INSTITUTO SUPERIOR TUPY  Bacharelado em Ciências Contábeis    Acadêmico: Adriano Silveira
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO       ANÁLISE DOS ENCARGOS SOCIAISProfessora Orientadora : Célia Regina Beiro da Silveira
TEMA Gestão de Pessoas
DELIMITAÇÃO DO TEMA Análise dos Encargos Sociais:Estudo de Caso na Empresa XPTO.
PROBLEMA Os encargos sociais calculados pela empresa, para a composição de seus custos, refletem a realidade da mesma?
DEFINIÇÃO DAS HIPÓTESES DE        TRABALHO   Se realizado o levantamento dos encargos sociais    efetivamente pagos pela ...
JUSTIFICATIVA    Com a análise dos encargos sociais identificar os pontos    de otimização e recursos para a empresa demo...
OBJETIVO GERAL DO             TRABALHO   Levantar os encargos sociais efetivamente pagos pela    empresa XPTO.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS Conhecer o processo de gestão de pessoas; Conhecer os encargos sociais que envolvem a  folha de pa...
METODOLOGIA Pesquisa bibliográfica Pesquisa exploratória – Estudo de Caso
GESTÃO DE PESSOASSe  a organização quer alcançar os seus objetivos damelhor maneira possível, ela precisa saber canalizar...
PROCESSOS DE GESTÃO        Administração de Recursos Humanos      Fonte: Adaptado de Chiavenato (2006:13)                 ...
SISTEMA S DE     REMUNERAÇÃO   Processos de manutenção de pessoas;   Remuneração tradicional: analisa-se o ambiente    i...
BENEFÍCIOS Parte integrante da remuneração, vantagem concedida  pela organização; Atender a legislação e realizar uma aç...
ENCARGOS SOCIAIS Ligação entre os benefícios; Interesse do Empregado e empregador; CLT e CFB. Relação entre o empregad...
ENCARGOS                 SOCIAIS Estruturação dos gastos; Impacto no produto ofertado; Consideram-se todas as variáveis...
GRUPOS DE ENCARGOS    SOCIAISAnálise dos grupos: G 1 - Incidência do INSS e FGTS – Indústria; G 2 – Verbas; G 3 – Incid...
FORMAÇÃO DE CUSTOS   A administração e as operações da Empresa.   A contabilidade gerencial como principal    ferramenta...
ANÁLISE CONTÁBIL DA            FOLHA DE PAGAMENTO   Sistemas integrados para a contabilização;   A mão-de-obra, um custo...
ESTUDO DE CASO Realização em uma empresa de grande porte; Várias unidades fabris e foi escolhida uma em  Joinville – SC;...
INDICADORESComposição de seus custos relacionados aos encargos sociais; Número médio de empregados 7676 funcionários com...
RESULTADOS E ANÁLISES DOS          DADOS Cálculo dos dias efetivamente trabalhados; Análise dos grupos de Encargos Socia...
Gráfico 1 – Custos por Grupo – Empresa X                                           Custos gerenciais
Gráfico 2 – Custos Gerenciais – Empresa X                                            Comparação
Gráfico 3 – Comparação dos Custos – Empresa X                                                Conclusão
CONCLUSÃO Os recursos da empresa deve ser administrados  através de controles internos. A responsabilidade e comprometim...
REFERÊNCIAS   Bornia, Antonio Cezar. Análise gerencial de custos em empresas modernas –Porto Alegre: Bookman, 2002.   Br...
OBRIGADO!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação banca adriano tcc2 (2)

242 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
242
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação banca adriano tcc2 (2)

  1. 1. INSTITUTO SUPERIOR TUPY Bacharelado em Ciências Contábeis Acadêmico: Adriano Silveira
  2. 2. TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ANÁLISE DOS ENCARGOS SOCIAISProfessora Orientadora : Célia Regina Beiro da Silveira
  3. 3. TEMA Gestão de Pessoas
  4. 4. DELIMITAÇÃO DO TEMA Análise dos Encargos Sociais:Estudo de Caso na Empresa XPTO.
  5. 5. PROBLEMA Os encargos sociais calculados pela empresa, para a composição de seus custos, refletem a realidade da mesma?
  6. 6. DEFINIÇÃO DAS HIPÓTESES DE TRABALHO Se realizado o levantamento dos encargos sociais efetivamente pagos pela empresa, então a mesma terá a possibilidade de calcular o real custo de seus produtos e serviços.
  7. 7. JUSTIFICATIVA Com a análise dos encargos sociais identificar os pontos de otimização e recursos para a empresa demonstrando os prós, contras e os impactos que esse estudo propõe, como a busca por melhorias de planejamento e a redução de custos.
  8. 8. OBJETIVO GERAL DO TRABALHO Levantar os encargos sociais efetivamente pagos pela empresa XPTO.
  9. 9. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Conhecer o processo de gestão de pessoas; Conhecer os encargos sociais que envolvem a folha de pagamento; Analisar os encargos pagos; Fazer os cálculos dos grupos de encargos sociais; Comparar o resultado obtido com o utilizado pela empresa; Propor a utilização de encargos sociais o mais próximo possível da realidade.
  10. 10. METODOLOGIA Pesquisa bibliográfica Pesquisa exploratória – Estudo de Caso
  11. 11. GESTÃO DE PESSOASSe a organização quer alcançar os seus objetivos damelhor maneira possível, ela precisa saber canalizar osesforços das pessoas para que também estas atinjam osseus objetivos individuais e que ambas as partes saiamganhando.  Chiavenato, (1999, p. 5) Processos
  12. 12. PROCESSOS DE GESTÃO Administração de Recursos Humanos Fonte: Adaptado de Chiavenato (2006:13) Remuneração
  13. 13. SISTEMA S DE REMUNERAÇÃO Processos de manutenção de pessoas; Remuneração tradicional: analisa-se o ambiente interno e externo da organização. Remuneração por Competência: avalia-se a habilidade, desempenho, comprometimento, etc. Benefícios
  14. 14. BENEFÍCIOS Parte integrante da remuneração, vantagem concedida pela organização; Atender a legislação e realizar uma ação social; Benefícios concedidos; Manutenção das pessoas. Encargos Sociais
  15. 15. ENCARGOS SOCIAIS Ligação entre os benefícios; Interesse do Empregado e empregador; CLT e CFB. Relação entre o empregador e empregado. Conforme menciona Pastore (1994, p. 15), “o custo unitário do trabalho está ligado também à flexibilidade de contratar, remunerar e descontratar a mão-de-obra”. Composição
  16. 16. ENCARGOS SOCIAIS Estruturação dos gastos; Impacto no produto ofertado; Consideram-se todas as variáveis de cada ano e região.
  17. 17. GRUPOS DE ENCARGOS SOCIAISAnálise dos grupos: G 1 - Incidência do INSS e FGTS – Indústria; G 2 – Verbas; G 3 – Incidência Cumulativa; G 4 – Custo do Aviso Prévio; G 5 – Direitos Trabalhistas com incidência; G 6 - Direitos Trabalhistas sem incidência; G 7 – Todos os benefícios concedidos. Formação de Custos
  18. 18. FORMAÇÃO DE CUSTOS A administração e as operações da Empresa. A contabilidade gerencial como principal ferramenta – avaliação e retorno do investimento. Custos e Despesas: Sistemas de custeio para o rateio e controle gerencial e contábil. CPC 16, avaliação das mercadorias. Análise Contábil
  19. 19. ANÁLISE CONTÁBIL DA FOLHA DE PAGAMENTO Sistemas integrados para a contabilização; A mão-de-obra, um custo na folha de pagamento e o repasse para o produto da empresa; Parâmetros e aspectos legais da contabilidade societária e gerencial, Lei nº 11638/2007 das Sociedades Anônimas e o IFRS; Análise do encargos sociais para os devidos cálculos; Estudo de Caso
  20. 20. ESTUDO DE CASO Realização em uma empresa de grande porte; Várias unidades fabris e foi escolhida uma em Joinville – SC; Parceria com a Profa. MsC. Célia Regina Beiro da Silveira. Comparação de indicadores da empresa com a realidade da mesma. Indicadores
  21. 21. INDICADORESComposição de seus custos relacionados aos encargos sociais; Número médio de empregados 7676 funcionários com uma média de folha de pagamento no valor de R$ 14.000.000,00. Resultados
  22. 22. RESULTADOS E ANÁLISES DOS DADOS Cálculo dos dias efetivamente trabalhados; Análise dos grupos de Encargos Sociais; Gráficos
  23. 23. Gráfico 1 – Custos por Grupo – Empresa X Custos gerenciais
  24. 24. Gráfico 2 – Custos Gerenciais – Empresa X Comparação
  25. 25. Gráfico 3 – Comparação dos Custos – Empresa X Conclusão
  26. 26. CONCLUSÃO Os recursos da empresa deve ser administrados através de controles internos. A responsabilidade e comprometimento da empresa refletem uma posição no mercado. O controle dos custos acontecem gerencialmente, porém, com variações na prática que refletem a realidade da empresa.
  27. 27. REFERÊNCIAS Bornia, Antonio Cezar. Análise gerencial de custos em empresas modernas –Porto Alegre: Bookman, 2002. Bruni, Adriano Leal e Famá, Rubens. Gestão de custos e Formação de preços: com aplicações na calculadora HP 12C e Excel – 4. ed. - São Paulo: Atlas, 2007. – (Série Finanças na Prática) CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de Pessoas – O novo papel dos recursos humanos nas organizações. 14ª tiragem. Rio de Janeiro: Campus, 1999. CHIAVENATO, Idalberto. Remuneração, benefícios e relações de trabalho: como reter talentos na organização. 3ª ed. São Paulo: Atlas, 2003. DESSLER, Gary. Administração de Recursos Humanos: Princípios e Tendências. São Paulo: Saraiva, 2005. GONÇALVES, ISIS PEREIRA, CAETANO, JOSÉ VALDECI. Métodos de Custeio: Um estudo sobre a aplicação práticas das teorias ministradas por instituição de ensino superior Anápolis – Goiás. PASTORE, JOSÉ. Encargos sociais no Brasil e no exterior. Ed. Sebrae, 1994. PORTON, ROSIMERE ALVES DE BONA, Mestranda em Adm. FURTADO, RENATA, Mestranda em Adm. BEUREN, ILSE MARIA, Dra. Uma proposta de metodologia de preço de venda: Para micro e pequenas empresas do comércio varejista. SANTOS, JOEL JOSÉ. Contabilidade e análise de custos. 5. Ed. São Paulo: Atlas, 2009. Silveira, Célia Regina Beiro da. Sistemas de Remuneração. 1. Ed. Copyright: Tupy Virtual, 2007.
  28. 28. OBRIGADO!

×