FACULDADE ANHANGUERA TABOÃO DA SERRAIDENTIFICAÇÃO DO ALUNO:Anderson MenaraRA: 64432933051º SemestreRelatório de Crítica da...
2INTRODUÇÃO1. Objetivos de estudo:Um dos objetivos de estudo, foi avaliar os filmes produzidos para Mostra de CinemaMudo A...
3DESENVOLVIMENTO3. Apresentação dos Filmes:MOSTRAS Imagine Amor e Loucura Os Caipiras Serenata Italiana Se Beber e Di...
4IMAGINEMAIS APRECIADOO que mais apreciei foi ás cenas cômicas, que continham também muito suspense nainteração do persona...
5AMOR E LOUCURAMAIS APRECIADOO que mais apreciei foi o figurino que ficou bem a caráter da época. O enredo também ébem típ...
6OS CAIPIRASMAIS APRECIADOO que mais apreciei foi a riqueza de expressões cômicas nesse filme foi muito bemexplorada. A es...
7A SERENATA ITALIANAMAIS APRECIADOO que mais apreciei foi á produção do figurino que atendeu a proposta do roteiro, por se...
8SE BEBER E DIRIGIR VAMOS VER NO QUE VAI DAR...MAIS APRECIADOO que mais apreciei foi o tema escolhido, que tratou de uma q...
9CONCLUSÃO4. Balanço sintético dos conhecimentos adquiridos:A utilização e articulação do Cinema Mudo na atividade acadêmi...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Relatorio filmes

805 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
805
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
363
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatorio filmes

  1. 1. FACULDADE ANHANGUERA TABOÃO DA SERRAIDENTIFICAÇÃO DO ALUNO:Anderson MenaraRA: 64432933051º SemestreRelatório de Crítica da Mostra de Cinema Mudo Realizado no Âmbito da Disciplina de:LINGUAGENS CORPORAISLOCAL:Auditório da FaculdadeDATA DO RELATÓRIO:04/06/2013TABOÃO DA SERRA - 2013
  2. 2. 2INTRODUÇÃO1. Objetivos de estudo:Um dos objetivos de estudo, foi avaliar os filmes produzidos para Mostra de CinemaMudo Anhanguera. Durante a exibição outro objetivo foi compreender como a linguagemdo cinema mudo pode ampliar nossa visão sobre as expressões corporais de maneiracomunicativa e expressiva, visando um maior desenvolvimento de nossa imagemcorporal. Foi também objetivo principal compreender as narrativas visuais (estória)utilizadas nos filmes associada à linguagem gestual-facial.2. Conteúdos programáticos abrangidos:LEITURALeitura sobre os temas abordados, produção, figurino e participação do grupo. Atuaçãoindividual e em grupo dos personagens representados.AVALIAÇÃOAvaliar de acordo, com critérios de conteúdo relacionados á disciplina linguagenscorporais e de critérios de produção técnica, gravação e edição.CRÍTICAA crítica aqui é colocada de forma objetiva, buscando através do cinema mudo uma maiorcompreensão de sua importância no meio artístico, sendo a mesma, uma linguagem visual,expressiva, comunicativa e artística.
  3. 3. 3DESENVOLVIMENTO3. Apresentação dos Filmes:MOSTRAS Imagine Amor e Loucura Os Caipiras Serenata Italiana Se Beber e Dirigir vamos ver no que vai dar...
  4. 4. 4IMAGINEMAIS APRECIADOO que mais apreciei foi ás cenas cômicas, que continham também muito suspense nainteração do personagem ninja e suas performances corporais. O trabalho com a narrativaabordou um tema lúdico onde a personagem principal, faz a leitura de notícias em ummeio de comunicação (Jornal) e transporta a situação das notícias sendo resolvidas atravésda sua imaginação.MENOS APRECIADOO menos apreciado foi a questão técnica de figurino que poderia ter sido mais rico.
  5. 5. 5AMOR E LOUCURAMAIS APRECIADOO que mais apreciei foi o figurino que ficou bem a caráter da época. O enredo também ébem típico e ficou coerente com a proposta do filme, por se tratar de uma estóriaromântica onde dois jovens Catharine e Charles vivem a possibilidade de um amorplatônico. A trama é bem elaborada com a participação de intrigas das outras personagensque tentam impedir essa relação.MENOS APRECIADOO menos apreciado foi que devido o demasiado conteúdo de textos, acabou se tornandoum pouco exaustivo para a apresentação.
  6. 6. 6OS CAIPIRASMAIS APRECIADOO que mais apreciei foi a riqueza de expressões cômicas nesse filme foi muito bemexplorada. A estória de uma família de caipiras que enfrentam as dificuldades e surpresasde viver na cidade grande. A narrativa muito bem trabalhada, os personagens bemexpressivos e engraçados. A passagem na escada rolante é sensacional, prende a atenção eé muito cômica. Ao mesmo tempo a simplicidade e a tecnologia são trabalhadas nalinguagem do mudo de maneira bem divertida.MENOS APRECIADOFoi excelente, o menos apreciado, não foi observado nessa mostra.
  7. 7. 7A SERENATA ITALIANAMAIS APRECIADOO que mais apreciei foi á produção do figurino que atendeu a proposta do roteiro, por setratar de uma estória de época. Os personagens são cômicos, as cenas foram engraçadas assituações criaram ao mesmo tempo, um clima romântico e humorístico. Com destaquepara a estátua que no início do filme parece cumprir uma função apenas representativa nofinal acaba sendo participativa no enredo, tornando ainda mais cômica as cenas.MENOS APRECIADOEmbora o cenário tenha sido bem montado, senti falta de um local mais rústico quepoderia enriquecer mais na interação.
  8. 8. 8SE BEBER E DIRIGIR VAMOS VER NO QUE VAI DAR...MAIS APRECIADOO que mais apreciei foi o tema escolhido, que tratou de uma questão social muito atual.MENOS APRECIADOOs acontecimentos giraram muito em torno de uma mesma cena, isso acabou gerando umesgotamento para a apresentação.
  9. 9. 9CONCLUSÃO4. Balanço sintético dos conhecimentos adquiridos:A utilização e articulação do Cinema Mudo na atividade acadêmica me fez refletir oquanto rico é a ação do corpo com uma linguagem artística e expressiva para a arte. Dotrabalho de organização dos grupos, emergiu a união entre eles, o que no cerne dainteração se tornou um valor muito importante para cada integrante. Isso promoveu umamaior interação em linguagem corporal e trabalhou também aspectos psicomotores,colaborando também para o desenvolvimento pessoal.”Num filme o que importa não é a realidade, mas o que dela possa extrair aimaginação”.Charles Chaplin (1889-1977).

×