Curso enfermagem dermato.pediat. - 20/09/2012

2.378 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.378
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Curso enfermagem dermato.pediat. - 20/09/2012

  1. 1. UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ DERMATOLOGIA – CEDARMARIA HELENA S. MANDELBAUM
  2. 2. PRINCIPAIS AGRAVOS DERMATOLÓGICOSNEONATOS E CRIANÇAS
  3. 3. PAPEL DA PELE PARA O RN• PELE : FUNÇÕES VITAIS PARA RN• PAPEL DE BARREIRA• CRONICIDADE E COMPROMETIMENTO DA QUALIDADE DE VIDA• DIFERENÇAS ENTRE PREMATUROS ENEONATOS A TERMO
  4. 4. 1-ECZEMAS - DERMATITES Dermatite atópica Dermatite seborréica2. AFECÇÕES BACTERIANAS Impetigo3. ZOOPARASITOSES ESCABIOSE PEDICULOSE4.Dermatoviroses - Verrugas - Molusco Contagioso
  5. 5. 1- “DERMATITE DE FRALDAS”Sinonímia = Dermatite Amoniacal - DAI• Etiologia = Contato da pele com urina e fezes retidas pelas fraldas e plásticos.• Complicações = Infecções secundárias por fungos (Candida sp ) e bactérias.• Fatores que se associam ou predispõe = dermatite seborréica e atópica
  6. 6. • Clínica – Leve/ Moderada/ Grave DERMATITE DE FRALDAS
  7. 7. • Tratamento- ORIENTAÇÕES: Higiene local Troca freqüente das fraldas Lavagem das fraldas- Cremes protetores – BARREIRA- Corticoterapia tópica (isolada ou associada)PREVENÇÃO: Leite materno exclusivo 6 m/Manter pele seca e livre dos fatores agravantes/Exposição solar.
  8. 8. 2- DERMATITE ATÓPICA Sinonímia= EczemaConstitucional Neurodermite Disseminada• Freqüente associação: Asma/ Rinite alérgica – 30% Urticária – 15%• 70% História familiar de Atopia• Surtos isolados, associados ou intercalando-se com crises de Asma ou Rinite.
  9. 9. “ DERMATITE ATÓPICA = complexas alterações de ordem imunológica e não imunológica que determinam que o indivíduo geneticamente predisposto reaja anormalmente a múltiplos estímulos endógenos e/ou ambientais”.
  10. 10. • Etiopatogenia Atópico= Indivíduo com limiar de reatividade anômalo. Mecanismos responsáveis por esta reatividade anômala não completamente conhecidos Participam na patogênese da D.A.:- Fatores Genéticos- Fatores Imunológicos (Humoral/Celular)- Fatores não Imunológicos
  11. 11. • Clínica 3 períodos evolutivos:- Infantil A partir do 3º mês Prurido Variável Complicação mais freqüente= Infecção secundária Evolução por surtos
  12. 12. - Pré-Puberal Continuação do Infantil ou surge após alguns anos do desaparecimento deste Local: dobras face/punhos/dorso de mãos e pés Clínica = Liquenificação Prurido variável Evolução por surtos
  13. 13. Cuidados Gerais1-Orientações- Acolhimento2-Banhos3-Hidratação (Prurido)4-Vestuário5-Corte das Unhas6-Ambiente7-Alimentos ????TRATAMENTO MÉDICO GRUPOS DE APOIO QV – “ SAGA DO ATÓPICO ”
  14. 14. 3- DERMATITE SEBORRÉICA“ Afecção crônica, freqüente, recorrente, não contagiosa, que ocorre em regiões cutâneas ricas em glândulas sebáceas e, eventualmente, em algumas áreas intertriginosas.”
  15. 15. • Causa Desconhecida• Predisposição familiar• Glândulas sebáceas – são estimuladas por andrógenos e estão ativas ao nascimento pelos andrógenos maternos, daí: Dermatite Seborréica do Lactente.
  16. 16. DERMATITE SEBORRÉICA DO LACTENTE• Neonato/ 1ºs meses de vida do lactente• “Crosta láctea” – couro cabeludo• Também: Face, tronco, dobras e áreas intertriginosas.• Se eritema rubro = infecção secundária.• Doença de Leiner – Deficiência de C5
  17. 17. 4- IMPETIGO• Agentes Causais:- Estafilococos plasma coagulase positivos- Estreptococos hemolíticos• Duas formas clínicas:- Bolhoso- Não Bolhoso
  18. 18. • Patogenia Impetigo estreptocócico – colonização prévia da pele e as lesões cutâneas ocorrem por solução de continuidade. Após – disseminação trato respiratório. Impetigo estafilocócico – colonização prévia da mucosa nasal. Após contaminação da pele (lesões)
  19. 19. - Mais comum em crianças- Fator predisponente= falta de higiene- Se sobre afecção prévia= impetiginização- Contagioso
  20. 20. • Diagnóstico- Clínica• Diagnóstico Diferencial- Micoses superficiais- Herpes simples- Halogenodermas
  21. 21. Tinea corporis
  22. 22. Iododerma
  23. 23. • Tratamento- Limpeza/Remoção das crostas – 2-3x/dia- Antibióticos tópicosSe formas disseminadas:- Antibioticoterapia sistêmica (Penicilinas/Macrolídeos)
  24. 24. 5- MILIÁRIA• “Miliária é a erupção causada pela obstrução dos ductos sudoríparos com ruptura e subsequente extravazamento de suor na pele.”• Três formas clínicas:- Miliária cristalina- Miliária rubra- Miliária profunda
  25. 25. MILIÁRIA CRISTALINA
  26. 26. MILIÁRIA RUBRA
  27. 27. MILIÁRIA RUBRA + Infecção Secundária
  28. 28. • Fatores predisponentes:- temperatura ambiental elevada + alto teor de umidade.- Exposições demoradas ao sol- Excesso de agasalhos no verão- Banhos prolongados- Surtos febris- Exercícios físicos- Uso de substâncias que obstruam poros glandulares- Dermatites inflamatórias/ Eczema Atópico
  29. 29. • Quadros mais intensos = Insolação-símile (astenia, taquicardia, dispnéia) CUIDADOS- Ambiente fresco e ventilados- Compressas com agentes secativos- Pasta d’água- Tratamento MÉDICO DERMATOLÓGICOCremes de Corticóide – se pruridoSe infecção secundária – antibióticos (VO)
  30. 30. 6- DERMATOVIROSES6.1- VERRUGAS• Proliferações epiteliais na pele e mucosas causadas por diversos tipos de HPV.• Crianças/ Adolescentes• Contágio Direto ou Indireto• É autoinoculável• Pode regredir espontaneamente ou ⇑ em número e tamanho.
  31. 31. • TIPOS CLÍNICOS Verruga Vulgar
  32. 32. 6.2- Molusco Contagioso• Agente Causal= Parapoxvírus• PELE / Mucosas(excepcional) Molusco• Distribuição universal ( + comum em crianças e atópicos)• Transmissão= Contato individual• Lesões maiores e mais abundantes em imunodeprimidos
  33. 33. Molusco Contgioso
  34. 34. MoluscoContagioso
  35. 35. • Diagnóstico – Clínico Se necessário – Exame Direto - Exames complementares• Tratamento Médico - Curetagem + Iodo (eletivo) * - Crioterapia - Colódio elástico – Ac. Salicílico + Ac. Láctico - Homeopatia – Thuya officinalis - Aguardar - Regressão expontânea
  36. 36. 7- Zooparasitoses7.1- ESCABIOSE• Agente Causal = Sarcoptes scabiei (var. hominis)• Transmissão= Contato pessoal• Sem preferência por idade, sexo ou raça
  37. 37. Pediculose – Ovos
  38. 38. ESCABIOSE
  39. 39. 7.2- PEDICULOSE• Agente Causal Pediculus humanus capitis PEDICULOSE
  40. 40. Pediculose - Parasita
  41. 41. OBRIGADA!MHSMANDELBAUM@GMAIL.COM

×