Concordância verbal e nominal certo

291 visualizações

Publicada em

concordancia verbal e nominal

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
291
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
48
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Concordância verbal e nominal certo

  1. 1. CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL
  2. 2. Concordância.  A concordância refere-se ao mecanismo pelo qual as palavras acomodam-se (concordam) umas às outras.
  3. 3. Concordância Verbal.  A regra geral é de que o verbo concorda com o sujeito em pessoa e número.  Ex: Eu gosto de sorvete. Eu: sujeito simples(1º pessoa do singular) gosto: verbo (1º pessoa do singular) Quando sujeito for composto, o verbo vai para o plural.  Ex: Adriana e Raquel são irmãs. Adriana e Raquel (=elas): sujeito composto (3º pessoa do plural) são: verbo (3º pessoa do plural).
  4. 4. Sujeito Simples  a) Constituído por substantivo coletivo= verbo no singular.  Ex: O cardume passou por nós no mar.  b) Constituído por um substantivo coletivo seguido de palavra que o especifica= verbo no singular (preferencial) ou no plural.  Ex: Um grupo de trabalhadores parou (pararam) o trânsito.  c) Constituído por uma expressão de quantidade aproximada= verbo no plural.  Ex: Cerca de quinhentas pessoas assistiram ao show.
  5. 5.  d) Constituído por uma expressão que indica uma parte de um todo= verbo no singular (preferencial) ou no plural(optativo).  Ex: Grande parte das alunas não foi (foram) á festa.  e) Constituído pelo pronome relativo que= verbo concorda com o termo antecedente do pronome.  Ex: Júlio que nos indicou este restaurante. Obs: Se o pronome relativo vier precedido das expressões um dos ou um dos + substantivo = verbo na 3º pessoa do plural. Ex: José é um dos que ganharam o prêmio. Ele é um dos alunos que entregaram a prova.
  6. 6.  f) Constituído pelo pronome relativo quem = verbo na 3º pessoa do singular (ou concorda com o pronome pessoal = sujeito da oração anterior).  Ex: Era ele quem queria desligar o rádio.  g) Constituído pelas expressões mais de um + substantivo = verbo no singular.  Ex: Mais de um animal foi ferido na caçada.  h) Constituído pelas expressões quais de, quantos de, alguns de, vários de etc. = verbo na 3º pessoa do plural ( ou concordando com o pronome).  Ex: Alguns de vocês estarão ocupados nas férias.
  7. 7.  i) Constituído por nomes de lugar ou títulos de obras nas formas plurais = verbo no singular.  Ex: Abrolhos é um paraíso ecológico.  Mas, se o nome vier acompanhado de artigo plural = verbo vai para o plural.  Ex: Os Estados Unidos são um país rico. Obs: Se a expressão estiver no singular, o verbo também fica no singular. Ex: Um de nós estará ocupado
  8. 8. Sujeito Composto  a) Quando vem após o verbo, geralmente este concorda com o termo mais próximo.  Ex: Amedrontou-nos a raiva e a impaciência do rapaz.  b) Se os núcleos do sujeito composto representam uma graduação = o verbo fica no singular.  Ex: A ternura, o amor, a paixão derrubou a tranquilidade.  c) Quando os núcleos do sujeito composto são sinônimos = verbo no singular.  Ex: O temor e o medo que sentia não era suficiente.
  9. 9.  d) Se os núcleos do sujeito composto estão resumidos num pronome indefinido(ninguém, nenhum, tudo, nada etc.) = verbo no singular.  Ex: Medo, apreensão, temor, nada o seguraria.  e) Quando os núcleos do sujeito estão ligados por ou, nem = verbo no plural ( quando a ação é atribuída a todos os núcleos).  Ex: Lágrimas ou sorrisos o emocionavam do mesmo modo.  Se a ação só pode ser atribuída a um dos núcleos = verbo no singular.  Ex: A minha felicidade ou infelicidade só depende de você.  f) Sujeito formado por um ou outro, ou nem um, nem outro = verbo no singular.  Ex: Nem um nem outro estará a salvo.
  10. 10.  g) Sujeito formado pela locução um e outro= verbo no singular ou plural ( optativo).  Ex: Um e outro paciente dificulta (dificultam) o tratamento.  h) Sujeito ligado pelos conectivos: assim... como, não só... mas também, tanto... como etc.= verbo no plural.  Ex: Tanto o marido como a esposa enfrentam problemas no trabalho.  i) Quando os núcleos do sujeitos são unidos por com= verbo no singular ou no plural(optativo).  Ex: O padre com seus discípulos enfrentou (enfrentaram) a opinião pública.
  11. 11.  j) Quando os núcleos do sujeito são representados por pronomes pessoais do caso reto= verbo no plural.  Eu e tu nós  Eu, tu e ele(s) nós  Eu e ele(s) nós  Ex: Eu, meu irmão e Felipe (=nós)iremos à festa.  Tu e ele vós  Ex: Tu e Elvira (vós) cantais a música nova.
  12. 12. Tipos especiais de concordância Verbo ser Concorda com o predicativo:  Quando o sujeito é um dos pronomes isto, isso, aquilo, tudo. Ex: Isto é incrível. Tudo eram dificuldades naquela cidade.  Quando o sujeito é formado de uma expressão de sentido coletivo. Ex: A maior parte dos alunos eram jovens.  Quando o sujeito for substantivo comum singular ( e o predicativo estiver no plural). Ex: A sua casa eram tijolos vazados e telhas.
  13. 13.  Quando o predicativo é pronome pessoal. Ex: O marido desta mulher és tu.  Em orações que indicam tempo e distância (impessoais). Ex: São seis horas de viagem Eram 9 de dezembro de 1957. Concorda com o sujeito Quando este é representado por nome de pessoa ou pronome pessoal. Ex: Juliana era irmã mais velha. Eles são amigos há anos.  Fica no singular quando o sujeito é representado por uma expressão numérica( ideia de conjunto).  Ex: Oito dias é pouco tempo para se viajar por tantos lugares.
  14. 14. Verbos Bater / Soar/ Dar  Concordam com o número de horas, quando são empregados para representar as horas do dia. Ex: Bateram três horas no relógio da torre.  Quando aparece um sujeito explícito, a concordância é feita normalmente. Ex: O relógio do quarto bateu cinco horas. Verbo Haver Concorda de modo regular:  Quando usado como auxiliar de um verbo pessoal. Ex: Eu hei de vencer esta batalha.
  15. 15.  Quando usado com sentido de “comportar-se” ou “ ajustar as contas” Ex: Elas se houveram de modo corretíssimo na discussão.  Os inimigos da minha cidade se haverão comigo. Faz concordância na terceira pessoa do singular:  Quando é impessoal (não possui sujeito) = existir. Ex: Há três cadeiras nesta sala.  Quando é empregado com sentido temporal. Ex: Há vários dias que ele viajou.  Quando empregado numa locução verbal. Ex: Deveria haver método mais eficientes de combater as drogas.
  16. 16. Verbo Existir.  Concorda sempre com seu sujeito(mesmo numa locução verbal). Ex: Existem muitas pessoas sem moradia. Deveriam existir mais moradias. Verbo Fazer Usado na terceira pessoa do singular(quando é impessoal).  Quando tem sentido temporal. Ex: Faz dias que não o vejo.  Quando se refere a fenômenos atmosféricos. Ex: Fez frio ontem.  Quando faz parte de uma locução verbal. Ex: Deve fazer tempos que ele sumiu.
  17. 17. Verbo Parecer.  Seguido de infinitivo, pode ter duas formas:  Parecer variável + infinitivo invariável Ex: Muitos jovens pareciam acreditar naquelas palavras.  Parecer invariável + infinitivo variável. Ex: Muitos jovens parecia acreditarem ...
  18. 18. Expressão “ Haja Vista”  Invariável (seguida ou não de preposição). Ex: Haja vista as esquisitices da menina. Haja vista aos acontecimentos mais estranhos.  Variável Ex: Hajam vista os conselhos de sua avó.

×