0
D.S.T. Enfª Ana Eugênia L. Hollanders
<ul><li>Doenças transmitidas por meio da relação sexual ► DST, ou ainda :  doenças venéreas  </li></ul><ul><li>Em geral, a...
D.S.T. <ul><li>São doenças  graves  que podem causar: </li></ul><ul><li>disfunções sexuais,  </li></ul><ul><li>esterilidad...
Sempre escolhemos nossos parceiros
Seja ele qual for
Desconfie
 
D.S.T. CANCRO MOLE CANDIDÍASE CONDILOMA GONORRÉIA GRANULOMA TRICOMONÍASE HERPES  SÍFILIS HEPATITE AIDS
Quais os principais sinais? <ul><li>Feridas (úlceras):  aparecem nos órgão genitais ou em qualquer parte do corpo. Podem d...
Ardência ou coceira: mais sentidas ao urinar ou nas relações sexuais. Há pessoas que sentem as duas coisas, outras somente...
CANCRO MOLE Transmissão: sexo vaginal, anal ou oral
Vista superior de úlcera no pênis. As lesões apresentam fundo de aspecto "sujo", a parte central purulenta, amar...
CANDIDÍASE Queda de imunidade, higiene pessoal ou distúrbios no organismos, levam ao aparecimento da doença, três a quatro...
Eritema e placas grumosas brancas na glande e no prepúcio, em parceiro de uma paciente com candidíase vulvovaginal. Fatore...
CONDILOMA Agente: Papiloma Vírus Humano (HPV)  Transmissão: via sexual.  Manifestação clássica: Pele dolorosa, pequenas ve...
 
GONORRÉIA Transmissão: sexo vaginal, anal ou oral.         Sintomas: diferem na mulher  e  no homem, que apresenta  quadro...
Abôrto espontâneo, natimorto, parto prematuro, baixo peso, Endometrite pós-parto.  Doença Inflamatória Pélvica.  Infertili...
Secreção purulenta na vulva Gonorréia complicada: edema no testículo, bolsa escrotal com volume aumentado .
GRANULOMA   Os casos não tratados, podem evoluir causando sérias complicações como ulceração estreitamento da uretra, vagi...
 
TRICOMONÍASE Transmissão: relações sexuais  Nas mulheres, os sintomas são: coceira intensa na vagina, corrimento amarelado...
HERPES Transmissão: contato sexual. Manifestação: Relacionada à queda das defesas imunológicas do organismo.  Infecção rec...
 
SÍFILIS Doença de caráter sistêmico É adquirida através do sexo vaginal, anal ou oral com pessoa contaminada, além de tran...
Primária feridas indolores com bordas altas, nítidas e endurecidas, denominadas cancro duro região genital, que também pod...
Secundária   Sintomas de febre, inflamação da garganta - faringite, gânglios em várias regiões do corpo, perda de cabelo, ...
  Aparecimento de doenças cardiovasculares, cerebrais e da medula espinhal, olhos, conduzindo a pessoa infectada a paralis...
Pediculose do Púbis <ul><li>Infestação da região pubiana causadas por um inseto do grupo dos piolhos e cuja única manifest...
Como tratar? <ul><li>Faça apenas o tratamento indicado por um profissional de saúde, não aceite indicações de vizinhos, pa...
Hepatite B <ul><li>Os sintomas, quando presentes, são : falta de apetite, febre, náuseas, vômitos, astenia, diarréia, dore...
Transmissão <ul><li>Relações sexuais.  </li></ul><ul><li>Materiais ou instrumentos contaminados: Seringas, agulhas, perfur...
AIDS   <ul><li>  É uma sindrome :  variedade de sintomas e manifestações </li></ul><ul><li>causadas pela infecção crônica ...
-         
TRATAMENTO <ul><li>As doenças oportunístas são, em sua maioria tratáveis, mas há necessidade de uso contínuo de medicações...
Sintomas  <ul><li>Queda na resistência física da pessoa, como infecções virais e bacterianas como candidíase, pneumonias, ...
Ficou assustado, com medo ???
Proteção ?
 
Agradeço a atenção...
Próximos SlideShare
Carregando em...5
×

DST

7,619

Published on

Palestra de DST para trabalhadores da construção civil.

Published in: Saúde e Medicina
0 Comentários
4 pessoas curtiram isso
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7,619
No Slideshare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
439
Comentários
0
Curtidas
4
Incorporar 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "DST"

  1. 1. D.S.T. Enfª Ana Eugênia L. Hollanders
  2. 2. <ul><li>Doenças transmitidas por meio da relação sexual ► DST, ou ainda : doenças venéreas </li></ul><ul><li>Em geral, a pessoa infectada transmite a DST para seus parceiros, principalmente pelo ato sexual quando acontece penetração </li></ul>O que é DST ?
  3. 3. D.S.T. <ul><li>São doenças graves que podem causar: </li></ul><ul><li>disfunções sexuais, </li></ul><ul><li>esterilidade, </li></ul><ul><li>aborto, </li></ul><ul><li>nascimento de bebês prematuros com problemas de saúde, </li></ul><ul><li>deficiência física ou mental, </li></ul><ul><li>alguns tipos de câncer e até a morte. </li></ul><ul><li>Uma pessoa com DST também tem mais chance de pegar outras DST, inclusive a aids. </li></ul>
  4. 4. Sempre escolhemos nossos parceiros
  5. 5. Seja ele qual for
  6. 6. Desconfie
  7. 8. D.S.T. CANCRO MOLE CANDIDÍASE CONDILOMA GONORRÉIA GRANULOMA TRICOMONÍASE HERPES SÍFILIS HEPATITE AIDS
  8. 9. Quais os principais sinais? <ul><li>Feridas (úlceras): aparecem nos órgão genitais ou em qualquer parte do corpo. Podem doer ou não. </li></ul>Corrimentos: aparecem no homem e na mulher no canal da uretra, vagina ou ânus. Podem ser esbranquiçados, esverdeados ou amarelados como pus. Alguns têm cheiro forte e ruim. Tem gente que sente dor ao urinar ou durante a relação sexual. Nas mulheres, quando o corrimento é pouco, só é visto em exames ginecológicos. Verrugas : são como caroços; podem parecer uma couve-flor quando a doença está em estágio avançado. Em geral não dói, mas pode ocorrer irritação ou coceiras.
  9. 10. Ardência ou coceira: mais sentidas ao urinar ou nas relações sexuais. Há pessoas que sentem as duas coisas, outras somente uma e muitas pessoas não sentem nada e, sem saber, transmitem DST para seus parceiros. Dor e mal-estar: embaixo do umbigo, na parte baixa da barriga, ao urinar, ao evacuar ou nas relações sexuais.
  10. 11. CANCRO MOLE Transmissão: sexo vaginal, anal ou oral
  11. 12. Vista superior de úlcera no pênis. As lesões apresentam fundo de aspecto &quot;sujo&quot;, a parte central purulenta, amarelada, e as bordas nítidas e irregulares Úlcerações na vulva.
  12. 13. CANDIDÍASE Queda de imunidade, higiene pessoal ou distúrbios no organismos, levam ao aparecimento da doença, três a quatro dias após o contágio ou no período pré-menstrual. Transmissão: contato sexual, água contaminada e objetos contaminados. Sintomas: corrimento branco, irritação e coceira
  13. 14. Eritema e placas grumosas brancas na glande e no prepúcio, em parceiro de uma paciente com candidíase vulvovaginal. Fatores ligados à higiene pessoal influenciam casos como este, principalmente em homens de prepúcio redundante. Secreção branca e grumosa aderentes às paredes da vagina com candidíase .
  14. 15. CONDILOMA Agente: Papiloma Vírus Humano (HPV) Transmissão: via sexual. Manifestação clássica: Pele dolorosa, pequenas verrugas rugosas nas zonas genitais, anais ou garganta. Mulheres: na vulva, períneo, vagina e colo do útero, havendo quase sempre, concomitância de corrimento vaginal. Homens: na glande, prepúcio e a bolsa testicular, perianal
  15. 17. GONORRÉIA Transmissão: sexo vaginal, anal ou oral.         Sintomas: diferem na mulher e no homem, que apresenta quadro mais aparente, caracterizado pela uretrite, que produz secreção purulenta amarelo-esverdeada, pela manhã, provocando odor e ardor ao urinar. Quando não tratada pode acometer próstata, vesículas seminais, epidídimos, pele, articulações, endocárdio, fígado, meninges.
  16. 18. Abôrto espontâneo, natimorto, parto prematuro, baixo peso, Endometrite pós-parto. Doença Inflamatória Pélvica. Infertilidade. Epididimite. Prostatite. Pielonefrite. Meningite. Miocardite. Gravidez ectópica. Septicemia, Infecção ocular, Pneumonia Otite média do recém-nascido. Artrite aguda etc. Complicações/Consequências
  17. 19. Secreção purulenta na vulva Gonorréia complicada: edema no testículo, bolsa escrotal com volume aumentado .
  18. 20. GRANULOMA   Os casos não tratados, podem evoluir causando sérias complicações como ulceração estreitamento da uretra, vagina ou ânus. Sintomas: lesão inicial indolor, na forma de vesículas endurecidas na pele dos órgãos genitais, as quais se rompem formando uma única úlcera, que aumenta causando destruição dos tecidos.
  19. 22. TRICOMONÍASE Transmissão: relações sexuais Nas mulheres, os sintomas são: coceira intensa na vagina, corrimento amarelado de odor desagradável e ardor ao urinar.    O processo inflamatório intenso na vagina e no colo do útero pode facilitar a penetração do HIV no organismo. Nos homens , g eralmente, os sintomas podem ficar ocultos durante semanas ou aparecer na forma de ardor ao urinar e pequena irritação no pênis.
  20. 23. HERPES Transmissão: contato sexual. Manifestação: Relacionada à queda das defesas imunológicas do organismo. Infecção recorrente (vem, melhora e volta) que causam lesões genitais vesiculares (bolhas) agrupadas que, em 4-5 dias, que transformam-se em ferida seguida de cicatrização espontânea do tecido afetado. Sintomas: prurido (coceira), fisgada e ardor na pele dos genitais, que evoluem para lesões avermelhadas - pequenas vesículas nos genitais ou anais que se tornam muito dolorosas, as quais cicatrizam-se em algumas semanas com ou sem tratamento.
  21. 25. SÍFILIS Doença de caráter sistêmico É adquirida através do sexo vaginal, anal ou oral com pessoa contaminada, além de transfusão de sangue ou pelo parto. Apresenta 03 fases: Primária Secundária Terciária
  22. 26. Primária feridas indolores com bordas altas, nítidas e endurecidas, denominadas cancro duro região genital, que também podem aparecer em outros locais do corpo desaparecendo com ou sem tratamento.
  23. 27. Secundária Sintomas de febre, inflamação da garganta - faringite, gânglios em várias regiões do corpo, perda de cabelo, de peso, de apetite e erupções cutâneas de aspecto avermelhado ou arroxeado, principalmente nas palmas das mãos e plantas dos pés ( denominadas roséolas sifilíticas), Lesões úmidas nas áreas genitais que são muito contagiosas.
  24. 28. Aparecimento de doenças cardiovasculares, cerebrais e da medula espinhal, olhos, conduzindo a pessoa infectada a paralisias, insanidade, cegueira e até mesmo a morte. Terciária
  25. 29. Pediculose do Púbis <ul><li>Infestação da região pubiana causadas por um inseto do grupo dos piolhos e cuja única manifestação é o intenso prurido que causa. Por contiguidade pode acometer também os pelos da região do baixo abdome, ânus e coxas </li></ul><ul><li>Muito contagiosa , é transmitida através do contato sexual, mas pode ser veiculada por meio de vestuário, roupas de cama e toalhas contaminadas. </li></ul>
  26. 30. Como tratar? <ul><li>Faça apenas o tratamento indicado por um profissional de saúde, não aceite indicações de vizinhos, parentes, funcionários de farmácias etc. </li></ul><ul><li>Siga a receita e tome os remédios na quantidade certa e nas horas certas, você e sua (eu) parceira(o). </li></ul><ul><li>Continue o tratamento até o fim, mesmo que não haja mais sinal ou sintoma da doença. </li></ul><ul><li>Todos os parceiros de quem está com DST devem ser conscientizados e fazer o tratamento, senão o problema continua. </li></ul><ul><li>Deve-se evitar relações sexuais durante o tratamento. Em último caso, use sempre camisinha. </li></ul><ul><li>Peça também para fazer o teste da aids. É melhor sempre se prevenir. </li></ul>
  27. 31. Hepatite B <ul><li>Os sintomas, quando presentes, são : falta de apetite, febre, náuseas, vômitos, astenia, diarréia, dores articulares, icterícia (amarelamento da pele e mucosas) entre os mais com </li></ul><ul><li>Complicações : </li></ul><ul><ul><li>Hepatite crônica, </li></ul></ul><ul><ul><li>Cirrose hepática, </li></ul></ul><ul><ul><li>Câncer do fígado (Hepatocarcinoma), </li></ul></ul><ul><ul><li>além de formas agudas severas com coma hepático e óbito. </li></ul></ul>
  28. 32. Transmissão <ul><li>Relações sexuais. </li></ul><ul><li>Materiais ou instrumentos contaminados: Seringas, agulhas, perfuração de orelha, tatuagens, procedimentos odontológicos ou cirúrgicos, procedimentos de manicure ou pedicure etc. </li></ul><ul><li>Transfusão de sangue e derivados. </li></ul><ul><li>Transmissão vertical : da mãe portadora para o recém-nascido, durante o parto (parto normal ou cesariana). </li></ul><ul><li>O portador crônico pode ser infectante pelo resto da vida. </li></ul>
  29. 33. AIDS <ul><li>  É uma sindrome : variedade de sintomas e manifestações </li></ul><ul><li>causadas pela infecção crônica do organismo humano pelo vírus HIV (Human Immunodeficiency Virus). </li></ul><ul><li>O vírus compromete o funcionamento do sistema imunológico humano, impedindo-o de executar sua tarefa adequadamente, que é a de protegê-lo contra as agressões externas (por bactérias, outros vírus, parasitas e mesmo por células cancerígenas). </li></ul><ul><li>É detectada (anti-HIV através de Elisa, imunofluorescência e Wostern-Blot) </li></ul>
  30. 34. -         
  31. 35. TRATAMENTO <ul><li>As doenças oportunístas são, em sua maioria tratáveis, mas há necessidade de uso contínuo de medicações para o controle dessas manifestações. </li></ul><ul><li>Uso de anti-retrovirais   </li></ul>
  32. 36. Sintomas  <ul><li>Queda na resistência física da pessoa, como infecções virais e bacterianas como candidíase, pneumonias, herpes ... </li></ul><ul><li>Não podemos reconhecer uma pessoa com HIV + pelo rosto, mas podemos matá-lo com nosso preconceito. </li></ul>
  33. 37. Ficou assustado, com medo ???
  34. 38. Proteção ?
  35. 40. Agradeço a atenção...
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×