ALUNOS DO 9º. Ano E
Aluna:Fernanda Moura Ortmannn°:11 9°e
A lenda da vitória-régia é de origem indígena tupi-guarani e muitopopular na Amazônia. Com esta lenda, os pajés explicavam...
A lenda da vitória-régia é de origem indígena tupi-guarani e muitopopular na Amazônia. Com esta lenda, os pajés explicavam...
A vitória-régia ou victória-régia(Victoria amazonica) é uma plantaaquática da família das Nymphaeaceae,típica da região am...
Lenda:Salamanca doJarau.Beatriz Cristina de Mattos. Nº3Leandra Martins de Souza. Nº18Eduarda Rodriguez da Silva. Nº8
No tempo dos padres jesuítas,existia um moço sacristão noPovo de Santo Tomé, naArgentina, do outro lado do rioUruguai. El...
Ora, num verão mui forte, comum sol de rachar, ele nãoconseguiu dormir a sesta. Vaientão, levantou-se, assoleadoe foi até...
Coisa estranha: a lagoa toda fervia elargava um vapor sufocante e qual não é asurpresa do sacristão ao ver sair dágua apr...
Assim, num gesto rápido, aprisionou aTeiniagá na guampa e voltou correndo paraa igreja, sem se importar com o calor. Pass...
 No outro dia, o sacristão não prestava para nada.Mas, quando chegou a noite, tudo se repetiu. E assimfoi até que os padr...
Como o crime era horrível- contra Deus e a Igreja! -foi condenado a morrerno garrote vil, na praça,diante da igreja que e...
 No dia da execução, todo o Povo sereuniu diante da igreja de São Tomé.Então, lá das barrancas do rio Uruguai aTeiniaguá ...
Vai daí, atravessou o rio para olado de cá e ficou uns três dias emSão Francisco de Borja,procurando um lugar afastadoond...
Essa caverna, no alto do Cerro,ficou encantada. VirouSalamanca, que quer dizer "grutamágica", a Salamanca do Jarau.Quem t...
 Na Salamanca do Jarau a Teiniaguá e o sacristão setornaram os pais dos primeiros gaúchos do RioGrande do Sul. Ah, ali vi...
Final ... O gaúcho viu a caverna explodir, e a princesaconseguiu sair viva do lugar em forma de salamandrae retornou a Es...
LendasNome: Odair Xavier dos Santos Junior n°: 29 9º ano ENome: Felipo de Padua Silva nº: 10Nome: André Felipe nº: 2Nome: ...
Uma versão diz que a sétima criança em uma sequência de filhos do mesmo sexo tornar-se-á um lobisomem.Outra versão diz o m...
Existem várias condições médicas que podem imitar a aparência de umlobisomem e podem ter contribuído para a crença no iníc...
A sétima criança em uma sequência de filhos domesmo sexo pode ter alguns sintomas médicos comohipertricose, que cria o cab...
Lenda : Gangue DoPalhaço
 Em meados de 1990 uma história assombrou a grande São Paulo.Por ocasião do lançamento de uma série especial no jornal NP...
 Após um tempo sem aparecer nos jornais ,a gangue do palhaço,volta a matar e raptar crianças. Para a venda de orgãos ,tal...
Nome:Danilo CostaNome:Diogo MoraesNome:Gabriel ViniciusNome:Jeorges DiasNome:Walyson Leonardo
A lenda do Chupacabra Chupa-cabra é uma suposta criatura responsávelpor ataques sistemáticos a animais rurais emregiões d...
 O primeiro ataque relatado ocorreu em março de 1995 emPorto Rico. Neste ataque, oito cabras foram encontradasmortas, cad...
Imagem do Chupacabra
FIM =D
Lenda:A moça docemitérioJoão Paulo Tavares,Leilane Gonzaga,LuanaPereira,Lucas Lanza,Natália Koenig
A mulher do TáxiEm uma bela noite,uma linda moça morena viu um taxista epediu pra ele levá-la até o cemitério.Quando ela s...
A foto acima é do túmulo damulher do taxi que se chamaJosphina Conte que nasceu 19 deabril de 1915 e morreu em 1931aos 16 ...
Final da lenda produzida pelogrupo
TRABALHO DE REDAÇÃO:CORPO SECOAluno: João Pedro Marchioro 9° E
O corpo-seco é um personagem do folclore brasileiro comum no interior dos estados deSão Paulo, Minas Gerais e região Centr...
NOVO FINALSendo nisso dois amigos voltaram para a floresta onde estava o Copo secoNisso os dois amigos Jhon , Gabriel  pla...
Lendas 9o. ano E - 2013
Lendas 9o. ano E - 2013
Lendas 9o. ano E - 2013
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Lendas 9o. ano E - 2013

989 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
989
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
309
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lendas 9o. ano E - 2013

  1. 1. ALUNOS DO 9º. Ano E
  2. 2. Aluna:Fernanda Moura Ortmannn°:11 9°e
  3. 3. A lenda da vitória-régia é de origem indígena tupi-guarani e muitopopular na Amazônia. Com esta lenda, os pajés explicavam para osíndios de sua tribo a origem desta bela planta aquática.De acordo com a lenda, quando a Lua (um deus para os indígenas) sepunha atrás das montanhas ficava namorando belas moças indígenas.Toda vez que a Lua se escondia, levava consigo uma linda índia que eratransformada em estrela.Numa tribo tupi-guarani vivia uma índia chamada Naiá. O sonho dela eratambém ser levada pela Lua e transformada numa estrela. Toda noite,Naiá subia no alto das montanhas na esperança de ser notada pela Lua.Porém, por mais que ela subisse e tentasse aparecer, nada acontecia.Numa linda e iluminada noite, Naiá viu o reflexo da Lua no lago.Acreditando que a Lua se aproximava para levá-la, atirou-se nas águas edesapareceu.A Lua, que ficou impressionada com o ocorrido, resolveu transformar aíndia numa linda planta aquática: a vitória-régia. É por isso, explica alenda indígena, que esta planta apresenta lindas flores que abremsomente à noite, exalando um perfume agradável.
  4. 4. A lenda da vitória-régia é de origem indígena tupi-guarani e muitopopular na Amazônia. Com esta lenda, os pajés explicavam para osíndios de sua tribo a origem desta bela planta aquática.De acordo com a lenda, quando a Lua (um deus para os indígenas) sepunha atrás das montanhas ficava namorando belas moças indígenas.Toda vez que a Lua se escondia, levava consigo uma linda índia que eratransformada em estrela.Numa tribo tupi-guarani vivia uma índia chamada Naiá. O sonho dela eratambém ser levada pela Lua e transformada numa estrela. Toda noite,Naiá subia no alto das montanhas na esperança de ser notada pela Lua.Porém, por mais que ela subisse e tentasse aparecer, nada acontecia.Quando na noite seguinte, a índia foi castigada pele Lua por a ter seguidoe a transformou na planta aquática conhecida como vitória-régia.
  5. 5. A vitória-régia ou victória-régia(Victoria amazonica) é uma plantaaquática da família das Nymphaeaceae,típica da região amazônica. Ela possuiuma grande folha em forma de círculo,que fica sobre a superfície da água, e podechegar a ter até 2,5 metros de diâmetro esuportar até 40 quilos se forem bemdistribuídos em sua superfície.Sua flor (a floração ocorre desde o iníciode março até julho) pode ser branca,lilás, roxa, rosa e até amarela , e expelemuma divina fragrância noturna adocicadodo abricó, chamada pelos europeus de"rosa lacustre", mantem-se aberta atéaproximadamente as nove horas damanhã do dia seguinte.
  6. 6. Lenda:Salamanca doJarau.Beatriz Cristina de Mattos. Nº3Leandra Martins de Souza. Nº18Eduarda Rodriguez da Silva. Nº8
  7. 7. No tempo dos padres jesuítas,existia um moço sacristão noPovo de Santo Tomé, naArgentina, do outro lado do rioUruguai. Ele morava numa celade pedra nos fundos daprópria igreja, na praçaprincipal da aldeia.
  8. 8. Ora, num verão mui forte, comum sol de rachar, ele nãoconseguiu dormir a sesta. Vaientão, levantou-se, assoleadoe foi até a beira da lagoarefrescar-se. Levava consigouma guampa, que usavacomo copo.
  9. 9. Coisa estranha: a lagoa toda fervia elargava um vapor sufocante e qual não é asurpresa do sacristão ao ver sair dágua aprópria Teiniaguá, na forma de umalagartixa com a cabeça de fogo, coloradacomo um carbúnculo. Ele, homem religioso,sabia que a Teiniaguá - os padres diziamisso!- tinha partes com o Diabo Vermelho, oAnhangá-Pitã, que tentava os homens earrastava todos para o inferno. Mas sabiatambém que a Teiniaguá era mulher, umaprincesa moura encantada jamais tocada
  10. 10. Assim, num gesto rápido, aprisionou aTeiniagá na guampa e voltou correndo paraa igreja, sem se importar com o calor. Passouo dia inteiro metido na cela, inquieto, loucoque chegasse a noite. Quando as sombrasfinalmente desceram sobre a aldeia, ele nãose sofreu: destampou a guampa para ver aTeiniaguá. Aí, o milagre: a Teiniaguá setransformou na princesa moura, que sorriupara ele e pediu vinho, com os lábiosvermelhos. Ora, vinho só o da Santa Missa.Louco de amor, ele não pensou duas vezes:roubou o vinho sagrado e assim, bebendo eamando, eles passaram a noite.
  11. 11.  No outro dia, o sacristão não prestava para nada.Mas, quando chegou a noite, tudo se repetiu. E assimfoi até que os padres finalmente desconfiaram enuma madrugada invadiram a cela do sacristão. Aprincesa moura transformou-se em Teiniaguá e fugiupara as barrancas do rio Uruguai, mas o moço,embriagado pelo vinho e de amor foi preso eacorrentado.
  12. 12. Como o crime era horrível- contra Deus e a Igreja! -foi condenado a morrerno garrote vil, na praça,diante da igreja que eletinha profanado.
  13. 13.  No dia da execução, todo o Povo sereuniu diante da igreja de São Tomé.Então, lá das barrancas do rio Uruguai aTeiniaguá sentiu que seu amado corriaperigo. Aí, com todo o poder de suamagia, começou a procurar o sacristãoabrindo rombos na terra, um valosenormes, rasgando tudo. Por um dessesvalos ela finalmente chegou à igrejabem na hora em que o carrasco iagarrotear o sacristão. O que se viu foium estouro muito grande, nessa hora,
  14. 14. Vai daí, atravessou o rio para olado de cá e ficou uns três dias emSão Francisco de Borja,procurando um lugar afastadoonde os dois apaixonadospudessem viver em paz. Assim,foram parar no Cerro do Jarau, noQuaraim, onde descobriram umacaverna muito funda e comprida.E lá foram morar, os dois.
  15. 15. Essa caverna, no alto do Cerro,ficou encantada. VirouSalamanca, que quer dizer "grutamágica", a Salamanca do Jarau.Quem tivesse coragem de entrarlá, passasse 7 Provas e conseguissesair, ficava com o corpo fechadoe com sorte no amor e no dinheiropara o resto da vida.
  16. 16.  Na Salamanca do Jarau a Teiniaguá e o sacristão setornaram os pais dos primeiros gaúchos do RioGrande do Sul. Ah, ali vive também a Mãe do Ouro,na forma de uma enorme bola de fogo. Às vezes, nastardes ameançando chuva, dá um grande estouronuma das cabeças do Cerro e pula uma elevaçãopara outra. Muita gente viu.
  17. 17. Final ... O gaúcho viu a caverna explodir, e a princesaconseguiu sair viva do lugar em forma de salamandrae retornou a Espanha.
  18. 18. LendasNome: Odair Xavier dos Santos Junior n°: 29 9º ano ENome: Felipo de Padua Silva nº: 10Nome: André Felipe nº: 2Nome: Edson Henrique nº
  19. 19. Uma versão diz que a sétima criança em uma sequência de filhos do mesmo sexo tornar-se-á um lobisomem.Outra versão diz o mesmo de um menino nascido após uma sucessão de sete mulheres. Outra, ainda, diz queo oitavo filho se tornará a fera. Outra já diz que é apos a morte de um familiar que possuía a aberração epassou de pai pra filho, avô pra neto e assim por diante.As pessoas conhecem o licantropo na forma humana através de comportamentos estranhos, como mudançade comportamento, misteriosa e quase sempre com olhos cansados(olheira), o licantropo na forma humana éuma pessoa muito atenta as outras, sempre desconfiando de tudo como por exemplo, tem muito medo de serdescoberta a humanidade que é uma aberração, porém é muito protetora em forma humana.Em algumas regiões, o Lobisomem se transforma à meia noite de sexta-feira, em uma encruzilhada. Como onome diz, é metade lobo, metade homem. Depois de transformado, sai à noite procurando sangue, matandoferozmente tudo que se move. Antes do amanhecer, ele procura a mesma encruzilhada para voltar a serhomem.Em algumas localidades diz-se que eles têm preferência por bebês não batizados. O que faz com que asfamílias batizem suas crianças o mais rápido possível. Já em outras diz-se que ele se transforma se espojandoonde um jumento se espojou e dizendo algumas palavras do livro de São Cipriano e assim podendo sairtransformado comendo porcarias até que quase se amanheça retornando ao local em que se transformou paravoltar a ser homem novamente. No interior do estado de Rondônia, o lobisomem após se transformar, tem deatravessar correndo sete cemitérios até o amanhecer para voltar a ser humano. Caso contrário ficará em formade besta até a morte. O escritor brasileiro João Simões Lopes Neto escreveu assim sobre o lobisomem:"Diziam que eram homens que havendo tido relações impuras com as suas comadres, emagreciam; todas assextas-feiras, alta noite, saíam de suas casas transformados em cachorro ou em porco, e mordiam as pessoasque a tais desoras encontravam; estas, por sua vez, ficavam sujeitas a transformarem-se em Lobisomens…" 1Há também quem diga que um oitavo filho que tem sete irmãs mais velhas se torna lobisomem ao completartreze anos. Também dizem que o sétimo filho de um sétimo filho se tornará um lobisomem.A lenda do lobisomem é muito conhecida no folclore brasileiro, e assim como em todo o mundo, oslobisomens são temidos por quem acredita em sua lenda. Algumas pessoas dizem que além da prata o fogotambém mata um lobisomem. Outras acreditam que eles se transformam totalmente em lobos e não metadelobo metade homem.Algumas lendas também dizem que se um ser humano for mordido por um lobisomem, e não o encontrar acura até a 12ª badalada desse mesmo dia, ficará lobisomem para toda a eternidade.Lobisomem
  20. 20. Existem várias condições médicas que podem imitar a aparência de umlobisomem e podem ter contribuído para a crença no início da existêncialiteral das criaturas. Uma delas é a hipertricose, que cria o cabeloexcepcionalmente longo no rosto e no corpo. Uma segunda condição, aporfíria, é caracterizada por extrema sensibilidade à luz (estimulando assimas suas vítimas a apenas sair à noite), convulsões, ansiedade e outrossintomas. Nenhuma dessas condições raras transforma qualquer pessoa numlobisomem, é claro, mas séculos atrás, quando a crença em bruxas, vampiros,e magia era comum, não demorou muito para gerar histórias de lobisomem.
  21. 21. A sétima criança em uma sequência de filhos domesmo sexo pode ter alguns sintomas médicos comohipertricose, que cria o cabelo excepcionalmente longo norosto e no corpo, porfiria, que é caracterizada porextrema sensibilidade à luz (estimulando assim as suasvítimas a apenas sair à noite), convulsões, ansiedade eoutros sintomas e então por ultimo uma vontade muitogrande de consumir carne humana nas noites de lua cheia.Normalmente não assassina pessoas próximas a ele, comofamília e amigos, mas em alguns casos pode vir aacontecer.NOVO FINAL
  22. 22. Lenda : Gangue DoPalhaço
  23. 23.  Em meados de 1990 uma história assombrou a grande São Paulo.Por ocasião do lançamento de uma série especial no jornal NPchamada "os Crimes que abalaram o Mundo". Foi apresentado ocaso de um Palhaço norte americano que na década de 60assassinava crianças. Alguém inspirado na reportagem começoua difundir a estória de que um palhação na cidade de Osascoestaria roubando crianças para vender seus orgãos, moda naépoca, aos poucos a história chegou em toda grande São Paulo, eganhava tons cada vez mais verídicos, agora o palhaço atacavaem todo a região, tinha dois ajudantes, uma Kombi azul, e sóatacava em escolas publicas. A estória chegou ao ponto quepessoas juravam ter visto reportagem no "AQUI AGORA", erealmente o boato foi tão forte que o NP chegou a dar algumascapas para a "gangue do Palhaço", uma escola (nomedesconhecido), em Mauá chegou a ser "atacada" pelo Palhaço,todos sabiam de alguém que conhecia a vítima, mas ninguémconhecia a própria vítima.
  24. 24.  Após um tempo sem aparecer nos jornais ,a gangue do palhaço,volta a matar e raptar crianças. Para a venda de orgãos ,talvez nomercado negro. De modo geral, causando pânico e medo napopulação, que testemunhava mortes e desaparecimentos semexplicações. Muitas pessoas afirmam ter visto esta gangue, em uma kombi ,circulando pela cidade. Porém ,todos que os viam, corriam para seesconder ,e não ser mais umas das vítimas da “Gangue doPalhaço”. Espalha-se o rumor de que , os palhaços, sempre aparecemcirculando pelas ruas, por volta das 11 da noite. Então, se vocêestiver andando na rua neste horário, lembre-se: Você talvez nãoesteja sozinho.
  25. 25. Nome:Danilo CostaNome:Diogo MoraesNome:Gabriel ViniciusNome:Jeorges DiasNome:Walyson Leonardo
  26. 26. A lenda do Chupacabra Chupa-cabra é uma suposta criatura responsávelpor ataques sistemáticos a animais rurais emregiões da América, como Porto Rico, Flórida,Nicarágua, Chile, México e Brasil. O nome dacriatura deve-se à descoberta de várias cabrasmortas em Porto Rico com marcas de dentadas nopescoço e o seu sangue alegadamente drenado.Embora o assunto tenha sido explorado na mídiabrasileira, os rumores sobre a existência domisterioso ser foram gradualmentedesaparecendo, cessando antes da virada domilênio.
  27. 27.  O primeiro ataque relatado ocorreu em março de 1995 emPorto Rico. Neste ataque, oito cabras foram encontradasmortas, cada um com três perfurações no tórax e totalmenteesvaídas de sangue. Em 1975, mortes similares na pequenacidade de Moca foram atribuídas a El Vampiro de Moca (OVampíro de Moca). Inicialmente suspeitou-se que as mortesestariam relacionadas a cultos satânicos; posteriormente maismortes foram registrados na ilha, reportadas por muitosfazendeiros. Cada animal teve seu sangue drenado por umasérie de incisões circulares. Logo após os primeiros registros dos incidentes em Porto Rico,várias mortes de animais foram relatadas em outros paísescomo a República Dominicana, Argentina, Bolívia, Chile,Colômbia, Honduras, El Salvador, Nicarágua, Panamá, Peru,Brasil, Estados unidos e México.
  28. 28. Imagem do Chupacabra
  29. 29. FIM =D
  30. 30. Lenda:A moça docemitérioJoão Paulo Tavares,Leilane Gonzaga,LuanaPereira,Lucas Lanza,Natália Koenig
  31. 31. A mulher do TáxiEm uma bela noite,uma linda moça morena viu um taxista epediu pra ele levá-la até o cemitério.Quando ela saiu do taxiela pegou e beijou o cara e depois entrou no cemitério edesapareceu.Era tudo tão estranho porque era bem namadrugada e ela depois não apareceu.No dia seguinte o taxista foi até na casa desta mulher e tocou acampainha e esperou abrirem a porta e uma senhora idosaabriu dando bom dia a ele e perguntando o que ele deseja.Eleperguntou da moça morena de cabelos longos que ele tinhalevado ao cemitério e a senhora mostrou a foto do quadroperguntando se era aquela moça que ele procurava.E ele disse que sim.Então ela enxugou as lágrimas e disse queaquela era a filha dela mais que infelizmente fazia muito tempoque ela não estava mais entre nós.Está história faz parte do imaginário popular do povo paraensee a mulher realmente existiu.Morreu muito cedo e o seupresente de aniversário era uma volta de taxi até acidade.Dizem que toda vez que ela faz aniversário ela vai ate acidade.
  32. 32. A foto acima é do túmulo damulher do taxi que se chamaJosphina Conte que nasceu 19 deabril de 1915 e morreu em 1931aos 16 anos.
  33. 33. Final da lenda produzida pelogrupo
  34. 34. TRABALHO DE REDAÇÃO:CORPO SECOAluno: João Pedro Marchioro 9° E
  35. 35. O corpo-seco é um personagem do folclore brasileiro comum no interior dos estados deSão Paulo, Minas Gerais e região Centro-Oeste. De acordo com a lenda, o corpo-seco foium homem muito malvado que vivia prejudicando as pessoas. Era tão ruim quemaltratava e batia na própria mãe.A lenda do corpo-secoApós sua morte, de acordo com a lenda, ele foi rejeitado por Deus e até pelo diabo. Atémesmo a terra, onde havia sido enterrado, o expulsou. Com o corpo em estado dedecomposição teve que sair de seu túmulo. Começou a viver como alma penada,grudando nos troncos das árvores, que secavam quase que imediatamente.Ele então passou a viver assombrando as pessoas nas estradas. De acordo com a lenda,quando uma pessoa passa na estrada o corpo-seco gruda em seu corpo e começa a sugar osangue. A vítima da assombração pode morrer caso ninguém passe na estrada para salvá-la.O medo do corpo-secoMuitas pessoas que acreditam em lendas e são supersticiosas tem medo de caminhar emestradas desertas do interior, pois acham que podem ser atacadas por esta assombração.Muitos pais e avós, moradores destas regiões, também contam esta lenda para as criançaspara provocar medo e evitar que elas saiam sozinhas por regiões desconhecidas.
  36. 36. NOVO FINALSendo nisso dois amigos voltaram para a floresta onde estava o Copo secoNisso os dois amigos Jhon , Gabriel planejaram uma armadilha para tentarsalvá-lo dessa maldição. Primeiro eles foram a um pai de santo que morava aliperto, chamaram-no e nada dele aparecer. Entraram na casa dele meioassustados. Os dois foram para um lugar que estava saindo um barulho meioestranho. Chegando lá, o famoso pai de santo chamado Smigol.Sr . Smigol Podemos fazer uma pergunta?- Sr . Smigol : Pode sim , meus jovens aprendizes- Jhon : Sr Smigol A gente quer ajudar o corpo seco a tirar a maldição .- Sr . Smigol : Vai ser bem difícil, vocês vão precisar de uma coisa chamada :Olho de cobra.- Gabriel : Perto de onde a gente mora tem um monte Sr . Smigol- Sr.Smigol : Então vocês precisam dele que eu vou ajudar .- Um certo tempo depois -- Jhon : Pronto ! , Pronto !- Sr . Smigol : Vocês tem que chegar perto dele e dizer a seguinte palavra :IabadabaduOs dois amigos foram procurar o Corpo Seco , Depois de um tempo acharam efalaram o encantamento e ele virou a pessoa que era antes, só que bondosa .

×