Painel:          “Redes de inovação einovação colaborativa no cenário brasileiro”               São Paulo 23_11_2011
INOVAÇÃO TECNOLÓGICA            NA ESTRATÉGIA COMPETITIVA                                           missão• A missão da An...
ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTODAS EMPRESAS INOVADORAS…                            CONHECENDO…
A SUA EMPRESA EM PARCERIA COM A INOVAÇÃO
QUADRO DE ASSOCIADOS POR CATEGORIA                                                                                        ...
DISTRIBUIÇÃO DAS EMPRESAS ASSOCIADAS PORPORTE E REGIÃO
ASSOCIADAS ANPEI                           FIBRIA CELULOSE S.A (ex Aracruz + VCP)                           BRASKEM S.A   ...
FRENTES DE ATUAÇÃO PROJETOS        Financiamento e Incentivos               Propriedade Intelectual e            MARCAS   ...
COMITÊS & GTs ANPEIComitês Temáticos• Promovendo a Interação ICT-Empresa• Propriedade Intelectual• Indicadores de P,D&I e ...
COMITÊ: gestão da Propriedade Intelectual  Valorização da diversidade de opiniões & Visão de Brasil Competitivo
FRENTES DE ATUAÇÃO PROJETOS        Financiamento e Incentivos               Propriedade Intelectual e            MARCAS   ...
FONTES DE TECNOLOGIA                             SERVIÇOS                                                                 ...
Transferência Tecnológica – via NIT                                               desafios                      FOMENTO E ...
Incubadoras e empresas HT emergentes                                               desafios  • MENSURAÇÃO DO VALOR DA TECN...
FRENTES DE ATUAÇÃO PROJETOS        Financiamento e Incentivos               Propriedade Intelectual e            MARCAS   ...
Extradição de Centros de P&DA DINÂMICA DO ACESSO AO PATRIMÔNIO GENÉTICO (BR)                    CONTRATOS                 ...
Extradição de Centros de P&DProposta para o Acesso à Patrimônio Genético                                       Parceria: A...
FRENTES DE ATUAÇÃO PROJETOS        Financiamento e Incentivos               Propriedade Intelectual e            MARCAS   ...
Obrigado                                                                Naldo Medeiros Dantas                             ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação Naldo Dantas | OIS 2011 | Seminário 23/11

1.302 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.302
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Naldo Dantas | OIS 2011 | Seminário 23/11

  1. 1. Painel: “Redes de inovação einovação colaborativa no cenário brasileiro” São Paulo 23_11_2011
  2. 2. INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NA ESTRATÉGIA COMPETITIVA missão• A missão da Anpei é: Estimular a Inovação Tecnológica nas Empresas. A associação reúne empresas e instituições dos mais variados setores da economia que tem como convergência a busca da: Competitividade através do APORTE de Inovação Tecnológica nos Negócios AÇÃO TRANSVERSAL
  3. 3. ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTODAS EMPRESAS INOVADORAS… CONHECENDO…
  4. 4. A SUA EMPRESA EM PARCERIA COM A INOVAÇÃO
  5. 5. QUADRO DE ASSOCIADOS POR CATEGORIA 192 225 180 165 160 152 140 140 152 124 116 120 107 103 97 96 100 87 75 79 80 68 63 64 55 58 59 64 60 49 50 44 46 43 38 38 40 31 21 25 14 18 20 10 12 8 9 7 8 8 8 8 6 6 6 7 0 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 EMPRESA INSTITUTO INDIVIDUAIS TOTAL • 80% do investimento privado em PD&I + 60% PIB • Líderes e membros das principais cadeias produtivas nacionais e globais • Empresas startups (MPE)
  6. 6. DISTRIBUIÇÃO DAS EMPRESAS ASSOCIADAS PORPORTE E REGIÃO
  7. 7. ASSOCIADAS ANPEI FIBRIA CELULOSE S.A (ex Aracruz + VCP) BRASKEM S.A ELETRONORTE CIA. SUZANO PAPEL E CELULOSE COMPANHIA PAULISTA DE FORÇA E LUZ - CPFL DUPONT DO BRASIL S.A ELETROBRÁS ELETRONUCLEAR EMBRAER ERICSSON TELECOMUNICAÇÕES S.A Aonde esta a PONTE ??? FIAT AUTOMÓVEIS S.A. FOSFERTIL S.A KLABIN S.A IBM MOTOROLA INDUSTRIAL LTDA NATURA LTDA NESTLÉ BRASIL LTDA OXITENO S.A INDÚSTRIA E COMÉRCIO (ULTRA)
  8. 8. FRENTES DE ATUAÇÃO PROJETOS Financiamento e Incentivos Propriedade Intelectual e MARCAS PATENTES LEI DO BEM & à Inovação biotecnologia IN 1187_2011 REGISTROS GLOBAIS FUNDOS & Parceiro: CNI & FIESP & FINEP Parceiro: CNI & ABPI ACESSO FINANCIAMENTO SNI - AGENDASTABULEIRO NITsGLOBALCADEIAS Adensamento tecnológico Interação Universidade: INCUBADORASMADE IN BRAZIL de cadeias produtivas Empresa – transferência PARQUESPLANO BRASIL Micro – pequena – média e tecnologia SEED + VENTURE CAPITALMAIOR grande empresa M&A TECNOLÓGICO Parceiro: FORTEC & ANPROTEC Parceiro: INDUSTRIAS + CGEE CÓDIGO NACIONAL DE CT&I
  9. 9. COMITÊS & GTs ANPEIComitês Temáticos• Promovendo a Interação ICT-Empresa• Propriedade Intelectual• Indicadores de P,D&I e Benchmarking EM ESTRUTURAÇÃO• Adensamento Tech de cadeias produtivas• Alta Performance em centros de P&D&I• Inovação em Serviços – o aporte tecnológicoGrupo de TrabalhoANPEI / FIESP - RECEITA FEDERAL• Funções e Custos Incentiváveis pela Lei do BemANPEI / FINEP• Alavancagem de Financiamentos e Agilidade
  10. 10. COMITÊ: gestão da Propriedade Intelectual Valorização da diversidade de opiniões & Visão de Brasil Competitivo
  11. 11. FRENTES DE ATUAÇÃO PROJETOS Financiamento e Incentivos Propriedade Intelectual e MARCAS PATENTES LEI DO BEM & à Inovação biotecnologia IN 1187_2011 REGISTROS GLOBAIS FUNDOS & Parceiro: CNI & FIESP & FINEP Parceiro: CNI & ABPI ACESSO FINANCIAMENTO SNI - AGENDASTABULEIRO NITsGLOBALCADEIAS Adensamento tecnológico Interação Universidade: INCUBADORASMADE IN BRAZIL de cadeias produtivas Empresa – transferência PARQUESPLANO BRASIL Micro – pequena – média e tecnologia SEED + VENTURE CAPITALMAIOR grande empresa M&A TECNOLÓGICO Parceiro: FORTEC & ANPROTEC Parceiro: INDUSTRIAS + CGEE CÓDIGO NACIONAL DE CT&I
  12. 12. FONTES DE TECNOLOGIA SERVIÇOS SEBRAETEC SENAI DESENVOLVIMENTO LICENCIAMENTO NÚCLEOS DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICO EM TECNOLÓGICA (SUPORTE ESCALONAMENTO) CONJUNTO ICT - Empresa - RISCO+ RISCO - DISRUPTIVO+ DISRUPTIVO - CAIXA RÁPIDO- CAIXA LENTO O EMPREENDEDOR INVESTIMENTO EM FUSÃO E AQUISIÇÃO O GESTOR DA INCUBADORA INCUBADAS (START UPS) FUNDOS DE CAPITAL (START UPS) VENTURE FORNECEDORES AMBIENTE O GESTOR DO CLUSTER COLABORATIVO HT O GESTOR DO PARQUE Parque Tecnológico? ICT´s ICT´s GLOBAIS PRIVADAS BAIXA ALAVANCAGEM PÚBLICA PARA SOLUÇÕES PRONTAS
  13. 13. Transferência Tecnológica – via NIT desafios FOMENTO E COMPARTILHAMENTO DE ATIVO INTANGÍVEL • CRIAÇÃO DE PESSOA JURÍDICA PRIVADA DE PROPRIEDADE DAS ICTs PARA A TRANSFERENCIA TECNOLÓGICA < MAIOR > AUTONOMIA DOS NITs  INTERFACE PÚBLICO – PRIVADO; PRIVADO – PRIVADO GOVERNANÇA COMPARTILHADA  ESTABILIDADE DOS GESTORES;  FOCO EM NEGÓCIO • ATRIBUIÇÃO PARA FIRMAR CONVÊNIOS DE P&D NOS NITs / AGENTE ÚNICO  CONSTRUÇÃO DE PATENTES FORTES (VISÃO DE MERCADO)  SIGILO DE LANÇAMENTO (BLOQUEIO DE EDITAIS & EFEITO “QUEBRA CABEÇA”)
  14. 14. Incubadoras e empresas HT emergentes desafios • MENSURAÇÃO DO VALOR DA TECNOLOGIA E DA EMPRESA (ATIVAR) • AMADURECIMENTO DAS ESTRATÉGIAS DE M&A E DE CAPITALIZAÇÃO (IPO, FUNDOS) Ciclo de • EXPOSIÇÃO DAS TECNOLOGIAS E EMPRESAS – START UPS concessão • ESCALONAMENTO E APERFEIÇOAMENTO DOS MERCADOS DE VENTURE CAPITAL • ADMINISTRADORES DE FUNDOS – PERFIL START UP Brasil • MOLDAGEM DO ECOSSISTEMA BRASILEIRO DE START-UPS Global
  15. 15. FRENTES DE ATUAÇÃO PROJETOS Financiamento e Incentivos Propriedade Intelectual e MARCAS PATENTES LEI DO BEM & à Inovação biotecnologia IN 1187_2011 REGISTROS GLOBAIS FUNDOS & Parceiro: CNI & FIESP & FINEP Parceiro: CNI & ABPI ACESSO FINANCIAMENTO SNI - AGENDASTABULEIRO NITsGLOBALCADEIAS Adensamento tecnológico Interação Universidade: INCUBADORASMADE IN BRAZIL de cadeias produtivas Empresa – transferência PARQUESPLANO BRASIL Micro – pequena – média e tecnologia SEED + VENTURE CAPITALMAIOR grande empresa M&A TECNOLÓGICO Parceiro: FORTEC & ANPROTEC Parceiro: INDUSTRIAS + CGEE CÓDIGO NACIONAL DE CT&I
  16. 16. Extradição de Centros de P&DA DINÂMICA DO ACESSO AO PATRIMÔNIO GENÉTICO (BR) CONTRATOS PRODUTO DE PROPRIEDADES AUTORIZADO? COMERCIAIS REPARTIÇÃO IDENTIFICADAS PRÉVIOS CONHECIMENTO CGEN TODO PRODUTO TRADICIONAL EM TODOS OS AUTORIZADA A (COMUNIDADES) (MMA) PONTOS DA PESQUISA (acesso) CADEIA QUE EMPRESA 262 UTILIZAREM O ACESSOS COMPONETE DA LOCAL DE ACESSO EM 10 BIODIVERSIDADE (PROPRETÁRIOS ANOS DEVE REPARTIR / COMUNIDADES) OS GANHOS NÃO PODE HAVER APROPRIAÇÃO DA TECNOLOGIA PROIBIDO PATENTEAR PARTE DE SERES CONSEQUENCIAS: 10 ANOS DE PESQUISA EM BIOTECNOLOGIA NA ILEGALIDADE MULTAS IMPEDEM A REGULARIZAÇÃO DOS ACESSOS EMPRESAS BRASILEIRAS PESQUISANDO E PATENTEANDO NO EXTERIOR Brasil Competitivo??? : - dono de 13% de todas as espécies do planeta
  17. 17. Extradição de Centros de P&DProposta para o Acesso à Patrimônio Genético Parceria: ANPEI & MEI-CNI
  18. 18. FRENTES DE ATUAÇÃO PROJETOS Financiamento e Incentivos Propriedade Intelectual e MARCAS PATENTES LEI DO BEM & à Inovação biotecnologia IN 1187_2011 REGISTROS GLOBAIS FUNDOS & Parceiro: CNI & FIESP & FINEP Parceiro: CNI & ABPI ACESSO FINANCIAMENTO SNI - AGENDASTABULEIRO NITsGLOBALCADEIAS Adensamento tecnológico Interação Universidade: INCUBADORASMADE IN BRAZIL de cadeias produtivas Empresa – transferência PARQUESPLANO BRASIL Micro – pequena – média e tecnologia SEED + VENTURE CAPITALMAIOR grande empresa M&A TECNOLÓGICO Parceiro: FORTEC & ANPROTEC Parceiro: INDUSTRIAS + CGEE CÓDIGO NACIONAL DE CT&I
  19. 19. Obrigado Naldo Medeiros Dantas Secretário Executivo da Anpei E-mail: naldo.dantas@anpei.org.brMais Informações para associação: www.anpei.org.br • e-mail: ricardo@anpei.org.br • Fone: (11) 3842-3533

×