Resumos ciências

6.988 visualizações

Publicada em

1 comentário
5 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.988
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
699
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
565
Comentários
1
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resumos ciências

  1. 1. Saúde Individual e Comunitária Saúde estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doenças ou enfermidades. Factores que influenciam a saúde Factores individuais idade, sexo, património genético e comportamentos (opções alimentares, hábitos de higiene, prática de desporto, stress, consumo de álcool/drogas). Factores comunitários clima, falta de ordenamento do território, poluição, agentes patogénicos, trabalho infantil, pobreza, violência, práticas culturais, assistência médica e educação. Indicadores do estado da saúde de uma população Taxa de Mortalidade Infantil relaciona o número de crianças que morrem no primeiro ano de vida com o número de nascimentos ocorridos no mesmo período; permite tirar conclusões quanto ao grau de desenvolvimento do país. Factores que fazem diminuir a TMI:  Acompanhamento médico  Vacinação  Aleitamento materno  Alimentação das mães  Melhoria das condições de vida Esperança média de vida número de anos, em média, que cada pessoa à nascença pode esperar viver; reflecte o grau de desenvolvimento socioeconómico das populações. Factores que fazem aumentar a esperança de vida:  Evolução das condições de vida  Evolução tecnológica  Evolução das ciências médicas  Evolução farmacológica  Aumento do número de hospitais e centros de saúde  Aumento da educação  Aumento do nível económico  Diminuição da TMI Doenças infecto-contagiosas (SIDA, tuberculose, malária, etc.) são causadas por agentes patogénicos e provocam anualmente milhões de mortes em todo o mundo Factores que fazem diminuir a taxa de doenças infecto-contagiosas:  Não ter comportamentos de risco  Ter higiene  Promover campanhas de rastreio, vacinação e informação Doenças cardiovasculares doenças que afectam o coração e os vasos sanguíneos; Factores que fazem diminuir a taxa de doenças cardiovasculares:  Prática de desporto  Bons hábitos alimentares  Não fumar Obesidade doença em que o excesso de peso afecta a saúde
  2. 2. Medidas promotoras de saúde Hábitos individuais saudáveis (alimentação saudável, prática de desporto, repouso, higiene corporal, boa postura, vestuário adequado ao clima) Melhoria das condições de higiene e salubridade (medidas anti-sépticas nos hospitais, sistemas de saneamento, tratamento e distribuição de água potável, recolha e tratamento dos resíduos, construção de habitações regulamentada) Ordenamento do território e qualidade ambiental Campanhas de vacinação (tuberculose, hepatite B, sarampo) Rastreios (cancro da mama, SIDA, tuberculose, diabetes) Campanhas de sensibilização (drogas, tabaco, álcool, uso do preservativo) Transmissão da Vida Dimorfismo sexual características físicas que, além dos órgãos sexuais, permitem distinguir os dois sexos Caracteres sexuais primários características dos órgãos sexuais Caracteres sexuais secundários características físicas para alem dos órgãos reprodutores (notam-se mais a partir da adolescência) Caracteres Sexuais Secundários Homem Mulher  Maior estatura e peso  Menor estatura e peso  Maior massa muscular e óssea  Menor massa muscular e óssea  Bacia mais estreita  Bacia mais larga  Barba e abundância de pelos no  Ausência de barba e pelos no peito e diminuição peito e nos membros dos pelos nos membros  Voz mais grave  Voz mais aguda  Desenvolvimento dos seios Sistema reprodutor masculino
  3. 3. Tipo Designação Função Gónodas ou Testículos Produção de espermatozóides e hormonas Glândulas Sexuais Armazenamento e maturação dos Epidídimo espermatozóides Vias genitais Canais Condução dos espermatozóides e recepção do deferentes líquido seminal Uretra Condução da urina e esperma para o exterior Secreções facilitadoras do movimento dos Próstata espermatozóides Glândulas anexas Vesículas Secreções energéticas para nutrição dos seminais espermatozóides Órgãos genitais Órgão sexual; Pénis externos Expulsão de urina ou esperma Como se formam os espermatozóides? A formação de espermatozóides (espermatogénese) tem início na puberdade e é contínua ao longo da vida do homem. Nos testículos encontram-se os tubos seminíferos, se encontram as células germinativas, que originam os espermatozóides. Depois de formados, os espermatozóides são libertados no tubo seminífero, passando para os epidídimos, onde terminam a maturação. Morfologia do espermatozóide Segmento Cabeça Intermédio Flagelo Regulação do sistema reprodutor masculino A hipófise segrega, entre outras, duas hormonas: a foliculoestimulina (FSH) e a luteoestimulina (LH), que actuam no sistema reprodutor masculino, regulando-o. Estas hormonas são lançadas no sangue e vão actuar nos testículos, controlando a produção de testosterona e de espermatozóides.
  4. 4. Sistema reprodutor feminino Tipo Designação Função Gónodas ou Ovários Produção de ovócitos e hormonas Glândulas Sexuais Trompas de Condução dos óvulos ao útero; Falópio Local de fecundação Vias Genitais Alojamento e desenvolvimento do novo ser até ao Útero seu nascimento Vagina Recepção dos espermatozóides  Orifício genital saída do fluxo menstrual e da Órgãos genitais criança aquando do parto Vulva externos  Orifício urinário expulsão de urina  Lábios protecção do conjunto Ciclo Ovárico  Fase Folicular (até ao 14º dia)  Ovulação (no 14º dia)  Fase do Corpo amarelo (os restantes dias)
  5. 5. Ciclo Uterino Fase Menstrual Fase de Reparação Fase Secretora Fase menstrual dura cerca de 5 dias e resulta da ruptura dos vasos sanguíneos e descamação do endométrio. O sangue e os fragmentos de tecido do endométrio constituem a menstruação. Fase proliferativa dura cerca de 9 dias, nos quais ocorre a reconstituição do endométrio e dos vasos sanguíneos. Fase secretora dura cerca de 14 dias, nos quais as glândulas do endométrio produzem secreções, preparando o útero para a recepção do embrião. Nesta fase a parede do útero atinge o máximo de espessura. Qual a função das hormonas ováricas? Estrogénios  Produzidos principalmente na fase folicular, pelos folículos  Provocam o espessamento da mucosa uterina Progesterona  Produzida principalmente na fase luteínica, pelo corpo amarelo  Acentua o espessamento da mucosa  Estimula a secreção de um liquido nutritivo pelas glândulas da mucosa
  6. 6. Regulação Hormonal Feminina A hormona FSH estimula o desenvolvimento dos folículos enquanto o aumento acentuado da quantidade de LH promove a ovulação. Após a ovulação, a hormona LH promove o desenvolvimento do corpo amarelo. Durante a fase folicular, os folículos segregam estrogénios, cuja concentração vai aumentando com o crescimento dos folículos até atingir o valor máximo próximo da ovulação. Logo após a ovulação há um decréscimo da concentração de estrogénios. Durante a fase luteínica, desenvolve-se o corpo amarelo, que produz estrogénios e progesterona. Estas hormonas provocam no útero o crescimento do endométrio e o aumento da sua complexidade. Se não houver fecundação, o corpo amarelo degenera, deixando de produzir hormonas. Com a diminuição da concentração de hormonas, o endométrio deixa de ser estimulado e os seus vasos sanguíneos contraem-se. As células deixam de receber nutrientes e morrem. Em consequência, dá-se a escamação do endométrio, ocorrendo a fase menstrual. Se ocorrer fecundação, o corpo amarelo não degenera, mantendo-se o nível das hormonas ováricas e o desenvolvimento do endométrio. Não ocorre, portanto, menstruação.

×