Ferramenta 2 diagrama de ishikawa

1.480 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.480
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ferramenta 2 diagrama de ishikawa

  1. 1. Diagrama de Ishikawa CIMPLAST
  2. 2. Técnica criada por Ishikawa em 1943, é conhecida por vários nomes: diagrama causa-efeito, diagrama espinha de peixe, diagrama 4P, diagrama 6M. Ferramenta de grande utilidade, pois permite conhecer os problemas cada vez mais a fundo. Pode ser facilmente aprendida e imediatamente posta em prática por pessoas de qualquer nível dentro da empresa. É útil quando necessitasse identificar, explorar e ressaltar todas as causas possíveis de um problema ou situação específica.
  3. 3. Pode ser usado individualmente. Discussão em grupo. Destaca as áreas mais significativas.
  4. 4. Como construir o diagrama? 1. Defina o problema de forma clara e objetiva. 2. Encontre o maior número de possíveis causas para o problema: a. Através de um brainstorming da equipe envolvida; b. Através de pesquisa e análise das folhas de verificação. 3. CONCENTRE-SE NAS CAUSAS POSSIVEIS DE SEREM SANADAS.ENCONTRE A CAUSA PRINCIPAL 4. Analise o diagrama construído: a. Identifique as causas que aparecem repetidamente; b. Obtenha consenso do grupo, ou utilize a técnica de votação; c. Colete e analise os dados para determinar a frequência relativa das causas mais prováveis e selecionar as causas de maior importância.
  5. 5. Diagrama MÃO DE OBRA EDUCAÇÃO CANSAÇO SAÚDE ATENÇÃO INTERESSE TREINAMENO HABILIDADE MÁQUINA MATÉRIAL FACAS SEGAS ESTEIRA INTERNA DA MÁQUINA DIMENSÕES MOINHO EM MÁ CONDIÇÕES FORMA DISPERDICIO   TRABALHO PROCEDIMENTO MÉTODO
  6. 6. Razões e benefícios Razões: Para identificar as informações a respeito das causas do seu problema. Para organizar e documentar as causas potenciais de um efeito ou característica de qualidade. Para indicar o relacionamento de cada causa e subcausa as demais e ao efeito ou característica de qualidade. Reduzir a tendência de procurar uma causa "Verdadeira", em prejuízo do desconhecido. ou esquecimento de entras causas potenciais. Benefícios Ajuda a enfocar o aperfeiçoamento do processo Registra. visualmente. as causas potenciais que podem ser revistas e atualizadas. Provê urna estrutura para o brainstorming. Envolve todos.
  7. 7. SITUAÇAÕ PROBLEMA NO MOMENTO ATUAL ESTAMOS COM UMA QUANTIDADE MUITO GRANDE DE BORRA (SUCATA) NO DEPÓSITO NO TOTAL DE 3.632 QUE NÃO DAR MAIS PARA SE UTILIZADO, E CADA DIA AUMENTA MAIS. CAUSA • MOINHO EM MÁ CONDIÇÕES, FACAS SEGAS É FALTA DE ATENÇÃO POR PARTE DO EMBALADOR DEIXANDO QUE O MATÉRIAL ESFRIASSE.
  8. 8. OBJETIVO TREINAMENTO DE BOAS PRATICAS E CRIAÇÃO DE UMA PLANILHA DE CONTROLE DE BORRAS POR MÁQUINA OU SEJA O EMBALADOR FICARÁ RESPONSÁVEL PELO CONTROLE DAS BORRAS FAZENDO O REGISTRO DE PESO DESTES MATÉRIAIS
  9. 9. CONTROLE 25 20 15 TURNOA TURNOB 10 TURNOC 5 0 JAN FEV MAR ABR MAI JUN
  10. 10. RESULTADO DEPOIS DA APLICAÇÃO DO DIACRAMA DE CAUSA E EFEITO TIVEMOS RESULTADOS BASTANTE SASTISFATÓRIO Á CADA DIA O NOSSO DISPERDICIO VAI CAINDO DE MANEIRA ACENTUADA É NESTE MÊS CONSEGUIMOS FICAR COM O MENOR VALOR DO MÊS 0,41% DE TODA MASSA TRANSFORMADA. O OBJETIVO AGORA E ZERO.

×