IZAQUIELAUMA@GMAIL.COM 
ANATOMIA 
Universidade Metodista de Angola 
Faculdade de Ciências da Saúde 
Licenciatura em Reabil...
SISTEMA NERVOSO CENTRAL 
•Espinal Medula; 
•Bulbo Raquidiano; 
•Protuberância Anular; 
•Cerebelo; 
•Meninges
ESPINAL MEDULA 
Corresponde a uma parte do SNC que se situa no centro do canal raquidiano. 
É de extrema importância para ...
Características 
•Tem uma forma cilíndrica achatada; 
•Estende-se desde o buraco occipital até ao nível da segunda vertebr...
Características 
Compõe-se dos segmentos cervical; torácicos, lombar e sagrado, de acordo com a área da coluna onde os ner...
Características 
Logo abaixo da dilatação lombar a medula espinal afunila formando várias regiões: 
•Cone medular: 
•Filam...
Características 
Possui um canal central ou canal do epêndimo, no seu interior que abre- se acimo do 4º ventrículo e perlo...
É constituída por dois tipos de substâncias nervosas que dividem a medula em duas metades simétricas. 
Substancia Cinzenta...
NERVOS RAQUIDIANOS 
31 Pares de Nervos Raquidianos 
•8 pares de nervos cervicais; 
•12 pares de nervos dorsais; 
•10 pares...
BULBO RAQUIDIANO
•Constitui o tronco cerebral, que faz conexão entre a medula e o encéfalo, ocupando a cavidade raquidiana e craniana; 
•Es...
Configurações 
É constituído por: 
•3 faces (anterior; posterior e laterais); 
•Base (ligada à protuberância anular); 
•Vé...
BULBO RAQUIDIANO 
Função 
Controla funções autónomas e retransmite sinais entre o cérebro e a medula espinal. O bulbo é re...
PROTUBERÂNCIA ANULAR 
Eminência de cor branca e forma quadrilátera, irregularmente cúbica, que ocupa a parte central do pl...
Constituição 
É constituída por 4 faces: 
•Face anterior; 
•Face inferior, corresponde ao bulbo; 
•Face superior – corresp...
CEREBELO 
Significa cérebro pequeno 
Ocupa a parte inferior e posterior da cavidade craniana, atras da protuberância e dos...
CEREBELO 
O cerebelo comunica com outras regiões do corpo através de 3 feixes nervosos, Pedúnculos Cerebelosos. 
•Pedúncul...
CEREBELO 
É responsável pela coordenação das actividades dos músculos esqueléticos, do tato, visão e audição, em nível inc...
CEREBELO
CEREBELO
MENINGES 
O sistema nervoso está envolto em membranas de tecido conjuntivo denominadas Meninges e são classificadas em 3.
MENINGES 
Classificação 
Dura-máter Raquidiana & Dura-máter Craniana 
Dura-máter
Dura-máter Raquidiana 
•É uma membrana fibrosa e a mais superficial das meninges; 
•Vais desde o buraco occipital até S2/S...
Dura-máter Craniana 
•Tem a forma de uma esfera oca que envolve a massa encefálica Dá origem a 4 pregas durais ou prolonga...
Aracnóideia 
Membrana serosa, intermediária entre a dura-máter e a pia-máter. 
Aracnóideia raquidiana e Aracnóideia crania...
Aracnóideia raquidiana 
•Compõe-se de dois folhetos parietal e visceral e entre eles a cavidade aracnóidea. 
•Folheto pari...
Aracnóidea craniana 
•Constituída por 2 folhetos e cavidade aracnóidea. 
Folheto parietal: Adere à superfície interna da ...
Pia-máter craniana e Pia-máter raquidiana 
Pia-máter 
•Membrana célulo-vascular, situada directamente sobre as superfícies...
Pia-máter raquidiana 
•Tem a forma de uma bainha cilíndrica envolvendo a espinal medula e o bulbo raquidiano. 
•É constitu...
Pia-máter craniana 
•Recobre os diversos segmentos da massa encefálica; 
•Constituída por duas superfícies interior e exte...
Liquido Céfalo-raquidiano 
Preenche os espaços subaracnoídeos, que se situam entre a pia- máter e o folheto visceral da ar...
SISTEMA NERVOSO 
Vídeo
RESUMO
PRÓXIMA AULA 
Sistema Nervoso Periférico
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Anatomia aula ii

725 visualizações

Publicada em

Publicada em: Ciências
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
725
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Anatomia aula ii

  1. 1. IZAQUIELAUMA@GMAIL.COM ANATOMIA Universidade Metodista de Angola Faculdade de Ciências da Saúde Licenciatura em Reabilitação Física e Psico-Social 1º Ano - 2º Semestre
  2. 2. SISTEMA NERVOSO CENTRAL •Espinal Medula; •Bulbo Raquidiano; •Protuberância Anular; •Cerebelo; •Meninges
  3. 3. ESPINAL MEDULA Corresponde a uma parte do SNC que se situa no centro do canal raquidiano. É de extrema importância para o funcionamento global do sistema nervoso e constitui o elo de comunicação entre o encéfalo e o SNP.
  4. 4. Características •Tem uma forma cilíndrica achatada; •Estende-se desde o buraco occipital até ao nível da segunda vertebra lombar; •Tem como limite superior o bulbo raquidiano, terminando a nível de L2, formando o cone terminal que se perlonga por um filamento até ao canal coccígeo – Filum terminal ESPINAL MEDULA
  5. 5. Características Compõe-se dos segmentos cervical; torácicos, lombar e sagrado, de acordo com a área da coluna onde os nervos entram e saem; •Lombar ou crural nas regiões torácica superior e lombar superior é o local onde entram ou saem os nervos para os membros inferiores; Constituído por duas dilatações: •Cervical: região cervical inferior corresponde ao locar onde os nervos que servem os membros superiores entram ou saem da medula; ESPINAL MEDULA
  6. 6. Características Logo abaixo da dilatação lombar a medula espinal afunila formando várias regiões: •Cone medular: •Filamento terminal; •Cauda equina; ESPINAL MEDULA
  7. 7. Características Possui um canal central ou canal do epêndimo, no seu interior que abre- se acimo do 4º ventrículo e perlonga-se até ao filum terminale. ESPINAL MEDULA
  8. 8. É constituída por dois tipos de substâncias nervosas que dividem a medula em duas metades simétricas. Substancia Cinzenta Central, disposta de forma crescente, concavidade voltada para fora e unida pela comissura cinzenta (dendritos, axónios e corpos). Substância Branca Encontra-se à volta da substância cinzenta e é constituído pelos cordões anteriores, posteriores e laterais (axónios mielinizados). ESPINAL MEDULA
  9. 9. NERVOS RAQUIDIANOS 31 Pares de Nervos Raquidianos •8 pares de nervos cervicais; •12 pares de nervos dorsais; •10 pares de nervos lombares; •6 pares de nervos sacrais Divididos em: •Sistema nervoso somático: Formado por neurónios sensoriais e motores (neurónios motores controlam os músculos esqueléticos); •Sistema nervosos autónomo: Formado por neurónios motores que controlam músculos cardíacos, lisos e glândulas
  10. 10. BULBO RAQUIDIANO
  11. 11. •Constitui o tronco cerebral, que faz conexão entre a medula e o encéfalo, ocupando a cavidade raquidiana e craniana; •Está continua à espinal medula e liga-se ao istmo do encéfalo/ mesencéfalo e ao cerebelo. •Tem a forma de um cone achatado; BULBO RAQUIDIANO
  12. 12. Configurações É constituído por: •3 faces (anterior; posterior e laterais); •Base (ligada à protuberância anular); •Vértice (continua-se com a medula espinal, ponto de junção chama- se de colo do bulbo raquidiano.) BULBO RAQUIDIANO
  13. 13. BULBO RAQUIDIANO Função Controla funções autónomas e retransmite sinais entre o cérebro e a medula espinal. O bulbo é responsável por controlar diversas funções autonómicas para o corpo: •Respiração (via grupo respiratório dorsal e grupo respiratório ventral); •Pressão sanguínea; •Frequência cardíaca; •Arco reflexo; •Vómito;
  14. 14. PROTUBERÂNCIA ANULAR Eminência de cor branca e forma quadrilátera, irregularmente cúbica, que ocupa a parte central do plano inferior do istmo do encéfalo. * Porção de massa cinzenta que une entre si o cérebro, o cerebelo e o bulbo raquidiano. Porção mais pequena do tronco cerebral.
  15. 15. Constituição É constituída por 4 faces: •Face anterior; •Face inferior, corresponde ao bulbo; •Face superior – corresponde aos pedúnculos cerebrais; •Faces laterais; •Face posterior, faz parte do pavimento do quarto ventrículo; PROTUBERÂNCIA ANULAR
  16. 16. CEREBELO Significa cérebro pequeno Ocupa a parte inferior e posterior da cavidade craniana, atras da protuberância e dos tubérculos por cima do bulbo craniano e por baixo do cérebro. Encontra-se superiormente separada os hemisférios pela Tenda Hemisféfrica.
  17. 17. CEREBELO O cerebelo comunica com outras regiões do corpo através de 3 feixes nervosos, Pedúnculos Cerebelosos. •Pedúnculo cerebeloso superior: Liga-se ao Mesencéfalo; •Pedúnculo cerebeloso médio: Liga-se à Protuberância anular; •Pedúnculo cerebeloso inferior: Liga-se ao Bulbo Raquidiano
  18. 18. CEREBELO É responsável pela coordenação das actividades dos músculos esqueléticos, do tato, visão e audição, em nível inconsciente, a partir de informações recebidas. Indivíduos com lesão no cerebelo exibem fraqueza e perda do tónus muscular, assim como movimentos descoordenados. Suas actividades estão relacionadas com o equilíbrio e postura corporal. O cerebelo trabalha em conexão com o córtex cerebral e o tronco encefálico.
  19. 19. CEREBELO
  20. 20. CEREBELO
  21. 21. MENINGES O sistema nervoso está envolto em membranas de tecido conjuntivo denominadas Meninges e são classificadas em 3.
  22. 22. MENINGES Classificação Dura-máter Raquidiana & Dura-máter Craniana Dura-máter
  23. 23. Dura-máter Raquidiana •É uma membrana fibrosa e a mais superficial das meninges; •Vais desde o buraco occipital até S2/S3; •Tem a forma de um cilindro oco, contido no canal vertebral e contendo a espinal medula e o bulbo raquidiano. •É constituída por duas superfícies (interior e exterior) e duas extremidade (superior e inferior). MENINGES Classificação
  24. 24. Dura-máter Craniana •Tem a forma de uma esfera oca que envolve a massa encefálica Dá origem a 4 pregas durais ou prolongamentos: •Foice do cérebro: localiza-se entre os hemisférios cerebrais, na fenda inter-hemisférica; •Tenda do cerebelo: fica entre o cerebelo e o cérebro e separa o cérebro os hemisférios cerebrais; •Foice do cerebelo: situa-se entre os dois hemisférios cerebelosos; •Tenda da hipófise: situa-se em cima da sela turca do esfenoide. MENINGES Classificação
  25. 25. Aracnóideia Membrana serosa, intermediária entre a dura-máter e a pia-máter. Aracnóideia raquidiana e Aracnóideia craniana MENINGES Classificação
  26. 26. Aracnóideia raquidiana •Compõe-se de dois folhetos parietal e visceral e entre eles a cavidade aracnóidea. •Folheto parietal: adere intimamente à dura-máter raquidiana; •Folheto visceral: envolve a espinal medula como uma manga; A Aracnóideia está separada da superfície exterior da espinal medula pelo espaço subaracnoídeo da medula. MENINGES Classificação
  27. 27. Aracnóidea craniana •Constituída por 2 folhetos e cavidade aracnóidea. Folheto parietal: Adere à superfície interna da dura-máter; Folheto visceral: Adere sobre as partes salientes da massa encefálica, passando em ponte entre estas saliências. Resulta que entre o folheto visceral da aracnóideia e as anfractuosidades do encéfalo existem cavidades que no seu conjunto formam os espaços subaracnoídeos do encéfalo. MENINGES Classificação
  28. 28. Pia-máter craniana e Pia-máter raquidiana Pia-máter •Membrana célulo-vascular, situada directamente sobre as superfícies dos centros nervosos. MENINGES Classificação
  29. 29. Pia-máter raquidiana •Tem a forma de uma bainha cilíndrica envolvendo a espinal medula e o bulbo raquidiano. •É constituído por duas superfícies (extremidade superior e inferior) MENINGES Classificação
  30. 30. Pia-máter craniana •Recobre os diversos segmentos da massa encefálica; •Constituída por duas superfícies interior e exterior; Classificação MENINGES
  31. 31. Liquido Céfalo-raquidiano Preenche os espaços subaracnoídeos, que se situam entre a pia- máter e o folheto visceral da aracnóideia, em conjunto com vasos sanguíneos. MENINGES Classificação
  32. 32. SISTEMA NERVOSO Vídeo
  33. 33. RESUMO
  34. 34. PRÓXIMA AULA Sistema Nervoso Periférico

×