Situações desafiadoras notratamento de feridas complexas     Especialista e generalista:        limites e interfaces      ...
Generalista ou Especialista?
O enfermeiro generalista   Formação graduação x mercado de trabalho   Projeto politico pedagógico:   Cuidado direto da ...
O enfermeiro especialista   1º Curso de Especialização em Enfermagem e    Obstetrícia UNIFESP H São Paulo 1943   Lei de ...
A Especialidade da enfermagemdermatológica no Brasil   O embrião da enfermagem em    dermatologia como especialidade no  ...
A enfermagem dermatológica 1º Curso de especialização em  Enfermagem Dermatologica UNIFESP Profa Mônica Antar Gamba
O enfermeiro especialista:o reconhecimento   RESOLUÇÃO Nº 389, DE 18 DE OUTUBRO DE 2011   Atualiza, no âmbito do Sistema...
Desafios para especialidade Especialidade “nova” Défict de especialistas Empreendedorismo Legislação Tecnologias Dif...
Obrigada!
Contatosrardavid@terra.com.br www.sobende.com.br
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Rose Ana Rios - 21/09/2012

430 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
430
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Rose Ana Rios - 21/09/2012

  1. 1. Situações desafiadoras notratamento de feridas complexas Especialista e generalista: limites e interfaces Rose Ana Rios David 21 de setembro 2012
  2. 2. Generalista ou Especialista?
  3. 3. O enfermeiro generalista Formação graduação x mercado de trabalho Projeto politico pedagógico: Cuidado direto da assistência ao doente Gerenciamento e supervisão de pessoas Modelo critico reflexivo Hospital – Ambulatório - Domicilio Serviço público e privado  David, 2012
  4. 4. O enfermeiro especialista 1º Curso de Especialização em Enfermagem e Obstetrícia UNIFESP H São Paulo 1943 Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional em 1961 aprovada pelo Conselho Federal de Educação em 1965  Rev. bras. enferm. vol.60 no.1 Brasília Jan./Feb. 2007 Década 1970 Teorias de enfermagem – Especialidades médicas Tecnologias Formação – residências de enfermagem 1973 UFBA
  5. 5. A Especialidade da enfermagemdermatológica no Brasil O embrião da enfermagem em dermatologia como especialidade no Brasil surge em 1994, com a criação do GEDE - Grupo de Interesse Clínico de Enfermagem em Dermatologia Mandelbaum,2011 SOBENDE - 1998
  6. 6. A enfermagem dermatológica 1º Curso de especialização em Enfermagem Dermatologica UNIFESP Profa Mônica Antar Gamba
  7. 7. O enfermeiro especialista:o reconhecimento RESOLUÇÃO Nº 389, DE 18 DE OUTUBRO DE 2011 Atualiza, no âmbito do Sistema Cofen / Conselhos Regionais de Enfermagem, os procedimentos para registro de título de pós-graduação lato e stricto sensu concedido a Enfermeiros e lista as Especialidades. O enfermeiro especialista em dermatologia , deverá estar habilitado a desenvolver atividades assistenciais relacionadas à promoção, prevenção e a recuperação da saúde da pele, atividades de ensino, pesquisa, gerenciamento de recursos, assessoria e consultoria técnica. Mandelbaum, 2011
  8. 8. Desafios para especialidade Especialidade “nova” Défict de especialistas Empreendedorismo Legislação Tecnologias Dificuldades de corporativismo - SOBENDE
  9. 9. Obrigada!
  10. 10. Contatosrardavid@terra.com.br www.sobende.com.br

×