UNIVERSIDADE DE FRANCA                        NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA                         PÓLO RIBEIRÃO PRETO –...
IntroduçãoO Modelo de Precificação de Ativos Financeiros (MPAF), conhecido mundialmentepela sigla em inglês CAPM (Capital ...
Analise da movimentação de um ativoPara que seja analisada a movimentação do retorno de um ativo, em resposta àmudança no ...
desenvolver uma distribuição probabilística baseada em dados históricos de retornosde outros investimentos do mesmo tipo. ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Portfólio de administração fincanceira e análise de investimento ii

1.084 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.084
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Portfólio de administração fincanceira e análise de investimento ii

  1. 1. UNIVERSIDADE DE FRANCA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA PÓLO RIBEIRÃO PRETO – BAUHAUSPORTIFÓLIO DE ADMINISTRAÇÃO FINCANCEIRA E ANÁLISE DEINVESTIMENTO IIObjetivo do PortfólioApresentação do Modelo de Precificação de Ativos (CAPM), estudo e análisesobre a utilização do método. Andréia Cruz Matricula 924144 EAD/Adm 6 Semestre
  2. 2. IntroduçãoO Modelo de Precificação de Ativos Financeiros (MPAF), conhecido mundialmentepela sigla em inglês CAPM (Capital Asset Pricing Model), tem por objetivo verificar apossibilidade de prever o preço de um ativo de capital para o período seguinte. Estemodelo combina um ativo livre de risco com um nível de retorno mínimo a uma carteiraformada por ativos com riscos, ou seja, o grau de risco de uma determinada ação acontribuição percentual e o grau de risco da carteira.Prática da aplicação do MétodoUtilizado em finanças para determinar a taxa de retorno teórica apropriada de umdeterminado ativo em relação a uma carteira de mercado diversificado,o modelo levaem consideração os riscos sistemico ou risco de mercado. Estes são caracterizadoscom sensibilidade do ativo ao risco:Risco Não-Diversificável, é relacionado aos fatores do mercado e que afetam todasas empresas, e não pode ser eliminado por meio da diversificação. Fatores tais como:guerras, inflação, incidentes internacionais e eventos políticos.Risco Diversificável é aplicado à parcela do risco de um ativo que está associada acausas eventuais e pode ser eliminada por meio de diversificação. É atribuído aeventos específicos da empresa, tais como: greves, processos e perdas de umimportante cliente.O CAPM, em sua aplicação, fornece um modelo para relacionar risco e retorno, ouseja, qual será o retorno “justo” ou exigido para determinado nível de risco.O aspecto mais importante do risco é como o risco global da empresa é visto pelosinvestidores do mercado. O risco global afeta significativamente as oportunidades deinvestimentos e o que é mais importante, a rentabilidade e lucratividade dosproprietários.
  3. 3. Analise da movimentação de um ativoPara que seja analisada a movimentação do retorno de um ativo, em resposta àmudança no retorno de mercado, é utilizado o coeficiente beta, “b”, que é obtido poruma reta característica. Desta forma é revelado o grau de influência das variaçõesglobais do mercado na evolução da cotação da carteira de ações.O coeficiente beta de um ativo pode ser encontrado examinando os retornos históricosdo ativo em questão, relativos aos retornos do mercado. Quanto maior o beta de uminvestimento, mais alto será o risco de investimento.Na construção de uma carteira, os investidores que selecionarem ações com betasmenores terão provavelmente retornos menores que aqueles que selecionarem açõescom betas maiores. Portanto, caso um investidor adicione uma ação cujo beta sejamaior do que 1,0 a uma carteira com β=1, logo o beta da carteira, econsequentemente, o seu grau de risco irão aumentar. Da mesma forma que,adicionada uma ação que o beta seja menor do que 1,0 a uma carteira com β=1, obeta da carteira e seu grau de risco irão diminuir. Assim, como o beta de uma açãomede a sua contribuição ao grau de risco de uma carteira, o beta é a medida correta,do ponto de vista teórico, do grau de risco da ação.Relação entre risco e rendibilidade no mercado de açõesA relação entre risco e rendibilidade é um dos assuntos mais importantes e complexosem nível das finanças empresariais. Há muitos aspectos envolvidos neste tipo deanálise que se mostram de difícil mensuração e avaliação, visto que, quanto maior foro risco a ele associado, maior será a rendibilidade exigida pelos potenciaisinvestidores.No sentido mais básico, risco pode ser definido como possibilidade de perda. Osinvestimentos de maiores possibilidade de perda são encarados como mais arriscadosdo que aqueles de menores possibilidades de perda. Mais informalmente, os termosrisco e incerteza são usados indiferentemente com referência à variabilidade deretornos esperados. O risco existe quando quem toma decisões pode estimar asprobabilidades relativas a vários resultados. As distribuições probabilísticas objetivasbaseiam-se normalmente em dados históricos. Por exemplo, se um indivíduo desejadeterminar as probabilidades relativas aos retornos de um dado investimento, poderá
  4. 4. desenvolver uma distribuição probabilística baseada em dados históricos de retornosde outros investimentos do mesmo tipo. A incerteza existe quando quem tomadecisões não tem nenhum dado histórico e precisa fazer estimativas aceitáveis, a fimde formular uma distribuição probabilística subjetiva.As probabilidades são usadas para se determinar mais precisamente o risco envolvidonum investimento. A probabilidade representa a chance porcentual de ocorrer certoresultado, e deste modo, ao se atribuir as probabilidades aos resultados de uminvestimento, é possível estimar o valor esperado de seu retorno. O valor esperado deum investimento é um retorno médio ponderado no qual os pesos usados são asprobabilidades dos vários resultados. Apesar de o valor esperado poder não serrecebido, ele é um indicador do retorno provável se o investimento for repetido muitasvezes.A precisão do CAPM não é diretamente relacionada aos fatos e depende de muitosfatores. Muitas pessoas no mercado de ações criticam fortemente este modelo comuma lista infinita de justificativas. Porém, não há nenhum método de previsão deretorno que seja mais aceito que este. Portanto, a utilização do CAPM, é uma praticafrequente, pois é melhor ter alguma estimativa do que não ter nada.Uma vez que seja calculado o retorno esperado de um ativo pelo CAPM, teremos quelembrar que este retorno está associado a um risco no mercado de renda variável.REFERENCIAS BIBIOGRAFICAS/PESQUISA:http://pt.wikipedia.org/wiki/Modelo_de_precifica%C3%A7%C3%A3o_de_ativos_financeiroshttp://www.revistasusp.sibi.usp.br/scielo.php?pid=S1809-22762005000200005&script=sci_arttexthttp://www.tradergrafico.com.br/newsletter/?Data=22/12/2008&Email=%5Bemail%5Dhttp://www.gerenciamentoeconomico.com.br/economia/capmbovespa/#ixzz2ApPe8nuqhttp://www.infopedia.pt/$capm-capital-asset-pricing-model

×