O império persa

696 visualizações

Publicada em

O império persa.
História e arquitetura

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
696
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O império persa

  1. 1. Região da Mesopotâmia – atual planalto do Irã
  2. 2. •Clima desértico •Região montanhosa •Rica em minerais • Baixa fertilidade do solo
  3. 3. • Região inicialmente habitada por Medos e Persas • Séc. VIII a.C domínio dos Medos sobre os persas • 550 a.C Rebelião contra os Medos liderada por Ciro
  4. 4. • Vitória do Clã de Ciro • Conquista e expansão territorial: Em 539 a.C Mesopotâmia Fenícia Palestina
  5. 5. • Morte de Ciro • Cambisses, seu filho assume o poder: • Continuidade à expansão pela conquista do Egito em 525 a.C • • Com a morte de Cambisses em 522 a.C, Dario é eleito novo Imperador da Pérsia
  6. 6. • Domínio de 127 províncias • Equivalente ao território atual de catorze países
  7. 7. • Respeito às tradições e crenças dos povos dominados - Conquistas estáveis • Grande extensão territorial : Formação das Satrápias (Províncias) •Impostos recolhidos: Investimento na administração e no exército e parte enviada para o Rei – despreocupação com as questões religiosas
  8. 8. • Exército Poderoso, Os Imortais ( cerca de 10 000 homens)
  9. 9. • Construção de estradas Extensão aproximada de 2500 Km
  10. 10. • Eficiente sistema de Correios
  11. 11. • Implantação de uma moeda , o Dárico •Comércio forte : Impulsiona a indústria de tecidos de luxo , jóias, mosaicos e tapetes de rara beleza
  12. 12. Vaso Azulejo Tapetes
  13. 13. • Agropecuária • Criação de gado • Exploração de minérios • Comércio
  14. 14. A decadência do império persa ocorreu após sucessivas tentativas de conquista da Grécia
  15. 15. • Sofreu influência das características arquitetônicas dos povos dominados como babilônicos e Egípcios
  16. 16. A seguinte inscrição de Dario, em Susa, confirma tal apreciação: "Este palácio que eu construí em Susa, seus materiais foram trazidos de bem longe. O que foi cavado na terra, o que foi amontoado de cascalhos, foi o povo babilônico que o fez. O cedro foi trazido do monte Líbano. Babilônios trouxeram-no até Babilônia e os cários e os jônios. A madeira foi trazida da India; o ouro, de Sardes e de Bactriana; o lápis-lázuli e o cinábrio, da Sogdiana; as turquesas, da Carasmia; a prata e o chumbo, do Egito; os materiais que decoram as paredes, da Jônia; o marfim, da Etiópia, da Índia e da Aracósia; as colunas de pedra, da Cária. Os entalhadores de pedra eram jônios e lídios; os ourives, lídios e egípcios; os fabricantes do tijolos, babilônios; os homens que enfeitaram as paredes, medos e egípcios. Em Susa foi realizado um trabalho esplêndido.”
  17. 17. Reconstituição da cidade Susa: Influência de outras culturas na arquitetura
  18. 18. Detalhe da parede do Palácio de Dario em Susa
  19. 19. Detalhe da parede do Palácio de Dario em Susa
  20. 20. Ruínas de Persépolis
  21. 21. Ruínas de Apadana em Persépolis
  22. 22. Detalhe em relevo nas escadarias de Persépolis
  23. 23. Modelo de capitel amplamente utilizado pelos persas

×