O meu Portefólio digital sobre: A utilização das TIC no processo Ensino - Aprendizagem
A utilização das TIC no Processo de Ensino-Aprendizagem Centro de Formação Pró-Ordem O  Formando:  O Formador:  Agostinho ...
<ul><li>Introdução……………………………………………………………….4 </li></ul><ul><li>Algumas  considerações ……………………………………………..5 </li></ul><ul><...
Introdução <ul><li>A generalização das novas tecnologias digitais interactivas e as novas tecnologias de multimédia estão ...
Algumas considerações <ul><li>Mensagens no Fórum </li></ul><ul><li>Contribuí quanto possível com mensagens nos vários fóru...
<ul><li>Boas práticas </li></ul><ul><li>Como sou um fervoroso adepto das novas tecnologias sempre que posso passo conteúdo...
<ul><li>O webquest </li></ul><ul><li>A meu Webquest teve como objectivo orientar os alunos para uma aprendizagem mais prof...
<ul><li>A UTILIZAÇAO DO POWER POINT </li></ul><ul><li>Utilizei este power point com alunos do 6º ano, tendo em conta que e...
<ul><li>HOT POTATOES </li></ul><ul><li>Este programa pretende explorar todas as potencialidades do computador. É um instru...
Verdadeiro/Falso  Preenchimento dos espaços em branco
Conclusão   <ul><li>Cada vez mais as novas tecnologias vêm ganhando espaço no dia-a-dia das pessoas, nos diversos sectores...
O Formando:  Agostinho Neves da Silva <ul><li>Relativamente  ao Webquest, penso que se trata de um trabalho orientado para...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O Meu Portefólio/Tic no Ensino-Apendizagem

7.935 visualizações

Publicada em

Portefólio elaborado no âmbito da formação "Utilização das TIC no Ensino - Aprendizagem".

Publicada em: Tecnologia, Turismo
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.935
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
899
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
230
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Meu Portefólio/Tic no Ensino-Apendizagem

  1. 1. O meu Portefólio digital sobre: A utilização das TIC no processo Ensino - Aprendizagem
  2. 2. A utilização das TIC no Processo de Ensino-Aprendizagem Centro de Formação Pró-Ordem O Formando: O Formador: Agostinho Neves da Silva Miguel Azevedo Lajeosa do Dão, Julho de 2007
  3. 3. <ul><li>Introdução……………………………………………………………….4 </li></ul><ul><li>Algumas considerações ……………………………………………..5 </li></ul><ul><li>Mensagens no Fórum………………………………………………….5 </li></ul><ul><li>A utilização das TIC no processo de Ensino-Aprendizagem…...5 </li></ul><ul><li>Boas práticas …………………………………………………………...6 </li></ul><ul><li>A utilização da plataforma …………………………………………...6 </li></ul><ul><li>O webquest……………………………………………………………...7 </li></ul><ul><li>A Utilização do Power point………………………………………….8 </li></ul><ul><li>Hot potatoes…………………………………………………………….9 </li></ul><ul><li>Conclusão………………………………………………………………11 </li></ul>Contém
  4. 4. Introdução <ul><li>A generalização das novas tecnologias digitais interactivas e as novas tecnologias de multimédia estão a mudar a forma como produzimos, nos relacionamos, até mesmo como nos divertimos. Elas não só fazem parte do nosso quotidiano, inclusive do espaço escolar, como também facilitam e auxiliam o nosso acesso à informação. E, a urgência em sabermos lidar com estas novas tecnologias não é apenas questão de moda, estes novos recursos põem à disposição dos profissionais da educação múltiplas possibilidades para aquisição de novos conhecimentos através da informação disponibilizada na rede. Permite inclusive a interacção com pessoas das mais variadas culturas, possibilitando o intercâmbio das diferentes formas de apreender a realidade. </li></ul><ul><li>Sendo a educação a nossa esfera de acção, é nas tecnologias de informação e comunicação que depositamos a nossa esperança e abraçamos com força um recurso; a Internet/Web. Dentro deste contexto, é essencial que a educação formal não passe a ser uma barreira para a utilização destas novas tecnologias, mas sim, adoptá-las, de modo que possam ter um impacto abrangente e positivo na formação escolar dos alunos. Para tanto o profissional da educação não pode estar desactualizado, muito menos ser um analfabeto tecnológico. Tem que saber tirar proveito destas tecnologias para enriquecer a sua prática pedagógica. Para tanto, o professor não pode estar desajustado, muito menos ser uma pessoa que não incentive os alunos a aproveitarem estes recursos que as tecnologias nos oferecem. Saber tirar proveito destas tecnologias e pô-las ao serviço da Educação é o mote desta acção de formação. </li></ul>
  5. 5. Algumas considerações <ul><li>Mensagens no Fórum </li></ul><ul><li>Contribuí quanto possível com mensagens nos vários fóruns criando empatia entre os formandos e formador. Esta acção de formação tinha em caixa oito fóruns de acordo com a actividade que se estava a desenvolver. Tentei dentro do possível esclarecer e esclarecer-me sobre os vários temas. Mas os fóruns também serviam para criar empatia e introduzi nalguns um certo humor (sem papas na língua) nos temas ou nas respostas a colegas. </li></ul><ul><li>Considero que os fóruns tiveram um papel importante nesta acção de formação. </li></ul><ul><li>Endereço dos fóruns com a minha participação: </li></ul><ul><li>Actividade – Fórum I </li></ul><ul><li>Opinião sobre a Plataforma </li></ul><ul><li>Boas práticas </li></ul><ul><li>Sem feedback </li></ul><ul><li>Sem papas na lingua </li></ul><ul><li>Webquests para EVT </li></ul><ul><li>Quem me ajuda? </li></ul><ul><li>Muro de manteiga.. </li></ul><ul><li>A utilização das TIC no processo de Ensino-Aprendizagem </li></ul><ul><li>Penso que as Tecnologias de Informação e Comunicação auxiliam os alunos na aquisição de conhecimentos, uma vez que eles sentem grande motivação no âmbito da informática. São um bom incentivo para as suas aprendizagens e motivadoras quando confrontados com trabalhos seus na Internet. </li></ul><ul><li>As novas tecnologias permitem uma maior aproximação entre professor e aluno e vice-versa, permitindo uma maior interacção entre ambos. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Boas práticas </li></ul><ul><li>Como sou um fervoroso adepto das novas tecnologias sempre que posso passo conteúdos elaborados por mim, dentro da sala de aula. Sendo a minha disciplina de Educação Visual e Tecnológica a imagem tem um valor acrescido na transmissão de conteúdos, sendo estes muito facilmente absorvidos pelos alunos. A Net é um oceano rico de informação que sendo bem aproveitada como recurso nos dá uma visão muito mais abrangente dos conteúdos e temas a serem ministrados. </li></ul><ul><li>A utilização da Plataforma </li></ul><ul><li>Na minha opinião, acho que a utilização de uma plataforma deste género, seria uma actividade deveras estimulante, no âmbito de todo o contexto educativo, facilitaria a interacção entre os diversos agentes educativos: Professores, alunos e restante comunidade escolar. </li></ul><ul><li>Penso que os professores se motivariam mais e olhariam para as novas tecnologias como um suporte/recurso para melhorar a sua acção. </li></ul><ul><li>Além disso os alunos sentir-se-iam mais motivados no processo de ensino aprendizagem, sabendo que são os seus próprios professores a elaborarem os temas/conteúdos podendo em simultâneo ter o feedback dessas aprendizagens. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>O webquest </li></ul><ul><li>A meu Webquest teve como objectivo orientar os alunos para uma aprendizagem mais profícua sobre o módulo / padrão, com recursos sobre este tema e fornecendo as indicações necessárias para a sua construção. </li></ul><ul><li>Neste Webquest foram introduzidos testes formativos com Webquizzes (palavras cruzadas, espaços em branco para preencher e perguntas de verdadeiro/falso) para testar os seus conhecimentos. </li></ul><ul><li>Sem ser maçador para os alunos pretendi com este Webquest que se pode aprender “brincando”. </li></ul><ul><li>A escolha deste tema foi de acordo com a proximidade da introdução deste conteúdo a ser abordado em sala de aula. </li></ul><ul><li>Este Webquest destinou-se aos alunos do 6º ano, da disciplina de Educação Visual e Tecnológica. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>A UTILIZAÇAO DO POWER POINT </li></ul><ul><li>Utilizei este power point com alunos do 6º ano, tendo em conta que este conteúdo estava a ser leccionado na disciplina de Educação Visual e Tecnológica. </li></ul><ul><li>Penso que os alunos se sentiram mais motivados para aprender. A imagem tem um valor um valor acrescido que consegue captar facilmente a atenção deles facilitando a aquisição de novos conhecimentos. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>HOT POTATOES </li></ul><ul><li>Este programa pretende explorar todas as potencialidades do computador. É um instrumento essencial para a construção de testes on-line interactivos e também no âmbito da avaliação formativa, uma vez que se tratam de exercícios de correcção automática. </li></ul><ul><li>Sendo o hot potatoes um programa maleável e muito simples na facilidade com que pode ser utilizado, optei por três Webquizzes colocados on-line (palavras cruzadas, preenchimento dos espaços e perguntas de verdadeiro/falso) que acho muito interessantes e lúdicos na sua forma como testam os conhecimentos dos alunos. Penso que esta forma lúdica de aprender, através da utilização de pistas incentivando a aprendizagem pela descoberta, é estimulante e motivadora no âmbito da aquisição dos conhecimentos. </li></ul><ul><li>Considero ainda que o hot potatoes como sendo uma ferramenta excelente para melhorar o sucesso da aprendizagem, os alunos tem uma visão imediata do nível dos seus conhecimentos, tornando-se mais autónomos, desenvolvendo assim um trabalho mais individualizado. </li></ul><ul><li>Escolhi o tema “módulo/padrão” porque é um conteúdo programático que estou a trabalhar com os meus alunos do 6º ano. </li></ul>Palavras Cruzadas
  10. 10. Verdadeiro/Falso Preenchimento dos espaços em branco
  11. 11. Conclusão <ul><li>Cada vez mais as novas tecnologias vêm ganhando espaço no dia-a-dia das pessoas, nos diversos sectores da sociedade. A educação, que na Sociedade da Informação é cada vez mais relevante na formação de cidadãos aptos a lidar com as características actuais, está a usar diversas tecnologias a fim de aprimorar seus procedimentos, metodologias, áreas de actuação e abrangência. Com isso, surge a necessidade de se ter um profissional novo. Esse profissional precisa ser um estratega, um motivador, um criador, um gestor de projectos e tecnologias, e cujo foco central seja a preocupação com a qualidade do processo Ensino-Aprendizagem. Foi nesse sentido que esta acção de formação “A utilização das TIC no processo de Ensino-Aprendizagem” foi para mim um desafio, uma experiência nova, muito positiva, posso mesmo dizer enriquecedora e deveras estimulante! Foi um desafio, porque gosto de “aprender…aprender sempre”, foi estimulante e enriquecedora, porque tornou possível a aquisição de novos saberes no âmbito da informática. </li></ul><ul><li>As mensagens no fórum acabaram por ser enriquecedoras e deu-me uma visão geral de quem pensa as tecnologias de forma diferente de mim. Não há um pensamento ou uma forma única de tratar e lidar com as tecnologias e o fórum neste sentido foi enriquecedor. </li></ul><ul><li>Os power points, são uma ferramenta muito motivadora para os alunos e a experiência diz-me que eles gostam e ficam motivados para novas aprendizagens quanto melhor for a utilização e a utilidade do tema a abordar! Assim, desta forma, estabelece-se uma maior empatia na relação professor aluno. </li></ul>
  12. 12. O Formando: Agostinho Neves da Silva <ul><li>Relativamente ao Webquest, penso que se trata de um trabalho orientado para um produto final, e por isso faz com que os alunos adquiram hábitos de pesquisa, sem perdas de tempo, conduzindo-os a um modelo de aprendizagem pela descoberta. </li></ul><ul><li>No que respeita aos exercícios do programa hot potatoes, também achei muito interessante, fiz e enviei as palavras cruzadas, preenchimento dos espaços e verdadeiro/falso, porque considero que estes desenvolvem as capacidades cognitivas de cada um, é uma forma lúdica de aprender! Considero ainda que estes exercícios na forma de testes formativos facilitam muito o trabalho dos docentes, pois têm um método de correcção automática que é uma óptima ferramenta de trabalho. </li></ul><ul><li>Em jeito de conclusão, resta-me ainda dizer que gostei muito desta acção, embora o tempo que se dispunha fosse pouco para realizar os trabalhos, devido a outras tarefas que a escola por esta altura nos impõe, penso no entanto que este problema foi comum a todos. </li></ul><ul><li>Enfim custou, mas valeu a pena! </li></ul>

×