Caderno saúde hipertensao arterial

6.635 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.635
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
263
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Caderno saúde hipertensao arterial

  1. 1. INFORMAÇÃO PARA O DOENTEHIPERTENSÃOARTERIAL
  2. 2. O que é a pressãoarterial?Em condições normais, ocoração bombeia sanguecom uma frequência de 60 a80 batimentos por minuto, deforma a que o oxigénio e osnutrientes necessários ao normalfuncionamento do nosso organismosejam distribuidos a todas ascélulas do corpo humano. Apressão arterial é a força que osangue em circulação exerce nasparedes arteriais e deverá manter--se dentro de limites saudáveis. Émedida em milímetros de mercúrio(mmHg).O controlo da pressão arterialdepende de um mecanismomuito complexo, que inclui aregulação pelo sistema nervoso,coração, vasos sanguíneos e rins.Durante o dia, a pressão arterialsofre variações que podem serO que é a pressão arterial máxima e mínima?Apressão arterial é mais elevada quando o coração bombeia osangue e diminui quando o coração relaxa entre batimentos.Assim seexplica a existência de um valor máximo e de um mínimo. Os valoresóptimos são de 120 mmHg para a pressão sistólica (máxima) e de 80mmHg para a pressão diastólica (mínima).Aforma como geralmente érepresentada é 120/80 mmHg.consideradas normais, umavez que permitem a adaptaçãodo organismo a situaçõesextremas, como o exercício e orepouso.Ahipertensão arterial é uma doença que afecta quase 25% da populaçãoadulta mundial, ou seja, um em cada quatro indivíduos. Em Portugal, atinge42,1% dos indivíduos adultos, tendo apenas 11,2% a sua pressão arterialcontrolada! Os especialistas na área consideram que as alterações doestilo de vida a nível mundial contribuem para aumentar a pressão arterial,como por exemplo o consumo de alimentos ricos em sal, gordura, açúcare calorias; a diminuição da actividade física e o aumento do consumo detabaco e álcool.Ahipertensão relaciona-se com várias doenças que podem provocargraves problemas de saúde e, inclusivamente, a morte. Felizmente, osvalores da pressãoarterial podemser eficazmentecontrolados,reduzindo emgrande medida aprobabilidade destasdoenças teremcomplicações graves.O estilo de vida édeterminante nasubida dos valoresda pressão arterial.A pressão arterialé a força exercidapelo sangue emcirculação nasparedes arteriais.
  3. 3. AortaForçade contracçãoventricularVaso sanguíneo Vaso sanguíneoAortaExistem situações queaumentam o risco dehipertensão?Quais as possíveis consequências dahipertensão?De facto, certas circunstâncias aumentam a probabilidade de terhipertensão. Estas são conhecidas como factores de risco.Na maioria dos casos, a hipertensão não produz sintomas pelo queo doente pode não perceber que tem a doença. Em alguns casos,quando a pressão arterial sobe para valores significativos, podecausar sintomas como tonturas, visão enevoada, dor de cabeça,confusão, sonolência e falta de ar.Alguns órgãos podem adaptar--se – até determinado nível – a valores elevados de pressão duranteperíodos longos de tempo, mas a persistência de hipertensão nãocontrolada pode ter graves consequências, especialmente para océrebro, coração e rins.Quando o coração se contrai e bombeia osangue (sístole), a pressão atinge o seu valorA hipertensão nos adultos é uma doença caracterizada porvalores de pressão arterial superiores a 140/90 mmHg; este valorrelaciona-se com um risco mais elevado de desenvolvimento decomplicações graves em diferentes órgãos. Pressão sistólica Pressão diastólicaÓptima ≤120 mm Hg ≤80 mm HgNormal 120 a 129 mm Hg 80-84 mm HgNormal alto 130 a 139 mm Hg 85-89 mm HgHipertensão ≥140 mm Hg ≥90 mm HgQuais são as causas de hipertensão?Na maior parte dos casos, a causa de hipertensão é desconhecidae classifica-se como “primária” ou “essencial”. Em apenas algunscasos, a hipertensão tem causas identificáveis tais como doençasrenais, perturbações hormonais ou a utilização de alguns fármacos.Quando o coração se encontra em repousoentre dois batimentos (diástole), a pressão émínima.Factores de risco modificáveis Factores de risco não modificáveisExcesso de peso ou obesidade Predisposição hereditária (familiares com hipertensão)Inactividade física Idade avançada(estilo de vida sedentário) Dieta rica em sal e gorduras Raça negraDieta pobre em fruta fresca e vegetais Sexo masculinoConsumo excessivo de álcool TabagismoPressão arterial: definição
  4. 4. Autor: Dr Luis Raúl Lépori - raul@lepori.com.ar - Directora Médica: Dr Andrea Cohen - Tradução original: Carolina Fryd (CTPCBA)Reg. 3428 - © CLYNA 2009 - ISBN: 978-987-607-185-7Edição original: CLYNA. E-mail: info@miniatlas.com - Telephone: (005411) 4012-5100 - Fax: (005411) 4012-5110 - www.miniatlas.comEdição em lingua portuguesa: Copyright © 2009 por Magnum 33 - Divisão Comunicação Médica - 214251790Tradução: Dr. João Miguel Fernandes - Medtools.Todos os direitos reservados.Este caderno ou qualquer das suas partes, não poderá ser arquivado em sistemas recuperáveis, nem transmitido por nenhuma forma ou nenhum meio, sejamecânico, electrónico, fotocópia, gravação ou qualquer outro, sem a autorização prévia, por escrito, da Magnum 33 - Publicidade e Marketing, Lda.Edição 1 - 2009ExercícioMedicamentosMedicamentosiDietaadequadaPara manter a pressão arterialdentro dos valores normais éimportante, entre outras medidas,adoptar um estilo de vida saudávele fisicamente activo e, adoptar umadieta com poucas gorduras e poucosal. É também necessário reduzir oconsumo de álcool e abandonar o usode tabaco. Quando as mudanças no estilo de vida não permitembaixar os valores da pressão arterial, o seu Médicoindicar-lhe-á a medicação mais adequada à suasituação.A hipertensão arterial não tratada não desaparece por si, mas podeser adequadamente controlada se as indicações do seu Médicoforem escrupulosamente seguidas. O tratamento da hipertensãoarterial deve ser um compromisso para toda a sua vida.RecomendaçõesComo é que posso saber se sou hipertenso?Aúnica forma de saber se éou não hipertenso é através damedição da pressão arterial, queé rápida e indolor. Recomenda--se que a pressão arterial sejamedida por um profissional desaúde regularmente.Uma única medição acimade 140/90mmHg indica quea pressão está alta naquelemomento mas não é suficientepara diagnosticar hipertensão.Para este diagnóstico, énormalmente necessáriorepetir a medição em diferentescircunstâncias e durante umdeterminado período de tempoque o seu Médico determinaráem cada caso.Órgão afectado Efeitos Mecanismos Enfarte cerebral Lesão vascular (aterosclerose cerebral)Cérebro Hemorragia cerebral Efeitos directos da pressão arterial elevadaCoração Insuficiência cardíaca Esforço excessivo e consequente exaustão do coração Aumento do risco de enfartedo miocárdio Lesões das artérias coronáriasRins Falência das diferentes Lesões da artéria renal funções renaisA pressão arterial é medida com uminstrumento chamado esfigmomanómetro.Referências usadas:- Williams G. Hypertensive Vascular Disease. Chapter 246. Section 4. Part 8. In: Braunwald E, Fauci A, Kasper D,Hauser S, Longo D, Jameson J. Harrison’s Principles of internal medicine. 15th edition. New York: McGraw-Hill, 2001.- Kaplan N. Systemic Hypertension: Mechanisms and Diagnosis. Chapter 37. In: Zipes D and colls. Braunwald’s HeartDisease: A Textbook of Cardiovascular Medicine. Volume 1. 7th edition. Philadelphia: Elsevier, 2005.- Schoen F, Cotran R. Blood Vessels. Chapter 12. In: Cotran R, Kumar V, Collins T. Robbins - Pathologic basis ofdisease. 6th edition. Philadelphia: Saunders, 1999.- Chobanian A and colls. The Seventh Report of the Joint National Committee on Prevention, Detection, Evaluation,and Treatment of High Blood Pressure. The JNC7 Report. JAMA, 2003;289(19):2560-71.- Franco V, Oparil S, Carretero O. Hypertensive Therapy: Part I. Circulation, 2004;109:2953-58.- Franco V, Oparil S, Carretero O. Hypertensive Therapy: Part II. Circulation, 2004;109:3081-88.- American Heart Association. Diseases and Conditions: Hypertension. Accessed November 2006.http://www.americanheart.org/presenter.jhtml?identifier=2114- European Society of Hypertension. My simple guide to high blood pressure. Accessed November 2006.http://www.mysimpleguide-bloodpressure.com/- Task force of ESH-ESC. J Hypertens 2007; 25:1105-87- Espiga de Macedo et al. Hypertension 2005; 9: 1661-6.

×