Plágio significa copiar ou assinar uma obra com partes ou
totalmente reproduzida de outra pessoa, dizendo que é sua própri...
1.

2.

3.

Direto ou Integral - Segundo Ken Kirkpatrick, "consiste em copiar uma
fonte palavra por palavra sem indicar qu...
4. Plágio Mosaico - Para Ken Kirkpatrick esse é o tipo de plágio mais
comum. Ele explica que "este plágio acontece quando ...
Existem também diversos casos de plágio no mundo acadêmico, por
exemplo, em faculdades, cursos de pós-graduação, mestrado ...
Com a expansão da internet pelo mundo e a facilidade de comunicação que ela
proporciona, cresceu o interessa das pessoas e...
Os blogs tornaram-se o "endereço virtual" de muitas pessoas e empresas e perdeu o status inicial de
"diário", tornando-se,...
Site
•É o modelo tradicional de páginas web.
•Normalmente tem a home Page, um ponto inicial para outras páginas.
•A comuni...
Ao atualizar o seu blog, ele se tornará relevante, ou seja, seus visitantes e clientes sabem que sempre
encontrarão conteú...
Escrito por : Yan Vianna

Origem : Wikipédia, a enciclopédia livre

24/2/2014
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Plágio e blog

295 visualizações

Publicada em

Pequeno trabalho sobre Plágio e Blog

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
295
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plágio e blog

  1. 1. Plágio significa copiar ou assinar uma obra com partes ou totalmente reproduzida de outra pessoa, dizendo que é sua própria, e é um termo oriundo do latim. O plágio pode ser de qualquer natureza, como em livros, música, obras, fotografias, trabalhamos, e etc. O plágio ocorre quando um indivíduo copia o trabalho de alguém e não coloca os créditos para o autor original. O plágio é a cópia não autorizada de várias informações, e é considerado crime, previsto no Código Penal Brasileiro, e na lei 9610. O plágio é considerado uma atitude antiética em vários países, e em vários é considerada como crime de violação de direito autoral.
  2. 2. 1. 2. 3. Direto ou Integral - Segundo Ken Kirkpatrick, "consiste em copiar uma fonte palavra por palavra sem indicar que é uma citação e sem fazer referência ao autor.“ Parcial - Segundo Lécio Ramos, o plágio parcial é a "‘colagem’ resultante da seleção de parágrafos ou frases de um ou diversos autores, sem menção às obras." Conceitual: Para Lécio Ramos, é a "utilização da essência da obra do autor expressa de forma distinta da original."
  3. 3. 4. Plágio Mosaico - Para Ken Kirkpatrick esse é o tipo de plágio mais comum. Ele explica que "este plágio acontece quando o "plagiador" não faz uma cópia da fonte diretamente, mas muda umas poucas palavras em cada frase ou levemente reformula um parágrafo, sem dar crédito ao autor original. Esses parágrafos ou frases não são citações, mas estão tão próximas de ser citações que eles deveriam ter sido citados ou, se eles foram modificados o bastante para serem classificados como paráfrases, deveria ter sido feito referência à fonte. 5. Autoplágio - Por definição, "consiste na apresentação total ou parcial de textos já publicados pelo mesmo autor, sem as devidas referências aos trabalhos anteriores".
  4. 4. Existem também diversos casos de plágio no mundo acadêmico, por exemplo, em faculdades, cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado, onde alunos copiam trabalhos e teses de conclusão de outros, em vez de utilizar as citações bibliográficas. Além do mais, copiar trabalhos de outra pessoa, que já tenha feito, é considerado plágio, mesmo com o consentimento dessas. Nos trabalhos acadêmicos, os alunos devem seguir as normas da ABNT, que afirmam que mesmo nos pequenos trechos que não são da autoria do executante do trabalho, o autor deve ser devidamente identificado, segundo as especificações normativas estipuladas. O ato do plágio, como consiste numa cópia da propriedade intelectual de outra pessoa, prejudica o desenvolvimento do pensamento crítico de um aluno, conseqüentemente retardando o seu aprendizado. Existem vários softwares que detectam plágio, que podem ser online, ou seja, detectar plágio na internet, varrendo sites, por exemplo, e softwares pessoais, onde a pessoa pode colocar a informação que deseja obter e o software procura em diversas fontes.
  5. 5. Com a expansão da internet pelo mundo e a facilidade de comunicação que ela proporciona, cresceu o interessa das pessoas em possuir seu próprio espaço na web. Contudo, para montar um home Page e publicá-la era necessário ter certo domínio técnico, que poucas pessoas tinham. Desse interesse e dessa dificuldade conflitantes surgiram os bloggers, que são serviços que oferecem ferramentas para possibilitar que internautas comuns publiquem seus próprios textos na internet. Segundo a Wikipédia, blogger é "uma palavra criada pela Pyra Labs e é um serviço que oferece ferramentas para indivíduos publicarem textos na Internet" sem a necessidade de ter domínio técnico, de programação ou software. Esse espaço individual despe mobilizado pelos bloggers receberam o nome de blogs. O blog, ou weblog, é uma das ferramentas de comunicação mais populares da internet. A pessoa que administra o blog é chamada de blogueira (o). Uma das características dos blogs é que, em geral, eles têm um aspecto muito parecido, isto é, o usuário é limitado no que diz respeito a alterações visuais. Outra característica dos blogs é a freqüência de atualização. Alguns são atualizados diariamente, outros semanalmente, mensalmente e, em alguns casos, até várias vezes por dia. Cada atualização ou publicação no blog é chamada de post (postagem). Quando surgiram os blogs tinham caráter puramente recreativo, eram usados como "diários virtuais", on-line, onde as pessoas, especialmente adolescentes e jovens, expunham suas idéias, narravam o que acontecia em suas vidas. Com o tempo os blogs foram se tornando espaço de disseminação de idéias e informações mais consistentes, pessoas conhecidas e empresas passaram a utilizá-los também.
  6. 6. Os blogs tornaram-se o "endereço virtual" de muitas pessoas e empresas e perdeu o status inicial de "diário", tornando-se, além de tudo, fonte de obtenção de informações, ferramenta de trabalho e auxílio de diversos profissionais, especialmente jornalistas, repórteres e professores. Além de publicar conteúdo pessoal, profissional, informativo e educativo, os blogs viraram também ferramenta de divulgação artística, possibilitando a publicação de material desenvolvido por artistas independentes como poetas, desenhistas, escritores e fotógrafos, antes impossibilitados de mostrar seu trabalho. A popularização dessa ferramenta foi tamanha que até as empresas passaram a utilizá-la como ferramenta de comunicação. A maioria das empresas, mesmo aquelas que não atuam diretamente na internet já mantém blogs para se comunicar com funcionários e clientes. Pessoas comuns ou famosas, empresas pequenas, médias ou grandes, todos compartilham da blogosfera, o mundo dos blogs. Nesse espaço, alguns blogueiros se destacam e ficam famosos, ganham dinheiro ou simplesmente externam suas idéias a quem quiser conhecê-las. A característica mais marcante da blogosfera é interação entre os diversos espaços. Em cafa blog existe uma lista com link (ligação) para outros blogs "indicados" pelo autor ou pelo próprio blogger. Quando o blogger gera essa lista automaticamente, são utilizados diversos critérios para um blog aparecer na lista, alguns dos mais comuns são mostrar os blogs mais visitados ou os mais recentemente atualizados. Alguns dos serviços de blogs mais conhecidos da atualidade é o Blogger do Google (http://www.blogger.com/home) e o Windows Live Spaces da Microsoft (http://spaces.live.com), que é vinculado ao Messenger mais utilizado no mundo, o MSN. Existe também o WORDPRESS, um script blog desenvolvido em PHP (linguagem de programação), mas para utilizá-lo é preciso ter uma conta de hospedagem de sites na internet, entre outros detalhes.
  7. 7. Site •É o modelo tradicional de páginas web. •Normalmente tem a home Page, um ponto inicial para outras páginas. •A comunicação com o leitor normalmente é feita via email. •Necessita-se de conhecimento mínimo em HTML. •A definição de conteúdo é trabalhosa, pois os clientes entendem que o site é algo muito formal. Em muitos casos definir textos para sites, por exemplo, é muito trabalhoso. •A atualização é feita em períodos longos. •Muitos sites parecem a CNN ou a BBC pelo grau de formalidade que tem. Blog •Expressa a opinião do autor apenas, Não é uma CNN! •O conteúdo pode ser discutido (comentários), às vezes classificado. (por motivos particulares decidi não abrir meu blog para comentários). •A atualização é constante e em muitos casos diário •A linguagem adotada é mais light e menos formal. •O modelo estrutural também é diferente, no blog temos várias páginas empilhadas, podendo navegar entre elas sem precisar ficar voltando. •Completando o item anterior, no site o modelo de navegação e vai e volta, no blog e próximo, próximo, etc. •O conteúdo pode ser classificado por categoria, data ou tags. •Cada página ou assunto é chamado de "post" de postar. •Geralmente tem um foco muito bem definido, tem blogs sobre esportes, tecnologia, saúde, política, etc. •O autor do blog normalmente é identificado e conhecido, tornando mais humano a relação autor e leitor. •Não precisa de conhecimento de tecnologia para criar um blog, qualquer pessoa pode criar um com alguma facilidade, apesar de algumas situações requerem certo grau de conhecimento.
  8. 8. Ao atualizar o seu blog, ele se tornará relevante, ou seja, seus visitantes e clientes sabem que sempre encontrarão conteúdo relevante e atualizado sempre. Além disso, seu blog vira referência e motiva seus visitantes a voltarem em busca de mais informações, dicas e etc. Dessa forma, você abre portas para que eles opinem, comentem e se comuniquem. Blogs sem atualização geram a sensação de abandono e descaso para com seus visitantes, e como resultado, eles não voltarão ao blog. Outra vantagem da atualização freqüente é que seu blog ganhará relevância para as ferramentas de busca, como Google, Bing e Yahoo! Aumentando o tráfego do mesmo. Lembre-se que manter a qualidade dos posts é muito importante! Postar regularmente no blog sem manter a qualidade, com textos fracos e sem relevância é tão nocivos quanto a falta de atualização. As postagens no blog e ações de marketing nas redes sociais devem ser usadas em conjunto como forma de fazer com que seus seguidores continuem interessados pelo que você oferece. Assim, compartilhar conteúdo de qualidade com freqüência usando as redes sociais é importantes armas para manter os visitantes engajados. Além disso, tendo um blog, você terá uma voz, ou seja, poderá mostrar suas idéias, opiniões, e se tornar um diferencial entre os seus competidores, construindo um engajamento e um relacionamento com seu público. Postar em excesso pode se tornar cansativo! Equilíbrio é a palavra mágica! Se seu visitante vier ao seu blog e se depara com 10 postagens feitas no mesmo dia, ele não conseguirá acompanhar o que está acontecendo. Mensure qual a freqüência ideal para seu público e invista na qualidade do conteúdo a ser apresentado.
  9. 9. Escrito por : Yan Vianna Origem : Wikipédia, a enciclopédia livre 24/2/2014

×