 Juscelino Kubitschek de
Oliveira GCTE • GCBTO • GColIH (Diamantina 12 de
setembro de 1902 — Resende, 22 de agosto de 197...
 Durante todo o seu mandato como presidente da
República (1956-1961), o Brasil viveu um período de
notável desenvolviment...
 Juscelino nasceu em 12 de
setembro de 1902 em Diamantina num
casarão colonial na rua Direita. Seu pai, João César
de Oli...
 A única renda da família se tornou a da mãe. Sua
mãe, Júlia Kubitschek (1873-1971) ,
era professora e possuía ascendênci...
 Em meio a dificuldades financeiras, conseguiu obter os exames
preparatórios exigidos para o curso de Medicina. Em 1919, ...
 O navio onde encontrava-se Juscelino fez várias
escalas. O primeiro país em solo estrangeiro que o
rapaz conheceu foi Se...
 Em 1933, após a morte do governador de Minas
Gerais Olegário Maciel, o então Presidente da
República Getúlio Vargas nome...
 Em outubro de 1934 foi eleito o deputado federal mais
votado em Minas, filiado ao recém-criado Partido
Progressista que ...
 No início de 1940, o então governador de Minas
Gerais Benedito Valadares nomeou Juscelino
Kubitschek como novo prefeito ...
 Tomou posse como prefeito de Belo Horizonte em 19 de
outubro de 1940, sendo conhecido como "prefeito furacão"
pelas gran...
 Juscelino foi o último presidente da República a assumir o cargo no Palácio
do Catete. Foi empossado em 31 de janeiro de...
Juscelino kubitschek  - Prof. Altair Aguilar
Juscelino kubitschek  - Prof. Altair Aguilar
Juscelino kubitschek  - Prof. Altair Aguilar
Juscelino kubitschek  - Prof. Altair Aguilar
Juscelino kubitschek  - Prof. Altair Aguilar
Juscelino kubitschek  - Prof. Altair Aguilar
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Juscelino kubitschek - Prof. Altair Aguilar

392 visualizações

Publicada em

História

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
392
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Juscelino kubitschek - Prof. Altair Aguilar

  1. 1.  Juscelino Kubitschek de Oliveira GCTE • GCBTO • GColIH (Diamantina 12 de setembro de 1902 — Resende, 22 de agosto de 1976) foi um médico, Oficial da Força Pública Mineira e político brasileiro. Conhecido como JK, foi prefeito de Belo Horizonte (1940-1945), governador de Minas Gerais (1951-1955), e presidente do Brasil entre 1956 e 1961.  Foi o primeiro presidente do Brasil a nascer no século XX. Foi o quinto político mineiro eleito para a presidência da república pelo voto direto. Casado com Sarah Kubitschek, com quem teve a filha Márcia Kubitschek de Oliveira e adotaram a Maria Estela Kubitschek de Oliveira, foi o responsável pela construção de uma nova capital federal, Brasília, executando, assim, um antigo projeto, já previsto em três constituições brasileiras, da mudança da capital federal do Brasil para promover o desenvolvimento do interior do Brasil e a integração do país.
  2. 2.  Durante todo o seu mandato como presidente da República (1956-1961), o Brasil viveu um período de notável desenvolvimento econômico e relativa estabilidade política. Com um estilo de governo inovador na política brasileira, Juscelino construiu em torno de si uma aura de simpatia e confiança entre os brasileiros.  Segundo seu adversário José Sarney, Juscelino foi o melhor presidente que o Brasil já teve, por sua habilidade política, por suas realizações e pelo seu respeito às instituições democráticas. No ano de 2001, Juscelino Kubitschek de Oliveira foi eleito o "Brasileiro do Século" em uma eleição que foi publicada pela revista Isto É.
  3. 3.  Juscelino nasceu em 12 de setembro de 1902 em Diamantina num casarão colonial na rua Direita. Seu pai, João César de Oliveira (1872-1905), foi caixeiro-viajante e exerceu, também, várias outras profissões . Era um homem boêmio, e em uma serenata no município de Rio Vermelho contraiu um resfriado que passou para pneumonia e deu origem a uma tuberculose. Com medo de contaminar a família com a doença, o pai de JK decidiu ir morar em uma casa isolada vindo a receber visitas de amigos e familiares. João faleceu em 10 de janeiro de 1905, quando Juscelino tinha 3 anos.
  4. 4.  A única renda da família se tornou a da mãe. Sua mãe, Júlia Kubitschek (1873-1971) , era professora e possuía ascendência checa (seu sobrenome é uma germanização do original tcheco Kubíček) e etnia cigana — JK foi o único presidente de origem cigana em todo o mundo. Viúva aos 28 anos, Júlia não quis se casar novamente, dedicando-se aos dois filhos, Maria da Conceição, apelidada de Naná, nascida em 1901, e JK, o Nonô. Júlia havia perdido uma bebê nos primeiros meses de vida, cujo nome era Eufrosina, nascida em 1900.
  5. 5.  Em meio a dificuldades financeiras, conseguiu obter os exames preparatórios exigidos para o curso de Medicina. Em 1919, prestou na capital mineira de Belo Horizonte um concurso para telegrafista na agência central da cidade. Para realizar o concurso exigia-se a idade mínima de 18 anos, mas ele possuía apenas 16 anos incompletos. Para resolver este problema, conseguiu com o oficial de registro de Diamantina uma certidão forjada que marcava como se tivesse nascido em 1900. Ficou em décimo nono lugar, sendo classificado. No final de 1920, se mudou para morar em Belo Horizonte. De início, sua mãe pagava os custos do filho na capital mineira, mas Juscelino não morava em boas condições de conforto. Dois anos após o concurso, em maio de 1921, foi divulgada a sua nomeação para telegrafista auxiliar. Em janeiro de 1922, prestou o vestibular e matriculou-se na Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais.
  6. 6.  O navio onde encontrava-se Juscelino fez várias escalas. O primeiro país em solo estrangeiro que o rapaz conheceu foi Senegal, mais especificamente a cidade de Dakar, seguindo para a cidade de Casablanca, no Marrocos. Chega à cidade do Porto (Portugal) e a Vigo (Espanha). Desceu próximo a Bordéus já em território francês, onde pegou um trem para Paris. Lá, inscreveu-se num curso de cultura francesa, atualizando-se no idioma e visitando museus e lugares históricos, mas o objetivo principal da viagem era se especializar em urologia com o doutor Maurice Chevassu, atividade que durou três semanas.
  7. 7.  Em 1933, após a morte do governador de Minas Gerais Olegário Maciel, o então Presidente da República Getúlio Vargas nomeou Benedito Valadares para o cargo. Benedito Valadares nomeou Juscelino para o cargo de chefe-de-gabinete, mas ele recusou. Fato é que Benedito foi até o hospital militar onde JK estava, lá ele homenageou o ex- governador Olegário e anunciou o seu novo chefe-de- gabinete: Juscelino Kubitschek. JK conta que foi nomeado na marra. No cargo, resolvia vários problemas conversando com as autoridades. Em Diamantina, por exemplo, conseguiu abrir estradas e preservar edifícios históricos. Nessa época construiu a sua primeira obra pública, uma ponte sobre o ribeirão do Inferno, ligando Diamantina a cidade de Rio Vermelho.
  8. 8.  Em outubro de 1934 foi eleito o deputado federal mais votado em Minas, filiado ao recém-criado Partido Progressista que havia sido fundado por membros do Partido Republicano Mineiro que apoiavam a Revolução de 1930. Exerceu o mandato de deputado federal de 1935 até o fechamento do Congresso Nacional, em 10 de novembro de 1937, com o golpe do Estado Novo. Chegou ao posto de tenente-coronel- médico da Polícia Militar de Minas Gerais. Após o impedimento de seu mandato, confidenciou a esposa que sairia definitivamente da política naquele instante, o que não se concretizou.
  9. 9.  No início de 1940, o então governador de Minas Gerais Benedito Valadares nomeou Juscelino Kubitschek como novo prefeito da capital mineira. A princípio, JK não quis aceitar o cargo, mas a nomeação foi divulgada em 16 de abril no Minas Gerais. Durante este período, não abandonou a carreira de médico, intercalando a Medicina com a Prefeitura. Tornou-se o Primeiro Secretário do recém Partido Social Democrático (PSD).
  10. 10.  Tomou posse como prefeito de Belo Horizonte em 19 de outubro de 1940, sendo conhecido como "prefeito furacão" pelas grandes mudanças feitas por ele na cidade. Como prefeito, restaurou, pavimentou e construiu muitas avenidas, sendo responsável pelo asfaltamento da Avenida Afonso Pena, a construção de grandes avenidas a fim de facilitar o acesso ao centro da cidade como a pavimentação da Avenida do Contorno e a Avenida Amazonas. Criou vários bairros em Belo Horizonte. Canalizou vários córregos que banham a cidade visando o saneamento básico de Belo Horizonte. Construiu pontes e realizou terraplanagens a fim de integrar o centro da cidade a vários núcleos populacionais da zona suburbana, e desenvolveu em Belo Horizonte a rede subterrânea de luz e telefone.
  11. 11.  Juscelino foi o último presidente da República a assumir o cargo no Palácio do Catete. Foi empossado em 31 de janeiro de 1956, e, governou por 5 anos, até 31 de janeiro de 1961. Seu vice-presidente, eleito também em 3 de outubro de 1955, foi João Goulart. Não havia reeleição naquela época. Foi o primeiro presidente civil desde Artur Bernardes a cumprir integralmente seu mandato. Juscelino Kubitschek empolgou o país com seu slogan "Cinquenta anos em cinco", conseguiu encetar um processo de rápida industrialização, tendo como carro-chefe a indústria automobilística. Houve, no seu governo, um forte crescimento econômico, porém, houve também um significativo aumento da dívida pública interna e da dívida externa e da inflação nos governos seguintes de Jânio Quadros e João Goulart . Os anos de seu governo são lembrados como "Os Anos Dourados", coincidindo com a fase de prosperidade norte-americana conhecida como "The Great American Celebration", a qual se caracterizou pela baixa inflação e pelas elevadas taxas de crescimento da economia e do padrão de vida dos norte-americanos.

×