FALAR EM PÚBLICO
Porque falar bem?
COMUNICADOR
• Quem divide o que sabe, projeta uma imagem positiva,
multiplica ideias e ações. Obtém prestígio, torna-se lí...
PRIMEIRA FASE
Conteúdo: Para gerar credibilidade, o conteúdo da apresentação
precisa estar embasado em dados seguros. Jama...
d)Recorra a bibliografias, e não apenas de grandes obras.
e)Divida o assunto em blocos: introdução, assunto central
e conc...
CONTROLE EMOCIONAL.
SEGUNDA FASE
Segundo Albert Mehrabian, da Califórnia, em Los Angeles, a
transmissão da mensagem do orador para o público a...
BOA APARÊNCIA e
SIMPÁTIA.
FIQUE ATENTO
Postura:
Andar – seguro e firme,
Posição diante da plateia – se for apresentado posicione-se ao
lado do apres...
Use os recursos da entonação; faça pausas estratégicas; coloque ênfase
nas palavras-chave.
Etiqueta:
Conjunto de regras qu...
DISCRIÇÃO esta é a palavra de ordem.
Demonstre sempre empatia, simpatia e acessibilidade. Porém,
evite cumprimentar ou rec...
SUGESTÕES IMPORTANTES
Falar bem Perca o medo
Inibido Simpatia
Naturalidade Voz
Humor Gestos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Comunicação 8 falar em público

141 visualizações

Publicada em

Técnicas para falar em público

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
141
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Comunicação 8 falar em público

  1. 1. FALAR EM PÚBLICO
  2. 2. Porque falar bem?
  3. 3. COMUNICADOR • Quem divide o que sabe, projeta uma imagem positiva, multiplica ideias e ações. Obtém prestígio, torna-se líder. QUEM FALA BEM • Evidência conhecimentos, •Projeta sua personalidade forte e segura, •Convence e direciona o ouvinte, •Proporciona um melhor relacionamento entre as pessoas, • Consolida o seu prestígio profissional, • Gera cooperação, • Inspira credibilidade.
  4. 4. PRIMEIRA FASE Conteúdo: Para gerar credibilidade, o conteúdo da apresentação precisa estar embasado em dados seguros. Jamais utilize o “achismo”. Por isso, leia, informe-se, pergunte, pesquise, estude muito bem o assunto. IMPORTANTE: Antes de definir o conteúdo de sua apresentação, é fundamental saber qual será seu público-alvo para poder fazer a melhor adequação de linguagem e vocabulário. Planejamento: É a ferramenta que serve para estruturar a sua apresentação. Por isso, deve ser montado de tal forma que facilite ao máxima suas ações no momento de explanação. a)Prepare uma lista com tudo o que acha que irá precisar, b)Elabore um roteiro de apresentação, escreva tudo que pretende falar, c)Busque um local tranquilo para montar o trabalho,
  5. 5. d)Recorra a bibliografias, e não apenas de grandes obras. e)Divida o assunto em blocos: introdução, assunto central e conclusão. Isso facilita a compreensão por parte dos ouvintes. IMPORTANTE PERGUNTAR-SE: As partes formam um todo - estão ordenadas, têm coesão - auxiliam o alcance dos objetivos. Ensaio: a) Não faça apresentações de última hora, b) verifique com antecedência o local da apresentação, c) teste os equipamentos, d)ensaie as etapas e cronometre a apresentação. Controle Emocional: a) desenvolva a autoestima, b) só você sabe que está muito nervoso – jamais inicie uma apresentação desculpando ou dizendo que está nervoso. c) falar bem não é um dom, aprende-se.
  6. 6. CONTROLE EMOCIONAL.
  7. 7. SEGUNDA FASE Segundo Albert Mehrabian, da Califórnia, em Los Angeles, a transmissão da mensagem do orador para o público acontece na seguinte proporção: 7% através da palavra, 38% através da voz e 55% através dos recursos corporais. Aparência pessoal, Movimentos corporais, Jogo fisionômico – olhar e gestos, Os primeiros instantes de uma apresentação são decisivos para conquistar a plateia, pois “antes de ser ouvido você é visto; e a primeira impressão é a que prevalece”.
  8. 8. BOA APARÊNCIA e SIMPÁTIA.
  9. 9. FIQUE ATENTO Postura: Andar – seguro e firme, Posição diante da plateia – se for apresentado posicione-se ao lado do apresentador, fique de maneira que todos possam enxergá-lo bem, faça contato visual com o maior número de pessoas da plateia possível. Fisionomia/movimentação/gestos – fale olhando para as pessoas e sorria sempre. Evite de ficar de costas para a plateia. Os gestos devem ser naturais, sincronizados com a fala. Voz: Pela voz você informa, sugestiona, convence ou desencanta o público, pois com ela transmitimos a intensidade de nossas emoções, deixamos transparecer nosso nível de confiança e também nosso estado psicológico: se estamos ansiosos, tranquilos ou inconfortáveis. c)Etiqueta
  10. 10. Use os recursos da entonação; faça pausas estratégicas; coloque ênfase nas palavras-chave. Etiqueta: Conjunto de regras que norteiam nossas ações e atitudes, gerando a sociabilidade. Se tratando de oratória esses são os pontos mais importantes: Vestuário – roupas discretas e elegantes: modelos clássicos e cores neutras. Acessórios discretos e harmônicos com o conjunto visual são a melhor opção. Fala – discreta e inteligente. Sem gírias, palavrões ou expressões preconceituosas. Comportamento – discreto e comedido. Tanto quanto o seu conhecimento, o que deve ficar em evidência é o seu “bom” comportamento.
  11. 11. DISCRIÇÃO esta é a palavra de ordem. Demonstre sempre empatia, simpatia e acessibilidade. Porém, evite cumprimentar ou receber pessoas com beijinhos no rosto ou abraços. Seja “próximo” sem ser íntimo. Dispense as atitudes espalhafatosas, as gargalhadas, as piadinhas mesmo quando estiver fora do recinto da palestra. Por exemplo, no espaço destinado ao cafezinho ou no encerramento do evento.
  12. 12. SUGESTÕES IMPORTANTES Falar bem Perca o medo Inibido Simpatia Naturalidade Voz Humor Gestos

×