A identidade civil

383 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
383
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A identidade civil

  1. 1. HISTÓRIA ADINAMISMO CIVILIZACIONAL DA EUROPAOCIDENTAL NOS SÉCULOS XIII A XIV – ESPAÇOS,PODERES E VIVÊNCIAS A identidade civilizacional da Europa Ocidental
  2. 2. PRINCIPAIS FACTORES DE CRESCIMENTODEMOGRÁFICO E ECONÓMICO DA EUROPA NOSÉCULO XIII: Depois de uns longos séculos de crise e instabilidade, a Europa voltou a viver um período de grande prosperidade económica. O desenvolvimento agrícola contribuiu para o crescimento demográfico, pois o aumento da produtividade agrícola acompanhado pelo incremento da pecuária, fez crescer significativamente as disponibilidades alimentares da Europa.
  3. 3. A abundância de alimentos reflecte-se no número de homens, quando as grandes fomes recuaram, diminuíram também as epidemias, a população tornou-se mais resistente às doenças.Dispondo de bens essenciais, de um clima geral de paz e de um desenvolvimento económico em todos os sectores, a Europa viu a sua população preste a duplicar.
  4. 4. PÓLOS DE DINAMISMO ECONÓMICO DAEUROPA: As actividades comerciais foram tendo uma importância crescente na Europa Ocidental. Nos séculos XII e XIII, o comércio externo desenvolveu- se com maior dinamismo em algumas regiões europeias:
  5. 5. FLANDRES As cidades de Gand, Ypres, Bruges e Donai eram grandes centros manufactureiros especializados na produção de lanifícios. Graças á sua posição geográfica estratégica bem como á força da sua industria, a Flandres não só exportava os seus panos mas também atraía comerciantes oriundos das mais diversas partes da Europa.Á flandres chegavam produtos do Báltico e da Rússia (cera e peles), produtos mediterrâneos e especiarias orientais trazidas pelos italianos, produtos espanhóis (amêndoas, figos, uvas), portugueses (mel, couro, azeite, uvas), ingleses (lãs, chumbo, estanho, queijo).
  6. 6. HANSAEra a maior força económica e comercial do Báltico e as suas principais cidades eram Hamburgo, Dantzig, Riga. Colónia e Lubeque. Os comerciantes comercializavam produtos agrícolas, madeiras, peles, etc.
  7. 7. CIDADES ITALIANASOs italianos desenvolviam o comércio em Génova e Veneza. Comercializando tecidos de seda, pedras preciosas, pérolas, alúmen, peles, madeira, peixe e arenque salgado.
  8. 8. FEIRAS DA CHAMPAGNE Realizadas nas cidades de Lagny, bas-sur-Aube, Provins e Troyes, foram as mais importantes de todas as feiras medievais. A sua localização geográfica e as regalias que os reis e senhores ofereciam aos viajantes atraíram mercadores de toda a Europa. Aí se trocavam lanifícios, sedas, artigos de couro, peles, linhos, cereais, vinhos e corantes.

×