Sem 2 slides

1.110 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.110
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sem 2 slides

  1. 1. VALORES HUMANOS E SISTEMA SOCIAL
  2. 2. “RICORSI” REFLUXO “Nada se inove a não ser na linha da tradição”Tradição é a herança sociocultural acrescida dos valores econquistas do presente, que liberta, orienta e ilumina os passosda sociedade para o desenvolvimento. É o que garante a unidadehistórica, na diversidade de época, regime, interesses easpirações.
  3. 3. CONCEITOS DE TRADIÇÃO TRADIÇÃO TRADIÇÃO LUZ FREIONas fases críticas de mudança estrutural, a sociedadesente o esmaecer da tradição – luz e debate-se entre a tradição – freio e a inovação.
  4. 4. POLITICA, PODER E COMUNICAÇÃO TOTALITARISMO PRINCIPAIS CARACTERISTICAS DESTE SISTEMA POLÍTICO QUAL O PAPEL DO CIDADÃO COMUM JUNTO A ESTE TIPO DE SISTEMA POLÍTICO ÁREAS REGULAMENTADAS POR ESTE TIPO DE PODER OU GOVERNO EXEMPLOS DESTE TIPO DESISTEMA POLÍTICO
  5. 5. JOSEF STALIN
  6. 6. DEMOCRACIA PRINCIPAIS ASPECTOS O QUE PRECONIZAVA O SISTEMA DEMOCRÁTICO NO QUE DIVERGIA O SISTEMA DEMOCRATICO DO SISTEMA TOTALITÁRIO SEUS PRINCIPAIS IDEALIZADORES E DEFENSORES
  7. 7. CLÍSTENES
  8. 8. ALEXIS DE TOCQUEVILLE
  9. 9. A COMUNICAÇÃO A SUA ORIGEM OS PRINCIPAIS IDEALIZADORES E PRECURSSORES O EFEITO DE SEU PODER SOBRE A DECISÕES DO INDIVÍDUO SUA INFLUÊNCIA NO CAMPO DA POLÍTICA SUA INFLUÊNCIA NO MEIO SÓCIO-CULTURAL E ECONÔMICO
  10. 10. Direitos Humanos  A Declaração Universal dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas afirma: “Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade”.
  11. 11.  1° - Tudo começa no Cristianismo; 2° - Depois reformula-se na Idade Média; 3° - Pensamentos começam a imperar na Inglaterra e Estados Unidos; 4° - Depois chegou na França; 5° - Por ultimo a criação da ONU.
  12. 12. DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DO HOMEM (DUDH) Aprovada pela ONU em 10 de dezembro de 1948 a DeclaraçãoUniversal dos Direitos do Homem, fundamentam- se na preservaçãoda vida e sua integridade física, moral e social. Como visto em seupreâmbulo, trata-se de um reconhecimento da dignidade humana ede seus direitos iguais e inalienáveis. A Declaração se abre com asolene afirmativa de seu primeiro artigo, “todos os homens nascemlivres e iguais em dignidade e direitos. São dotados de razão econsciência e devem agir em relação uma às outras com espírito efraternidade” (artigo I). Assim e para esse fim A UniversalDeclaração dos Direitos Humanos pode ser considerada como amaior prova existente de consenso entre os seres humanos, pelomenos é o que defendia o filosofo e jurista italiano Norberto Bobbio(1992). A importância dessa Declaração se deu após a revelação dasatrocidades cometidas durante a Segunda Guerra Mundial.
  13. 13. A Declaração Universal dos Direitos Humanos é constituída de 30 Artigos, artigos esses que serviram como base para construção de nossa Constituição Federal, vejamos alguns desses: DIGNIDADE HUMANA I. Todos os homens nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotados de razão e consciência e devem agir em relação uns aos outros com espírito de fraternidade. NÃO DISCRIMINAÇÃOII. Todo homem tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades estabelecidas nesta Declaração, sem distinção de qualquer espécie, seja de raça, cor, sexo, língua, religião, opinião política ou de outra natureza, origem nacional ou social, riqueza, nascimento ou qualquer outra condição. Além disso, não se fará distinção alguma baseada na condição política, jurídica ouinternacional, do país ou do território cuja jurisdição dependa uma pessoa, quer se trate de país independente, como de território de administração fiduciária, não autônomo ou submetido a qualquer outra limitação de soberania.
  14. 14. VIDA LIBERDADE SEGURANÇA III. Todo homem tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal. ESCRAVIDÃOIV. Ninguém será mantido em escravidão ou servidão; a escravidão e o tráfico de escravos serão proibidos em todas as suas formas. TORTURA V. Ninguém será submetido a tortura nem a tratamento ou castigo cruel, desumano ou degradante. PESSOA HUMANA VI. Todo homem tem o direito de ser, em todos os lugares, reconhecido como pessoa humana, perante a lei.
  15. 15. IGUALDADE VII. Todos são iguais perante a lei e têm direito, sem qualquerdistinção, a igual proteção da lei. Todos têm direito a igual proteção contra qualquer discriminação que viole a presente Declaração e contra qualquer incitamento a tal discriminação. ACESSO À JUSTIÇA VIII. Todo homem tem direito a receber, dos tribunais nacionais competentes, remédio efetivo para os atos que violem os direitos fundamentais que lhe sejam reconhecidos pela constituição ou pela lei.
  16. 16. INOCÊNCIA XI. Todo homem acusado de um ato delituoso tem o direito de serpresumido inocente, até que sua culpabilidade tenha sido provada de acordo com a lei, em julgamento público, no qual lhe tenham sido asseguradas todas as garantias necessárias à sua defesa. Ninguémserá condenado por atos ou omissões que, no momento em que foramcometidos, não tenham sido delituosos segundo o direito nacional ouinternacional. Tampouco será imposta penalidade mais grave do que a aplicável no momento em que foi cometido o delito. DIREITO À INTIMIDADEXII. Ninguém será sujeito a interferências na sua vida privada, na sua família, no seu lar ou na sua correspondência, nem a ataques à sua honra e reputação. Todo homem tem direito à proteção da lei contra tais interferências ou ataques.
  17. 17. LIBERDADE DE IR E VIR XIII. Todo homem tem direito à liberdade de locomoção e residência dentrodas fronteiras de cada Estado. Todo homem tem direito a sair de qualquer país, inclusive do próprio, e a ele regressar. NACIONALIDADE XV. Todo homem tem direito a uma nacionalidade. Não se privará ninguém arbitrariamente da sua nacionalidade, nem do direito de mudar de nacionalidade. FAMÍLIAXVI. Os homens e as mulheres de maior idade, sem qualquer restrição de raça, nacionalidade ou religião, têm o direito de contrair matrimônio e fundar uma família. Gozam de iguais direitos em relação ao casamento, sua duração e dissolução. O casamento não será válido senão com o livre e pleno consentimento dos nubentes. A família é o núcleo natural e fundamental da sociedade e tem direito à proteção da sociedade e do Estado.
  18. 18. LIBERDADE DE CONSCIÊNCIA XVIII. Todo homem tem direito à liberdade de pensamento, consciência e religião. Este direito inclui a liberdade de mudar dereligião ou crença e a liberdade de manifestar essa religião ou crença pelo ensino, pela prática, pelo culto e pela observância, isolada ou coletivamente, em público ou em particular. LIVRE EXPRESSÃO XIX. Todo homem tem direito à liberdade de opinião e expressão.Este direito inclui a liberdade de, sem interferências, ter opiniões ede procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independente de fronteiras.

×