MÚLTIPLOS E DIVISORES
Aluna: Ane da Silva Oliveira Chagas
PÓLO: RIO BONITO
“Um Objeto de Aprendizagem é um arquivo digital
(imagem, filme, etc.) que pretende ser utilizado para
fins pedagógicos e q...
A IDEIA DE MÚLTIPLO E DIVISOR É CONHECIDA DESDE A
ANTIGÜIDADE GREGA. NAQUELA ÉPOCA, OS SÁBIOS DAVAM
TANTA IMPORTÂNCIA AOS ...
CRITÉRIOS DE MÚLTIPLOS E
DIVISORES
• Divisibilidade
Critérios de divisibilidade:
• São critérios que nos permite verificar...
•Divisibilidade por 3 :Um número é divisível por 3 quando a soma dos valores absolutos dos
seus algarismos for divisível p...
•Divisibilidade por 6: Um número é divisível por 6 quando é divisível por 2 e por 3 ao mesmo
tempo.
Exemplos:
6456 é divi...
MÚLTIPLOS
• Se um número é divisível por outro, diferente de zero, então
dizemos que ele é múltiplo desse outro.
• Os múlt...
NÚMEROS PRIMOS
• Número primo: É quando um número só é divisível por dois números diferentes; 1 e
ele mesmo.
 Exemplos:
•...
Como saber se um número é primo
Devemos dividir o número dado pelos números primos menores que ele,
até obter um quociente...
Método Prático Escrevera Forma Fatorada de um Número Natural
Existe um dispositivo prático para fatorar um número. Acompan...
Determinação dos divisores de um número
Na prática determinamos todos os divisores de um número utilizando os seus fatores...
Máximo Divisor Comum (mdc)
O máximo divisor comum entre dois ou mais números naturaisnão nulos (números
diferentes de zero...
mmc (18, 25, 30) = 720
1º: Escrevemos os números
dados, separados por vírgulas, e
colocamos um traço vertical a
direita do...
Objeto Aprendizagem - JOGOS
Os jogos quando convenientemente planejados, são um recurso
pedagógico eficaz para a construçã...
O JOGO
•BORBOLETAS
•ANIMAÇÃO
O JOGO
Apanhar as borboletas que carregam os números
certos, no mais curto espaço de tempo. Cada jogo é
constituído por 3 ...
COMO JOGAR
Os Números
•O Objetivo do jogo é descobrir as regras
de divisibilidade, múltiplos e seus
padrões usando rapidez e a lógica...
CONCLUSÃO
Um objeto de aprendizagem é qualquer recurso que possa ser reutilizado para dar suporte
ao aprendizado. Sua prin...
LINK
http://nautilus.fis.uc.pt/mn/p_index.html
BIBLIOGRAFIA
http://www.klickeducacao.com.br/materia/20/display/0,5912,POR-20-88-945-,00.html
http://rived.mec.gov.br/
htt...
Múltiplos e divisores
Múltiplos e divisores
Múltiplos e divisores
Múltiplos e divisores
Múltiplos e divisores
Múltiplos e divisores
Múltiplos e divisores
Múltiplos e divisores
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Múltiplos e divisores

699 visualizações

Publicada em

Noções de divisibilidade e múltiplos para o ensino fundamental.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
699
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Múltiplos e divisores

  1. 1. MÚLTIPLOS E DIVISORES Aluna: Ane da Silva Oliveira Chagas PÓLO: RIO BONITO
  2. 2. “Um Objeto de Aprendizagem é um arquivo digital (imagem, filme, etc.) que pretende ser utilizado para fins pedagógicos e que possui, internamente ou através de associação, sugestões sobre o contexto apropriado para sua utilização”. (Sosteric & Hesemeier, 2001).
  3. 3. A IDEIA DE MÚLTIPLO E DIVISOR É CONHECIDA DESDE A ANTIGÜIDADE GREGA. NAQUELA ÉPOCA, OS SÁBIOS DAVAM TANTA IMPORTÂNCIA AOS NÚMEROS QUE LHES ATRIBUÍAM CARACTERÍSTICAS HUMANAS. PARA VOCÊS TEREM UMA IDEIA, ELES AGRUPAVAM OS NÚMEROS EM MASCULINOS ( OS ÍMPARES) E FEMININOS ( OS PARES). MÚLTIPLOS E DIVISORES
  4. 4. CRITÉRIOS DE MÚLTIPLOS E DIVISORES • Divisibilidade Critérios de divisibilidade: • São critérios que nos permite verificar se um número é divisível por outro sem precisarmos efetuar grandes divisões. • Um número natural é divisível por outro natural, excluindo-se o zero, se a divisão entre eles é exata, ou seja, se tem resto zero. • Divisibilidade por 2 Um número natural é divisível por 2 quando ele termina em 0, ou 2, ou 4, ou 6, ou 8, ou seja, quando ele é par.  Exemplos : • 8490é divisível por 2, pois termina em 0. • 895 não é divisível por 2, pois não é um número par
  5. 5. •Divisibilidade por 3 :Um número é divisível por 3 quando a soma dos valores absolutos dos seus algarismos for divisível por 3. Exemplo: 870 é divisível por 3, pois a soma de seus algarismos é igual a 8+7+0=15, como 15 é divisível por 3, então 870 é divisível por 3. •Divisibilidade por 4 :Um número é divisível por 4 quando termina em 00 ou quando o número formado pelos dois últimos algarismos da direita for divisível por 4. Exemplo: 9500 é divisível por 4, pois termina em 00. 6532 é divisível por 4, pois 32 é divisível por 4. 836 é divisível por 4, pois 36 é divisível por 4. 9870 não é divisível por 4, pois não termina em 00 e 70 não é divisível por 4. •Divisibilidade por 5 Um número natural é divisível por 5 quando ele termina em 0 ou 5. Exemplos: 425 é divisível por 5, pois termina em 5. 78960 é divisível por 5, pois termina em 0. 976 não é divisível por 5, pois não termina em 0 nem em 5.
  6. 6. •Divisibilidade por 6: Um número é divisível por 6 quando é divisível por 2 e por 3 ao mesmo tempo. Exemplos: 6456 é divisível por 6, porque é divisível por 2e por 3 ao mesmo tempo. 984 não é divisível por 6, é divisível por 2, mas não é divisível por 3. 357 não é divisível por 6, é divisível por 3, mas não é divisível por 2. •Divisibilidade por 8: Um número é divisível por 8 quando termina em 000, ou quando o número formado pelos três últimos algarismos da direita for divisível por 8. Exemplos: 2000 é divisível por 8, pois termina em 000. 98120 é divisível por 8, pois 120 é divisível por 8. 78341 não é divisível por 8, pois 341 não é divisível por 8. •Divisibilidade por 9: Um número é divisível por 9 quando a soma dos valores absolutos dos seus algarismos for divisível por 9. Exemplo: 6192 é divisível por 9, pois a soma de seus algarismos é igual a 6+1+9+2=18, e como 18 é divisível por 9, então 6192 é divisível por 9. Divisibilidade por 10 Um número natural é divisível por 10 quando ele termina em 0. Exemplos: 8970 é divisível por 10, pois termina em 0. 5987 não é divisível por 10, pois não termina em 0.
  7. 7. MÚLTIPLOS • Se um número é divisível por outro, diferente de zero, então dizemos que ele é múltiplo desse outro. • Os múltiplos de um número são calculados multiplicando-se esse número pelos números naturais. Exemplo: os múltiplos de 7 são: 7x0 , 7x1, 7x2 , 7x3 , 7x4 , ... = 0 , 7 , 14 , 21 , 28 , ... • ATENÇÃO: • Observações importantes 1) Um número tem infinitos múltiplos 2) Zero é múltiplo de qualquer número natural
  8. 8. NÚMEROS PRIMOS • Número primo: É quando um número só é divisível por dois números diferentes; 1 e ele mesmo.  Exemplos: • 2 tem apenas os divisores 1e 2, portanto 2 é primo. 23 tem apenas os divisores 1e 23, portanto 23 é primo. 10 tem os divisores 1, 2, 5e 10, portanto 10 não é primo. Atenção: • 1 não é um número primo, porque ele tem apenas um divisor ele mesmo. • 2 é o único número primo que é par. • Os números que têm mais de dois divisores são chamados números compostos.  Exemplo: 36 tem mais de dois divisores então 36 é um número composto.
  9. 9. Como saber se um número é primo Devemos dividir o número dado pelos números primos menores que ele, até obter um quociente menor ou igual ao divisor. Se nenhum das divisões for exata, o número é primo. Decomposição em fatores primos Todo número natural, maior que 1, pode ser escrito na forma de uma multiplicação em que todos os fatores são números primos. É o que nós chamamos de forma fatorada de um número. Decomposição do número 36: 36 =9 x 4 36 = 3 x 3 x 2 x 2 36 = 3 x3 x 2 x 2 = 22x32 No produto 2 x 2 x 3 x 3 todos os fatores são primos. Chamamos de fatoração de 36 a decomposição de 36 num produto de fatores primos.
  10. 10. Método Prático Escrevera Forma Fatorada de um Número Natural Existe um dispositivo prático para fatorar um número. Acompanhe, no exemplo, os passos para montar esse dispositivo: ºDividimos o número pelo seu menor divisor primo; 2ºA seguir,dividir o quociente obtido pelo seu menor divisor primo. 3ºProceder dessa forma, daí por diante, até obter o quociente 1.
  11. 11. Determinação dos divisores de um número Na prática determinamos todos os divisores de um número utilizando os seus fatores primos. Vamos determinar, por exemplo, os divisores de 72: 1ºFatoramos o número 72. 2ºTraçamos uma linha e escrevemos o 1 no alto, porque ele é divisor de qualquer número. 3º Multiplicamos sucessivamente cada fator primo pelos divisores já obtidos e escrevemos esses produtos ao lado de cada fator primo. 4º Os divisores já obtidos não precisam ser repetidos. Então o conjunto dos divisores de 72 = {1,2,3,4,6,8,9,12,18,36,72}
  12. 12. Máximo Divisor Comum (mdc) O máximo divisor comum entre dois ou mais números naturaisnão nulos (números diferentes de zero) é o maior número queé divisor ao mesmo tempo de todos eles. Não vamos aqui ensinar todos as formas de se calcular o mdc, vamos nos ater apenas a algumas delas. Regra das divisões sucessivas Esta regra é bem prática para o calculo do mdc, observe: Exemplo: Vamos calcular o mdc entre os números 160 e 24. 1º: Dividimos o número maior pelo menor. 2º: Como não deu resto zero, dividimos o divisor pelo resto da divisão anterior. 3º: Prosseguimos com as divisões sucessivas até obter resto zero. O mdc (64; 160) = 32
  13. 13. mmc (18, 25, 30) = 720 1º: Escrevemos os números dados, separados por vírgulas, e colocamos um traço vertical a direita dos números dados. 2º: Abaixo de cada número divisível pelo fator primo colocamos o resultado da divisão. O números não divisíveis pelo fator primo são repetidos. 3º: Continuamos a divisão até obtermos resto 1 para todos os números. Mínimo Múltiplo Comum - MMC
  14. 14. Objeto Aprendizagem - JOGOS Os jogos quando convenientemente planejados, são um recurso pedagógico eficaz para a construção do conhecimento matemático. Para que o jogo seja um material produtivo em sala, o professor deve ter alguns cuidados ao escolher os jogos a serem aplicados como: •não tomar o jogo algo obrigatório; •escolher jogos em que o fator sorte não interfira nas jogadas, permitindo que vença aquele que descobrir as melhores estratégias; •estabelecer regras; • estudar o jogo antes de aplicá-lo ou seja jogá-lo antes.
  15. 15. O JOGO •BORBOLETAS •ANIMAÇÃO
  16. 16. O JOGO Apanhar as borboletas que carregam os números certos, no mais curto espaço de tempo. Cada jogo é constituído por 3 fases (números primos, divisores, etc...). Sempre que se apanha uma borboleta errada será sujeito a uma penalização de 30 segundos.
  17. 17. COMO JOGAR
  18. 18. Os Números •O Objetivo do jogo é descobrir as regras de divisibilidade, múltiplos e seus padrões usando rapidez e a lógica através instrumentos educacionais , ou seja, saber se um número é múltiplo ou divisível por outro sem efetuar multiplicação. •Verificar os números primos. •Identificar números pares.
  19. 19. CONCLUSÃO Um objeto de aprendizagem é qualquer recurso que possa ser reutilizado para dar suporte ao aprendizado. Sua principal idéia é "quebrar" o conteúdo educacional disciplinar em pequenos trechos que podem ser reutilizados em vários ambientes de aprendizagem. Qualquer material eletrônico que provém informações para a construção de conhecimento pode ser considerado um objeto de aprendizagem, seja essa informação em forma de uma imagem, uma página HTM, uma animação ou simulação. RIVED - REDE INTERNACIONAL VIRTUAL DE EDUCAÇÃO
  20. 20. LINK http://nautilus.fis.uc.pt/mn/p_index.html
  21. 21. BIBLIOGRAFIA http://www.klickeducacao.com.br/materia/20/display/0,5912,POR-20-88-945-,00.html http://rived.mec.gov.br/ http://nautilus.fis.uc.pt/mn/p_index.html

×