Doenças Sexualmente
Transmissíveis
Catarina Pereira E1/2
DSP – Promoção da Saúde
 Tópicos


Doenças Sexualmente Transmissíveis


Sífilis



Sintomas



Formas de Contágio





O que é?

Prevenção...
 Doenças Sexualmente Transmissíveis


O que são Doenças Sexualmente Transmissíveis?
As Doenças Sexualmente Transmissível...
 Sífilis
 Sintomas
Inicia-se 3 semanas após o contágio, no local da
infecção, na região genital, um pequeno nódulo rosad...
 Herpes Genitais
 O que é?
Afetam os órgãos genitais e as zonas envolventes. É uma
doença que não tem cura e é causada p...
 Candidíase
 O que é?
Doença causada pelos fungos Candida albicans, que se
desenvolvem num local quente e húmido da vagi...
 Sintomas gerais destas doenças
 Se sentir:
 Corrimento vaginal nas mulheres ou uretral
nos homens
 Comichão nos órgão...
Não se pode saber
se uma pessoa está
infetada pelo seu
aspeto físico !!!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Doenças Sexualmente Transmissiveis

1.243 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.243
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Doenças Sexualmente Transmissiveis

  1. 1. Doenças Sexualmente Transmissíveis Catarina Pereira E1/2 DSP – Promoção da Saúde
  2. 2.  Tópicos  Doenças Sexualmente Transmissíveis  Sífilis   Sintomas  Formas de Contágio   O que é? Prevenção Herpes Genitais   Sintomas  Formas de Contágio   O que é? Prevenção Candidíase  O que é?  Sintomas  Formas de Contágio  Prevenção
  3. 3.  Doenças Sexualmente Transmissíveis  O que são Doenças Sexualmente Transmissíveis? As Doenças Sexualmente Transmissível (conhecidas como DST) transmitem-se através do contacto sexual, embora a relação sexual não seja a única forma de transmissão, apenas a mais frequente. Por o ambiente que rodeia os órgãos sexuais ou ligados ao ato sexual (vagina, pénis, ânus, boca) ser quente e húmido, ele constitui um habitat ideal para o desenvolvimento dos microrganismos patogénicos que provocam a doença. Estas doenças contraem-se por contacto uma pessoa infetada, que pode ou não exibir sinais exteriores da doença Algumas DST, como a sífilis, podem ser genéticas.
  4. 4.  Sífilis  Sintomas Inicia-se 3 semanas após o contágio, no local da infecção, na região genital, um pequeno nódulo rosado que evolui para uma úlcera indolor. Na segunda fase da doença, há uma erupção cutânea com sintomas de malestar, fadiga, dores de cabeça e nos ossos. Até esta altura a doença é muito contagiosa, mas curável. Treponema pallidum  Formas de Contágio Quase exclusivamente por contacto sexual. Um simples beijo em qualquer zona que tenha uma pequena ferida, é arriscado. Não há contágio através dos sanitários, toalhas e outros objetos.  Prevenção O preservativo é muito eficaz e a mulher pode aplicar irrigações vaginais com líquidos desinfetantes suaves. Fazer análises antes do casamento e durante a gravidez.
  5. 5.  Herpes Genitais  O que é? Afetam os órgãos genitais e as zonas envolventes. É uma doença que não tem cura e é causada pelo vírus Herpes Simplex. Apenas existem medicamentos que aliviam as dores.  Sintomas O herpes caracteriza-se por vesículas, em forma de cacho, que aparecem 4 - 5 dias após o contágio, que acabam por rebentar e deixar a carne a descoberto. São acompanhadas por um ardor intenso.  Formas de Contágio Transmite-se por contacto sexual  Prevenção Abstenção de relações sexuais enquanto durem os sintomas. Herpes simplex tipo 2
  6. 6.  Candidíase  O que é? Doença causada pelos fungos Candida albicans, que se desenvolvem num local quente e húmido da vagina.  Sintomas No homem verifica-se uma inflamação acompanhada de pontinhos vermelhos no pénis e ardor. A mulher sofre de inflamação e irritação nos lábios da vulva, acompanhado de um fluxo espesso e esbranquiçado. Pode haver complicações, como é o caso da ureterite.  Formas de Contágio Contacto sexual ou proliferação do fungo.  Prevenção Abstinência sexual logo após o aparecimento da infecção e durante o tratamento. Algumas doenças, como a diabetes ou o hipotiroidismo, favorecem o aparecimento de candidíase, assim como a gravidez, irrigações vaginais e os tratamentos com cortisona e antialérgicos. Candida albicans
  7. 7.  Sintomas gerais destas doenças  Se sentir:  Corrimento vaginal nas mulheres ou uretral nos homens  Comichão nos órgãos sexuais  Ardor ao urinar  Feridas, borbulhas ou inchaços nos órgãos sexuais  Vontade frequente de urinar  Dirija-se imediatamente ao médico.
  8. 8. Não se pode saber se uma pessoa está infetada pelo seu aspeto físico !!!

×