1 
Marco Polo, um jovem estudante de medicina, chega junto com seus colegas 
de turma, em sua primeira aula sobre anatomia...
2 
A vida deu-lhe um golpe, quando em uma viagem, Poeta perdeu o controle de 
seu carro em uma ultrapassagem, no momento c...
3 
Falcão disse à Marco Polo, que Débora, sua ex mulher, o amou e suportou 
até onde pôde sua psiquez. Contou também que t...
4 
Chegando á cidade em que morava com sua família, Falcão reencontrou um 
velho amigo e descobre que seu filho Lucas, tor...
5 
depressivas são tratadas como máquinas e não como seres humanos que possuem 
uma complexa capacidade de gerenciar pensa...
6 
Ao sair do auditório, Anna o esperava, saíram sem rumo, apenas procuravam 
um ao outro. Conversaram muito, Anna pode se...
7 
mais felizes e contemplativos. Marco Polo e Anna ficam enormemente felizes com a 
presença do inigualável amigo. Falcão...
8 
CONCLUSÃO: 
Retratando o lado humano, sensível e carinhoso de um acadêmico de 
medicina, este livro nos faz pensar em m...
9 
Biografia autor 
Augusto Jorge Cury 02 de outubro de 1958 (55 anos) Colina, SP Brasil 
um médico, psiquiatra, psicotera...
10 
Escreveu livros como: 
 Inteligência Multifocal 
 Revolucione Sua Qualidade de Vida (em Portugal intitulado: Revoluc...
11 
 Mulheres Inteligentes, Relações Saudáveis - 2011 
 O Colecionador de Lágrimas - Holocausto Nunca Mais - 2012 
 Man...
12 
 Treinando a Emoção para Ser Feliz - Dezembro de 2007 
 O Código da Inteligência - Maio de 2008 
 O Vendedor de Son...
13 
Referências: 
- Cury, Augusto, O Futuro da Humanidade, 4ª Edição – Editora Sextante 
- Wikipedia 
- Site e-Biografias
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Resumo o futuro da humanidade

466 visualizações

Publicada em

Resumo livro Augusto Cury

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
466
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resumo o futuro da humanidade

  1. 1. 1 Marco Polo, um jovem estudante de medicina, chega junto com seus colegas de turma, em sua primeira aula sobre anatomia humana. Todos ansiosos, ao se depararem com aqueles cadáveres quais iriam dissecar, por um instante se abalaram com tal cena. Marco Polo era o único entre professores e alunos que não vía-os apenas como corpos a serem estudados e sim como pessoas que tiveram uma história. Dr. George, professor de Marco Polo, era o mais frio e sarcástico em sua forma de trabalhar . Por alguns instantes, se perguntaram “quem somos?” , “o que somos?”, “qual o sentido da existência humana?” E ignorando o caos emocional dos alunos, Dr. George inicia sua aula. Marco Polo perdia-se em pensamentos, tentando imaginar quem seriam aquelas pessoas e quais suas histórias. Ele possuía um espírito humanista e decidiu conhecer a história de um cadáver que já havia lhe chamado a atenção, por seu rosto sereno . Sabia que não conseguiria estudar aquele corpo sem saber alguma coisa sobre ele. A sensibilidade e respeito de Marco Polo, foi motivo de risos de seus colegas e desprezo e grosseria por seu professor Dr. George. Marco Polo movido por sua curiosidade, decidiu sair em busca de pistas que o levasse até alguém que revelasse o que para ele era uma incógnita. Sua primeira descoberta, foi que aquele “velho” chamava-se Poeta da Vida e que havia um mendigo chamado Falcão que o conhecera e com a ajuda da assistente social, conseguiu saber onde este morava. Na praça do parque central após ter abordado vários mendigos, Marco Polo encontrou Falcão. Conquistá-lo a ponto de terem conversas produtivas, rendeu à Marco Polo, alguns dissabores como vestir-se como mendigo e rendição pela polícia, ao defender seu amigo, acusado de roubo injustamente. Esta atitude, estreitou ainda mais sua relação com Falcão, que já estava sentindo-se seguro de contar suas histórias e de seu amigo Poeta da Vida. Marco Polo aprendia muito com Falcão. Por várias vezes viu o pobre mendigo dividindo o pouco que tinha com os outros. Este pouco conquistado com o que chamava de “fazer os outros viajarem”. Quando a necessidade se apresentava, ele chamava atenção de transeuntes do parque, com suas declamações de poesias sobre um banco de praça que se transformava em palco e desta forma recompensavam-lhe dando gorjetas as quais ele dizia que era o pagamento por tê-los feito viajar. Após uma destas apresentações, Falcão começou a contar mais sobre o Poeta. Marco Polo soube que Poeta foi um médico muito respeitado na sociedade. Foi casado, apaixonado por sua esposa, com quem teve dois filhos. Pai presente e afetivo, amava sua família imensamente.
  2. 2. 2 A vida deu-lhe um golpe, quando em uma viagem, Poeta perdeu o controle de seu carro em uma ultrapassagem, no momento chovia muito e com o carro descontrolado não conseguiu evitar o grave acidente que levou quase toda sua família, ficando apenas seu filho, que ficou um grande período internado, em coma. Poeta também ficara internado, porém por poucos dias e quando acordou, o sentimento de culpa passou a atormentá-lo dia e noite, durante dias ficava isolado em seu quarto, agravando ainda mais o seu quadro. Depois de saber que seu filho morrera após uma parada cardíaca, Poeta não aguentou o golpe e voltou a ser internado em um hospi tal psiquiátrico. Se tivesse recebido um tratamento mais adequado às suas necessidades, com afagos, abraços e carinhos, lhe ajudaria, porém foi tratado apenas como doente. Poeta fugiu do hospital, tornou-se um caminhante sem endereço. Ele se adaptou áquela vida, pois encontrou pessoas consideradas lixo do sistema e ajuda-los, foi de alguma forma, uma maneira de resgatar seu ânimo. Falcão apontou alguns andarilhos e contou a Marco Polo sobre suas vidas e ele pôde observar que todos tinham riquíssimas histórias, porém todos passavam desapercebidos diante da sociedade. Aqueles desprezados pela sociedade, não abandonariam suas vidas de conforto, se os motivos não fossem tão fortes. Poeta e Falcão, se conheceram em uma das praças por onde caminhavam, se uniram pela dor, cada qual com sua história. Para Marco Polo, toda aquela conversa, o fez refletir sobre a vida de seu pai, que também era incompreendido até mesmo por sua esposa. Esta reflexão fez com que escrevesse uma carta á seu pai, solidarizando-se por sua história de incompreensão. Seu pai ao receber a carta viu que algo com seu filho esta mudando. A atitude de Marco Polo os aproximou. Em uma tarde, Marco Polo pôde sentir que após Poeta, ele estava sendo o primeiro a quem Falcão, abriria seu coração e contaria sua emocionante história. Falcão contou que seu apelido foi dado por Poeta, que o achava de inteligência aguçada e quem com olhos de falcão, voava alto em sua criatividade. Continuando sua história, contou que era PH.D. em filosofia e foi professor em uma grande universidade. Para Marco Polo, ouvir estar coisas foram meio assustadoras, porém compreendeu que Falcão era um gênio que o ensinava. Falcão foi casado com uma linda jovem que conheceu na universidade. Ela era filha de um rico e famoso advogado, Dr. Pedro. Um homem muito materialista e que por este motivo era contra o casamento de sua filha com um pobre filósofo e professor universitário. Após seis anos de casados, Falcão passou a ter insônia, crises de ansiedade e pensamentos agitados e acelerados. Depois de um certo tempo começou a ter paranoias. Sua vida tornou-se um caos, a ponto de parar de lecionar, ficou dois meses internado, a primeira de muitas internações, onde foi diagnosticado como psicótico.
  3. 3. 3 Falcão disse à Marco Polo, que Débora, sua ex mulher, o amou e suportou até onde pôde sua psiquez. Contou também que tiveram um filho (Lucas), por quem era apaixonado. Infelizmente, devido suas crises psicóticas, o avô Dr. Pedro, afastou-os de vez por todas, dizendo que tinha um laudo médico dizendo que sua presença na vida do menino, seria uma péssima influência. Então por amá-lo, achou o afastamento, sua melhor opção. Depois de muito tempo, com o auxílio do Poeta, Falcão começou a reorganizar seu raciocínio, fazendo exercícios diários, onde após um ano, já estava com sua mente organizada novamente. Mas mesmo assim, Falcão decidiu não procurar seu filho, pois o mesmo achava que o pai havia morrido e seria melhor que pensasse assim, a ter que reconhecer que seu pai era um mendigo. Certa vez, Marco Polo ousou convidar Falcão para uma visita à sua sala de anatomia, onde poderia também contar sua história aos demais. Chegando lá, Falcão logo reconheceu a face de um dos cadáveres e contou para os presentes a história de vida do então Poeta. Dr George ficou estarrecido ao perceber que aquele corpo era na verdade de um renomado cientista cirurgião, que também fora o diretor e professor da universidade em que atualmente lecionava. A emoção tomou conta de todos e Dr. George contou detalhes da vida daquele homem, que nem mesmo Falcão conhecia. O Poeta da Vida, chamava-se Dr. Ulisses Burt, que deixou em testamento que todos os seus bens ficariam em favor do hospital-escola. Também gostaria de doar seus órgãos. Gostava da frase “Ninguém morre, quando se vive em alguém. Doe seus órgãos. Viva em alguém”. Caso não fosse possível, doaria seu corpo então para estudos de anatomia. Depois de tanta emoção decidiram homenagear o grande mestre, além de fazer o mesmo com os outros corpos. A amizade de Falcão e Marco Polo, estreitava ainda mais e certa vez, Marco Polo questionou sobre procurar Lucas, e revelar sua história. Falcão foi muito resistente, relutou para não ir, mostrando seus vários motivos. Vencer a inteligência do gênio era quase impossível e o choque realmente poderia ser insuportável. Com coragem Marco Polo enfrentou Falcão, mostrando-lhe que a falta de atitude ou uma atitude impensada, impacta fraca ou intensamente na vida/história de outras pessoas e /ou até mesmo no futuro da sociedade. Com estas palavras ele mostrou à Falcão que sua ausência na vida de Lucas poderia ter alterado imensamente sua história e Falcão era co-responsável. Falcão decidiu então ir em busca do filho. Marco Polo levou-o para comprar roupas, aparar os cabelos e cortar a barba. Falcão não demonstrava felicidade, estar naquela situação o asfixiava, pois durante todos aqueles anos, sua casa tinha sido o amplo parque, onde não haviam paredes ou portas que prendessem. Depois de caminhar pelas ruas, de forma que ele gostava, retornou para a casa de Marco Polo e lá planejaram a viagem e logo depois partiram busca do reencontro de pai e filho.
  4. 4. 4 Chegando á cidade em que morava com sua família, Falcão reencontrou um velho amigo e descobre que seu filho Lucas, tornara-se pró-reitor da universidade que trabalhou antes de adoecer. Lucas estava com 32 anos, era doutor em sociologia. Quando chegou na universidade, Lucas estava palestrando e ao final deu a liberdade para que os participantes pudessem falar, caso quisessem. Foi quando Marco Polo chamou Falcão para discursar. Relutante, discursou de tal forma a deixar todos atônitos e ao final numa breve e emocionante homenagem , Lucas descobre que se tratava de seu pai, quem não via há vinte anos. Os dois abraçaram-se e choraram. Lucas disse que o avô, no leito de morte confessou que havia comprado um laudo médico para poder afastar pai e filho. O perdão gritou em seus corações. Falcão conheceu a casa do filho e no segundo dia que estava lá, Débora, sua ex -esposa foi visitá-lo. Ambos também se perdoaram e tornaram-se grandes amigos. Falcão foi convidado a retomar suas atividades na universidade. Ele manteve seu apelido forte, que o amigo Poeta lhe deu. Marco Polo voltou para sua cidade, mas a cada seis meses visitava seu grande amigo. Seu contato e convivência estreitada com Falcão o tornou um estudante de medicina mais questionador e crítico do que antes. Ele tornara-se imensamente generoso e afetivo com seus pacientes. Ele formou-se e ingressou em um curso de especialização em psiquiatria, num grande hospital chamado Atlântico. Lá conheceu e tornou-se amigo de vários pacientes que deprimiram-se por sofrerem perdas irreparáveis. Dentre eles Dr. Romero, Ali Ramadan, Jaime, Isaac, Claudia e outros tantos que foram cativados por sua carismática e atenciosa de trata-los. Infelizmente a intolerância do diretor e da enfermeira chefe, acompanhavam o trabalho de Marco Polo, pois achavam que sua forma de trabalhar prejudicaria o hospital, pois poderia provocar uma rebelião entre os pacientes e devido ao caos, poderiam perder seus cargos. Marco Polo revolucionou a forma de tratar os pacientes. Usava música, aulas de dança e artes para tranquilizar seus pacientes. Ele tornou-se muito reconhecido pela sociedade. Com sua atuação no tratamento de alguns pacientes, principalmente no caso de Isaac, o diretor do Hospital Atlantico, Dr. Mário, antes então, contra à sua forma de trabalho, ficou deslumbrado com o resultado e teceu carinho especial pelo jovem. As atitudes de Marco Polo estavam causando transformação até mesmo na vida de Dr. Mario e enfermeira Dora. Suas atitudes impactaram positivamente na vida de pacientes, médicos, psicólogos e enfermeiros. Após terminar sua especialização, de vez em quando voltava ao Hospital Atlântico para visitar a todos. Ele se destacava como profissional e ao mesmo tempo escrevia suas idéias sobre o mundo inatingível da mente humana. Ele passou a criticar veementemente os rumos que a psiquiatria estava tomando. As pessoas
  5. 5. 5 depressivas são tratadas como máquinas e não como seres humanos que possuem uma complexa capacidade de gerenciar pensamentos, que possuem histórias de alegrias e sofrimentos, famílias, amigos e que, acima de tudo, choram, cantam, riem, enfim, não são tratados como seres humanos portadores de emoções e sentimentos. Os psiquiatras tratam de doenças e não de doentes. Prescrevem inúmeros medicamentos para seus pacientes ignorando a afetividade e a comunicação como tratamento eficaz contra doenças psicológicas, como a depressão. Em uma conferência Marco Polo, uma jovem chama-lhe a atenção, pois não demonstrava reação alguma enquanto ele respondia as perguntas, porém quando ele falou de abraçar árvores e conversar com flores, ela esboçou um sorriso. Ele tentou conversar, chamar-lhe atenção com perguntas, porém ela respondia com poucas palavras. Marco Polo descobriu que ela chamava Anna. Ficou encantado com a sua beleza e a mesmo tempo, intrigado com o seu comportamento e decidiu conhecê-la melhor. Após muita persistência conquistou sua amizade. Descobriu que ela era extremamente depressiva. Anna contou-lhe que desenvolveu a doença ainda quando criança, após encontrar sua mãe morta em seu quarto. Sua mãe sofria de transtornos psicológicos e para aliviar seu sofrimento e sua dor suicidou-se. Seu pai, o empresário Lúcio Fernández, era bilionário e insensível. Nunca lhe dava atenção e amor como sua mãe o fizera. Por isso desenvolveu uma série de outros problemas psicológicos, como timidez, insegurança, hipersensibilidade. Anna era ótima com os outros, mas péssima consigo mesma. Marco Polo decide ajudá-la a libertar-se do seu cárcere emocional, não foi fácil, pois Anna foi muito resistente e por muitas vezes escondia-se dele. O desejo de ajudá-la era grande e suas atitudes o incomodavam bastante. Ele achou que suas atitudes afugentavam-na e decidiu respeitar o espaço dela e não procura-la mais. No mês seguinte, os dois participaram de um congresso, porém ao mesmo tempo que Anna fugia de Marco Polo, as idéias dele a atraíam. Neste congresso, o assunto tratado era farmacologia, assunto pelo qual Marco Polo tinha sua opinião formada, pois não concordava com o fato de que industrias farmacêuticas esperassem que pessoas desenvolvessem distúrbios psiquiátricos para que seus remédios fossem vendidos. Sua alma sufocava em pensar que se as poderosas indústrias farmacêuticas dependem da existência de doentes para vender seus produtos, qual o interesse quer elas têm no desaparecimento deles? Marco Polo ouviu de um palestrante, palavras destrutivas para psicologia, dizendo que psicólogos seriam trocados por medicamentos. Porém diante das circunstâncias, ele vestiu-se de coragem e audácia para mostrar ao Dr. Paulo, que o que estava fazendo era uma impor suas idéias através da ditadura da hipótese. Depois de muitos debates, com lágrimas nos olhos, Marco Polo encerra com a seguinte frase: “Se deixar de sonhar, morrerei!”
  6. 6. 6 Ao sair do auditório, Anna o esperava, saíram sem rumo, apenas procuravam um ao outro. Conversaram muito, Anna pode se expor e falar de seus problemas e Marco Polo pôde então exercer seus conhecimentos, com aquela que estava despertando um novo sentimento. Os contatos foram aumentando e ambos se apaixonaram e começaram a namorar. Marco Polo conheceu o pai de Anna em uma visita à ela, não agendada. Foi tratado rispidamente e colocado para fora do palecete por seguranças. Ele retornou no dia seguinte e encontrou Anna triste e desanimada de tudo e todos, porém Marco Polo com suas palavras entusiastas e ao mesmo tempo críticas produtivas, fez com que ela acordasse para a realidade e para a vida. Depois daquele dia, Anna não foi a mesma. O pai de Anna era contra o namoro, pois queria que a filha se casasse com um homem a sua altura econômica, um juiz, por exemplo. Marco Polo enfrenta todas as adversidades para manter o amor e o relacionamento que tinha com Anna e faz o pedido de casamento. Anna contou ao pai sobre o pedido de casamento, e ele tentou impedir de inúmeras formas, queria que ela se apaixonasse por alguém que fosse de sua classe social e poder financeiro. Não aceitava a idéia de ter um psiquiatra em sua família. Passando alguns dias, procuraram Lúcio para marcar a data do casamento ele furioso, só aceita o casamento se for com separação total de bens. Marco Polo, conhecendo a ambição exacerbada do sogro, diz-lhe que só casará com Anna se ficar com toda a sua fortuna. Lúcio fica abalado e indignado com a proposta, pensando que Marco Polo era um salafrário que queria lhe aplicar um golpe. Marco Polo completa dizendo que sua maior fortuna é Anna e que, portanto, só se casará se herdá-la completamente. Marco Polo e Anna, queriam um casamento mais simples, que fosse a cara do casal, porém, para fazer uma surpresa à filha, Lúcio prepara-lhe uma luxuosa festa surpresa e convida ilustres personalidades como senadores, governadores, presidente da república, atrizes famosas de cinema e o presidente de segurança. Enfim o grande dia chegou, Anna e Marco Polo ficam assustados com a surpresa, porém preferiram manter a discrição para evitar tumulto. Os amigos de Marco Polo do hospital Atlântico, convidados por ele, foram barrados na entrada da festa por apresentarem características de psicóticos e mendigos, pensaram até que fossem terroristas disfarçados.. Todos ficaram chocados ao descobrirem que eram amigos do noivo. Marco Polo os tratou com muita humildade e carinho, diferente de muitos artistas e empresários que os humilharam por causa de suas condições físicas e econômicas. Ao descobrir através do convidado Dr. Wilson, que Marco Polo foi o responsável pela denúncia dos efeitos colaterais do medicamento Venthax, Lúcio indignado, queria interromper o casamento, pois ele era o dono da indústria farmacêutica que o produzira e, por isso, acabou perdendo milhares de dólares com a queda de vendas após a denúncia. Falcão aparece no final da festa dizendo para Marco Polo não deixar sua criança morrer abandonada. Todos criticaram Marco Polo pensando que ele havia abandonado um filho. Marco Polo diz aos presentes que Anna o ajudará a criá-la. Todos ficaram mais estarrecidos ainda. Na verdade Falcão estava se referindo a criança interior que existe dentro de nós e que nos faz sermos
  7. 7. 7 mais felizes e contemplativos. Marco Polo e Anna ficam enormemente felizes com a presença do inigualável amigo. Falcão e Marco Polo cantam uma música para homenagear Anna, foi um momento emocionante, contagiando a todos. A maioria dos convidados, sobretudo alguns empresários, políticos e artistas, começou a cantar e dançar valsa, movidos pela euforia e animação dos noivos e seus amigos estranhos. Em meio a esta alegria, apareceram Dr. George, Dr. Flávio, Dr. Alexandre e Dr. Antony ambos mudados pelas atitudes e pensamentos de Marco Polo, alguns criaram associações. Marco Polo foi convidado por Dr. Antony e vários ilustres professores de psiquiatria, para montar uma sociedade científica destinada a estudar a última fronteira da ciência: a natureza da psique ou alma do Homo Sapiens. .
  8. 8. 8 CONCLUSÃO: Retratando o lado humano, sensível e carinhoso de um acadêmico de medicina, este livro nos faz pensar em muitas questões em nossa vida. Preocupar-nos com as outras pessoas, respeitá-las independente de sua classe social, são alguns dos exemplos. Marco Polo, nos mostrou a sensibilidade e importância com o próximo, não só quando foi buscar a história de um cadáver da sala de anatomia, mas quando encontrou Falcão e teve todo cuidado ao aproximar-se, para não deixá-lo desconfortável, quando ouvia suas histórias , quando o apoiou na busca de reencontrar o filho. Foi encantador observar que a terapêutica de Marco Polo não se resumia em remédios e sim conhecer a fundo seus pacientes para então tratar a causa e motivos que vitimizavam seus pacientes. Sua humildade e ao mesmo tempo coragem em enfrentar uma sociedade que excluía pessoas que tratavam de seus problemas de psicose e assim convidá-los para sua festa de casamento, pois não se tratava apenas de serem seus pacientes, mas por terem se tornado amigos. A convicção de estar correto em seus pensamentos, expondo-os para que pessoas pudessem repensar e mudar suas opinões, fez Marco Polo ser exemplo para nós, para que tenhamos a coragem de lutar pelo que achamos o ideal e correto. Marco Polo marcou para sempre a vida de muitas pessoas. Como ser humano com sua amabilidade, humildade e preocupação. E como profissional revolucionou tratamentos. Suas atitudes impactaram positivamente na vida de pacientes, médicos, psicólogos e enfermeiros. Conseguiu sobretudo, mexer com conceitos e com isso ele fez a diferença. Falcão por sua vez mesmo em situação desconfortável, não deixou de presentear pessoas com seus poemas, de doar ao seu próximo, o pouco que tinha. Contagiava ao abraçar árvores e falar com plantas. Ele mostrou amor sem limites, quando resolveu proteger seu filho de sua psicose, para que isso não viesse a prejudicá-lo. Mostrar a existência divina, foi algo maravilhso, pois ele fez Marco Polo acreditar em Deus. Foram muitas as lições aprendidas com este livro encantador. Que possamos ter um pouquinho de Marco Polo, Falcão, Poeta da Vida, Anna e todos os outros personagens que nos deixaram lição de vida, amor e persistência.
  9. 9. 9 Biografia autor Augusto Jorge Cury 02 de outubro de 1958 (55 anos) Colina, SP Brasil um médico, psiquiatra, psicoterapeuta e escritor, atua nas áreas de Psicologia e Psicoterapia. Seus livros já venderam mais de 20 milhões de exemplares somente no Brasil, tendo sido publicados em mais de 60 países. Foi considerado pelo jornal Folha de São Paulo o autor brasileiro mais lido da década. Teoria da Inteligência Multifocal Pesquisador na área de qualidade de vida e desenvolvimento da inteligência, Cury desenvolveu a teoria daInteligência Multifocal, sobre o funcionamento da mente humana no processo de construção do pensamento e na formação de pensadores. Outros papeis: Cury foi conferencista no 13º Congresso Internacional sobre Intolerância e Discriminação da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos. Além disso, ele é diretor do Instituto Augusto Cury Cursos, do qual promove o treinamento de psicólogos, educadores e outros profissionais. Desenvolveu o projeto Escola da Inteligência que tem como principal objetivo a formação de pensadores através do ensino das funções intelectuais e emocionais mais importantes para crianças e adolescentes, tais como, o pensar antes de reagir, a proteção de sua emoção, o colocar-se no lugar dos outros, expor e não impor as suas ideias. Também elaborou o Programa Freemind, para contribuir em conjunto com as casas de acolhimento ao usuário de drogas, clínicas, ambulatórios e escolas no desenvolvimento de uma emoção saudável para a prevenção e tratamento da dependência de drogas. O Programa está acessível gratuitamente para download no site: http://www.espiritofreemind.com.br. Foi considerado o autor mais lido da última década no Brasil, pela revista Isto é e pelo jornal Folha de São Paulo.
  10. 10. 10 Escreveu livros como:  Inteligência Multifocal  Revolucione Sua Qualidade de Vida (em Portugal intitulado: Revolucione a Sua Qualidade de Vida) - Outubro 2002  Escola da Vida: Harry Potter no Mundo Real - 2002  Você é Insubstituível - Novembro 2002  Dez Leis para Ser Feliz - Fevereiro de 2003  Pais Brilhantes, Professores Fascinantes - Setembro de 2003  Seja Líder de Si Mesmo (em Portugal intitulado Seja Líder de Si Próprio) - Outubro de 2004  Nunca Desista de Seus Sonhos (em Portugal intitulado: Nunca Desista dos Seus Sonhos) - Dezembro de 2004  A Ditadura da Beleza e a Revolução das Mulheres (em Portugal intitulado: A Ditadura da Beleza) - Fevereiro de 2005  O Futuro da Humanidade (em Portugal intitulado: A Saga de um Pensador) - Março de 2005  Coleção Análise da Inteligência de Cristo - Março de 2006  O Mestre Inesquecível  O Mestre do Amor  O Mestre da Vida  O Mestre da Sensibilidade  O Mestre dos Mestres  Superando o Cárcere da Emoção - Dezembro de 2006  Doze Semanas para Mudar uma Vida - Janeiro de 2007  Os Segredos do Pai-Nosso - Fevereiro de 2007  Maria, a maior educadora da História - Maio de 2007  A Sabedoria Nossa de Cada Dia: Os Segredos do Pai-Nosso 2 - Maio de 2007  Filhos Brilhantes, Alunos Fascinantes - Setembro de 2007  Treinando a Emoção para Ser Feliz - Dezembro de 2007  O Código da Inteligência - Maio de 2008  O Vendedor de Sonhos: O Chamado - Dezembro de 2008  O Vendedor de Sonhos e a Revolução dos Anônimos - Janeiro de 2009  De Gênio e Louco Todo Mundo Tem um Pouco - Novembro de 2009  Mentes Brilhantes, Mentes Treinadas - Julho de 2010  O Semeador de Ideias - Novembro de 2010  A fascinante construção do Eu - Novembro de 2010
  11. 11. 11  Mulheres Inteligentes, Relações Saudáveis - 2011  O Colecionador de Lágrimas - Holocausto Nunca Mais - 2012  Manual para jovens estressados, mas muito inteligentes! - 2012  Armadilhas da mente - Setembro 2013  Em busca do sentido da vida - Outubro 2013  Ansiedade como enfrentar o mal do século - Dezembro 2013  Pais Inteligentes formam sucessores, não herdeiros - Abril 2014  Felicidade roubada - 2014  As Regras de Ouro dos Casais Saudáveis  Inteligência Multifocal  Revolucione Sua Qualidade de Vida (em Portugal intitulado: Revolucione a Sua Qualidade de Vida) - Outubro 2002  Escola da Vida: Harry Potter no Mundo Real - 2002  Você é Insubstituível - Novembro 2002  Dez Leis para Ser Feliz - Fevereiro de 2003  Pais Brilhantes, Professores Fascinantes - Setembro de 2003  Seja Líder de Si Mesmo (em Portugal intitulado Seja Líder de Si Próprio) - Outubro de 2004  Nunca Desista de Seus Sonhos (em Portugal intitulado: Nunca Desista dos Seus Sonhos) - Dezembro de 2004  A Ditadura da Beleza e a Revolução das Mulheres (em Portugal intitulado: A Ditadura da Beleza) - Fevereiro de 2005  O Futuro da Humanidade (em Portugal intitulado: A Saga de um Pensador) - Março de 2005  Coleção Análise da Inteligência de Cristo - Março de 2006  O Mestre Inesquecível  O Mestre do Amor  O Mestre da Vida  O Mestre da Sensibilidade  O Mestre dos Mestres  Superando o Cárcere da Emoção - Dezembro de 2006  Doze Semanas para Mudar uma Vida - Janeiro de 2007  Os Segredos do Pai-Nosso - Fevereiro de 2007  Maria, a maior educadora da História - Maio de 2007  A Sabedoria Nossa de Cada Dia: Os Segredos do Pai-Nosso 2 - Maio de 2007  Filhos Brilhantes, Alunos Fascinantes - Setembro de 2007
  12. 12. 12  Treinando a Emoção para Ser Feliz - Dezembro de 2007  O Código da Inteligência - Maio de 2008  O Vendedor de Sonhos: O Chamado - Dezembro de 2008  O Vendedor de Sonhos e a Revolução dos Anônimos - Janeiro de 2009  De Gênio e Louco Todo Mundo Tem um Pouco - Novembro de 2009  Mentes Brilhantes, Mentes Treinadas - Julho de 2010  O Semeador de Ideias - Novembro de 2010  A fascinante construção do Eu - Novembro de 2010  Mulheres Inteligentes, Relações Saudáveis - 2011  O Colecionador de Lágrimas - Holocausto Nunca Mais - 2012  Manual para jovens estressados, mas muito inteligentes! - 2012  Armadilhas da mente - Setembro 2013  Em busca do sentido da vida - Outubro 2013  Ansiedade como enfrentar o mal do século - Dezembro 2013  Pais Inteligentes formam sucessores, não herdeiros - Abril 2014  Felicidade roubada - 2014  As Regras de Ouro dos Casais Saudáveis
  13. 13. 13 Referências: - Cury, Augusto, O Futuro da Humanidade, 4ª Edição – Editora Sextante - Wikipedia - Site e-Biografias

×