História da África

2.631 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.631
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
371
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
64
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História da África

  1. 1. História da áfrica<br />A HISTÓRIA DA ÁFRICA É CONHECIDA NO OCIDENTE POR ESCRITOS QUE DATAM DA ANTIGUIDADE CLÁSSICA.<br />NO ENTANTO, VARIOS POVOS DEIXARAM TESTEMUNHOS AINDA MAIS ANTIGOS DAS SUAS CIVILIZAÇÕES..<br />
  2. 2. OS MAIS ANTIGOS FÓSSEIS DE HOMINIDEOS FORAM ENCONTRADOS NA AFRICA COM CERCA DE CINCO MILHÕES DE ANOS, O PROFISSIONAL QUE ESTUDA A HISTÓRIA DA AFRICA É CONHECIDA COMO AFRICANISTA..<br />
  3. 3. TODOS IMAGINAM A AFRICA COMO UM CONTINENTE REPLETO DE MATAS, UM PARAISO DA VIDA SELVAGEM. HABITANTES APENAS NEGROS, QUE NÃO SE ORGANIZAM SOCIALMENTE, TRIBOS SELVAGENS NADA AMISTOSAS, HABITANTES INCAPAZES DE SE DEFENDEREM FRENTE A UMA EXPLORAÇÃO E/OU INTERVENÇÃO AGRESSIVA DO HOMEM BRANCO...<br />
  4. 4.
  5. 5. Condições da escravidão africana<br />A escravidão é o grande sustentáculo do processo de colonização do continente americano, a partir do século XVI. Longe de ser ater a uma forma homogênea de relação de trabalho, a escravidão foi marcada pelas mais diferentes caracterizações ao longo do período colonial..<br />
  6. 6.
  7. 7. na colonização lusitana, a utilização de escravos sempre foi vista como a mais viável alternativa para que os dispendiosos empreendimentos da exploração tivessem a devida funcionalidade. Inicialmente, os portugueses almejavam utilizar da força de trabalho dos nativos para que a exploração econômica fosse concretizada....<br />
  8. 8. Escravização africana..<br />
  9. 9. A escravização do negro pelo negro e a herança de miséria e fome.<br />Muitas tribos rivais faziam prisioneiros em conflitos e vendiam-nos para árabes e europeus. De fato, este foi um dos elementos chaves responsável pela mercantilização dos povos africanos. Os povos mais frágeis eram capturados pelos chefes das tribos e trocados com os europeus por mercadorias.<br />
  10. 10. Basicamente os conflitos tribais na áfrica alimentavam o trafico, assim como até hoje, conflitos internos aliados a corrupção de governantes locais, ainda são responsáveis por todo um contexto de miséria existente no continente africano. <br />
  11. 11. O povo Bérbere<br />Os bérberes eram povos nômades do deserto do Saara. Este povo enfrentava as tempestades de areia e a falta de água, para atravessar com suas caravanas este território, fazendo comércio. Costumavam comercializar diversos produtos, tais como : objetos de ouro e cobre, sal, artesanato, temperos, vidro, plumas, pedras preciosas etc.<br />
  12. 12. Povos berbere<br />
  13. 13. Costumavam parar nos oásis para obter água, sombra e descansar. Utilizavam o camelo como principal meio de transporte, graças a resistência deste animal e de sua adaptação ao meio desértico.<br />Durante as viagens, os bérberes levavam e traziam informações e aspectos culturais. Logo, eles foram de extrema importância para a troca cultural que ocorreu no norte do continente.<br />
  14. 14. Norte da África<br />No deserto da Líbia encontraram-se gravações em rochas (ou "petroglifos") do período Neolítico, e megalitos, que atestam da existência duma cultura de caçadores-recolectores nas savanas secas desta região, durante a última glaciação. O atual deserto do Saara foi um dos primeiros locais onde se praticou a agricultura na África (cultura da cerâmica de linhas onduladas). <br />
  15. 15. Norte da áfrica- Egito<br />
  16. 16. Descolonização da África<br />As duas grandes guerras que fustigaram a Europa durante a primeira metade do século XX deixaram aqueles países sem condições para manterem um domínio econômico e militar nas suas colônias. Estes problemas, associados a um movimento independentista que tomou uma forma mais organizada na Conferência de Bandung, levou as antigas potências coloniais a negociarem a independência das colônias, iniciando-se a descolonização.<br />
  17. 17. áfrica<br />A África é o terceiro continente mais extenso (atrás da Ásia e da América) com cerca de 30 milhões de quilômetros quadrados, cobrindo 20,3 % da área total da terra firme do planeta. É o segundo continente mais populoso da Terra (atrás da Ásia) com cerca de 900 milhões de pessoas, representando cerca de um sétimo da população do mundo, e 54 países independentes; apesar de existirem colônias pertencentes a outros países fora desse continente, principalmente ilhas, por exemplo Madeira, pertencente a Portugal, Ilha de Ascensão pertencente ao Reino Unido entre outras.<br />
  18. 18. Miséria e fome..<br />
  19. 19. Em meio ao cenário internacionais doa nossos dias, onde uma<br />estranha mistura de Mios e de frustrações parece, tintas vezes,<br />sufocar no Homem a sua esperança mais elementar - a esperança<br />da sobrevivência - poucas coisas poderiam não parecer<br />tão grandiosas, e diria mesmo tão comoventes, como a luta data<br />África jovem, abarrotada de problemas e de esperanças, intransigente<br />na defesa da dignidade humana e, porque jovem,, trazendo<br />os olhos teimosamente abertos para o futuro.<br />
  20. 20. A fome na áfrica<br />Um continente assediado pela fome. Pelas estatísticas recentes, as cifras desse flagelo não param de crescer, tornando-se mais graves e mais preocupantes. A cada ano, 27 milhões de africanos, a maioria crianças, estão ameaçados de morrer de fome. Dos 800 milhões de habitantes, pelo menos 150 milhões vivem em debilitante escassez de alimentos. Os países mais atingidos pelo flagelo são: Etiópia, Somália, Sudão, Moçambique, Malavi, Libéria e Angola.<br />
  21. 21.
  22. 22.
  23. 23.
  24. 24.
  25. 25.
  26. 26. E.E Delfina nogueira de souza<br /> professor: Adiltonsanches<br />“7 ano B”<br />N.A.S<br />2010<br />
  27. 27. ALUNOS:<br />Eduardo<br />Amanda<br />Monica<br />Bruna<br />Nilza<br />Caroline<br />

×