Constipação intestinal, fibras alimentares e próbióticos 
 
A  constipação  intestinal,  também  conhecida  pelo 
termo  p...
disso, a FA possui a capacidade de retenção de água, o que é útil para o não ressecamento das 
fezes. 
E os probióticos? 
...
deste mal. Abuse das hortaliças e dos grãos integrais. Além disso, beba sempre muita água, 
pois sem ela, as FA não têm ef...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Constipação intestinal. fibras alimentares e probióticos

676 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
676
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Constipação intestinal. fibras alimentares e probióticos

  1. 1. Constipação intestinal, fibras alimentares e próbióticos    A  constipação  intestinal,  também  conhecida  pelo  termo  popular,  “prisão  de  ventre”  é  uma  situação  caracterizada por uma dificuldade constante ou eventual da  evacuação  das  fezes,  que  se  tornam  ressecadas.  Estatisticamente, a constipação intestinal afeta mais as mulheres do que os homens devido a  fatores hormonais.  Dentre as principais causas, pode‐se associar a prisão de ventre com uma alimentação  pobre em fibras e rica em massas, bem como com um hábito de alimentação irregular. Além  disso,  contribuem  para  tal  situação  o  baixo  consumo  de  água,  o  sedentarismo,  o  estresse,  ansiedade e depressão, e ainda ao hábito de adiar as idas ao banheiro. Quem já não se sentiu  incomodado  ao  sentir  aquele  inchaço  na  barriga,  cólicas,  fezes  endurecidas  e,  consequentemente, irritabilidade?  Uma  das  alternativas  para  a  melhora  de  tal  quadro  é  sem  dúvida  o  aumento  no  consumo  das  fibras  alimentares  (FA).  A  FA  é  descrita  como  uma  classe  de  compostos  de  origem vegetal constituída, principalmente, de substâncias que quando ingeridas não sofrem  hidrólise, digestão e absorção no intestino. Como a própria descrição diz, a FA é encontrada  em alimentos como frutas, verduras, legumes e grãos integrais.  Mas como a FA pode melhorar o funcionamento do intestino?  A resposta é simples. As FA, em virtude de não serem digeridas nem absorvidas, são  responsáveis pela melhora das funções do intestino por meio da redução do tempo de trânsito  intestinal,  aumentando  o  peso,  bem  como  aumentando  a  frequência  de  evacuações.  Além 
  2. 2. disso, a FA possui a capacidade de retenção de água, o que é útil para o não ressecamento das  fezes.  E os probióticos?  Já os probióticos, apesar de também serem recomendados em casos de constipação  intestinal,  é  algo  bem  diferente  das  FA.  Na  verdade,  os  probióticos  são  microorganismos  vivos,  que  como  as  fibras,  atuam no intestino, promovendo o equilíbrio da flora microbiana  intestinal,  o  que  é  essencial  par  ao  bom  funcionamento  intestinal.  São  várias  as  espécies  de  microorganismos  consideradas  probióticas,  porém  as  mais  utilizadas  são  as  espécies de Bifidobacterium e de Lactobacillus.  Mas onde podemos encontrar os probióticos? Em farmácias, com os remédios?  Não. Os probióticos, nos dias atuais, estão amplamente presentes em diversos iogurtes  e  produtos  lácteos  fermentados.  Porém,  também  podem  ser  encontrados  na  forma  de  suplementação alimentar, vendidos em saches.  Um  estudo  argentino  de  2008  verificou  que  o  consumo  de  iogurtes  contendo  probióticos  melhorou  os  parâmetros  relacionados  com  a  evacuação  intestinal  em  mulheres  com constipação intestinal, o que evidência este produto também como uma alternativa para  o “combate da prisão de ventre”.  Mas  lembre‐se:  para  um  bom  funcionamento  intestinal,  é  necessário  aderir  a  um  hábito de vida saudável diariamente, e não apenas quando o intestinal “te deixa na mão”. É  essencial o consumo de quantidades adequadas de fibras, mesmo para aqueles não sofram 
  3. 3. deste mal. Abuse das hortaliças e dos grãos integrais. Além disso, beba sempre muita água,  pois sem ela, as FA não têm efeito algum.  É  importante  ressaltar  também  que,  embora  as  fibras  alimentares  e  os  probióticos  sejam  especialmente  benéficos  para  o  intestino,  cada  um  possui  particularidades  que  provocam diferentes efeitos no organismo. A ingestão de um não deve tornar desnecessária a  ingestão do outro e ambos são necessários para a boa manutenção da saúde. Nutr. Flávia De Conti  Nutrociência Assessoria em Nutrologia   

×