nas formas conjugadas da terceira pessoa do plural dos verbos ler, dar, ver, crer e seus derivados. Veja o exemplo abaixo: • Eles lêem. -> Eles leem. Mais exemplos: creem, deem, veem, descreem, releem, reveem. • Eles têm três filhos. -> Eles detêm o poder. ACENTO CIRCUNFLEXO
  18. 18. 3 - ACENTO DIFERENCIAL Não se usa mais o acento que diferenciava os pares • Pára (v. parar) para (preposição) • péla(s) (v. pelar) pela(s) (art + prep) • pêlo(s) (substantivo) pelo (v. pelar) • pólo(s) (substantivo) polo (por+lo) • Pêra (fruta) pera (preposição antiga)
  19. 19. Como era: Ele pára o carro. Ele foi ao pólo Sul. Ele gosta de jogar pólo. Esse gato tem pêlos brancos. Comi uma pêra. Como fica: Ele para o carro. Ele foi ao polo Sul. Ele gosta de jogar polo. Esse gato tem pelos brancos. Comi uma pera. 3 - ACENTO DIFERENCIAL
  20. 20. Permanece o acento diferencial em pôde/pode para o verbo poder: Pôde é a forma do passado; Pode é a forma do presente; Exemplo: Ontem, ele não pôde sair mais cedo, mas hoje ele pode. 3 - ACENTO DIFERENCIAL
  21. 21. Permanece o acento diferencial em pôr/por. Pôr é verbo. Por é preposição. Exemplo: Vou pôr o livro na estante que foi feita por mim. 3 - ACENTO DIFERENCIAL
  22. 22. É facultativo o uso do acento circunflexo para diferenciar as palavras forma/fôrma. Em alguns casos, o uso do acento deixa a frase mais clara. Qual é a forma da fôrma do bolo? 3 - ACENTO DIFERENCIAL

×