Redes SociaisRedes Sociais
RedesRedes
 De bancosDe bancos
 De supermercadosDe supermercados
 De lojasDe lojas
 De lanchonetesDe lanchonetes
 De ...
Definição de redeDefinição de rede
 Usada paraUsada para “designar ou qualificar“designar ou qualificar
sistemas, estrutu...
Definição de redeDefinição de rede
SISTEMAS VIVOS: 1996, Fritjof Capra, físicoSISTEMAS VIVOS: 1996, Fritjof Capra, físico
...
Onde quer que encontremosOnde quer que encontremos
sistemas vivos – organismos, partessistemas vivos – organismos, partes
...
REDESREDES
Conjunto de pontos interligadosConjunto de pontos interligados
Agrupamento de pontos (ou nós) que seAgrupamento...
 SISTEMASISTEMA  ESTRUTURAESTRUTURA  hierarquizaçãohierarquização
 REDEREDE  CONJUNTURACONJUNTURA  horizontalida...
REDES
SIGNIFICATIVAS
ASCENDENTES
ou
EMERGENTES
SLUSKY, ELKAIM, clínica...
REDES SIGNIFICATIVASREDES SIGNIFICATIVAS
 Há um centro que se define a partirHá um centro que se define a partir
de um po...
CARACTERÍSTICAS ESTRUTURAISCARACTERÍSTICAS ESTRUTURAIS
DAS REDESDAS REDES
 TAMANHOTAMANHO
 DENSIDADEDENSIDADE (conexão e...
Funções da RedeFunções da Rede
 COMPANHIA SOCIALCOMPANHIA SOCIAL
 APOIO SOCIALAPOIO SOCIAL
 APOIO EMOCIONALAPOIO EMOCIO...
ATRIBUTOS DO VÍNCULOATRIBUTOS DO VÍNCULO
 Função predominanteFunção predominante
 Multidimensionalidade ouMultidimension...
““REDES - UMA INTRODUÇÃO ÀS DINÂMICAS DAREDES - UMA INTRODUÇÃO ÀS DINÂMICAS DA
CONECTIVIDADE E DA AUTO-ORGANIZAÇÃO”CONECTI...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Redes sociais

32 visualizações

Publicada em

Panorama geral sobre conceito de redes sociais

Publicada em: Mídias sociais
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
32
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Redes sociais

  1. 1. Redes SociaisRedes Sociais
  2. 2. RedesRedes  De bancosDe bancos  De supermercadosDe supermercados  De lojasDe lojas  De lanchonetesDe lanchonetes  De computadoresDe computadores  Internet: orkut, ning, linkedIn, hi5...Internet: orkut, ning, linkedIn, hi5... • Das redes locais àsDas redes locais às wwwwww
  3. 3. Definição de redeDefinição de rede  Usada paraUsada para “designar ou qualificar“designar ou qualificar sistemas, estruturas ou desenhossistemas, estruturas ou desenhos organizacionais caracterizados por umaorganizacionais caracterizados por uma grande quantidade de elementos (...)grande quantidade de elementos (...) dispersos espacialmente e que mantêmdispersos espacialmente e que mantêm alguma ligação entre si”.alguma ligação entre si”.  Porém, redes podem ser locais. Isto é, aPorém, redes podem ser locais. Isto é, a questão espacial não é definidora,questão espacial não é definidora, necessariamente, de uma redenecessariamente, de uma rede
  4. 4. Definição de redeDefinição de rede SISTEMAS VIVOS: 1996, Fritjof Capra, físicoSISTEMAS VIVOS: 1996, Fritjof Capra, físico austríaco, autor de “A Teia da Vida”.austríaco, autor de “A Teia da Vida”. CIÊNCIAS SOCIAIS: Anos 2000, Manuel Castells,CIÊNCIAS SOCIAIS: Anos 2000, Manuel Castells, cientista social espanhol, autor de “A Sociedadecientista social espanhol, autor de “A Sociedade em Rede”, primeiro volume da trilogia “A Era daem Rede”, primeiro volume da trilogia “A Era da Informação: Economia, Sociedade e Cultura”.Informação: Economia, Sociedade e Cultura”.
  5. 5. Onde quer que encontremosOnde quer que encontremos sistemas vivos – organismos, partessistemas vivos – organismos, partes de organismos ou comunidades dede organismos ou comunidades de organismos – podemos observar queorganismos – podemos observar que seus comportamentos estãoseus comportamentos estão arranjados à maneira de rede.arranjados à maneira de rede. Sempre que olhamos para a vida,Sempre que olhamos para a vida, olhamos para redes... O padrão daolhamos para redes... O padrão da vida, poderíamos dizer, é um padrãovida, poderíamos dizer, é um padrão de rede capaz de auto-organização”.de rede capaz de auto-organização”. Fritjof Capra, “ A teia da vida”, p. 78
  6. 6. REDESREDES Conjunto de pontos interligadosConjunto de pontos interligados Agrupamento de pontos (ou nós) que seAgrupamento de pontos (ou nós) que se ligam a outros pontos por meio de linhasligam a outros pontos por meio de linhas MAS A PERGUNTA CENTRAL É:MAS A PERGUNTA CENTRAL É: QQuais as propriedades e as dinâmicasuais as propriedades e as dinâmicas produzidas por um sistemaproduzidas por um sistema desse tipo?desse tipo?
  7. 7.  SISTEMASISTEMA  ESTRUTURAESTRUTURA  hierarquizaçãohierarquização  REDEREDE  CONJUNTURACONJUNTURA  horizontalidadehorizontalidade pluriversosistema rede organismo
  8. 8. REDES SIGNIFICATIVAS ASCENDENTES ou EMERGENTES SLUSKY, ELKAIM, clínica...
  9. 9. REDES SIGNIFICATIVASREDES SIGNIFICATIVAS  Há um centro que se define a partirHá um centro que se define a partir de um ponto (alguém), com umde um ponto (alguém), com um determinado objetivo, geralmentedeterminado objetivo, geralmente para ajudá-lo.para ajudá-lo.  Tem caráter voluntário – ninguém éTem caráter voluntário – ninguém é forçadoforçado a fazer parte de uma rede.a fazer parte de uma rede.  Não é caracterizada pela quantidadeNão é caracterizada pela quantidade de pontos mas, sim, pelo número dede pontos mas, sim, pelo número de conexões entre os pontos.conexões entre os pontos.
  10. 10. CARACTERÍSTICAS ESTRUTURAISCARACTERÍSTICAS ESTRUTURAIS DAS REDESDAS REDES  TAMANHOTAMANHO  DENSIDADEDENSIDADE (conexão entre os membros)(conexão entre os membros)  COMPOSIÇÃO ou DISTRIBUIÇÃOCOMPOSIÇÃO ou DISTRIBUIÇÃO (proporção em cada quadrante)(proporção em cada quadrante)  DISPERSÃODISPERSÃO (distância entre os membros)(distância entre os membros)  HOMOGENEIDADE/HETEROGENEIDADEHOMOGENEIDADE/HETEROGENEIDADE  TIPOS DE FUNÇÕESTIPOS DE FUNÇÕES
  11. 11. Funções da RedeFunções da Rede  COMPANHIA SOCIALCOMPANHIA SOCIAL  APOIO SOCIALAPOIO SOCIAL  APOIO EMOCIONALAPOIO EMOCIONAL  GUIA COGNITIVO E DE CONSELHOSGUIA COGNITIVO E DE CONSELHOS  REGULAÇÃO SOCIALREGULAÇÃO SOCIAL  AJUDA MATERIAL E DE SERVIÇOSAJUDA MATERIAL E DE SERVIÇOS  ACESSO A NOVOS CONTATOSACESSO A NOVOS CONTATOS
  12. 12. ATRIBUTOS DO VÍNCULOATRIBUTOS DO VÍNCULO  Função predominanteFunção predominante  Multidimensionalidade ouMultidimensionalidade ou versatilidadeversatilidade  ReciprocidadeReciprocidade  Intensidade (compromisso daIntensidade (compromisso da relação)relação)  Freqüência dos contatosFreqüência dos contatos  HistóriaHistória
  13. 13. ““REDES - UMA INTRODUÇÃO ÀS DINÂMICAS DAREDES - UMA INTRODUÇÃO ÀS DINÂMICAS DA CONECTIVIDADE E DA AUTO-ORGANIZAÇÃO”CONECTIVIDADE E DA AUTO-ORGANIZAÇÃO” www.wwf.org.brLarissa Costa (WWF-Brasil),www.wwf.org.brLarissa Costa (WWF-Brasil), Viviane Junqueira (WWF-Brasil),Viviane Junqueira (WWF-Brasil), Cássio Martinho e Jorge Fecuri (WWF-Brasil)Cássio Martinho e Jorge Fecuri (WWF-Brasil) 20032003 Apresentação de Ana Patrícia Vargas Borges

×