Santarém - Regiões de Portugal

1.173 visualizações

Publicada em

PowerPoint acerca dos vários aspetos e características de Santarém.

Publicada em: Estilo de vida
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.173
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Santarém - Regiões de Portugal

  1. 1. Regiões
  2. 2. Com uma área territorial de aproximadamente 6700 km2, divide-se em 21 concelhos: Abrantes, Alcanena, Almeirim, Alpiarça, Benavente, Cartaxo, Chamusca, Constância, Coruche, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Golegã, Mação, Ourém, Rio Maior, Salvaterra de Magos, Sardoal, Santarém, Tomar, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha. Estes concelhos compreendem 191 freguesias. O distrito de Santarém
  3. 3. O concelho de Santarém Cidade, sede de concelho e capital de distrito, localiza-se na região de Lisboa e Vale do Tejo (NUT II), na Lezíria do Tejo (NUT III. O concelho tem 561,9 km2 de área, distribuída por 28 freguesias: Abitureiras, Abra, Achete, Alcanede, Alcanhões, Almoster, Amiais de Baixo, Arneiro das Milhariças, Azóia de Baixo, Azóia de Cima, Casével, Santarém (Marvila), Moçarria, Pernes, Pombalinho, Póvoa da Isenta, Póvoa de Santarém, Romeira, Santa Iria da Ribeira Santarém, Santarém (S. Nicolau), Santarém (Salvador), São Vicente de Paul, Tremes, Vale de Figueira, Vale de Santarém, Vaqueiros, Várzea e Gançaria. O natural ou habitante de Santarém denomina-se escalabitano ou santareno. Concelho de Santarém
  4. 4. 1801 1849 1900 1930 1960 1981 1991 2001 2011 37 304 15 425 41 994 54 701 63 777 62 896 62 621 63 563 62 200
  5. 5. O relevo é uniforme, predominando as formas baixas e planas, com altitudes inferiores a 200m. A temperatura média anual oscila pelos 16ºC, sendo a média das máximas de 22,4ºC e das mínimas de 9,9ºC. A precipitação média anual é de 700mm. O relevo do distrito de Santarém é pouco acentuado e em muitas partes nulo, sendo apenas significativas no limite Oeste do distrito e em toda a sua extensão as Serras de Aire, Candeeiros e Montejunto. • Serra de Candeeiros – 610 m de altitude • Serra de S. Montejunto – 666 m de altitude • Serra de Aire – 679 m de altitude Relevo
  6. 6. Hidrografia A rede hidrográfica do distrito de Santarém constitui uma das mais importantes da península e é caracterizado pela presença do rio Tejo e pelos seus afluentes: Zêzere, Almonda, Alviela, Rio Maior, Asseca e Alenquer, na margem direita e o Alpiarça, Muge e Sorraia, na margem esquerda. Também com algum significado o rio Almansor, afluente do Sorraia. São as seguintes as barragens do distrito de Santarém: Belver, Pracana, Caldeirão e Matão, produção de energia eléctrica, Castelo de Bode, produção de energia eléctrica e abastecimento de água potável e a de Magos exclusivamente para rega e recreio.
  7. 7. Flora As plantas mediterrânicas como a Oliveira e a Figueira são aqui expressivas. O olival é extraordinariamente relevante encontrando-se em qualquer tipo de solo, assim como a vinha. A floresta, embora minoritária encontra-se no limite entre a serra e a peneplanície e é sobretudo composta por povoamentos puros ou mistos de Pinheiro-bravo e Eucalipto. Como curiosidade gostaríamos também de mencionar a presença de árvores monumentais das quais algumas serão das maiores e/ou das mais velhas da sua espécie na região. Temos então um Carvalho-cerquinho (Quinta da Centieira/Póvoa da Isenta) que já em meados do século passado se considerava o maior do distrito, um Pinheiro- manso (Vale de Santarém), uma Azinheira (perto de Romeira) e um Sobreiro (próximo do vale da ribeira de Cabanas, em Azoia de Baixo).
  8. 8. Fauna Relativamente à fauna, surge-nos um conjunto de espécies vasto e diversificado, que caracterizam bem a realidade ambiental do concelho - uma área rural onde a presença do homem é muito marcante. São exemplo do que acabámos de referir animais como a Rã-verde, a Sardanisca-argelina, a Cobra-rateira, o Mocho-galego, a Águia-de-asa-redonda, o Pintassilgo, o Chamariz, a Fuinha-dos-juncos, a Gralha-preta, a Andorinha-das- chaminés, o Chapim-real, o Melro-preto, o Rato- das-hortas, o Musaranho-de- dentes-brancos e o Coelho entre diversas outras.
  9. 9. Pode-se considerar que a acessibilidade a Santarém é razoavelmente fácil. Em Santarém pode-se contar com os autocarros da Tejo, da Ribatejana, com as Rápidas e com os Expressos para as pessoas se descolarem dentro do distrito, dentro de uns concelhos para os outros, ou até mesmo para fora do distrito. Existe também uma empresa rodoviária Que apenas tem transportes urbanos, e os seus autocarros só circulam dentro da cidade de Santarém. Santarém tem também acessibilidade ferroviária, com vários comboios ao longo do dia para várias cidades do país. Transportes
  10. 10. Economia Segundo o INE, o distrito de Santarém tinha em 2010 cerca de 46,500 empresas registadas. A média regional do segmento de PME anda em torno de 5.20% e 0.04% para o segmento de Grandes empresas, o que indica que no distrito existem em torno de 2,418 PME e cerca de 19 Grandes. Os restantes 97.76% respetivos a Micro empresas totalizam cerca de 44,063. Outras estatísticas, indicam que existiam 18,952 empresas registadas em 2011 no distrito.
  11. 11. Educação Existem cerca de 200 escolas em Santarém; Escolas de vários tipos: Escolas Secundárias, Escolas Básicas, Escolas de Dança, Escolas de Condução, Escolas de Música, etc..
  12. 12. Gastronomia A Gastronomia em Santarém é muito diversificada. Açorda de Sável ou Saboga, Fataça na Telha, sopa de peixe, são alguns pratos confecionados à base de peixe do Rio Tejo. No que diz respeito as carnes, o boi ou o novilho são utilizados para confecionar espetadas em pau de loureiro. Nos dias de festa, o guisado de borrego é um dos pratos principais. Outros petiscos apreciados são o pica-pau e os molhinhos de carneiro. Para acompanhar estes pratos, o vinho do Ribatejo é o mais recomendado. Na Doçaria temos Arrepiados, Celestes e Queijinhos do Céu do Convento das Donas, todos à base de amêndoas, açúcar e ovos, são doces de origem conventual. O Pampilho é outro doce da pastelaria local que é dos doces de maior consumo nas pastelarias.
  13. 13. Tradições, Lendas e Curiosidades O feriado municipal do concelho de Santarém é a 19 de março. As principais festividades do concelho de Santarém são: a Festa e Feira do Milagre, em abril, a Feira da Piedade, no segundo domingo de outubro, a Festa da Imaculada Conceição, no primeiro fim de semana de setembro, a Feira de Santa Marta, e, por fim, a Festa da Senhora da Saúde, no primeiro domingo de agosto. Na primeira semana de junho, começa em Santarém a Feira Nacional de Agricultura. Fazem parte do património cultural de Santarém as lendas do Santíssimo Milagre, de S. Frei Gil, dos Meninos de Alfange, de Cristo de Monte Iraz e de Pinheiro Grande.
  14. 14. O artesanato engloba as mantas de Minde, trabalhos em ferro, em ráfia e em bunho da serra de Aire e Candeeiros, artigos manufaturados em couro, bonecas de pano, instrumentos musicais de corda do Entroncamento, rendas, bordados, cerâmica pintada à mão, bonecos de madeira, entalhada, artefactos de olaria e latoaria, trabalhos de arame, tecelagem em fios de algodão, lã e linho e velas de cera artísticas.

×