Como Captar Recursos no 3º Setor?

1.772 visualizações

Publicada em

Por que alguém iria doar algum dinheiro para a minha causa?
Em que sou diferente?
Em que sou melhor?
Qual é a necessidade central da minha instituição?
Por que sou importante?
Quem é o meu público alvo?
Quem pode ser meu doador?
Envolvendo os frequentadores, a comunidade, o entorno, a sociedade em geral.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.772
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
75
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como Captar Recursos no 3º Setor?

  1. 1. <ul><li>Como ter sucesso no momento da captação </li></ul>
  2. 2. Fundamental <ul><li>Metas e objetivos claros </li></ul><ul><li>Boa imagem perante a comunidade </li></ul><ul><li>Razão para solicitação de fundos </li></ul><ul><ul><li>Diferencial </li></ul></ul><ul><ul><li>Trabalho realizado </li></ul></ul><ul><li>Voluntários envolvidos com a causa </li></ul><ul><li>Um bom gestor </li></ul>
  3. 3. Elementos fundamentais do projeto <ul><li>Apresentação da missão </li></ul><ul><ul><li>finalidade da instituição, crenças </li></ul></ul><ul><li>Apresentação da visão </li></ul><ul><ul><li>Objetivos da instituição a longo prazo </li></ul></ul><ul><ul><li>O que pretende alcançar </li></ul></ul><ul><li>Objetivos pontuais </li></ul><ul><ul><li>Em curto espaço de tempo </li></ul></ul><ul><ul><li>As principais metas </li></ul></ul><ul><li>Estratégias </li></ul><ul><ul><li>Como pretende realizar os recursos financeiros e humanos para alcançar os objetivos propostos </li></ul></ul>
  4. 4. Perguntas que precisam de respostas <ul><li>Por que alguém iria doar algum dinheiro para a minha causa? </li></ul><ul><li>Em que sou diferente? </li></ul><ul><li>Em que sou melhor? </li></ul><ul><li>Qual é a necessidade central da minha instituição? </li></ul><ul><li>Por que sou importante? </li></ul><ul><li>Quem é o meu público alvo? </li></ul><ul><li>Quem pode ser meu doador? </li></ul><ul><ul><li>Envolvendo os frequentadores, a comunidade, o entorno, a sociedade em geral. </li></ul></ul>
  5. 5. Desenvolvendo a equipe <ul><li>As equipes precisam de objetivos </li></ul><ul><ul><li>Membros da equipe envolvidos com a causa </li></ul></ul><ul><ul><li>Pessoas motivas = resultados positivos </li></ul></ul><ul><li>As equipes planejam em conjunto </li></ul><ul><ul><li>Reuniões periódicas estabelecendo objetivos e formas de trabalhar </li></ul></ul><ul><li>As equipes precisam de treinamento </li></ul><ul><ul><li>Padrões de treinamento </li></ul></ul><ul><ul><li>Repertório </li></ul></ul><ul><li>As equipes precisam de boa administração </li></ul><ul><ul><li>Uma boa comunicação garante a qualidade do trabalho </li></ul></ul>
  6. 6. Processo de captação <ul><li>Envolvimento do board – conselho – Diretoria executiva </li></ul><ul><li>Board bem informado = comprometimento com a causa </li></ul><ul><li>Continuidade da gestão </li></ul><ul><li>Conselho é responsável pela administração da missão </li></ul>
  7. 7. A função do captador <ul><li>Elaborar propostas de Captação </li></ul><ul><ul><li>E ntender o Projeto para captação </li></ul></ul><ul><li>Elaborar correspondências de: </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Solicitação e Agradecimento </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><li>Agendar e participar das reuniões de captação </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Apresentar os projetos e suas necessidades </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><li>Fazer follow up </li></ul><ul><ul><li>Manter relacionamento com os patrocinadores </li></ul></ul><ul><li>Preparar relatórios de desempenho </li></ul><ul><li>Prestar contas à Diretoria </li></ul><ul><li>Manter bancos de dados atualizados </li></ul>
  8. 8. A área de captação <ul><ul><li>Atribuições da área e as funções dos profissionais envolvidos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Competências mínimas necessárias dos profissionais: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Sobre a atividade </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Conhecer profundamente a Instituição que representa </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Conhecer suficientemente o projeto que será apresentado </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Preparar-se para perguntas </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Sobre o profissional </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Dedicação e Comprometimento com a atividade </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Reconhecimento da causa do projeto </li></ul></ul></ul></ul>
  9. 9. Material de apoio <ul><li>Para acompanhar as visitas </li></ul><ul><li>Deve estar agrupado em uma pasta </li></ul><ul><ul><li>Especialmente desenvolvida para e pela Área de Captação inclui: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Carta de solicitação </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>O projeto </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>O Case Statement </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Normas (se existirem) </li></ul></ul></ul>
  10. 10. O projeto <ul><li>Escrito em parceria com o gestor para apresentação </li></ul><ul><li>Deve conter: </li></ul><ul><ul><ul><li>Objetivos principais </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Que tipo de trabalho será realizado </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Responsáveis pelo trabalho </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Resultados que se espera obter </li></ul></ul></ul>
  11. 11. Pesquisando patrocinadores <ul><li>Devem ter sintonia com os projetos </li></ul><ul><ul><li>Fontes: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Bancos de dados da instituição </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Indicação da Diretoria </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Networking </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Ex-patrocinadores </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Sites de busca </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Mídias em geral (jornais, rádio, TV, etc.) </li></ul></ul></ul>
  12. 12. Marcando reunião <ul><li>1º. contato: </li></ul><ul><ul><ul><li>Por telefone, e.mail, carta </li></ul></ul></ul><ul><li>Fatores relevantes para o sucesso </li></ul><ul><ul><li>Tempo </li></ul></ul><ul><ul><li>Acesso </li></ul></ul><ul><ul><li>Conhecimento da pessoa, organização </li></ul></ul><ul><ul><li>Sintonia dos projetos </li></ul></ul><ul><ul><li>Contrapartidas </li></ul></ul>
  13. 13. Preparando-se para reunião <ul><li>Regras de comportamento </li></ul><ul><ul><ul><li>Ser pontual </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Levar cartão de visitas </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Vestir-se adequadamente </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Desligar celular </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Solicitar resposta </li></ul></ul></ul>
  14. 14. Após a reunião <ul><li>Anotação de tópicos relacionados ao encontro </li></ul><ul><ul><li>Como organizar as informações: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>O que é importante anotar </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Dados do contato </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Compartilhando informações </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Discutindo a proposta </li></ul></ul></ul>
  15. 15. O Follow-up <ul><li>Continuidade ao processo de captação </li></ul><ul><ul><li>Abordando o patrocinador </li></ul></ul><ul><ul><li>À espera de uma resposta </li></ul></ul><ul><ul><li>Apresentando uma contra-proposta </li></ul></ul><ul><ul><li>Esperando a resposta </li></ul></ul><ul><ul><li>Finalizando o processo </li></ul></ul>
  16. 16. A Resposta Positiva <ul><ul><li>Iniciar o processo de formalização </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Solicitar a execução do contrato ao departamento competente </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Enviar contrato para as respectivas assinaturas </li></ul></ul><ul><ul><li>Agradecer </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Enviar cartas de agradecimento e brindes </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Em eventos, fornecer dados sobre o desempenho </li></ul></ul>
  17. 17. A Resposta Negativa <ul><ul><li>Agradecer a atenção </li></ul></ul><ul><ul><li>Deixar as portas abertas para um novo contato no futuro </li></ul></ul><ul><ul><li>Telefonar novamente </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>após um tempo determinado apenas para manter networking ou </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>para oferecer um novo evento/projeto </li></ul></ul></ul>
  18. 18. Política de relacionamento <ul><li>Ver o que é importante para o patrocinador </li></ul><ul><ul><li>Placa de agradecimento exposta </li></ul></ul><ul><ul><li>Carta de agradecimento </li></ul></ul><ul><ul><li>Almoço com a Diretoria </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Geralmente é de bom tom e atende as necessidades do doador </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Apresentação de relatórios – com dados claros e precisos (sem embromação) </li></ul></ul></ul>
  19. 19. INDICADORES DE DESEMPENHO <ul><li>Nos relatórios devem constar: </li></ul><ul><ul><ul><li>Número de pessoas treinadas/casos atendidos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Mudança do serviço realizada – como era antes e como ficou depois da entrada dos recursos </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Realocação de recursos - justificativa </li></ul></ul>
  20. 20. Regras básicas <ul><li>Não peça esmolas. </li></ul><ul><li>Não aceite aquilo que não precisa. </li></ul><ul><li>Solicite! </li></ul><ul><ul><li>O não é garantido. </li></ul></ul><ul><li>Seja pró-ativo. </li></ul><ul><li>Visualize oportunidades. </li></ul><ul><li>Seja organizado. </li></ul><ul><li>Seja profissional. </li></ul>
  21. 21. <ul><li>“ Não é preciso fazer coisas extraordinárias para obter resultados extraordinários “. </li></ul><ul><li>Warren Buffet </li></ul>
  22. 22. Declaração dos direitos do doador AFP (Associação dos Captadores de Recursos Profissionais <ul><li>LA FILANTROPÍA se basa en actos voluntarios dirigidos al bien común. Es la tradición de dar y compartir, que es de vital importancia para mantener y mejorar la calidad de vida. Para garantizar que la filantropía cuente con el respeto y la confianza del público general; y que tanto los donantes como los prospectos puedan tener plena confianza en las organizaciones no lucrativas y en las causas para las cuales solicitan su apoyo, declaramos que los donantes tienen los siguientes derechos: </li></ul><ul><li>A que se les informe sobre la misión de la organización, la manera en la que ésta planeautilizar los recursos donados,y su capacidad para utilizar los donativos de una manera eficaz, y para los fines previstos. </li></ul><ul><li>A que se les informe sobre quienes colaboran en el Consejo Directivo de la organización, y a esperar que estas personas cumplan con prudencia su responsabilidad de administrar los donativos. </li></ul><ul><li>A tener acceso a los estados financieros más recientes de la organización. </li></ul><ul><li>IV. A que se garantice que sus donativos se destinarán a los fines para los que fueron donados. </li></ul><ul><li>A recibir el agradecimiento y el reconocimiento debidos. </li></ul>
  23. 23. <ul><li>VI .garantice que la información acerca de sus donativos se manejará apropiadamente y respetando la confidencialidad, conforme a lo dispuesto por las leyes. </li></ul><ul><li>A esperar que las relaciones con los representantes de las organizaciones de su interés sean de carácter profesional. </li></ul><ul><li>VIII. A que se les informe si las personas que les solicitan donativos son voluntarios, empleados de la organización, o procuradores de fondos contratados. </li></ul><ul><li>IX. A que se excluya su nombre de las listas de correo que la </li></ul><ul><li>organización tenga la intención de compartir con otras organizaciones o individuos. </li></ul><ul><li>X. A tener absoluta libertad de hacer preguntas en cuanto a sus donativos, y a recibir respuestas inmediatas, honestas y directas. </li></ul>REDACTADO POR ASSOCIATION OF FUNRAISING PROFESSIONALS (AFP) ASSOIATION FOR HEALTHCARE PHILANTHROPY (AHP), COUNCIL FOR ADVANCEMENT AND SUPPORT OF EDUCATION (CASE); GIVING INSTITUTE: LEADING CONSULTANTS TO NON-PROFITS
  24. 24. Declaração Internacional de Princípios Éticos na Captação de Recursos <ul><li>Cinco princípios estão sendo considerados: </li></ul><ul><li>1- Honestidade - O Captador deve em todos momentos agir com honestidade e correção para corresponder à confiança do publico e proteger doadores e beneficiários; </li></ul><ul><li>2- Respeito - O Captador deve sempre agir com dignidade para com sua atividade e organização bem como para seus doadores e beneficiários; </li></ul><ul><li>3- Integridade - O Captador deve agir abertamente com responsabilidade. Deverá expor qualquer conflito de interesse e evitar qualquer aparência de mau comportamento profissional ou pessoal; </li></ul><ul><li>4- Consideração - O Captador encorajará outros a trabalhar com os mesmos princípios, valorizando a privacidade , o livre arbítrio e a diversidade em todas suas formas; </li></ul><ul><li>5- Transparência - O Captador fará relatórios claros sobre seu trabalho, sobre a forma como recursos são obtidos e aplicados, bem como os custos envolvidos. </li></ul>
  25. 25. Bibliografia <ul><li>Keegan, Burke P – Fundraising for non-profits, United States: Partner Press, 1990 </li></ul><ul><li>Hudson, Mike – Administrando organizações do Terceiro Setor – O desafio de administrar sem receita. São Paulo: Makron Books, 1999. </li></ul><ul><li>Kelley, Daniel Q – Dinheiro para sua causa – Como obter fundos de particulares, empresas e instituições filantrópicas. São Paulo: Textonovo, 1995. </li></ul><ul><li>Noriega, Maria Elena – Apoio Financeiro como conseguir. São Paulo: Textonovo,1997 . </li></ul>

×